Por Larissa Lofrano

Copywriter na Rock Content

Publicado em 2 de outubro de 2018. | Atualizado em 23 de setembro de 2019


O Marketing de Performance é uma estratégia proveniente do Marketing Digital que é focada em resultados. Por isso, todas as decisões são tomadas com base em dados, os quais são acompanhados e testados de modo constante.

Novas mídias, novas formas de se comunicar. Nada disso mais é novidade. Por isso, observamos inúmeros desdobramentos do marketing em que, hoje, há diferentes tipos de estratégias, como Marketing Offline, Marketing Digital e Marketing de Performance. 

Neste post, falaremos sobre este último, o Marketing de Performance. Com este conteúdo você saberá qual a sua definição, como aplicá-lo e quais os seus principais benefícios. Confira! 

O que é Marketing de Performance 

A grande parte das empresas hoje utiliza do Marketing Digital. Contudo, nem todas elas trabalham o Marketing de Performance. 

O Marketing de Performance nada mais é do que um tipo de Marketing Digital em que todas as ações são focadas em resultado a partir da análise de dados. Para ser ainda mais específico, esse tipo de marketing tem como objetivo identificar se o investimento feito nas mídias digitais está dando retorno. 

Por meio de uma análise detalhada é possível verificar o desempenho de cada um dos anúncios e suas métricas específicas. Entre os índices estão CPC, CPA e CPL. 

Aqueles que aplicam o Marketing de Performance, utilizam diferentes ferramentas e plataformas de Marketing Digital para acompanhar o desempenho de cada um dos seus anúncios. Somente dessa forma, é possível saber como melhorar seus resultados, pois, você identificará os gargalos das suas campanhas para agir rapidamente a fim de corrigi-los. 

Você já percebeu que métricas são a base do Marketing de Performance. Por isso, a seguir mostraremos os principais KPIs que você deve ficar de olho quando utilizar esse tipo de marketing. Confira! 

Impressões 

Quando falamos de mídia online, temos o conceito de impressões, que significa quantas vezes seu anúncio foi mostrado para o público. Essa métrica é separada por canal (Facebook, Instagram, Google Ads). 

Algo muito importante sobre as impressões é que elas não são o número de pessoas que visualizaram seu anúncio. Isso porque um mesmo anúncio pode aparecer mais de uma vez para um mesmo usuário. Logo, o número de impressões será o número total de exibições. 

Cliques 

Seu anúncio estar sendo exibido para o seu público diversas vezes pode não ser uma métrica de sucesso. É preciso comparar o número de impressões com a taxa de cliques de cada uma das peças. 

O anúncio só poderá ser efetivo caso sua taxa de cliques esteja boa. O que significa que o você está acertando no copy do anúncio, que está tocando exatamente na dor do consumidor. 

Se a taxa de clique está baixa e o número de impressões está bom, a dica é fazer um teste A/B, alterando arte ou texto. Assim você percebe qual a melhor forma de interagir com o público e, consequentemente, aumentar a sua taxa de clique. 

Engajamento 

Em redes sociais, uma métrica extremamente importante é o engajamento de cada uma das publicações. Esse índice traduz quantas interações um determinado post teve desde a sua postagem. São consideradas para o cálculo do engajamento de um post, likes, comentários, cliques e compartilhamentos. 

Não é só em redes sociais que a taxa de engajamento pode ser observada. Também é possível verificar esse número no Google Analytics e Google Ads. Nesse caso, devem ser observados os números de páginas visitadas por sessão e compartilhamento de conteúdos. Assim como nas redes sociais, o engajamento mede a interação que o usuário teve com o conteúdo. 

Leads 

A maior parte das campanhas de Marketing Digital possui como objetivo principal o aumento do número de leads gerados. Como você já deve saber, leads são potenciais clientes. 

Um usuário se torna um possível cliente após manifestar interesse em receber um orçamento da sua empresa, assinar sua newsletter ou fazer o download de um conteúdo rico, por exemplo. 

Esse número é importante ser analisado por dois motivos principais: o time comercial receber o número de interessados para alcançar seus objetivos de vendas; e saber se a sua comunicação está sendo efetiva com aqueles que podem lhe trazer retorno financeiro. 

Novos clientes 

De nada adianta fazer investimento em anúncios e na produção de conteúdos, se esses não estão gerando novas vendas. Quanto maior for o número de novas vendas, significa que seu time de vendas e marketing estão alinhados. Transmitindo e se comunicando com o consumidor da mesma forma e atendendo a suas expectativas. 

Mídia paga e mídia orgânica

Conceitos bastante comuns quando falamos de Marketing de Performance são: mídia paga e mídia orgânica. Provavelmente, você deve estar se questionando o que cada uma tem a ver com o Marketing de Performance. Mais do que isso, como elas se relacionam entre si. 

Como já falamos anteriormente, o Marketing de Performance é baseado em dados de modo a melhorar a — como o próprio nome diz — performance dos seus anúncios. Ou seja, está diretamente relacionado com mídia paga. 

Porém, não se deve esquecer da mídia orgânica. Isso quer dizer que o tráfego gerado e as buscas realizadas pelo seu site acontecem de modo natural sem a necessidade de pagar por isso. Como elas se relacionam? Simples! Quanto maior o seu tráfego orgânico, menos você precisará investir em anúncios digitais. 

Mas isso não significa que você deve parar de usar mídia paga. Mas sim que você pagará menos para ter mais impressões, cliques, leads e consequentemente novos clientes. Isso porque os canais online terão confiança na sua marca, assim como os usuários. Para realizar tão relação entre esses dois mecanismos, a dica é contar com o auxílio de uma empresa especializada. 

Você também pode se interessar em descobrir essas diferentes formas de fazer marketing!
👉 Marketing de Utilidade: o que é e como aplicar essa estratégia?
👉 O que é marketing de nicho e por que você deveria se importar?
👉 Marketing de Referência: o que é e como implementar essa estratégia
👉 Marketing de recomendação: por que ele é tão importante ?
👉 Real Time Marketing: como usar o Marketing em Tempo Real?

Benefícios do Marketing de Performance 

Para que você entenda os motivos de apostar nessa estratégia, é fundamental ter conhecimento sobre os benefícios que isso pode trazer para a sua empresa. Logo, selecionamos as principais vantagens de implementar o Marketing de Performance. Continue lendo o post e descubra!

Análise em tempo real 

Tendo apenas conexão com a internet, é possível acompanhar a performance dos seus anúncios digitais. Ou seja, executivos, gestores e analistas de marketing podem mensurar em tempo real a eficiência de uma nova estratégia, por exemplo. Esse acompanhamento em real time aumenta a capacidade de tomada de decisão dos gestores de modo rápido e mais eficaz. 

Mudanças rápidas 

Assim como é possível fazer a mensuração e análise em tempo real, é possível fazer alterações a qualquer momento a fim de otimizar os resultados. Por exemplo, se você perceber que um anúncio está com uma alta taxa de impressões, porém, poucas pessoas estão clicando nele, você pode alterar o copy a fim de incrementar o número de cliques. 

Resultado palpável

Muitas estratégias de marketing têm como resultado um fortalecimento da sua marca. Ou seja, gerar awareness. De fato isso é extremamente importante. Porém, é muito difícil de saber em qual momento o cliente conheceu a sua marca, qual das suas campanhas que o tocou. Isso é o contrário do que o Marketing de Performance faz. 

É possível ter um resultado palpável para todas as ações realizadas dentro de uma mesma campanha. Dessa forma, uma prática muito comum é a comparação entre canais, anúncios e campanhas diferentes. Mostrando exatamente o que é mais efetivo para o seu negócio. 

Geração de informações importantes

Como implementar o Marketing de Performance

Agora que o conceito de Marketing de Performance já está claro, assim como as vantagens de usar essa estratégia, é importante saber a melhor forma de iniciar uma campanha de sucesso na sua empresa. Descreveremos o que você não pode esquecer de incluir na hora de planejar a sua campanha de Marketing de Performance. Continue lendo e descubra! 

Objetivo

Já diria o senso comum: se você não sabe para onde ir, qualquer lugar serve. No Marketing de Performance isso também é aplicável. O primeiro passo para criar uma campanha de sucesso é saber o seu objetivo. Pode ser a redução de CPC, número de leads gerados, aumento da taxa de cliques. Verifique o que faz mais sentido e está diretamente relacionado com o seu planejamento estratégico. 

Métricas

Com o objetivo definido, o segundo passo é identificar todas as métricas que é preciso acompanhar a fim de conquistar aquilo que almeja. Então, se deseja aumentar o número de leads gerados, defina um número de leads que gostaria de alcançar ou um % de crescimento em relação a um determinado período. 

Canais de divulgação 

Analise e relacione o histórico de sua presença no ambiente digital com o seu objetivo. Assim, será mais fácil determinar quais são os canais de comunicação que serão utilizados. É também extremamente relevante levar em consideração o perfil e comportamento da persona para saber se ela usa mais redes sociais ou se anúncios no Google podem ser mais efetivos. Contudo, não é necessário escolher apenas uma opção. 

Budget 

Com os canais definidos, dividir os valores que serão investidos em cada um deles é importante para acompanhamento dos resultados. Além disso, na hora de decidir o budget, também é crucial estabelecer qual o máximo que poderá ser gasto por clique e lead, por exemplo. Isso ajuda a não extrapolar o valor que você havia planejado para um determinado canal ou campanha. 

Mensuração de resultados periódica

Por fim, para a sua campanha de Marketing de Performance ser efetiva, é preciso mensurar os resultados. Defina quais os números serão analisados diário e semanalmente. Além disso, elabore relatórios mensais, trimestrais e anuais, de modo a ter uma visão geral de como está o retorno do investimento. 

No momento de acompanhar os resultados, o time não deve ser passivo. Lembre-se que um dos benefícios do Marketing de Performance é a possibilidade de fazer alterações para obter melhores resultados. Então, sempre que necessário, faça mudanças em seus anúncios. Mas, não esqueça de registrá-las em algum documento. Assim, será mais fácil identificar o motivo de mudanças nos números, caso exista. 

Vivemos na era da big data, em que dados são cruciais para as tomadas de decisão e sobrevivência de um negócio. Com todos os índices que o Marketing de Performance fornece, é muito valioso as informações que isso pode gerar acerca do seu público. Por isso, não perca tempo e implemente essa estratégia na sua empresa. 

Gostou de saber sobre Marketing de Performance? Então continua no nosso blog e leia o nosso post sobre Marketing de Serviços e aumente seu conhecimento sobre diferentes estratégias de marketing! 

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *