Conheça o modelo Pop-Up store e saiba como impulsionar as suas vendas

A pop-up store é um modelo já bastante utilizado ao redor do mundo, e o que faz ela ter tanto destaque é seu conceito. Levar o senso de urgência e de exclusividade ao consumidor pode ter um impacto muito positivo aos objetivos da marca.

Pop-up Store

    O modelo tradicional de varejo vem mudando há algum tempo. A internet deu espaço para o e-commerce e, hoje, ele compete com as lojas físicas. Em meio a essas novidades e novas formas de consumo, surgiu a pop-up store, com um conceito diferente e pronto para receber projetos especiais.

    Esse modelo de loja é uma importante ferramenta estratégica para as marcas. Sejam elas nativas da internet, sejam estabelecidas em pontos físicos, o frisson causado por esses estabelecimentos é o que faz do conceito um verdadeiro diferencial.

    Neste post, você entenderá melhor o que são e como funcionam as pop-up stores! Veja quando e como elas podem ser uma boa opção, quais as vantagens e como abrir uma!

    O que é a pop-up store e como ela funciona?

    A pop-up store é um modelo de loja temporária, sempre aberta com uma proposta específica, dentro de uma estratégia de divulgação. Esse é um modelo cada vez mais comum visto no mundo inteiro, geralmente, dentro de ações de marketing.

    Marcas de todos os tipos têm adotado e o motivo é simples: o impacto gerado no público é sempre positivo, graças ao trabalho de montagem da loja. As pop-up stores não são lojas simples, e isso é um fator a mais para gerar o desejo de visitar e, naturalmente, consumir o conceito e os produtos que ela traz.

    Por que são temporárias

    Se fazem tanto sucesso, por que não dão continuidade? Essa é uma questão muito pertinente, mas também fácil de ser respondida. O conceito temporário desse tipo de loja é relacionado à estratégia de marketing na qual ela está inclusa.

    A pop-up store costuma ser utilizada em ocasiões bem específicas como:

    • lançamento de um novo produto ou coleção, como forma de ativação;
    • dentro de estratégias que consideram alguma data comercial;
    • quando uma loja online quer levar seus produtos a um ponto físico;
    • quando determinada marca quer levar seus produtos a outras regiões, como estados ou até mesmo países;
    • para proporcionar experiências de impacto ao público, dentro de um conceito especial;
    • para vender uma demanda pequena de produtos, trabalhando gatilhos mentais de exclusividade e de oferta limitada;
    • para promover colaborações entre marcas e vender os produtos em um local físico que propõe uma experiência ao consumidor.

    A pop-up store não tem a simples proposta de vender produtos em uma loja física, mesmo quando é promovida por um e-commerce. Nesse modelo, a proposta central é chamar a atenção do consumidor, gerar comentários, curiosidade e a sensação de participar de uma experiência única, já que ela é temporária.

    O lançamento de uma pop-up store

    Tudo gira em torno de processos rápidos e com um custo que não seja muito alto. As pop-up stores costumam utilizar espaços de varejo já existentes. Dessa forma, o conceito da loja é montado rapidamente, levando algumas semanas, na maioria das vezes.

    Há também as lojas que são montadas em estruturas temporárias, como contêineres. Para essa opção, é necessário um trabalho com mais esforços, uma vez que o local precisa ter uma boa apresentação para conquistar o público.

    Nesse processo de lançamento, também é importante a atenção para a região em que a loja será montada. Quanto mais movimentado e estratégico for o local, maior será o engajamento do público e, consequentemente, as vendas.

    As pop-up stores também podem estar presentes em eventos. No Brasil, por exemplo, há lojas que levam esse conceito para festivais de música, como o Lollapalooza. É uma ótima chance de conseguir vendas e engajamento, desde que a empresa se relacione bem com o público do evento.

    Quais são os benefícios desse modelo de negócio?

    Lançar uma pop-up store tem muitos impactos positivos para a marca que opta pela estratégia. Esses ganhos vão muito além de receita e são importantes para qualquer empresa. A seguir, entenda melhor quais são os benefícios!

    Aumento do engajamento dos clientes

    Uma loja temporária, bem planejada e com um conceito impactante conquista os clientes. Ao visitá-las, caso tenham uma experiência diferenciada e positiva, o engajamento é conquistado com sucesso. Tudo isso pode ter importância maior em casos de lojas online, já que elas trabalham para “mostrar sua cara” presencialmente.

    Lançamento de produtos

    Uma loja temporária também é uma ótima alternativa para lançar um novo produto, no entanto, é importante que ele realmente se destaque. Com um espaço só para ele, a proposta deve ser de imersão do público na experiência do lançamento. Como resultado, o consumidor é envolvido e acaba comprando!

    Ativação da marca

    As pop-up stores também têm um grande impacto na ativação da marca, já que o público será envolvido em uma proposta diferente. Uma forma de conseguir isso com maior eficiência é por meio das lojas em eventos, como você viu. Se a pop-up está onde pode conquistar mais público, as chances são de bons resultados.

    Geração de buzz

    Com um conceito diferente, uma decoração única e em locais em que não estavam antes, as pop-up stores têm grandes chances de chamar a atenção do público e gerar buzz em torno da marcaSe muita gente está comentando, o interesse aumenta. Além disso, as sensações de oportunidade limitada e temporária chamam atenção e geram senso de urgência.

    Curso Branding & Buzz

    Marketing sazonal

    Outra vantagem importante desse modelo de loja é a possibilidade de dar destaque para a marca em períodos específicos. O marketing sazonal envolve o consumidor devido a alguma data ou acontecimento, gerando o desejo de compra. No Brasil, durante a Copa do Mundo de 2014, muitas pop-up stores fizeram sucesso!

    Ampliação de mercado

    Muitas vezes, determinada marca é conhecida e tem uma base de fãs longe do local onde atua, como em outro país. Nesse caso, a loja temporária é uma ótima alternativa. Ela consegue colher benefícios como aumento das vendas, engajamento, ativação de marca e ampliação de mercado.

    O que definir antes de abrir uma pop-up store?

    Abrir uma pop-up store é um passo importante e isso não deve ser feito apenas por capricho. Como você já viu, ela tem um viés estratégico forte e, por isso, a marca deve se preparar adequadamente e definir alguns pontos. Conheça os principais a seguir e entenda o impacto que eles têm.

    O objetivo da loja

    Por que você quer abrir uma pop-up store? Já foi possível entender que ela tem vários benefícios e que pode favorecer a marca de diferentes formas. Nesse cenário, é preciso escolher um caminho:

    • fazer ativação;
    • lançar um novo produto;
    • levar itens online para o presencial;
    • lançar um projeto ou outra proposta.

    Essa primeira definição é o que vai direcionar os próximos passos. O objetivo impacta a forma de divulgação da loja, o conceito de decoração e arquitetura, e até mesmo o modo como ela funciona. Tudo isso vai influenciar o alcance do objetivo pretendido com uma estrutura temporária.

    O local

    Qualquer loja precisa ter destaque no seu ponto físico, e isso está muito ligado à localização. Definir uma região estratégica é importante, para, então, buscar um espaço para que a pop-up store seja montada. É sempre uma boa ideia considerar um local já utilizado para lojas, mas que esteja vazio.

    Quanto à região, quanto mais movimentada, melhor. É bom considerar também o comércio local, já que isso garante que o público da sua marca esteja por ali. Se você vai abrir uma pop-up store de moda e está em uma região em que outras marcas têm suas lojas, a concorrência é maior, mas você atrai o consumidor certo.

    Quem leu este conteúdo também se interessou por:
    6 exemplos de publicidade geniais para você se inspirar!
    O marketing boca a boca ainda funciona? Descubra aqui!
    Marketing Viral: tudo que você precisa saber sobre o assunto
    Branding para e-commerce: como aumentar o reconhecimento da sua loja

    A experiência a ser proporcionada

    Esse modelo de loja temporária não pode ser aplicado apenas com o objetivo de vender. Por mais que ele seja o principal, o modelo deve levar uma experiência diferente para o público. O mais interessante é que isso pode vir de diversas formas, especialmente, por meio da inovação.

    As pop-up stores costumam ter uma decoração diferenciada, com uma estética que foge do comum em relação aos demais varejistas. A simples questão visual gera impacto suficiente no consumidor, o que influencia o engajamento, o buzz envolvendo a loja, e ainda estimula o desejo de consumo.

    Quais cases de sucesso merecem atenção?

    O conceito de pop-up store é utilizado em diversos segmentos, desde a moda até os eletrônicos. Ao redor do mundo, marcas de todos os tipos têm aberto suas lojas temporárias e feito muito sucesso. Que tal ver alguns exemplos para buscar inspiração? Conheça a seguir alguns cases de sucesso.

    Pantone Cafe

    pop-up store Pantone

    A Pantone é amplamente conhecida por seu trabalho de controle e especificação de cores, definindo paletas e tendências em tonalidades. Essa atuação trouxe muita popularidade à marca nos últimos anos e ela soube aproveitar isso, lançando seu Pantone Cafe.

    O estabelecimento ficou por dois verões em Mônaco e, depois, chegou a Paris, onde ofereceu seu menu durante a Semana de Moda da cidade.

    Kanye West: The Life of Pablo

    fonte: Getty Images

    O rapper americano Kanye West é muito mais do que um músico e sabe como promover sua imagem. Sua ligação com a moda resultou em uma linha de merchandising para promover o seu último álbum de estúdio, The Life of Pablo.

    O artista abriu pop-up stores no mundo todo, começando pelos EUA e, segundo o próprio, faturando US$ 1 milhão nos dois primeiros dias com a venda de roupas e artigos do projeto.

    Pop-up Nike Rio Sem Limites

    Pop-up store Nike

    As Olimpíadas do Rio 2016 trouxeram muita visibilidade para o Brasil, e as marcas souberam aproveitar isso. A Nike, fornecedora do material olímpico para a delegação brasileira, abriu uma pop-up store em um grande contêiner no Boulevard Olímpico, no Rio de Janeiro, durante os jogos.

    Lá, ela promoveu experiências interativas, apresentou a tecnologia usada em tênis e calçados, e também vendeu alguns produtos.

    Independentemente do segmento e persona, a pop-up store é uma alternativa atual e que se apresenta bem para qualquer objetivo! Com um planejamento adequado e um conceito de destaque, bons resultados podem ser conquistados com essa ideia de loja temporária.

    Quer conhecer ainda outras formas de impactar o seu público gerando engajamento e reconhecimento do mercado? Então confira o nosso guia sobre como construir defensores para sua marca por meio do conteúdo!

    Compartilhe
    facebook
    linkedin
    twitter
    mail

    Inscreva-se em nosso blog

    Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu email

    Posts Relacionados

    Quer receber mais conteúdos brilhantes como esse de graça?

    Inscreva-se para receber nossos conteúdos por email e participe da comunidade da Rock Content!