Por Ivan de Souza

Analista de Marketing na Rock Content.

Publicado em 7 de fevereiro de 2017. | Atualizado em 17 de setembro de 2020


Você já pensou em fazer Publicidade e Propaganda? Assim como outras graduações, esta é uma oportunidade de ampliar a visão de mundo ao mesmo tempo que você se especializa em uma área do conhecimento. Veja como acontece o curso, qual é a grade curricular, o perfil do profissional e a média salarial!

A escolha de carreira talvez seja um dos principais desafios de quem deseja entrar no mercado de trabalho ou para quem quer trocar de área. Fazer Publicidade e Propaganda pode ser uma excelente opção para quem gosta de desenvolver o lado criativo e se dá bem com inovações. 

Se essa é uma das opções que você está considerando, monte um checklist de prós e contras, veja informações relevantes neste artigo e descubra se o curso é mesmo para você.

Continue a leitura e tenha o material necessário para buscar os temas de mais interesse, fazer listas com os pontos mais importantes e se aprofundar neles para decidir que rumo tomar. Dependendo da área escolhida, como é o caso da maioria das áreas da comunicação, isso passa diretamente pela escolha de um curso superior. 

Um dos setores que está em alta nos últimos anos é o marketing, e o curso de Publicidade e Propaganda se encaixa perfeitamente nele. Quer saber como é o curso e o que esperar da graduação? Você veio ao lugar certo!

Neste post, você vai ver:

Vamos lá?

O que esperar do curso de Publicidade e Propaganda?

Algo que podemos afirmar sem medo é que o curso de Publicidade e Propaganda abrange uma série de disciplinas voltadas, direta ou indiretamente, para as relações interpessoais. Por quê?

Se parar para pensar, você vai ver que a publicidade envolve persuadir alguém a tomar uma decisão, e é simplesmente impossível fazer isso sem antes criar uma interação positiva.

Fazer assinatura do plano Free

Quais são as principais matérias do curso?

Um dos fatores decisivos na escolha de qualquer curso — e, principalmente, um que vai levar ao menos 4 anos para ser concluído — diz respeito às matérias estudadas. É muito comum ver pessoas trancando cursos logo depois de iniciarem as aulas por descobrirem que não suportam as disciplinas que fazem parte da grade.

Não vamos falar detalhadamente sobre cada uma das matérias — até porque a nomenclatura pode mudar de uma instituição para outra —, mas separamos algumas das principais disciplinas que você verá no curso de Publicidade e Propaganda, e que fazem parte do currículo montado pela maioria das formações no país. Confira!

Língua Portuguesa

O conteúdo nunca foi tão importante para a publicidade e o marketing bem-sucedidos, então o uso da nossa estimada (e desafiadora!) língua portuguesa não poderia passar em branco no curso. O foco aqui prático: você vai aprender a redigir anúncios, a aplicar técnicas de redação para diferentes meios de comunicação e uma série de elementos essenciais da boa produção de conteúdo publicitário.

No início dos anos 2000, o foco maior do estudo da língua portuguesa era a redação publicitária, afinal, esse é um dos cargos cobiçados pelos profissionais da área e que faz parte da dupla de criação, juntamente ao design. 

Legislação e Ética Publicitária

Uma parte importante da Publicidade e Propaganda é seguir princípios de ética já definidos na profissão. Além disso, é fundamental conhecer a legislação para diferentes setores. Já falamos aqui mesmo no blog sobre algumas limitações legais do marketing médico e jurídico.

Como o universo da propaganda está constantemente aplicando técnicas de persuasão, essa disciplina é um contraponto que ajuda o estudante a entender o que pode ou não ser usado. 

Ainda nesse contexto, é possível pensar sobre várias estratégias que, apesar de serem legalmente permitidas, podem ser negativas nos quesitos éticos, comprometendo até mesmo a imagem do cliente diante do seu público.

Comunicação e Marketing

Conceitos importantes de comunicação e de marketing que dizem respeito às melhores formas de abordar o consumidor, apresentar o produto e explorar o mercado são vistos no curso. Esse conhecimento é fundamental para que o profissional saiba desenvolver boas estratégias de vendas e de marketing quando estiver no mercado.

É importante destacar que, apesar das disciplinas do curso de Publicidade e Propaganda passarem por poucas reformulações, as informações são atualizadas constantemente dentro desse conteúdo, afinal, surgem novas estratégias, mídias e maneiras de atuar constantemente. É legal, portanto, que o aluno siga se atualizando sobre o assunto depois da formação.

Comportamento do Consumidor

Tudo que influencia no comportamento do consumidor e afeta as suas decisões de compra é importante para quem trabalha com marketing, por isso, o curso ensina alguns aspectos relevantes com respeito à definição de segmentos de mercado, às tendências de consumo, à adoção de novos produtos e a outros fatores.

É fundamental para qualquer profissional da área de comunicação entender como seu cliente se relaciona com a marca e quais são as tendências de comportamento. Para a área de publicidade, esse estudo ajuda a desenvolver um senso mais apurado para a criação de campanhas que estão de acordo com as necessidades e os desejos do potencial cliente.

Pesquisa de Mercado

Realizar pesquisas de mercado é essencial tanto antes de iniciar um novo negócio quanto para potencializar as estratégias que já estão sendo utilizadas. Essa matéria faz parte da grade da faculdade de Publicidade e Propaganda, com fundamentos necessários para a elaboração e condução de pesquisas qualitativas e quantitativas.

Essa área do curso de Publicidade e Propaganda se aproxima muito da atuação do RP (Relações Públicas) e do marketing. O foco é capacitar o aluno para ter uma visão analítica a partir de dados e métricas. Além disso, a ideia é fazer com que o estudante seja capaz de aplicar pesquisas, por exemplo, para entender melhor quem é a persona de um negócio.

Fotografia Publicitária

A fotografia também sempre foi um recurso poderoso da publicidade, e o curso dá uma introdução de como ela pode ser usada dentro desse contexto. Entre os conceitos ensinados, estão o uso dos equipamentos, a composição de cenários e a disposição dos produtos para que o resultado seja de excelente qualidade.

Com a transição para o digital, a área da fotografia ganhou destaque, atendendo a necessidades como a produção fotográfica para e-commerces e tratamentos de imagens para campanhas em mídias sociais. Além de ser tendência e de reduzir o valor dos serviços oferecidos nesse setor, o digital potencializou a demanda.

Qual é o perfil ideal do profissional de Publicidade e Propaganda?

Você pode não ter certeza que tem o perfil adequado para trabalhar com Publicidade e Propaganda depois de se formar. É verdade que essa é uma questão delicada, já que, em muitos casos, é possível se adaptar e adquirir as habilidades necessárias no decorrer do curso. De qualquer modo, veja algumas qualidades que fazem parte do perfil ideal de um profissional de Publicidade e Propaganda.

Criatividade

A criatividade, ou seja, a capacidade de pensar em soluções inovadoras e, por vezes, inéditas para um problema, é importante para profissionais que têm como trabalho atrair e convencer pessoas a agir de certa forma.

Se você não se sente tão criativo assim, não pense que precisa desistir. Essa é apenas uma das características que compõem o perfil ideal, e pode ser desenvolvida com o tempo.

Curiosidade

A curiosidade também é crucial, pois as técnicas e as abordagens para alcançar o público de forma mais eficaz evoluem o tempo todo.

Somente os profissionais mais curiosos conseguem acompanhar esse progresso e se aprofundar nele para entender os padrões que levam à criação de tendências.

Bom relacionamento interpessoal

Ninguém cria nada sozinho, especialmente quando se trata de campanhas publicitárias. Há vários departamentos envolvidos em cada peça desenvolvida, e é preciso haver comunicação constante entre todos.

Sendo assim, pessoas que não sabem ou não gostam de interagir com outras, de ter discussões abertas sobre temas relevantes para o trabalho e, ocasionalmente, ouvir críticas construtivas, precisam pensar 2 vezes antes de fazer o curso.

Dinamismo

Não há espaço para quem fica parado, que não tem o dinamismo necessário para trabalhar com agilidade. Por quê? Os prazos normalmente são apertados, as metas costumam ser ambiciosas e, somando esses 2 fatores, fica fácil dizer que a cobrança por resultados será grande. Quem não tem dinamismo rapidamente se perde em um cenário como esse, e fica insustentável ter uma carreira de longo prazo.

Pensamento analítico

Agora é o momento que vale a pena você não ter desistido da leitura caso não se considere uma pessoa tão criativa, pois o pensamento analítico caminha lado a lado com essa e as outras qualidades citadas. 

O fato é que tudo no marketing precisa ser medido para garantir que os resultados estejam de acordo com as metas estabelecidas de início. Esse acompanhamento acontece por meio de ferramentas de análise de métricas, e ter pessoas qualificadas para usá-las e interpretar os dados coletados é lei em qualquer empresa.

Qual é a média salarial para quem trabalha na área?

A média salarial é sempre uma preocupação, juntamente a outros aspectos que envolvem a saúde financeira, como a relevância da profissão no futuro. Antes de mais nada, é preciso ter equilíbrio e saber que a média salarial é afetada por diversos fatores, como:

  • a região de trabalho;
  • o nível de experiência;
  • a demanda do mercado;
  • o cargo exato a ser ocupado.

Região

Regiões mais desenvolvidas têm um cenário mais competitivo, por isso, costumam pagar mais. Locais isolados e menos desenvolvidos, mas que sofrem com grande escassez de profissionais, também podem fazer o mesmo para atrair talentos.

Experiência

Ser recém-formado não precisa ser sinal de falta de experiência. Pelo contrário: realizar projetos pessoais enquanto faz o curso pode contar muito para conseguir um emprego, e certamente pode afetar o salário.

Demanda

É impossível prever exatamente qual será a demanda do mercado quando o estudante se formar — e isso não acontece apenas em Publicidade e Propaganda, mas em qualquer curso. Mesmo assim, os indícios mais fortes apontam que o marketing é uma área que vai apenas crescer, e os profissionais formados serão bastante requisitados.

Cargo

Há diferentes cargos a ocupar, mesmo em posições menores, e cada um deles tem uma média salarial diferente. Sabendo de tudo isso, veja uma média mensal de alguns cargos para recém-formados em Publicidade e Propaganda atualmente, segundo o Love Mondays.

  • Assistente de publicidade: R$ 1.350,00.
  • Analista de mídias sociais júnior: R$ 1.720,00.
  • Assistente de publicidade e propaganda: R$ 1.740,00.
  • Diretor de arte júnior: R$ 2.558,00.
  • Redator publicitário júnior: R$ 2.967.

Percebeu como a média varia? Provavelmente, as empresas analisadas pelo Love Mondays são de regiões diferentes, sem contar que, conforme o nível do profissional aumenta, os salários também mudam de valor.

Você também pode se interessar por este conteúdo!
👉 Saiba quais são as 5 diferenças entre ATL e BTL que você precisa conhecer para aplicar na sua estratégia de marketing
👉 Publicidade comparativa: o que é e 10 exemplos de sucesso

Onde atuam os formados em Publicidade e Propaganda?

Como você pôde perceber, existem várias possibilidades de atuação no mercado para quem se forma em Publicidade e Propaganda. Veja algumas das principais organizações que você pode trabalhar e note como existem ainda novas ramificações para essa formação dentro de cada uma.

Empresas de comunicação

Empresas de comunicação — como produtoras de vídeo, consultorias de marca e agências de publicidade — são a primeira opção de muitos profissionais recém-formados. Essas empresas não têm somente um, mas vários cargos relacionados a tudo o que é aprendido no curso, e apresentam boas opções de carreira.

Departamentos internos de marketing

Muitas empresas preferem montar departamentos internos de marketing a terceirizar os serviços, enquanto outras escolhem ter um time interno pequeno, que trabalha com uma agência parceira. Isso abre portas para profissionais de Publicidade e Propaganda que desejam trabalhar com o mesmo produto ou serviço, e não com diferentes clientes, como ocorre em uma agência.

Startups

Startups também são ótimos espaços para profissionais de Publicidade e Propaganda, afinal, algumas das necessidades de uma empresa nessa fase têm a ver com o que eles são treinados para fazer:

  • desenvolver estratégias de marketing;
  • encontrar a abordagem certa para o produto/serviço;
  • ajudar na criação de processos de venda mais eficientes;
  • produzir conteúdo que vá ao encontro do comportamento do consumidor.

Freelancers

Se você não quer trabalhar em uma empresa, mas prefere seguir o seu próprio caminho como freelancer, a boa notícia é que você pode fazer isso sem ter que mudar de profissão. Aliás, esse caminho pode ser trilhado até enquanto você estiver fazendo o curso, para ganhar experiência prática e complementar a renda.

ONGs

Se tiver o desejo de trabalhar com alguma causa importante, as suas habilidades como publicitário também poderão ser usadas em organizações não governamentais. Você pode desenvolver maneiras de chamar a atenção das pessoas para os valores e as causas que deseja promover, aumentando o engajamento com a organização.

Assessorias de imprensa

Assessorias de imprensa são, basicamente, agências de marketing focadas na relação de figuras públicas com a mídia. Elas impedem que os clientes tenham a imagem e a reputação manchadas, trabalhando para criar e fortalecer uma marca forte em torno deles. 

Só pela descrição, dá para perceber que se trata de uma função que alguém formado em Publicidade e Propaganda pode desempenhar facilmente, certo?

Quais são as possibilidades de especialização?

Depois de se formarem, muitos profissionais querem se especializar ainda mais em uma disciplina específica do curso, seja por que gostaram mais ou que notaram uma necessidade maior no mercado. Essas especializações podem ser feitas tanto por meio de uma pós-graduação quanto de cursos e treinamentos de qualidade em outras instituições.

Veja 4 possibilidades de especialização para quem se forma em Publicidade e Propaganda.

Redação publicitária

A ideia é aprofundar o conhecimento do profissional nas técnicas mais avançadas da redação publicitária. Algumas instituições trabalham com briefings reais para melhorar o ensino.

Direção de arte

É a porta de entrada para o profissional que deseja se aprofundar na produção de conteúdo audiovisual — para TV, cinema, internet etc.

Marketing digital

Voltado para quem deseja seguir carreira no marketing digital e as suas muitas facetas, como SEO e inbound marketing.

Gestão em marketing de serviços

O marketing de serviços é diferente do que é feito para um produto, e essa especialização é voltada para quem deseja ampliar as condições de desenvolver estratégias para ambos.

Essas são apenas algumas das especializações disponíveis, mas para cada área ensinada no curso, existem formas de aprofundar o conhecimento e seguir carreira em um nicho bem específico.

Quais são as melhores faculdades de Publicidade e Propaganda?

Escolher qual curso fazer não é tarefa fácil, mas depois disso, é hora de pensar em qual faculdade você vai estudar Publicidade e Propaganda — afinal, nem todo mundo vai seguir o caminho de Washington Olivetto, de entrar para um curso de Publicidade, não concluir, e ainda se tornar um ícone renomado, transformando o mercado nacional, não é mesmo?

Vale a pena pesquisar sobre a procedência da instituição de ensino superior que está oferecendo a formação. Verifique se ela é credenciada pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC), pelo portal eMEC. Se possível, compare alguns índices que comprovem a qualidade do ensino ofertado, como as notas fornecidas pelo próprio Ministério da Educação — o Índice Geral de Cursos (IGC).

Se você quer saber quais são as melhores opções da área, confira as principais faculdades de Publicidade e propaganda quando o quesito é a qualidade do ensino e a preparação dos estudantes para o mercado:

  • Escola Superior de Propaganda e Marketing de Porto Alegre (ESPM/POA);
  • Universidade de Brasília (UnB);
  • Escola Superior de Propaganda e Marketing de São Paulo (ESPM/SP);
  • Universidade Estadual do Centro Oeste (Unicentro);
  • Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG);
  • Universidade de São Paulo (USP);
  • PUC Minas;
  • Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos);
  • UniBH, Belo Horizonte (MG);
  • Furb, Blumenau (SC);
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN);
  • Universidade Federal de Santa Maria (UFSM);
  • Faculdade Mackenzie (SP);
  • Faculdade Casper Líbero (SP).

Publicidade e Propaganda ou Marketing: quais são as diferenças?

Antes de iniciar um curso superior, é muito importante pesquisar sobre outras formações afins. A área de marketing tem apresentado um crescimento muito grande nos últimos anos. Provavelmente, com a popularização do marketing digital, o segmento se transformou em uma opção convidativa para muitas pessoas.

Para entender um pouco mais sobre isso, vale a pena pensar que o curso de Publicidade e Propaganda tem um viés mais criativo, com o objetivo de trabalhar a gestão da marca. O profissional pode atuar com estratégias como UX Desing, com o intuito de melhorar a experiência do cliente e otimizar o relacionamento.

Enquanto o profissional de publicidade tem uma atuação operacional dentro de uma agência, a formação em marketing está mais focada na atuação tática e estratégica. Um gestor de projetos, por exemplo, pode ter mais esse perfil. O profissional de marketing também pode ocupar cargos que ajudam na gestão da agência, usando ferramentas como o iClips, para otimizar processos e a rotina da empresa.

Publicidade e Propaganda, Jornalismo ou Relações Públicas?

O tripé de formações Publicidade e Propaganda, Jornalismo e RP é tão próximo que existe a formação de Comunicação Integrada. Nessa modalidade, os alunos que pretendem fazer uma das três formações ingressam juntos em um mesmo curso, para decidir qual especialização fazer depois de alguns períodos de estudos.

A principal diferença entre essas formações é principalmente que a faculdade de Jornalismo tem um foco maior na produção de conteúdo e na atuação em veículos de comunicação. Enquanto isso, o curso de Relações Públicas vai preparar melhor o profissional para atuar de dentro da empresa, fortalecendo o branding (ou personal branding, quando o trabalho é para políticos, celebridades ou focado em uma pessoa, em vez de marca).

A faculdade de Publicidade e Propaganda vai se destacar com o desenvolvimento de competências de criatividade que possibilitam o destaque de marcas, pessoas ou causas, usando técnicas de comunicação. Quem se forma em publicidade vai trabalhar em parceria com o RP, mas sua atuação tende a ser de dentro de uma agência.

Como se destacar com atividades extracurriculares?

Ao longo do curso de Publicidade, é possível participar de outros cursos mais curtos, além de experiências como estágios. Para essa formação, um diferencial muito grande é o desenvolvimento de um portfólio — você pode montar um como resultado de um estágio ou do seu trabalho pessoal. Além disso, o inglês é um idioma muito importante para a área.

O curso de Publicidade e Propaganda exige esforço de quem o faz, mas o mercado está de portas abertas e sorriso largo para os profissionais que tomam iniciativa em mostrar o seu valor. Como você deve ter percebido, nem só de arte e criação vive quem atua nessa área. É preciso se atualizar constantemente sobre técnicas e estratégias que inovam o mercado.

Se você gostou do texto e quer saber mais sobre os rumos que essa área pode tomar, leia nosso artigo sobre o futuro da publicidade e descubra novos desafios e oportunidades reservados para quem quer trabalhar nesse mercado!

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *