Por Ivan de Souza

Analista de Marketing na Rock Content.

Publicado em 6 de agosto de 2020. | Atualizado em 11 de setembro de 2020


Um site quebrado pode representar um prejuízo financeiro e estratégico para a sua empresa. Nesse sentido, é fundamental gerenciar as principais razões que levam a isso para ajustar esse problema e recuperar o funcionamento do website. Desse modo, a empresa conseguirá melhores resultados.

Uma vez que sua empresa já tenha entendido a importância de ter e manter um site, é necessário então saber como gerenciar os principais problemas que ocorrem. Afinal, cada incidente envolvendo a página virtual pode significar perda de dinheiro, o que não é um resultado interessante para mostrar aos superiores. Nesse sentido, é preciso saber o que fazer com um site quebrado, por exemplo.

Esse tipo de situação é muito comum e envolve a impossibilidade de acessar as páginas comumente, o que gera insatisfação dos clientes.

Para lidar com esse ocorrido, a organização deve atentar para algumas ações técnicas envolvendo plugins, linguagens de programação e outros fatores de configuração. Assim, torna-se viável reparar esse erro e obter melhores resultados com o website.

Ficou com vontade de saber mais sobre o assunto para aplicar essas dicas em sua empresa? Então, não deixe de acompanhar o resto do artigo.

Neste post, vamos conferir:

O que é um site quebrado?

Um site quebrado é um site com páginas fora do ar, que não carregam e apresentam algum tipo de erro. Assim, os usuários não conseguirão acessar os dados e arquivos daquela página e precisarão retornar ao buscador ou a outra página. É um erro muito comum, porém não é desejável em nenhum aspecto.

Ao tentar acessar o site com esse tipo de falha, o usuário pode se deparar com alguns códigos que visam explicar o que aconteceu. O número 404, por exemplo, indica que a página está realmente fora do ar, o que deve ser consertado na parte interna do site, com os administradores.

site quebrado

Contudo, existem casos mais maleáveis, como o erro 500, que representa erro interno do servidor. As falhas de servidores ocorrem por diversos motivos mais técnicos, como a incapacidade do sistema de lidar com as requisições ao mesmo tempo.

Também tem muito a ver com a hospedagem do site, com o tamanho do pacote contratado e com o limite de acessos. Um bom provedor como o Rock Stage sempre dará a assistência necessária para gerenciar isso.

É um tipo menos perigoso porque geralmente com a atualização da página, o usuário consegue acessar as informações. Ou em outros casos, se ele esperar para tentar mais tarde, será capaz de visualizar a página.

Um site quebrado pode ser uma home page quebrada, o que é grave, pois impossibilita o fluxo do usuário pelas outras páginas, ou mesmo páginas específicas inacessíveis por meio dos links quebrados.

Assim, quando o cliente precisa checar algum link, ele se depara com uma das mensagens de falha e precisa retornar para a outra parte do site que está funcionando.

Em todos esses casos, há uma série de problemas sérios associados de diferentes ordens — que exploraremos com mais detalhes no próximo tópico.

Quais os problemas que um site quebrado pode gerar?

Pois bem, um site quebrado não é só um problema de ordem técnico. Ele se espalha para gerar implicações ruins em outras ordens, como financeira.

Inicialmente, precisamos analisar pela frente da experiência do usuário: se um cliente está no site, visitando as páginas, mas se depara com um erro, isso é um ponto negativo para a experiência e influencia a visão que ele tem da marca.

Provavelmente, a empresa perderá aquele visitante para algum outro site que esteja funcionando normalmente. Além disso, 88% deles nem retornam para uma segunda chance se a primeira impressão foi ruim.

Por isso, negligenciar problemas de páginas quebradas é praticamente arriscar a perda de centenas e centenas de visitantes, que poderiam se tornar leads e clientes eventualmente.

Aliás, a perda de conversão é outro grande problema, que revela o quanto essa negligência pode ser crucial para perda de lucratividade. A companhia não terá o retorno do que foi investido no site e perderá dinheiro com uma estratégia digital que não agrega resultados concretos. 

Outra questão é a má reputação que fica para a organização que não controla essas ocorrências. Se um cliente é prejudicado e comenta sobre isso em canais como as mídias sociais, por exemplo, a marca perde oportunidades valiosas de conversões e vendas. 

Powered by Rock Convert

Pessoas que visitam o seu site e se deparam com um várias páginas quebradas podem facilmente presumir a falta de credibilidade da empresa com os produtos/serviços e atendimento também. 

Outra grande desvantagem, um pouco mais técnica, é justamente o prejuízo ao SEO. Todo o esforço de Link Building é praticamente desfeito, uma vez que os robôs do Google também não conseguem acessar as páginas. 

Assim, o site perde posições no buscador e perde a possibilidade de transmitir a credibilidade necessária para ser indicado nos resultados de pesquisa. Se é mais difícil para os clientes chegarem pelo Google, toda a estratégia digital fica comprometida. 

Quais as principais causas?

Agora, vamos investigar algumas principais causas que geram um site quebrado e abordagens práticas para resolver cada uma delas. 

Mudança de domínio

Um dos motivos é justamente as mudanças de domínio, o que acontece em muitos casos de site para empresas. Na medida em que o negócio cresce e expande, a companhia pode mudar de um endereço para outro, por exemplo, de modo a atender melhor a uma demanda.

Nesse caso, as páginas antigas, que ainda ficam por um tempo indexadas no Google, se tornarão inacessíveis. Depois de um período, é possível configurar o buscador para apagar os traços do endereço antigo e eliminá-los.

Mesmo assim, links antigos de outros sites ou outros canais ainda incorrem em páginas quebradas.

Para solucionar essa questão, a empresa pode conduzir um trabalho completo de redirecionamento de URLs, de modo a levar o usuário de um link quebrado a uma página funcional. Isso é feito usualmente com plugins, como o Yoast SEO e Quick Page/Post Redirect Plugin.

Erros de JavaScript

O JavaScript é uma linguagem extremamente importante para qualquer página ou aplicação web.

Assim, erros nessa linguagem geram problemas de funcionamento dos sites, com menus não funcionando normalmente, animações que não executam e até mesmo outras questões mais profundas. A solução é lidar com o código JS, o que pode ser feito com algum técnico ou profissional de TI.

Links internos quebrados

Como adiantamos antes no artigo, o Link Building é muito prejudicado quando há links quebrados. Nesse sentido, o usuário pode chegar a becos-sem-saída no site, com o erro 404 sendo exibido. É importante então utilizar ferramentas que ajudam a detectar essas ocorrências, com relatórios e possibilidades de reparação, como redirecionamento. 

O Broken Link Checker é um plugin para isso.

site quebrado

Contudo, também é interessante utilizar o Google Search Console, que permite levantar todas as páginas que estão linkando para alguma página quebrada a fim de permitir o ajuste. 

site quebrado

Arquivos de destino inexistentes

Outra questão que ocorre são problemas na conexão com banco de dados. Nesse caso, o usuário vai se deparar com arquivos de destino inexistente e não vai conseguir acessar nem visualizar.

Assim, caso hajam muitos problemas desse tipo em uma única página, tudo ficará praticamente um caos visual para o visitante, com diversos ícones de imagem quebrada. 

site quebrado

Para solucionar isso, é preciso um conhecimento mais técnico. Uma das dicas é realizar o upload dos arquivos novamente e checar se foi alguma questão de corrupção deles. Contudo, esse problema também pode indicar falhas no banco de dados mesmo, o que requer um trabalho específico para identificar qual o erro e tentar reparar.

Tags HTML com problema

Sendo o HTML o esqueleto de toda página web, se há alguma inconsistência com suas tags, teremos informações faltantes e até mesmo páginas totalmente quebradas. Nesse sentido, para reparar essas falhas, o administrador pode simplesmente checar o código em específico, identificar as tags inconsistentes e aplicar as mudanças.

Como vimos, é fundamental atentar aos possíveis problemas em um website, afinal, eles facilmente se tornam uma dor de cabeça para o Marketing e impedem geração de lucro. Por isso, se o setor deseja gerar valor para a empresa, é necessário manter o site funcionando bem, com uma experiência marcante para os clientes.

Essa ação passa por identificar erros com frequência para manter tudo intacto. Ao fazer isso constantemente, a empresa mantém sua competitividade e sustentabilidade, bem como aproveita o site para geração ativa de leads e clientes.

Agora que você já aprendeu o que fazer com um site quebrado, entenda melhor como manter a segurança do seu site para otimizar ainda mais os resultados. 

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *