Redação Empresarial: o que é, dicas, tipos e mais!

A redação empresarial é uma das possibilidades de atuação freelancers de produção de conteúdo, podendo aumentar seus rendimentos.

Redação Empresarial

A redação empresarial é uma das áreas de produção de conteúdo com bastante oportunidade de atuação no momento. Seja pela necessidade de melhorar a comunicação interna, potencializar o clima organizacional, promover a cultura da empresa ou por outros pontos, os gestores investem cada vez mais para trazer essas questões ao dia a dia.

Ele pode estar no rol de atividades de produção de conteúdo para web ou, então, também é possível fazer parte da redação de textos que serão veiculados offline, como vamos explicar ao longo deste artigo, em que abordamos:

Se você quer saber o que é redação empresarial e como ela pode entrar nos serviços que você presta como profissional freelancer, continue lendo e tire suas dúvidas sobre o assunto a seguir. Boa leitura!

O que é redação empresarial?

A redação empresarial diz respeito à produção textual de conteúdos que são escritos para circulação interna de uma empresa. Muitos deles fazem parte do dia a dia da organização e, normalmente, são feitos sem a necessidade de um profissional externo.

É o caso, por exemplo, de um e-mail para solicitação de uma informação ou agendamento de uma reunião. Devido à simplicidade e necessidade de agilizar o dia a dia, essas comunicações podem ser feitas sem um profissional especializado em redação.

Contudo, outros conteúdos podem — e devem! — ser feitos por um especialista em escrita. Afinal, esse profissional conseguirá acertar o tom da comunicação e, também, ajudar a evitar informações equivocadas, promovendo um maior cuidado para o negócio.

Por exemplo, um comunicado para imprensa, seja em uma situação de crise, seja um release para comunicar o lançamento de um produto, precisa ser bem elaborado, pois o sucesso da estratégia (amenizar a crise de imagem ou divulgar adequadamente o produto antes do lançamento) dependerá disso.

O que é objetividade na redação empresarial?

A objetividade é um conceito importante quando falamos em redação empresarial. Ele diz respeito a conseguir definir aquilo que é, de fato, relevante para o leitor.

Isso porque a comunicação empresarial precisa conseguir cumprir o seu objetivo de conquistar a atenção do leitor para absorver as informações presentes e se interessar pelo o que está sendo comunicado.

Para entender questões além da objetividade na redação empresarial que vão ajudar no seu trabalho, confira estes conteúdos imperdíveis:

O que um texto empresarial reflete?

O texto empresarial reflete a cultura interna da empresa, seja nas comunicações com o público interno (colaboradores) ou para o público externo (jornalistas, profissionais de comunicação, entre outros). Por isso, o seu trabalho tem a responsabilidade de cuidar do legado do negócio e manter um clima organizacional em alta.

Como fazer uma redação empresarial? Veja 7 dicas!

Confira a seguir 7 dicas imperdíveis para fazer uma redação empresarial de sucesso para os mais diferentes tipos de conteúdos:

  1. foque em quem está lendo;
  2. crie uma persona da empresa;
  3. escreva de acordo com a persona;
  4. organize as ideias do texto empresarial;
  5. alinhe o texto com os propósitos do negócio;
  6. revise o seu conteúdo antes de enviá-lo;
  7. evite excessos no texto.

Veja, adiante, mais sobre cada uma dessas dicas!

1. Foque em quem está lendo

Em primeiro lugar, levante as características de quem lê o conteúdo. Isso ajudará você a entender como conseguir proporcionar encantamento na sua comunicação e potencializar as chances de sucesso na estratégia.

Por exemplo, ao identificar as características dos veículos para quem enviará um comunicado de lançamento de produto, você consegue definir uma linguagem que conquiste a atenção do profissional responsável e potencialize as chances de que o release seja pautado e o jornal publique.

2. Crie uma persona da empresa

Outra estratégia importante é criar a persona da empresa (chamada de branding persona). Em outras palavras: se o negócio para o qual você produz a redação empresarial fosse uma pessoa, como ela seria?

Isso ajuda você a definir quais são as principais características do negócio, a criar um guia de estilo e a produzir conteúdos alinhados com isso. Algo fundamental para outros pontos que vamos apresentar ainda neste texto.

3. Escreva de acordo com a persona

Criar a branding persona tem o papel fundamental de ajudar você a compreender como esse público se comunica. Com isso, é mais fácil acertar o tom.

E não é só isso: a branding persona ajuda a padronizar as comunicações, evitando estranhamentos por parte do leitor. Por exemplo, se seu público tem um tom sério e formal, uma newsletter mais descolada pode causar desconforto.

4. Organize as ideias do texto empresarial

Estruture o texto, abordando:

  • qual o objetivo dele?
  • O que ele deve comunicar?
  • Qual objetivo ele pretende cumprir?

Todas essas questões devem estar claras para ajudar você a identificar o que deve ser priorizado.

Por exemplo, ao fazer um memorando sobre um treinamento, é preciso hierarquizar as informações mais importantes de imediato e, depois, acrescentar pontos complementares. Uma dica legal é estruturar tópicos do conteúdo para identificar uma linha condutora do início ao fim.

5. Alinhe o texto com os propósitos do negócio

Até mesmo comunicações internas, como o envio de newsletters, precisam estar alinhadas com os propósitos do negócio, dando “a cara da empresa” no conteúdo elaborado.

Por exemplo, se a empresa tem o perfil acolhedor, com uma imagem jovem, a newsletter precisa transmitir isso — sem necessariamente quebrar a seriedade do conteúdo.

Aqui, relembrar a dica 2 que trouxemos pode ser bem interessante — utilize as características da branding persona para orientar a sua produção! Com isso, as chances de acertar o tom aumentam consideravelmente.

6. Revise o seu conteúdo antes de enviá-lo

Independentemente do tipo de redação empresarial que você produzir, é fundamental revisar todos os detalhes antes que o texto seja enviado para os leitores (sejam eles internos ou externos).

Por refletir as ideias, imagens, comunicações e princípios da empresa, ele não pode errar, seja na elaboração ortográfica e gramatical, seja sobre o tom e objetivos do conteúdo ou, ainda, na manutenção da coesão e coerência textual.

Para não se perder, uma ótima estratégia para o texto empresarial é traçar um checklist de revisão, com todos os pontos que você não pode deixar de verificar antes de enviar. Isso evita qualquer tipo de esquecimento e deslize que coloque em risco a qualidade do seu trabalho e demande pedidos de ajuste por parte do cliente.

7. Evite excessos no texto

Lembra-se da objetividade do texto empresarial? Pois é, para alcançá-lo, um ponto importante é evitar excessos no texto, tanto para o público interno quanto externo.

Por exemplo, se você pretende enviar um comunicado para imprensa para que eles publiquem sobre o lançamento de um produto, não deve exacerbar as características do item ou adjetivá-lo demais.

É possível você ressaltar os diferenciais do lançamento sem precisar, por exemplo, utilizar muitos adjetivos (o que passa um ar pouco profissional na comunicação). Explique o que há de inovador, características do material, qualidade do item e poderá captar mais atenção do seu leitor.

Quais os tipos de redação empresarial?

Como você viu ao longo deste artigo, diversos tipos de comunicação podem ser enquadradas como redação empresarial. Agora é a hora de conhecer mais sobre as principais delas.

Esse conhecimento ajudará você a identificar as principais características de cada um deles e definir como será a produção segundo suas funções e demandas. Vamos ver mais a seguir!

Memorando

O memorando é uma comunicação que circula apenas internamente na empresa e tem por objetivo fazer um comunicado oficial que é de interesse de todos que vão recebê-lo.

Por exemplo, se o setor de vendas passará por um treinamento obrigatório em uma determinada data, o memorando tem o objetivo de trazer todas as informações que os profissionais devem saber sobre o assunto (datas, horários, local, se o trabalho ocorrerá de forma normal até o horário do treinamento, principais informações sobre o curso, entre outros pontos).

Ao mesmo tempo, o profissional de redação precisa ser objetivo e direto para não perder a atenção do leitor durante o memorando. Com isso, ele pode não acompanhar alguma informação importante e prejudicar o seu entendimento sobre o assunto.

Ata

Em toda reunião ou discussão é sempre importante ter um documento que registre tudo que foi conversado, permitindo consultar posteriormente para tirar dúvidas.

Normalmente esse registro pode ser feito por um profissional presente na reunião, que faz a digitação dos assuntos em tempo real. Contudo, em alguns casos, pode-se optar pela gravação da reunião e posterior redação da ata.

Esse documento passará por todos os que estiveram presentes, para confirmar se está tudo certo e, assim, assinarem a ata, confirmando o registro.

Comunicado

Comunicados são comunicações que podem ser enviadas em situações ocasionais, quando há necessidade de avisar algo que faz parte da rotina da empresa. Por exemplo, se, por motivos de manutenção, um determinado setor for dispensado mais cedo, isso pode ser feito por meio de comunicado.

Alguns deles podem ser feitos para população externa. Por exemplo, o comunicado pode ser emitido para a imprensa, avisando sobre o lançamento de um produto ou serviço, recall para manutenção, tirar dúvidas sobre algum ponto de crise, entre outros.

E-mail interno

Muitas informações que circulam na área interna das empresas ocorrem por meio de e-mails e isso, normalmente, é feito de forma orgânica. Ou seja, um profissional encaminha uma comunicação para outro sem precisar de ação de terceiros para produzir a mensagem.

Mas, em alguns casos, o e-mail interno pode ser elaborado por um profissional. Por exemplo, o desenvolvimento de newsletter para atualizar informações, dicas de produtividade e outras questões são enviadas por esse meio de comunicação.

Relatório

Os relatórios têm a função de comunicar de forma padronizada e sistematizada determinada ação interna na empresa. Por exemplo, se os profissionais de marketing vão reportar os resultados de suas ações no trimestre, isso se dará por meio de um relatório.

Ele precisa ser de fácil entendimento para todos que vão lê-lo. Seguindo o que falamos acima, se você fizer um relatório que será lido pela gerência da empresa, que não domina os termos de marketing, você deverá explicá-los na linguagem que o leitor conseguirá entender.

A redação empresarial é uma área com cada vez mais demanda, principalmente porque os gestores entendem a necessidade de ter uma comunicação eficiente com seus pares, sejam eles internos ou externos. Por isso, há uma demanda cada vez maior por profissionais que trabalhem com essas questões.

Para potencializar seu sucesso na carreira freelancer, seja um membro da nossa Rede de Talentos! Faça seu cadastro em nossa plataforma!

freelancer
Compartilhe
facebook
linkedin
twitter
mail
Copyediting

Thiago Murça

Copywriting e Briefing

Luciana Ribeiro Rodrigues

Gostou deste conteúdo?

Envie-o para seu e-mail para ler e reler sempre que quiser.

Posts Relacionados

Os 9 maiores erros de freelancers e como evitá-los

alt Luiza Drubscky
mar 10, 16 | Leitura: 8min

Saiba tudo sobre a carreira de redator técnico!

alt Renata Figueiredo
jan 10 | Leitura: 7min

Os melhores conteúdos para sua carreira freelancer, direto na sua caixa de entrada

Inscreva-se para receber no e-mail conteúdos exclusivos e em primeira mão.