Por Redator Rock Content

um de nossos especialistas.

Publicado em 30 de janeiro de 2019. | Atualizado em 14 de fevereiro de 2019


O SEO Split Testing permite realizar diversos experimentos para descobrir como otimizar o ranqueamento do seu site no Google. Confira!

Certamente você já conhece os Testes A/B, aqueles que são feitos para determinar qual variável da estratégia gera mais resultados em determinada métrica. Mas você já ouviu falar em SEO Split Testing?

Se não conhece, não precisa se preocupar: é um conceito novo que começou a ganhar visibilidade recentemente, mas já oferece resultados muito atrativos e que podem otimizar, ainda mais, os resultados do seu site.

Continue a leitura deste post para entender o que é o SEO Split Testing e como ele pode ajudar você a conquistar um melhor rankeamento nos mecanismos de pesquisa.

O que é SEO Split Testing?

Os Testes A/B são aqueles em que comparamos diferentes variáveis na nossa estratégia para ver qual gera os melhores resultados. Podemos testar, por exemplo, se usar um emoji ou não no assunto do e-mail aumenta a sua taxa de abertura (spoiler: aumenta sim!). Ou podemos avaliar se é melhor usar uma cor contrastante ou harmônica no botão de compra de uma loja online.

O SEO Split Testing é a aplicação dessa mesma lógica, mas em modificações na estrutura do seu site para descobrir quais alternativas geram o melhor rankeamento no Google. Esses testes visam descobrir quais formatações geram mais resultados (no caso, melhor rankeamento no Google) para otimizar a página e aumentar o fluxo de tráfego orgânico para o site.

Por que fazer SEO Split Testing?

Realizar testes para aprimorar o seu rankeamento em mecanismos de busca é algo que exige grandes investimentos. Essa tarefa demanda muito tempo para a realização de cada experimento, além do trabalho de formular as hipóteses, preparar o site, coletar os resultados e analisar os dados a fim de encontrar informações úteis.

Se gera tanto trabalho assim, por que fazer o SEO Split Testing? Por que não optar por um template pronto do WordPress? A resposta é simples: os testes dão benefícios que nenhum template consegue dar.

Decisões embasadas em dados

Gerenciar um site e uma estratégia de Marketing de Conteúdo envolve tomar decisões frequentemente. São centenas de variáveis que devem ser avaliadas e acompanhadas, cujas consequências podem envolver o sucesso ou o fracasso.

Nenhuma decisão deve ser tomada usando, como base, o instinto, já que isso gera resultados imprevisíveis. Ainda que os resultados sejam positivos no começo, nada garante que continuarão assim a médio ou longo prazo.

Somente as decisões baseadas em dados garantem resultados sólidos, positivos e sustentáveis — e, para isso, é necessário realizar testes e experimentos. Se você testar os elementos do seu site com regularidade, conseguirá reunir uma diversidade de dados para direcionar as suas ações ao melhor caminho possível.

Marketing de Conteudo e Dados

Maior controle das consequências

Para explicar uma das vantagens do SEO Split Testing, vamos contar uma história sobre o Pinterest, aquela rede social em que partilhamos imagens e vídeos de diferentes temas.

Há algum tempo o time de engenheiros do Pinterest trabalhava em melhorias no site e, por inúmeras razões, decidiram que era melhor renderizar os arquivos de mídia da plataforma em JavaScript. A parte técnica do assunto não vem ao caso, mas o mais importante é que, antes de implementar a mudança em todo o site, eles resolveram fazer um pequeno teste.

Inicialmente, eles achavam que o Google rastrearia os conteúdos do Pinterest com o novo sistema de renderização normalmente, sem diferenças para o método antigo. Porém, durante o teste feito em um número limitado de páginas, eles perceberam que houve uma queda substancial de acesso.

O novo sistema de renderização não se comunicava muito bem com os mecanismos de busca e as páginas começaram a rankear muito mal. Por isso, optaram por cancelar o plano de mudanças e resolveram estudar mais o assunto para entender o que, de fato, aconteceu.

Para nós, o mais importante é como esse teste de SEO preveniu uma catástrofe no Pinterest. Se o site inteiro tivesse recebido o novo sistema, as visitas teriam despencado e a plataforma teria muito trabalho (e custo) para reverter o cenário.

Por isso, é importante realizar testes frequentemente, especialmente antes de grandes mudanças no seu site. Assim, podemos antecipar e controlar possíveis danos que seriam causados (bem como implementar mudanças que sabemos ser positivas com mais segurança).

Maior fluxo orgânico de visitantes

Se você descobrir que implementar um subtítulo em H2 em um artigo do seu blog pode aumentar o posicionamento dessa página em 10% nos mecanismos de busca, o que você faria? Logicamente, implementaria o recurso em todas as páginas. Por consequência, veria todos os seus artigos ranqueando melhor.

Com esse posicionamento, o número de visitantes do seu blog aumentaria, gerando mais combustível para a sua estratégia de Marketing de Conteúdo. E se, depois disso, você descobrisse que alguma outra mudança específica ajudasse a melhorar o posicionamento dos seus artigos em 7%? Com certeza, implementaria essa alteração e veria o ciclo se repetir, aumentando novamente o fluxo orgânico de visitantes.

A ideia básica é que o uso de SEO Split Testing serve para que possamos entender o que funciona e o que não funciona para rankear melhor o seu site. Se identificamos as melhores opções, então, o site pode ser otimizado e receber mais visitantes.

Preparação contra updates

Um dos receios de quem tem uma estratégia de Marketing de Conteúdo é ver todo o seu trabalho perder alcance com uma das mudanças de algoritmos do Google. Em alguns casos, um update pode morder uma parcela do seu tráfego orgânico — em outros, pode aumentar seu alcance.

Os testes para otimização ajudam a mitigar os efeitos dessas atualizações. Primeiramente, eles permitem que possamos identificar mais facilmente o que foi mudado. Depois disso, com o conhecimento de testes anteriores, conseguimos formular hipóteses que ajudam a guiar na recuperação (ou otimização) dos efeitos causados pela mudança de algoritmo.

Qual a lógica por trás dessa técnica?

Agora que você já sabe o que é o SEO Split Testing e seus benefícios, é preciso entender como é o seu funcionamento. Basicamente, o SEO Split Testing é uma variação da Metodologia Experimental aplicado à otimização de sites.

Se você lembrar das aulas do seu Ensino Médio, recordará que a Metodologia Experimental funciona ao manipular uma variável dentro de um conjunto de regras para observar quais as mudanças significativas são causadas por essa alteração.

Para garantir o rigor científico do experimento, sempre mantemos um grupo de controle que permanece no mesmo ambiente, mas sem a alteração da mesma variável. O SEO Split Testing é exatamente isso. Modificamos uma variável em uma página (ou um conjunto de páginas dentro de um site) e mantemos um outro conjunto de igual peso sem a alteração como grupo de controle.

CONTEÚDOS RECOMENDADOS
👉 Testes A/B para landing pages: descubra como converter mais mudando elementos das sua páginas
👉 Como fazer teste A/B para email marketing?

Então, comparamos os dois resultados para entender se houve uma mudança significativa que indique uma boa prática de SEO. Como criamos um grupo de controle com outras páginas de mesma força, não há risco de o estudo ser contaminado por mudanças sazonais, como desempenho ruim dos competidores.

Por exemplo, suponha que você criou um Grupo A e Grupo B para o teste de SEO. O Grupo A é o modificado e o Grupo B é o seu site sem alterações. Se o Grupo A teve um aumento estatisticamente significativo, é sinal que a modificação é importante para melhorar seu rankeamento. Se o motivo para o crescimento de tráfego fosse algo sazonal e sem relação com a alteração, teria afetado o Grupo B também, já que ambos estiveram no ar ao mesmo tempo e a única coisa que os separa é o objeto testado.

Por isso, o SEO Split Testing é uma maneira segura de descobrir como otimizar o rankeamento do seu site no Google.

Como fazer o SEO Split Testing no Google Optimize?

Existe uma ferramenta gratuita muito útil para realizar testes de otimização de desempenho do site: o Google Optimize.

Com ele, você pode realizar Testes A/B para aperfeiçoar os elementos de suas landing pages, artigos e outros tipos de conteúdo. Normalmente, ele é usado para otimizar métricas como taxas de conversão, tempo médio de visita e taxa de rejeição, mas também pode ser utilizado para o SEO Split Testing.

A maneira de fazer isso é modificar elementos on-page do seu site e depois medir os resultados usando o número de visitas orgânicas como métrica de sucesso. Como fazer isso? Vamos ver no passo a passo!

Guia Completo do Google Analytics

Crie uma conta no Google Optimize

O primeiro passo é criar uma conta no Google Optimize para fazer seus experimentos gratuitamente. Se você já tem uma conta Google (um Gmail, YouTube ou algo do tipo) pode usá-la para facilitar o processo. Basta entrar no site oficial do Google Optimize e fazer login com a sua conta Google.

Associe sua conta no Optimize com o Analytics do seu site

Feito isso, o próximo passo é associar a sua conta no Optimize com os dados do Google Analytics do seu site. Com essa sincronização, fica muito mais fácil obter os dados para atestar os resultados do seu experimento. Para isso, vá no menu lateral direito, selecione a opção “Associar ao Google Analytics” e clique em “Associar Propriedade”.

SEO split testing

Aparecerá uma lista com todas as propriedades do Analytics vinculadas à sua conta e você deverá escolher aquela referente ao site que quer testar.

Crie uma experiência

O próximo passo é criar o seu primeiro teste. Para isso, clique no botão azul “Criar Experiência” ou “Vamos lá!”, se for o seu primeiro projeto.

SEO split testing

Uma tela aparecerá pedindo para você selecionar o nome da experiência em questão e a URL da página que receberá o experimento. Se você for testar elementos on-page de um artigo, por exemplo, precisará informar a URL específica em vez da homepage do seu blog.

SEO split testing

Selecione o tipo de experiência

O próximo passo é selecionar o tipo de teste que será realizado. Existem três principais opções:

  1. testes A/B: permite comparar os desempenhos de uma única variável. Por exemplo: se inserir uma imagem no primeiro parágrafo aumenta o tempo de leitura de um artigo;
  2. testes multivariáveis: permitem comparar diferentes elementos variáveis. Por exemplo: se inserir uma imagem no primeiro parágrafo de um texto e um subtítulo em H2 pode gerar um desempenho melhor;
  3. testes de redirecionamento: permitem comparar os desempenhos de páginas completamente diferentes, desde o conteúdo até o design.

A escolha correta vai depender do tipo de elemento que você quer comparar. Os testes A/B são mais amigáveis para os iniciantes, especialmente se for usada apenas uma variação do elemento testado.

Determine a variável testada

A seguir, o Optimize pedirá que você insira uma variante (ou seja, uma página modificada) para o experimento. Clique em “Adicionar Variante” e dê um nome para a página de teste.

SEO split testing
As boas práticas pedem para inserir no nome o elemento que a difere. Por exemplo, se essa página tiver imagens com legenda, enquanto o artigo original não tem esse componente, o ideal é nomeá-la de “Página com Legendas”.

Após nomeá-la, você deverá clicar em “Editar” e instalar uma extensão do Optimize para o navegador Google Chrome, que permitirá modificar o site para criar a página que será testada.

SEO split testing

Modifique a página de teste

O próximo passo é bem intuitivo. O Optimize abrirá a página que será testada e pedirá para que você insira as modificações escolhidas. Basta clicar e arrastar ou inserir novos códigos de cores para fazer as modificações que você quiser colocar em prática no teste.

Estabeleça um objetivo

Com tudo especificado, o próximo campo a preencher é o “Objetivo”, que você poderá escolher de uma lista programada pelo Google.

Basicamente, o Objetivo é uma métrica que servirá para decidir se a variante testada é mais ou menos eficiente que a página original. Além dele, há um campo para escrever a hipótese que você quer testar, para efeitos de organização.

Inicie o experimento

Por fim, o último passo é colocar o seu experimento no ar para começar a coletar os dados. Você pode fazer isso manualmente clicando em “Iniciar” ou agendar um horário para o teste ser realizado.

Analise os dados

Quando achar que coletou os dados suficientes (pode demorar alguns dias ou horas, dependendo do fluxo de visitas e dos elementos testados), finalize o experimento e analise as informações coletadas para concluir se sua hipótese estava correta ou não.

O que ter em mente quando fazer esses experimentos?

Antes de começar a realizar os seus experimentos de SEO Split Testing, você precisa ter em mente algumas considerações para que seu trabalho produza os melhores resultados possíveis.

Deixe o teste correr o tempo necessário (mas não mais do que isso!)

A duração do seu experimento é crucial para o rigor dos resultados. Você não pode deixar o teste correr por pouco tempo e nem por tempo demais.

O tempo ideal vai variar dependendo da quantidade de visitantes que o seu site recebe. O mais recomendado é ter o suficiente para uma base estatística robusta (1000, 2000 visitantes), mas pode ser uma quantidade menor se seu blog recebe menos usuários.

O ideal é não deixar o teste rodando indefinidamente para não parecer que o site está passando por mudanças ou confundir os usuários de alguma forma

Acompanhe os elementos de usabilidade testados pelo Google Optimize

Quem tem experiências com o Google Optimize sabe que a ferramenta testa alguns elementos mais ligados à experiência do usuário no seu site. Alguns desses componentes são importantíssimos para o rankeamento da sua página, como o tempo de permanência de cada visita ou a taxa de rejeição.

Porém, existem ainda outros elementos muito importantes que afetam o rankeamento do seu site, como mudanças no código da página. Para testar esses componentes você precisará fazer testes manuais. Isso significa que será preciso mudar o código do site para apenas algumas páginas terem essa mudança e estabelecer um grupo de controle para garantir que seus resultados serão confiáveis.

Leia os manuais de boas práticas do Google

Sempre que for fazer testes para otimização do seu site, leia antes os manuais de boas práticas que o Google oferece, inclusive na utilização do Optimize. Isso é necessário porque, na estruturação do seu experimento, você pode cometer alguns erros que são penalizados pelo algoritmo do Google.

Por exemplo, o mecanismo de busca sugere que você use URLs canônicas quando for realizar um Teste de Redirecionamento. Assim, você informa aos crawlers do Google que aquelas páginas são de teste e evita algum imprevisto.

O SEO Split Testing é uma ferramenta incrível para garantir que seu site estará otimizado para rankear melhor e conquistar mais usuários. Também vimos que não é um recurso muito difícil de usar, não é? Você já pode começar a fazer seus testes imediatamente!

Se você gostou do conteúdo, que tal conhecer o Web Dev? Essa ferramenta mostra o que você precisa fazer para rankear melhor no Google!

o que é seo

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *