Saiba como abrir uma empresa

Descubra como abrir uma empresa! Acompanhe nosso passo a passo e saiba quais são as etapas, os custos e os procedimentos necessários.

abrir uma empresa

Você quer saber como abrir uma pequena empresa, mas não sabe exatamente quais são os passos, os custos e os procedimentos? A partir de agora, vamos contar como funciona cada uma destas etapas e tudo ficará mais fácil para esse importante passo na sua trajetória empreendedora.

Apesar da burocracia em alguns momentos, abrir uma empresa hoje é muito mais rápido e fácil do que foi há poucos anos. 

Quer saber por onde começar? Então, vem com a gente!

    O que você precisa para abrir uma empresa

    Encontrou uma boa oportunidade e decidiu abrir uma empresa no Brasil? Então, você precisa saber de alguns pontos antes de iniciar esse processo. 

    Explicamos aqui nesse link tudo o que você precisa saber para montar seu plano de negócios.

    Feito o estudo inicial do plano de negócios, com objetivos e metas claras para a condução de cada uma das etapas da sua empresa, você deverá se ocupar de questões mais burocráticas.

    A abertura de uma empresa requer a apresentação de alguns documentos do fundador e de eventuais sócios, além da documentação associada ao ambiente em que seu negócio estará domiciliado.

    Lembre-se que a abertura de uma empresa já foi algo mais complexo no Brasil, mas nós estamos no caminho do desenvolvimento. Segundo o estudo “Doing Business” do Banco Mundial, em 2017, eram necessários cerca de 83 dias para abrir um negócio. Em 2019, esse número caiu para espantosos 17 dias.

    Ainda estamos muito distantes de países como a Nova Zelândia e a Austrália, por exemplo, onde a quantidade de dias necessários para registrar uma nova empresa não passa de 2 dias.

    Como abrir uma pequena empresa

    Apesar da melhora no tempo para abrir uma empresa no país, esse procedimento envolve uma boa quantidade de documentos. Nesta etapa, é importante contar com os serviços de um profissional de contabilidade.

    O contador será muito importante na sua jornada e no seu negócio, pois ele sabe todos os atalhos existentes neste processo, desde a abertura da empresa até as obrigações do dia a dia, como organização das questões fiscais.

    Passo a passo para abrir uma empresa: documentos necessários

    Para funcionar, a sua empresa precisará do contrato social. O contrato social é tão relevante que ele costuma ser chamado de certidão de nascimento de uma empresa.

    No contrato social constarão os dados de cada um dos proprietários de negócio, como:

    • CPF;
    • RG;
    • estado civil;
    • nacionalidade; 
    • endereço. 

    As informações das pessoas responsáveis pela empresa refletem um aspecto jurídico muito importante: a responsabilidade do negócio. Por exemplo, se você presta um serviço de consultoria para os seus clientes, mas, por razões diversas, a empresa não pode cumprir o acordado, são os sócios que deverão garantir a entrega do serviço ou, ainda, o reembolso ao cliente.

    Além das informações dos proprietários, constarão também as informações de onde a empresa será domiciliada. Por isso, é fundamental a documentação do local da empresa, que pode ser a capa do carnê de IPTU, contas de água, energia elétrica ou telefone. 

    No contrato social ainda há o objeto social, que é a seção que apresenta os tipos de serviços ou produtos que a sua empresa poderá fornecer, a chamada Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE).

    O CNAE é relevante para evitar problemas fiscais e tributários que possam ser reflexo de atividades ilegais. Por exemplo, se você possui um comércio varejista de roupas ou calçados com ticket médio de R$100, mas, de maneira recorrente, emite notas fiscais de R$10 mil reais, a Receita Federal do Brasil vai averiguar a razão deste aparente descompasso. 

    Por isso, é importante que você e o seu contador selecionem os CNAEs que realmente representam sua atividade.

    O contrato social também apresenta informações sobre o capital social da empresa, que é o valor bruto investido pelos sócios. O capital social é o montante necessário para iniciar as atividades do negócio, até ele começar a dar lucro suficiente para se sustentar. 

    Caso a empresa possua um ou mais sócios, a distribuição do capital social deve estar registrada no contrato social.

    Nesta etapa, você tem que ter em mente o tipo de empresa e o regime jurídico do seu negócio. Além disso, o seu contador vai ajudar a definir o regime tributário que a sua empresa se encaixa melhor.

    Como registrar uma empresa

    Com o contrato social redigido, é hora de registrar o negócio junto aos órgãos públicos e outras instituições. A sua empresa precisará de registro na:

    • junta comercial do Estado;
    • prefeitura (para obter a inscrição municipal);
    • estado (para obter a inscrição estadual);
    • alvará de funcionamento junto à prefeitura;
    • por fim, em alguns casos, relatório de vistoria do Corpo de Bombeiros.

    Vale destacar que é na junta comercial que você poderá fazer o pedido do CNPJ e deve receber o Número de Identificação do Registro da Empresa (NIRE) que, junto a outros documentos, é a porta de entrada para conseguir seu CNPJ.

    Além do capital social que será investido, todo esse processo tem um custo e você deve estar preparado para ele. 

    Quanto custa para abrir uma empresa

    É preciso aportar recursos iniciais para que a sua empresa possa arcar com custos e despesas antes que atinja o equilíbrio financeiro

    Enquanto em alguns regimes jurídicos não existem valores mínimos para este tipo de aporte, para outros, como o EIRELI, a exigência mínima é de cem salários mínimos. 

    Além do capital social, você deve considerar os custos com o escritório de contabilidade. Neste caso, o valor pago mensalmente pode variar significativamente a depender do local onde você está.

    Apesar do valor mensal que, no geral, é em torno de um salário mínimo, o custo de abertura pode ser maior, uma vez que é comum que o contador tenha que se locomover entre os diversos órgãos para entregar e retirar documentos. 

    Por isso, o custo final pode variar sensivelmente de um município para o outro, do regime jurídico e do porte da sua empresa. A inscrição feita junto à Prefeitura pode variar de zero a algumas centenas de reais. 

    No município de São Paulo, por exemplo, a inscrição custa cerca de R$170,00, enquanto em São Caetano do Sul, município vizinho, a inscrição é gratuita.

    Mas não para por aí, uma vez que há os custos com os órgãos estaduais – recolhidos por meio do Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais (DARE), e com os órgãos federais – por meio do Documento de Arrecadação de Receitas Federais (DARF)

    Os custos cartorários também estão presentes em todo o processo de abertura da empresa, principalmente para autenticação de documentos e reconhecimento de firma. 

    Estes custos podem variar de acordo com o município. Por isso, é importante consultar os valores antes de iniciar o processo de abertura do negócio. 

    Por fim, mas não menos importante: a sua empresa vai precisar de uma conta de pessoa jurídica. Apesar deste tipo de custo (mensalidade) ter diminuído nos últimos anos em bancos tradicionais, hoje em dia, existem instituições, como as fintechs, que oferecem a conta PJ digital de forma gratuita.

    Conta digital PJ gratuita

    A conta PJ digital tem a grande vantagem de oferecer os mesmos serviços da conta PJ tradicional, mas de maneira 100% online. O empreendedor pode realizar transações, como o pagamento de boletos, transferências bancárias, Pix e checagem de saldo diretamente pelo celular.

    Geralmente, a abertura da conta é feita diretamente via aplicativo, onde são solicitados alguns dados. Depois da abertura, que pode durar apenas alguns minutos, você já consegue realizar todas as transações disponíveis na conta PJ digital.

    Algumas fintechs no mercado disponibilizam a conta digital PJ gratuita, que oferece vários serviços com isenção de tarifas. Por isso, é importante pesquisar para entender qual a melhor conta PJ para o seu negócio.

    E aí, já sabe como abrir uma pequena empresa? Então, salve esse post, compartilhe com sua rede de contatos e bons negócios para você!

    Este artigo foi escrito pela BizCapital, uma fintech que nasceu em 2016, com o propósito de oferecer acesso e recursos para que pequenas e médias empresas brasileiras possam evoluir e impactar positivamente a economia do país. Oferece um sistema de soluções que vão do crédito empresarial à conta PJ, passando por educação financeira, visão de negócios e, acima de tudo, simplificação da jornada do empreendedor.

    Compartilhe
    facebook
    linkedin
    twitter
    mail
    BizCap Rock author vector

    Inscreva-se em nosso blog

    Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu email

    Posts Relacionados

    Quer receber mais conteúdos brilhantes como esse de graça?

    Inscreva-se para receber nossos conteúdos por email e participe da comunidade da Rock Content!