Por Gabriel Camargo

Redator freelancer da Rock Content.

Publicado em 16 de março de 2020. | Atualizado em 22 de maio de 2020


Compreender os critérios adotados pelo Bingbot durante o seu trabalho de indexação de conteúdos é fundamental para um trabalho eficiente de SEO. Ao saber o que é levado em consideração, as suas estratégias se tornam mais precisas, adequando as suas páginas aos fatores mais relevantes para um melhor posicionamento.

Ao fazer uma busca na internet, quantas vezes você utilizou o Bing, o mecanismo de pesquisa da Microsoft? Provavelmente, não foram muitas, afinal, a realidade nesse setor é bem clara: o Google domina o mercado com uma participação de 83,31%.

Mas isso não significa que você deve deixar de lado outros buscadores. Por isso, é fundamental se familiarizar com o conceito de Bingbot.

Com tantos conteúdos na internet, qual profissional de Marketing Digital não deseja conseguir um melhor posicionamento nos sites de busca?

Para isso, é preciso saber como funciona, por exemplo, o SEO para Bing e, consequentemente, os critérios adotados pelo algoritmo do buscador.

Ao entender melhor os fatores levados em consideração, fica mais fácil adotar ações mais precisas. Por isso, vamos abordar os seguintes tópicos neste artigo:

Que tal, então, se aprofundar um pouco mais nesse conceito? Continue a leitura deste conteúdo para tirar todas as suas dúvidas!

O que é o Bingbot?

Bingbot é o robô desenvolvido pela Microsoft para rastrear todos os conteúdos publicados na internet e, de acordo com os seus critérios, definir o posicionamento de cada página de resultados do Bing.

Ou seja, é um software — também conhecido como crawler — que faz o rastreamento e a indexação de todas as páginas públicas.

Por muito tempo, a Microsoft usou o MSNbot para realizar esse trabalho. Em 2010, porém, o algoritmo foi atualizado e, assim, nasceu o Bingbot.

É a partir do processo de verificação feito por esse robô que todas as páginas na internet passam a fazer parte do diretório do Bing e, com base em determinados fatores, são posicionadas em seguida nos resultados de buscas.

Como o Bingbot funciona na prática?

O robô do Bing tem um funcionamento bastante similar ao Googlebot. Ele vasculha a internet diariamente para encontrar novas páginas e atualizações, sempre melhorando a apresentação dos resultados.

Afinal, uma página que não tinha o costume de aplicar determinadas boas práticas pode, aos poucos, melhorar o seu posicionamento com um trabalho de SEO, e é o Bingbot o responsável por essa identificação.

Em resumo, ele funciona da seguinte maneira:

  • descoberta: quando encontra novas URLs espalhadas pela internet;
  • rastreamento: quando as páginas encontradas são analisadas por inteiro;
  • extração: para separar os links e seguir descobrindo novas páginas;
  • indexação: a etapa de organização de todos os conteúdos;
  • rankeamento: o momento de fazer a classificação das páginas.

O vídeo abaixo resume bem como é realizada uma busca cada vez mais inteligente no Bing, garantindo uma melhor experiência ao usuário:

Como aproveitar ao máximo esse recurso?

Para aproveitar ao máximo o Bingbot, é preciso entender as suas principais funcionalidades. Então vamos entender algumas delas? Confira a lista!

Descoberta e rastreamento

Um dos grandes diferenciais do Bingbot é o trabalho de rastreamento e descoberta de novos conteúdos.

No total, são cerca de 70 bilhões de novas URLs encontradas pelo robô e, só depois de todas as páginas serem verificadas, elas são definidas como relevantes ou não.

Nesse processo, a organização dos sites é considerada, assim como a qualidade dos conteúdos.

Conteúdo pré-filtragem

Para evitar que os usuários tenham uma busca com resultados insatisfatórios, o Bingbot faz uma espécie de pré-filtro.

Dessa forma, as páginas que se parecem com spam, duplicadas ou não consideradas relevantes nem mesmo são indexadas pelo robô. Tudo isso para garantir que a busca realizada resulte em conteúdos úteis.

Memória do Bingbot

Outro diferencial é a memória do Bingbot, que armazena todas as URLs visitadas e, regularmente, faz novas buscas nos endereços. Assim, mesmo as páginas sem links ou removidas são verificadas novamente pelo bot.

O objetivo é ficar de olho nas URLs que possam “renascer”, como domínios que estavam desativados ou que mudaram de propriedade, ou mesmo links quebrados que foram corrigidos.

Guia do SEO 2.0Powered by Rock Convert

Por que entender o Bingbot é importante?

Muita gente se pergunta sobre as razões para investir tempo e recursos em estratégias de SEO para Bing. A principal delas é a audiência exclusiva que o buscador garante.

Por exemplo, 72% das buscas feitas no Bing sobre finanças e negócios são feitas por usuários que não estão no Google ou em outros mecanismos, de acordo com um levantamento feito pela comScore.

O mesmo estudo ainda revela outro fator interessante, especialmente em um período marcado pelo aumento do uso de smartphones e tablets. De todas as buscas mobile realizadas no Bing, 70% delas são do sistema operacional da Apple, o iOS.

Se levarmos em consideração que são mais de 900 milhões de iPhones funcionando em todo o mundo, como ignorar essa audiência?

Portanto, compreender os critérios utilizados pelo Bingbot é uma etapa fundamental para um trabalho mais completo de SEO no buscador da Microsoft.

Permitir que o robô indexe as suas páginas pode garantir, por exemplo, o maior alcance dos seus conteúdos, criando novas possibilidades de negócio mesmo em um cenário de alta competitividade.

O Bingbot é, portanto, um fator importante a ser levado em consideração na busca por um melhor posicionamento nas páginas de resultados do Bing.

Por mais que não seja o buscador mais usado, é fundamental divulgar de forma orgânica também para uma audiência exclusiva presente no mecanismo da Microsoft, fortalecendo ainda mais a sua marca.

Para conseguir realizar um bom trabalho de SEO para Bing, é necessário conhecer melhor o algoritmo utilizado pela Microsoft, certo?

Mas no dia a dia, você realmente saber como tirar o máximo das suas estratégias na busca por um melhor posicionamento em qualquer mecanismo de busca?

Então confira o webinar de SEO na prática com Vitor Peçanha, nosso cofundador.

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *