Rock Content adquire WriterAccess nos EUA. Saiba mais ->

Capital intelectual: o que é e como gerenciar na agência

O capital intelectual é um patrimônio intangível muito importante para as empresas. A boa gestão dele traz benefícios para a motivação dos colaboradores e para a produtividade da equipe. Confira algumas dicas sobre o que fazer para gerenciá-lo de forma eficiente!

capital intelectual

A gestão de uma agência é formada pela boa administração de diversos aspectos, como financeiro, social, processual, entre outros. O capital intelectual é mais um elemento que precisa ser gerenciado de forma inteligente, aumentando o potencial da empresa.

As agências são organizações formadas por e para pessoas. Elas têm um objetivo e só o atingem quando têm um bom time de profissionais como base. É por esse motivo que o capital intelectual é a nova vantagem competitiva das empresas, ou seja, algo que deve ser considerado e aplicado.

Neste artigo, vamos entender o que é o capital intelectual e a importância de investir nessa área em sua agência. Além disso, traremos algumas dicas de como gerenciar esse aspecto de forma eficiente. Acompanhe a leitura e entenda como aproveitar essa oportunidade!

Conheça o que é capital intelectual

Trata-se de um patrimônio de conhecimento, inteligência e criatividade de um negócio. Portanto, é um ativo intangível que colabora para a geração de valor para o negócio. Ele se materializa no valor criado pelas pessoas no seu trabalho para uma organização, sendo um dos principais recursos dos empreendimentos mais competitivos.

O capital intelectual não está na infraestrutura ou nos recursos de determinada empresa, mas na capacidade de gerar conhecimento, inovação e habilidade de se relacionar com os clientes, entre outros aspectos. Pode-se dizer que é divido em três classes, que são conhecidos da seguinte maneira:

  • humano: são os recursos humanos de uma organização. Nesse quesito, estão inclusos conhecimento, talento e experiência de todos os colaboradores;
  • estrutural: esse é o capital que envolve o uso das ferramentas e informações da organização. Refere-se aos documentos, bancos de dados, metodologias e outros processos que garantem o funcionamento do negócio;
  • relacional: Representa os relacionamentos internos e externos, como a marca e credibilidade. A qualidade da base de clientes depende muito de colaboradores com esse potencial de atrai-los e retê-los.

Qual é a origem desse conceito?

O conceito de capital intelectual é relativamente novo. Em seus estudos, o austríaco Peter Drucker (1996), um grande especialista da área de administração, analisou o poder da informação como promotora de ações de sucesso.

Segundo ele, as informações são fundamentais para a criação e a subsistência no mercado. Desse modo, quanto antes elas estiverem disponíveis, maiores serão as chances de criar, planejar, solucionar ou tirar oportunidade em um momento específico.

Já o americano Thomas Stewart (1998) entende que esse patrimônio é composto por toda matéria intelectual, como conhecimento, informação e experiência, as quais podem ser utilizadas para gerar riqueza.

Entenda a importância de investir em capital intelectual na agência

Alguns administradores não percebem que trazer mais conhecimento para seus colaboradores é uma atitude inteligente. A principal preocupação é que, após os treinamentos e capacitações, o profissional deixe a organização e leve o que foi adquirido para algum concorrente.

Entretanto, pior do que perder esse colaborador é manter profissionais pouco capacitados que não geram retorno para o negócio. Desse modo, investir na formação dos colaboradores é muito mais vantajoso do que prejudicial. Confira alguns benefícios que essa atitude proporciona a seguir.

Contribui para a redução da taxa de turnover

A processo de perder colaboradores, contratar e treinas novos profissionais é prejudicial para qualquer empresa. Por esse motivo, é interessante investir nessa área e gerenciá-la de modo correto, pois isso contribui para a redução da taxa de turnover.

Com esse modo de agir, a agência prioriza o desenvolvimento de novas habilidades em seus colaboradores, evitando demissões quando determinado profissional não sabe realizar alguma tarefa. Portanto, é mais inteligente desenvolver essa capacidade em quem já faz parte da sua equipe e conhece seu fluxo de trabalho do que manter uma cultura de rotatividade.

Aumenta a motivação dos colaboradores

Ao estabelecer uma política de capacitação e treinamento, a agência investe nos seus colaboradores. Essa abordagem é eficiente para aumentar a motivação deles no trabalho e, consequentemente, a produtividade. Eles reconhecem a valorização que a empresa oferece, ficando mais satisfeitos e agradecidos. Desse modo, aumentar o engajamento e diminuem a possibilidade de desligamento.

Cria um diferencial competitivo

Os profissionais da sua agência são os principais responsáveis pela geração de valor e criação de um diferencial. Portanto, ao implementar uma gestão de capital intelectual eficaz, os resultados individuais são impulsionados e, consequentemente, há um ganho de vantagem competitiva perante os concorrentes.

Incentiva a inovação

A gestão efetiva desse patrimônio permite que haja espaço para a utilização de todo o potencial criativo e inovador da sua equipe. Desse modo, a inovação é incentivada e os colaboradores encontram novas maneiras de otimizar o trabalho. É por meio de atitudes assim que os processos internos se tornam mais eficientes, e os serviços e produtos, mais adequados às necessidades do seu público.

Confira 5 dicas sobre como gerenciar capital intelectual

Entendido o conceito e a importância do capital intelectual para agência, é necessário entender como gerenciá-lo. Confira as principais dicas sobre como colocar isso em prática.

1. Forneça capacitação à equipe

Uma das primeiras estratégias de gestão do capital humano é o desenvolvimento de competências e habilidades para seus colaboradores. Logo, é fundamental fornecer capacitação à equipe de forma organizada e planejada.

Para isso, identifique as competências dos seus colaboradores e desvende de quais a sua agência mais precisa para ter um diferencial no mercado. Com base nessas informações, elabore um plano que considere os diversos tipos de treinamentos e capacitação para que a sua equipe desenvolva essas habilidades e passe a aplicá-las na rotina de trabalho.

2. Invista em gestão do conhecimento

Outra boa atitude é investir na gestão de conhecimento, que é o conjunto de práticas que têm o objetivo de transferir conhecimento entre os membros da equipe. Além disso, ela favorece o surgimento de práticas inovadoras.

O intuito é promover a troca de informações entre todos os profissionais da equipe, registrando os conhecimentos formalmente. Dessa maneira, essas informações se tornam parte do patrimônio da empresa e ficam acessíveis para todos, o que é útil para manter departamentos integrados na agência.

Essa prática é muito útil, por exemplo, quando um colaborador que realiza determinada atividade precisa se ausentar. No afastamento dele, toda a equipe fica dependente de seu retorno para concluir esse trabalho, pois somente ele sabe realizá-lo. Esse é um problema comum que prejudica o fluxo de trabalho e o relacionamento da equipe, mas que pode ser evitado com a gestão do conhecimento.

Além disso, essa é uma maneira de promover a cultura de educação continuada dentro da agência. É fundamental que os colaboradores estejam sempre em desenvolvimento e atualização, pois os processos são transformados e inovações fazem parte dessa área. Por isso, incentivar a aprendizagem profissional contínua é benéfico para a empresa e para os profissionais.

3. Viabilize a aplicação do conhecimento

De nada adianta todo o conhecimento adquirido se os colaboradores não tiverem espaço para colocá-lo em ação. Quando a empresa não permite isso, desperdiça o capital intelectual que tem.

Para evitar esse equívoco, crie estratégias que viabilizem a aplicação dos conhecimentos e competências da sua equipe no ambiente de trabalho. É possível, por exemplo, criar grupos de discussão de problemas, incentivando os colaboradores a trazerem informações inovadoras para o negócio.

4. Analise os dados

A agência produz uma quantidade grande de informações todos os dias. Além disso, muitos dados sobre o mercado estão disponíveis no ambiente externo. Todo esse conhecimento só é transformado em capital intelectual quando uma análise de dados é realizada.

Apostar em Business Intelligence e People Analytics, assim como em outras ferramentas para analisar e interpretar esses dados de forma eficiente, é uma atitude que contribui para a gestão de equipes criativas. Dessa forma, a agência faz um uso inteligente dos recursos intelectuais, transformando informações soltas em dados úteis.

5. Promova uma universidade corporativa e colaborativa entre as equipes

Uma universidade corporativa é uma educacional empresarial que tem o objetivo de aprimorar os conhecimentos dos colaboradores e capacitá-los de acordo com os valores da organização. Ela existe com uma estrutura física na agência ou no ambiente digital, por meio de plataformas de educação à distância.

Essa universidade traz benefícios como a melhoria na execução das tarefas e maior autonomia dos profissionais, que passam a executar papeis importantes no desenvolvimento do negócio. Além disso, ela gera uma cultura de formação continuada, aprimoramento de competências, pesquisa interna e outros hábitos saudáveis.

Neste artigo, entendemos o que é o capital intelectual e a importância de investir nessa área da agência. O sucesso da organização depende da qualidade dos seus colaboradores e do conhecimento que eles são capazes de gerar. Por isso, investir nessa área é uma forma de proporcionar crescimento para o negócio e vantagem competitiva no mercado.

Gostou de conhecer mais sobre o tema? Quer melhorar o fluxo de trabalho da sua equipe? Então, aproveite para baixar nosso kit de produtividade e saiba como otimizar o serviço da sua agência!

Compartilhe
facebook
linkedin
twitter
mail

Inscreva-se em nosso blog

Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu email

Posts Relacionados

Quer receber mais conteúdos brilhantes como esse de graça?

Inscreva-se para receber nossos conteúdos por email e participe da comunidade da Rock Content!