Por Ivan de Souza

Analista de Marketing na Rock Content.

Publicado em 2 de julho de 2020. | Atualizado em 9 de julho de 2020


O DNS do Google, criado em 2009, visa melhorar a qualidade da conexão dos usuários. Uma de suas características é redirecionar o acesso para o data center mais próximo, o que colabora para o carregamento das páginas e reduz a taxa de erros. Além de tudo isso, é gratuito.

Você conhece o DNS do Google? DNS (Domain Name System), ou sistema de nomes de domínio, é a lista telefônica da internet.

Cada dispositivo conectado à internet tem um IP exclusivo que outros equipamentos usam para encontrá-lo. Sabe qual é a tecnologia que converte os nomes de domínio em endereços de IP? É justamente o DNS, que, dessa forma, permite que os navegadores carreguem os recursos da web.

Os servidores DNS eliminam a necessidade de humanos memorizarem os longos endereços numéricos (no IPv4) ou alfanuméricos (no IPv6) do IP. Neste artigo, explicamos um pouco mais sobre essa tecnologia e a funcionalidade do DNS do Google, que pode potencializar o desempenho da sua conexão. Veja a seguir:

  • Como o DNS funciona?
  • Quais são as vantagens do DNS do Google?
  • Como usar o DNS do Google em cada sistema e no roteador?

Como o DNS funciona?

O DNS converte um nome de domínio, como www.meusite.com, em um endereço IP compatível com todos os dispositivos que usam a Internet.

Um endereço IP é fornecido a cada dispositivo quando ele acessa a web, e essa “identidade digital” é imprescindível para encontrá-lo em meio a tantos outros conectados. Quando um usuário quer abrir uma página, por exemplo, o DNS traduz o domínio assim que a pessoa o digita.

Já experimentou usar o WHOIS para fazer uma consulta de domínio? Ele pode apontar a data de criação ou de expiração do registro, por exemplo.

Quais são as vantagens do DNS do Google?

O DNS do Google surgiu em 2009 com o intuito de aumentar a qualidade da conexão dos usuários e agilizá-la. Ele é gratuito e redireciona o acesso para o data center mais próximo, o que reduz interferências, aumenta a velocidade de carregamento das páginas e minimiza a taxa de erros, uma vez que permite o uso de dois níveis de cache.

A experiência na web é um dos fatores mais importantes para a permanência dos usuários nas páginas acessadas durante uma conexão. Existem plataformas que podem adequar as configurações para promover essa melhoria, como é caso do Rock Stage. Confira a seguir, as vantagens de adequar também o seu DNS para essa função.

Mais velocidade

O Google tem seu serviço de DNS público disponível no Anycast, o que garante todos os benefícios dessa rede global, incluindo:

  • aumento de velocidade: permite que o navegador faça solicitações ao servidor mais próximo disponível;
  • diminuição da latência: nas consultas de DNS, o Google incluiu algumas medidas para reduzir as falhas de cache em sua infraestrutura.

Maior segurança

Devido ao design aberto e distribuído do DNS e ao uso do UDP (User Datagram Protocol), a infraestrutura é vulnerável a várias formas de ataque. Por isso, para garantir segurança digital contra alguns dos ataques mais comuns, falsificação de DNS e ataques de negação de serviço (DDoS), o Google tomou medidas como:

  • monitorar a infraestrutura para mitigar a atuação de usuários maliciosos;
  • oferecer suporte total ao DNSSEC (Domain Name System Security Extensions), garantindo que as respostas sejam autênticas e de fontes autorizadas.

Precisão

Um dos principais motivos pelos quais o DNS do Google é indicado é que sua rede está configurada para interpretar configurações incorretas: ele prioriza o retorno da resposta correta para uma query.

Nos casos em que há uma query para um nome de domínio inexistente ou com erro de digitação, os usuários obtêm uma resposta de erro NXDOMAIN, o que indica que não há resposta conhecida para aquela consulta específica.

Powered by Rock Convert

Como usar o DNS do Google em cada sistema e no roteador?

Fizemos um compilado que ensina a usar o DNS do Google em vários sistemas e no roteador. Veja a seguir.

No Windows

  • Acesse o menu “Iniciar”;
  • clique em “Configurações” » “Rede e Internet” » “Wi-Fi”;
  • escolha “Alterar opções de adaptador”;
  • clique com o botão direito em sua rede ativa » “Propriedades” (caso seja solicitada a senha de administrador, digite-a);
  • busque a opção “TCP/IPv4” (Protocolo IP Versão 4);
  • clique em “Propriedades”;
  • marque “Usar os seguintes endereços de servidor de DNS” e informe o valor 8.8.8.8 para o servidor DNS preferencial e 8.8.4.4 para o servidor DNS alternativo;
  • clique em “OK” para salvar as alterações.
dns do google

(https://canaltech.com.br/internet/guia-como-mudar-dns/)

dns do google

(https://www.hardware.com.br/tutoriais/como-alterar-o-dns-no-windows-10/)

No Linux

  • Abra o menu Sistema;
  • clique em “Preferências” » “Conexão de Rede” (verifique os nomes desses campos da sua versão Linux, pois eles podem variar);
  • escolha o tipo de rede que será alterada (com ou sem fio) e clique em “Configurações”;
  • clique em “IPv4” e selecione a opção “Automatic (DHCP)”;
  • clique no ícone “+” do campo DNS para adicionar os endereços;
  • digite 8.8.8.8 e 8.8.4.4. no campo DNS Server;
  • clique em “Save”.
dns do google

(https://www.my-private-network.co.uk/kbhome/how-to-set-google-dns-on-your-linux-computer-ubuntu/)

No Mac

  • Acesse o menu da Apple;
  • clique em “Preferências do Sistema”;
  • acesse “Rede”;
  • escolha a conexão que será alterada;
  • clique em “Avançado”;
  • acesse a aba “DNS”;
dns do google
  • apague os endereços na tabela esquerda e clique em “+” para informar os do Google;
  • insira “8.8.8.8” no campo primário e “8.8.4.4” no secundário;
  • salve as alterações.
dns do google

(https://canaltech.com.br/internet/guia-como-mudar-dns/)

No Android

  • Acesse as configurações do Android;
  • encontre a opção “Wi-Fi” e ative-a;
dns do google
  • escolha a rede que será alterada e clique em “Gerenciar configurações de rede” ou “Modificar a rede”;
  • clique em “Opções avançadas”;
dns do google
  • mude as “Definições IP” para “Estático”;
  • preencha o DNS 1 com “8.8.8.8” e o DNS 2 com “8.8.4.4”;
  • clique em “Salvar”.
dns do google

(https://www.techtudo.com.br/dicas-e-tutoriais/2018/03/como-usar-o-dns-do-google-no-celular.ghtml)

No iOS

  • Acesse “Ajustes”;
  • encontre a opção “Wi-Fi”;
dns do google
  • toque no ícone “i” que fica ao lado do nome da rede que será alterada;
  • toque sobre “Configurar DNS”;
dns do google
  • toque em “Manual” » “Adicionar Servidor”;
  • adicione “8.8.8.8” e “8.8.4.4”;
dns do google
  • apague os valores da operadora, tocando no ícone de “menos” (-) e depois em “Apagar”;
  • clique em salvar.
dns do google

(https://www.techtudo.com.br/dicas-e-tutoriais/2018/03/como-usar-o-dns-do-google-no-celular.ghtml)

No roteador

Alterar as configurações diretamente no roteador faz com que toda a rede funcione sob as definições que serão implementadas, independentemente do dispositivo usado. Isso evita que você precise fazer configurações individuais.

Veja um passo a passo para fazer a configuração, embora ela possa mudar conforme o tipo de aparelho:

  • digite o endereço 192.168.0.1 no seu navegador e, para acessar o painel de configuração do roteador, insira as credenciais de administrador — geralmente, elas ficam na parte de baixo ou no manual do aparelho;
dns do google
  • acesse a seção WAN do roteador (essa opção pode estar inserida nas abas LAN, DHCP ou Internet);
dns do google
  • preencha os valores de “8.8.8.8” para o DNS primário e “8.8.4.4” para o DNS secundário;
  • salve as alterações.
dns do google

(https://www.techtudo.com.br/dicas-e-tutoriais/noticia/2016/04/como-alterar-o-dns-no-roteador-tp-link.html)

Dessa forma, você terá um acesso mais qualificado à internet. Não se prenda às configurações do seu provedor, já que com o DNS do Google você terá melhor performance e mais segurança na sua conexão.

Gostou do post? Continue se informando sobre o assunto e veja como limpar o cache do seu DNS para melhorar ainda mais esse desempenho.

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *