Rock Content adquire WriterAccess nos EUA. Saiba mais ->

7 dúvidas sobre Marketing Digital que muitas pessoas têm (e suas respectivas respostas)

As dúvidas sobre o Marketing Digital existem, e são justificadas por ser um conceito tão utilizado e crucial. É preciso, então, desmitificar o termo e mostrar exatamente como ele funciona e o que gera de benefícios.

duvidas sobre marketing digital

O que é Marketing Digital? Esse é um termo-chave que está em alta e que descreve algo que as pessoas procuram para seu sucesso na internet. Muitos sabem o que é, outros, só ouviram falar. Por isso, é normal que haja muitas dúvidas sobre Marketing Digital e sobre como, de fato, esse conceito se aplica.

Muito da confusão que existe surge dos próprios profissionais, que não desenvolvem muito bem a ideia. Além disso, há pessoas de outras áreas que usam a expressão como um sinônimo de ganhar dinheiro rapidamente, com pouco esforço, o que é uma distorção. Felizmente, é possível encontrar conteúdos como este, que buscam aprofundar e esclarecer o tema.

Neste conteúdo, falaremos sobre os principais questionamentos acerca do Marketing Digital e sobre as respostas ideais para essas questões. Tire suas dúvidas:

    1. O que é de fato Marketing Digital?

    O Marketing Digital é um conjunto de estratégias e táticas que coordenam os esforços de comunicação das empresas no mundo online. São ações que visam a gerar uma conexão com os clientes, atraí-los e convencê-los, de acordo com suas preferências. Inclui, portanto, tarefas e processos em canais virtuais, possibilidades de gestão e monitoramento de resultados.

    Um dos grandes diferenciais do Marketing Digital é a chance de mensurar os resultados com uma grande variedade de detalhes e dados gerados pelos próprios sistemas usados. Com ele, é possível analisar as reações dos clientes, suas respostas, seu comportamento e o perfil completo do seu público. Isso vira combustível para novas campanhas e ideias.

    Então, em suma: trata-se de um marketing feito em canais digitais, entre eles, blogs, emails, redes sociais, softwares de conversação e outras plataformas. É, também, um conjunto de estratégias personalizadas, segmentadas e precisas, que permite falar com as pessoas diretamente, de acordo com um conhecimento maior sobre cada uma delas.

    É importante dizer o que o Marketing Digital não é um conjunto de técnicas rápidas, isoladas e específicas para um canal apenas, que trazem sucesso instantâneo. Também não está relacionado com esquemas de pirâmide e de crescimento rápido demais.

    Por outro lado, é uma orquestração de vários pontos de forma integrada para gerar uma comunicação robusta. O trabalho do blog precisa estar conectado ao dos emails. A ação nas redes faz links com a realizada no blog. Tudo é relacionado para gerar uma única identidade.

    2. O que é público-alvo e persona?

    No marketing tradicional, o termo público-alvo é onipresente. Consiste em um grupo que se pretende alcançar com as ações de comunicação, como as campanhas. É definido como um intervalo de características, por exemplo: um grupo de homens, de 20 a 25 anos.

    Na gestão de um público-alvo, garante-se certo nível de precisão, mas não muito avançado. A empresa ainda mantém um grau de incerteza.

    Já uma persona é uma personagem ideal. Um perfil específico de uma pessoa, com ambições, sonhos, medos, dores e necessidades. É uma pessoa que compraria de sua empresa.

    Com esse perfil, a companhia é capaz de traçar melhores estratégias de comunicação, com maior capacidade de personalização e segmentação. Ou seja, é possível falar diretamente com cada pessoa, como em um diálogo direto.

    No Marketing Digital, ambos podem ser úteis. Em algumas campanhas, você pode precisar de uma definição mais geral, de público-alvo, como em campanhas de anúncios virtuais em redes sociais. Para um blog ou e-mail, geralmente, utiliza-se uma persona.

    3. O que é palavra-chave?

    Essa é outra, das mais relevantes, entre as dúvidas sobre Marketing Digital. A palavra-chave é o termo principal que define o propósito e o assunto de um conteúdo disponível na web. Também é uma definição para os termos que as pessoas pesquisam nos buscadores.

    É uma importante ferramenta para classificar e entender um texto por parte dos buscadores, como o Google. A análise de palavras-chave é usada por essas ferramentas para exibir os melhores resultados, a fim de atender às pesquisas das pessoas.

    Ou seja, representa a parte do texto que será compreendida para o rankeamento nas páginas de resultados (SERPs). Por isso, é essencial que a palavra-chave seja gerenciada com inteligência, desde o início da produção de um conteúdo.

    No Marketing Digital, os processos de construção de conteúdo são orientados para as palavras-chave, pois elas definem o que os clientes querem saber e o que estão buscando.

    4. Como eu sei sobre o que escrever?

    Para saber sobre o que escrever em um blog, é preciso entender o que as pessoas estão pesquisando na internet. Então, você deve ajustar o que você descobriu com o que sua empresa pretende discutir, de forma que ambos estejam alinhados.

    De uma forma rápida, a resposta é: pesquisa de palavras-chave. Ao identificar o que está sendo discutido e mais pesquisado em um nicho, você consegue ideias de como discutir temas e o que abordar em suas produções. No Marketing online, é preciso saber o que os clientes estão falando e em qual direção o mercado está indo para se adaptar e continuar a conversa.

    Outra forma de descobrir ideias de tópicos é estudar o que os concorrentes têm feito, as estratégias de benchmarking. Com essa tática, você analisa o que está sendo discutido no mercado e busca a oportunidade de se diferenciar de alguma forma para vencer a concorrência nas SERPs.

    5. Qual é a importância das redes sociais para as empresas?

    No Marketing online, as redes sociais desempenham um papel crucial. Com esses espaços, você consegue se aproximar dos seus clientes e entender melhor o comportamento deles. É possível fazer o que se chama de social listening, ou seja, escutar o que os consumidores estão dizendo, de forma natural, em suas publicações e conversas.

    O social listening compreende, inclusive, a análise do que tem sido falado sobre a própria marca. Assim, a empresa pode ajustar suas táticas e melhorar suas ações para vender uma melhor imagem. A cada campanha ou decisão, é possível visualizar os efeitos sobre os clientes em um processo ativo de escuta nas redes.

    Entender as tendências também pode gerar ideias de conteúdo. A empresa tem a chance de se manter atualizada e de entrar nas discussões.

    Além disso, as redes sociais são uma forma de interagir e dialogar diretamente com as pessoas, seja em postagens, seja em conversas privadas. A marca pode fidelizar clientes, oferecendo um atendimento atencioso, ágil, eficiente e humanizado. É viável responder questionamentos, oferecer soluções e entender melhor as dores de cada usuário.

    6. Em quais redes sociais minha empresa deve estar?

    Essa é uma pergunta de milhões de dólares. Muitas empresas desejam rapidamente saber em quais redes investir, para economizar tempo, já que existem várias. É um questionamento complexo, que pede uma resposta bem elaborada.

    Inicialmente, é necessário que sua empresa esteja onde seus clientes estão. Então, é importante saber o perfil de pessoas em cada rede e descobrir quais são os sites favoritos de seu público. Assim, você aumenta as chances de atingir os contatos certos ao fazer estratégias de comunicação nesses espaços.

    Contudo, essa pode ser uma resposta um tanto limitante. É preciso olhar, também, para a natureza de seu negócio e para seus objetivos com as mídias sociais. Se o foco é aproveitar ao máximo esses canais, então, é interessante marcar presença em mais redes e ter uma estratégia integrada.

    Se a marca quiser desenvolver uma comunicação mais jovial e descontraída, a presença nas redes é uma boa forma de colocar isso em prática. Nesses canais, a comunicação será testada com as pessoas.

    A depender do nível de informalidade de sua comunicação, você já pode filtrar algumas opções de redes para focar. No LinkedIn, as empresas, geralmente, assumem um tom mais neutro e formal, ao passo que no Instagram, elas se abrem para a informalidade. No Facebook, é muito comum usar gírias e um tom mais divertido.

    Por último, precisamos mencionar que tudo depende muito de testes. No Marketing Digital, testar é imprescindível para saber como ajustar os resultados e em qual direção seguir.

    Assim, a empresa pode entrar em uma rede, iniciar uma estratégia de comunicação nela e, depois, avaliar se os resultados foram bons. Em seguida, pode continuar ou não com uma presença nesse canal.

    7. O Marketing Digital traz resultados rápidos?

    Outra dúvida recorrente é com relação aos resultados. Esse questionamento é muito alimentado nas redes sociais, com os conteúdos criados sob a alcunha “Marketing Digital”. Geralmente, são usadas chamadas incisivas, que buscam atrair as pessoas para resultados rápidos e bombásticos, com ganho de muito dinheiro.

    Contudo, a questão é mais profunda. No geral, o trabalho de comunicação no digital é a longo prazo. É um desenvolvimento que trará consistência e frutos com o tempo, à medida em que se estuda os resultados e se ajusta as estratégias.

    Em muitos casos, você vai criar uma rede de relação mais forte com os clientes para gerar fidelização e impacto na base. Assim, pode ser que não haja retorno rápido e direto, mas mais pessoas conhecerão a marca e a reputação dela. Desse modo, é possível atrair leads/clientes de forma orgânica com indicações e conversas nas redes sociais.

    Ou seja, o trabalho com o Marketing Digital envolve relacionamento e requer tempo. Ao estabelecer uma consistência, a empresa garante uma presença robusta na web, onde os consumidores estão, para ser notada e começar a atrair as pessoas a suas ofertas. Blogs demoram um tempo para estabelecer uma voz como referência, assim como o trabalho com as redes e com os emails.

    Tudo depende da natureza do próprio nicho. Há setores que são caracterizados por jornadas rápidas dos clientes para uma venda ágil. Assim, é preciso analisar cada caso em específico.

    A verdade é que essas estratégias são, de fato, muito lucrativas. Afinal, o Marketing Digital define como suas estratégias são feitas de acordo com as linguagens usadas online, atualizado a partir das preferências dos consumidores e das inovações do mundo moderno.

    Como vimos, existem muitas dúvidas sobre Marketing Digital, envolvendo seus conceitos-chave, os resultados e como fazer. Vimos as respostas principais para entender melhor como se orquestra uma estratégia completa que gera resultados sólidos.

    Gostou do conteúdo? Baixe o guia completo e entenda melhor o Marketing Digital e suas nuances.

    Compartilhe
    facebook
    linkedin
    twitter
    mail

    Inscreva-se em nosso blog

    Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu email

    Posts Relacionados

    Quer receber mais conteúdos brilhantes como esse de graça?

    Inscreva-se para receber nossos conteúdos por email e participe da comunidade da Rock Content!