Por Ivan de Souza

Analista de Marketing na Rock Content.

Publicado em 12 de novembro de 2020. | Atualizado em 5 de novembro de 2020


O editor clássico do WordPress é um recurso estável e que apresenta uma série de funcionalidades interessantes para a edição de texto. Com o tempo, ele se tornou um tanto obsoleto; por isso, o CMS apresentou recentemente uma versão nova. Contudo, voltar à versão clássica é muito simples.

Com a atualização do WordPress para a versão 5, surgiu o novo editor de texto, o Gutenberg. A ideia desse recurso foi modernizar a criação de publicações e trazer um design mais amigável que auxiliasse o administrador no dia a dia.

Contudo, muitos usuários ainda não se acostumaram a ele e relataram alguns problemas com essa mudança, preferindo, então, voltar ao editor clássico do WordPress, presente desde a versão 2.

A nova ferramenta de edição apresenta algumas vantagens, mas também alguns contras. É preciso, portanto, ponderar sobre essas questões para decidir qual você usará em sua estratégia. Assim, poderá continuar trabalhando no Marketing de Conteúdo e na geração de materiais ricos de valor para a audiência em seu blog.

Se quiser saber mais sobre como voltar o site para o editor clássico, acompanhe este artigo. Apresentaremos um tutorial para ajudar nessa questão.

Neste artigo, veremos:

Quais os problemas que o editor Gutenberg apresenta?

O Gutenberg é o novo editor do WordPress, disponível para os sites que atualizaram a plataforma para a versão 5 no fim de 2019. Foi uma estratégia para trazer um design mais moderno e atraente para a edição do WP, de forma similar ao Medium e ao site Twitter.

A nova funcionalidade é a edição em blocos, com foco específico em cada parte por vez, o que ajuda a evitar distrações na configuração dos posts. Além disso, o editor permite visualizar diretamente as alterações no site, como se já estivessem sendo publicadas na hora da escrita. Com isso, o Gutenberg busca tornar o desenvolvimento de texto mais fácil e direto.

editor clássico wordpress
Fonte: Kinsta

Contudo, o novo recurso causou certa resistência em alguns usuários, justamente por problemas associados a ele.Um deles é o fato de ser uma versão muito nova ainda, recém-lançada, que apresenta várias inconsistências e bugs. Ou seja, por ser nova, é uma versão que carece de certa estabilidade e pode apresentar dificuldades na escrita do cotidiano.

Outro fator é a própria diferença para o editor clássico, o que gera uma curva de aprendizado. Administradores de blogs precisarão se adaptar e aprender a realizar determinadas ações específicas, como inserir imagens. Por mais simples que pareçam algumas funções, elas requerem um cuidado adicional em uma ferramenta nova.

Essa curva significa que o escritor precisa de tempo para se adaptar, o que pode tomar o tempo da criação e do foco no conteúdo em si. Até o momento em que todos dominarem de fato a nova ferramenta, será preciso passar por um período com erros e dificuldade a fim de solucionar problemas.

Também foi relatado que o novo editor apresenta poucos recursos de revisão de texto, o que prejudica a produção. Ademais, existe um problema de compatibilidade com plugins e templates mais antigos, por isso, eles podem apresentar problemas de consistência.

Como voltar o site para o editor clássico do WordPress?

Diante disso, pode surgir a necessidade de voltar ao editor clássico do WordPress, aquele que todos se acostumaram a usar. Apesar de alguns problemas, ele é consistente e robusto para a maioria das necessidades dos usuários e administradores.

Felizmente, existem duas estratégias para fazer isso. Temos dois plugins disponíveis na loja do CMS que permitem resgatar a antiga versão. Um deles é o WordPress Editor Clássico, oferecido pela própria equipe do WordPress como uma opção rápida e simples.

Powered by Rock Convert

Para instalá-lo, vá à seção de Plugins e clique em “Adicionar Novo”. Procure pelo WordPress Editor Clássico, depois, clique em instalar agora.

Em seguida, ative o plugin.

editor clássico wordpress
Fonte: Cia Computador

Na interface principal, você verá algumas opções na parte de Escrita, que está em “Configurações”. Lá, você poderá definir qual a ferramenta de edição padrão que deseja: o clássico ou o Gutenberg.

editor clássico wordpress
Fonte: Hostwinds

Além disso, existe um adicional interessante: você pode definir se prefere um editor padrão para todos os perfis de edição ou se deseja que cada perfil tenha a opção de escolher entre ambos na hora da criação dos textos.

editor clássico wordpress
Fonte: Hostwinds

Outra alternativa de plugin é o WordPress Disable Gutenberg. Procure o plugin na loja com o mesmo procedimento feito com o anterior. Instale e ative.

editor clássico wordpress
Fonte: Kinsta

Na parte de Configurações, você pode selecionar desativar o Gutenberg para os perfis de acesso. Além disso, você consegue eliminar as notificações que surgem para lembrar do editor no painel principal.

editor clássico wordpress
Fonte: WordPress.org

O editor clássico do WordPress é melhor que o novo?

Quando chegamos à questão sobre se um é melhor ou não, temos que fazer uma análise mais profunda. Inicialmente, não existe uma melhor opção objetiva, pois cada uma será mais adequada a um caso específico. Então, não há necessariamente uma melhor alternativa.

O editor clássico é mais robusto e estável. Está sendo usado por milhares de usuários em milhares de sites há anos. Portanto, já apresenta uma certa consistência para atender às principais necessidades. Mesmo que existam alguns gargalos, o número de usuários e a comunidade ajudam a solucionar objeções e resolver problemas com praticidade.

Por outro lado, o Gutenberg é mais moderno e pensado para agilizar a vida do escritor, com o foco em blocos específicos. Como já vimos, no entanto, ele ainda apresenta alguns bugs que podem tornar a experiência mais difícil.

Assim, ambos possuem prós e contras. O clássico é uma boa opção para manter por enquanto para evitar perda de tempo e uma complexidade maior. Enquanto isso, o Gutenberg vai se tornar mais estável e poderoso para ser a versão oficial e reduzir os gargalos futuramente.

Nesse sentido, é preciso ressaltar que o uso do editor clássico, suportado com as ferramentas que apresentamos, é temporário. Por isso, o ideal é que a equipe já busque entender e se acostumar com a nova ferramenta. Afinal, o WordPress já declarou que vai descontinuar a versão clássica no fim de 2021.

O editor clássico do WordPress é a funcionalidade preferida de muitas pessoas na hora de criar e publicar novos artigos na plataforma. Com um bom uso dessa solução de edição, gestores conseguem manter os sites funcionais e poderosos, de modo a impulsionar a estratégia de Marketing Digital e seus blogs.

Agora que você já sabe como voltar ao editor, pode evitar perda de tempo no dia a dia.Assim, será possível otimizar os resultados e garantir maior lucratividade com uma estratégia digital que traga retorno.

Gostou do conteúdo? Aprendeu mais sobre essa questão? Entenda melhor como funciona o Gutenberg.

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *