Por Ivan de Souza

Analista de Marketing na Rock Content.

Publicado em 1 de outubro de 2020. | Atualizado em 1 de outubro de 2020


Um erro no site pode significar a perda de diversas oportunidades, diminuindo o engajamento e até mesmo o volume de vendas. Diante de um público consumidor cada vez mais exigente em relação às experiências que consomem, é fundamental conhecer e saber como resolver os principais erros.

Sendo um dos canais mais importantes de qualquer estratégia digital, o seu website merece atenção especial. Por meio dele, você pode centralizar seus conteúdos e informações mais importantes, facilitando a atração, nutrição e conversão de leads. Por isso é importante se certificar de que não haja erro no site.

Para tirar bom proveito de qualquer canal na internet é preciso adotar uma estratégia inteligente, sempre focando na experiência do consumidor. Em outras palavras, seu site precisa ser extremamente atrativo para os visitantes.

Isso engloba diversos fatores, como facilidade de navegação, segurança, velocidade de carregamento etc. Acontece que, por mais que sua gestão seja excelente, você pode eventualmente se deparar com um erro no site. Se isso acontecer, não se preocupe.

Neste texto, falaremos sobre os principais tipos de erros que você pode encontrar e passaremos dicas para você não apenas solucioná-los, mas também evitar que se repitam.

Continue a leitura e descubra:

O que são os erros no site?

Imagine que você está navegando na internet, encontra um produto ou conteúdo de seu interesse e clica para saber mais sobre ele. Quando a janela abre, uma mensagem informa que ocorreu um erro e, logo, não é possível continuar o procedimento. Frustrante, não é?

Ao viver uma situação como essa, é compreensível que o visitante desista de acessar a página. Mais do que isso, ele pode, mesmo que inconscientemente, formar uma imagem negativa sobre a marca, baseada na experiência ruim. Isso gera uma cascata de problemas para o dono do website.

Contudo, erros acontecem e é preciso estar pronto para encará-los. Isso é uma verdade para basicamente tudo na vida, mas a que nos referimos quando falamos de falhas no website? Bem, essa não é uma definição que pode ser feita de forma simples, já que existe uma enorme variedade de erros, ligados a causas diferentes.

O que podemos dizer, contudo, é que esses erros podem ocorrer por falhas de servidor, por problemas na conexão do internauta ou por alterações feitas incorretamente nos códigos e arquivos do website. Isso é indicado, inclusive, pelo número designado para representar a falha em questão.

Os erros que começam com o número 4, como o 400, 404, 401 etc, indicam que o problema tem origem no lado do usuário. Já os erros iniciados em 5, como o 500, 502 e 503, informam que a falha está no servidor.

Complicado? Não se preocupe! No próximo tópico vamos destrinchar os principais erros para, depois, explicar como solucioná-los. Acompanhe!

Quais os principais tipos de erros no site?

Confira abaixo alguns dos erros com maior recorrência em websites. Como você vai notar, alguns deles podem ser solucionados rapidamente, enquanto outros dependem da ação do usuário ou estão ligados a uma falha temporária no servidor. Acompanhe!

Erros HTTP 

O HTTP é o protocolo de de transferência que torna possível o acesso dos visitantes às suas páginas, dados e conteúdos. Se você está se perguntando, o nome vem da sigla, em inglês, Hypertext Transfer Protocol. Os tipos de erros HTTP são diversos, o que também os torna os mais comuns na internet.

Provavelmente, o mais conhecido é o erro 404, geralmente acompanhado de uma mensagem informando que a página não foi encontrada. Muitas vezes, o usuário até consegue acessar o site, mas não têm acesso a uma página específica.

erro no site - erro 404

A causa desse erro é bem simples. Em grande parte dos casos, envolve a digitação errada da URL ou a tentativa de acessar uma página que simplesmente não existe mais, ou foi realocada.

Outra falha de HTTP é o erro 403, que indica que o usuário não tem autorização para acessar a página. Nesse caso, o servidor entende a solicitação do visitante e até localiza o conteúdo, mas nota que o proprietário do website não permite o acesso.

erro no site - erro 403

O erro 401, por sua vez, indica que a página que o usuário quer acessar exige algum tipo de autorização. Isso é muito comum em sites que reservam áreas restritas para os seus assinantes.

erro no site - erro 401

Agora, vamos falar sobre alguns erros iniciados com o número “5”, que indicam falha no servidor. O erro 500 indica, simplesmente, que o servidor não pode atender a solicitação do usuário no momento, geralmente por conta de uma falha de programação.

erro no site - internal server error

Por sua vez, o erro 502 indica a falha de comunicação entre dois servidores, o que prejudica a troca de dados e impossibilita o acesso do usuário.

erro no site - erro 502

O erro 504 é bem semelhante ao anterior, já que também tem relação com a falha de comunicação entre dois servidores. Nesse caso, contudo, o problema está relacionado ao tempo de espera, que é longo demais e impossibilita o andamento do processo.

erro no site - erro 504

Ausência de texto ALT 

Se você busca manter sua estratégia otimizada para SEO, já sabe da importância das imagens. Além de melhorarem a experiência do leitor, elas ajudam no rankeamento no Google e facilitam que seu conteúdo seja encontrado pelos usuários.

Contudo, é preciso configurar um elemento essencial: o texto ALT. Sem ele, o algoritmo vai ignorar sua imagem, simplesmente por ser incapaz de processá-la sem o elemento textual.

Powered by Rock Convert

Nome de domínio expirado 

Outro cuidado que você deve tomar ao gerenciar um site tem a ver com o nome do seu domínio. Como você sabe, esse elemento expira depois de um certo tempo e, acredite, isso tem grande importância para os algoritmos dos buscadores.

É que, pensando na experiência do usuário, o Google dá preferência a domínios com registro duradoura, já que isso indica que o negócio é consistente e faz planos em longo prazo. Se o nome do domínio está prestes a expirar, isso pode prejudicar a sua estratégia.

Duplicação de conteúdo 

Uma estratégia de Marketing de Conteúdo, que é chave para o sucesso na internet, envolve a produção contínua de diversos materiais. Contudo, qualidade conta muito mais do que quantidade. Dito isso, conteúdos duplicados podem prejudicar sua estratégia, já que competem entre si pelo mesmo espaço.

Como é possível resolver os erros no site?

Os últimos erros citados no último tópico podem ser solucionados rapidamente. No caso da expiração do domínio, por exemplo, vale considerar um investimento em longo prazo para garantir o nome do site por um longo período.

Quando falamos em conteúdos duplicados, basta um organização estratégica capaz de mapear a produção de conteúdo e evitar que títulos e descrições se repitam. Uma ferramenta como a Siteliner é muito útil nesse processo.

Já as imagens devem receber atenção especial antes mesmo de estarem no website. Por exemplo, se você está fazendo o upload de uma figura que está salva em seu computador, é importante que o nome do arquivo seja adequado, com uma explicação sucinta do que está na imagem.

O mesmo vale para o texto ALT. Verifique as imagens que já estão no seu website e localize as que não contam com esse elemento. Certifique-se de incluir textos ALT em todas elas, focando no uso da palavra-chave e no detalhamento do que a imagem representa. Além de agradar o algoritmo, você tornará seu site mais acessível para pessoas com deficiência visual.

Os erros que envolvem o protocolo HTTP podem ser um pouco mais complexos. Por isso, vamos reservar o restante desse texto para explicar como resolver esses problemas. Acompanhe!

Erro 401

O erro 401 é de responsabilidade do usuário. Ele ocorre quando a pessoa tenta acessar uma página que requer algum tipo de credencial. Se um usuário tentar, por exemplo, acessar conteúdos exclusivos em seu blog e inserir as informações de login erradas, vai se deparar com esse problema.

Erro 403

O erro 403 é resultado da falta de permissões apropriadas para acessar o endereço. Sendo assim, é necessário verificar se o site apresenta tais permissões, o que pode ser feito no painel de gerenciamento do seu serviço de hospedagem.

Em muitos casos, o que gera esse problema é o corrompimento do arquivo .htaccess, que é encontrado no diretório do WordPress. A boa notícia é que a solução, nesse caso, é rápida. Antes de tomar qualquer ação, contudo, não deixe de realizar um backup.

erro no site

Depois que contar com a cópia de segurança, localize o .htaccess, clique com o botão direito e selecione “download”. Caso isso não resolva o problema, basta voltar para o backup e buscar outras alternativas, como a desativação temporária de seus plugins. Se o site funcionar sem eles, você saberá onde está o problema.

Erro 404

Como você já sabe, o erro 404 nada mais é do que uma mensagem informando que há algo de errado no endereço que o usuário está tentando acessar. Como isso pode ser resultado até de uma falha de digitação, não existe um método específico para corrigir esse erro. Contudo, você pode contornar a situação.

Se você alterou o endereço recentemente, pode ser que seus visitantes ainda estejam buscando o antigo. Para evitar isso, basta redirecionar o endereço antigo para o atual, o que pode ser feito com o Redirect 301.

erro no site - redirect 301

Erro 500

O erro 500 é uma falha de comunicação com o servidor, muitas vezes temporárias. Por isso, mutas vezes o próprio visitante consegue se livrar dele com o simples recarregamento da página ou a limpeza do cache. Contudo, se você tem relatos de recorrência desse problema, precisa tomar medidas e verificar o registro e estabilidade dos servidor.

Erro 502

O erro 502 é outro que pode ser solucionado com o recarregamento da página, mas isso nem sempre é o suficiente. Muitas vezes ele ocorre por conta de uma falha no DNS, que pode ser resolvida com a limpeza desse cache.

Para que o usuário saiba se o problema é geral ou se tem relação com a própria conexão, pode utilizar um site de verificação, como o Down for Everyone or Just Me.

Erro 504

O erro 504 pode ser motivado por um tráfego acima do suportado ou por conta de dados corrompidos. No segundo caso, você pode tomar medidas simples para reparar o banco de dados. O melhor caminho é baixar e instalar o plugin WP-DBManager, disponível de graça no WordPress.

Depois de configurar o plugin, acesse o Dashboard e selecione “Database” > “RepairDB”.

erro no site - repairdb

Depois, você pode selecionar se quer reparar todos os dados ou se quer selecionar os elementos específicos.

erro no site - repairdb

Por fim, basta selecionar “otimizar banco de dados” e dar início ao processo de reparação.

erro no site - repairdb

Embora não seja um bicho de sete cabeças, é verdade que um erro no site pode prejudicar a experiência do visitante e gerar problemas para sua marca em diversos sentidos. Por isso, é fundamental contar com profissionais capazes de diagnosticar e corrigir possíveis falhas em suas páginas.

A Rock Stage é uma plataforma de hospedagem que conta com assistência qualificada para garantir os melhores resultados para sua marca. Visite nosso site e conheça nossos serviços!

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *