Novo Google Analytics reúne dados da Web e aplicativos, além de mensurar vídeos e downloads

mudanças google analytics 4

Todo mundo que trabalha com Marketing Digital deve saber criar ótimos conteúdos, lançar campanhas de sucesso e mensurar os resultados dessas ações. O Google Analytics é a principal ferramenta escolhida para saber a qualidade desses resultados em termos de conversões, comportamento e experiência do usuário.

No entanto, as mudanças virão em 2023, conforme discutimos aqui no blog da Rock Content. O Google vai desativar o Analytics 3 depois de ter sido o melhor amigo do profissional de marketing por mais de 10 anos.

Nós testamos a nova versão, o Google Analytics 4, que todos nós teremos que começar a usar no próximo ano. Por isso, estamos aqui para ajudar você a se preparar para a mudança.

Se você usa o Google Analytics em sua rotina de trabalho, convidamos você a ler este artigo até o final para entender como se preparar para o Google Analytics 4 e melhorar sua análise de marketing.

E se você quiser receber conteúdos como este diretamente na sua caixa de entrada toda segunda-feira, assine nossa newsletter interativa abaixo!

Como o Google Analytics funciona atualmente?

No momento, o Google Analytics oferece duas versões diferentes: o GA3 (também conhecido como Universal Analytics) e o GA4 (Google Analytics 4).

O Universal Analytics foi lançado no outono de 2012 e trouxe para profissionais de marketing e analistas de SEO a possibilidade dos códigos de rastreio para seus sites ou blogs, além de recursos para mensurar o comportamento dos usuários.

Por outro lado, o Google Analytics 4 foi lançado há dois anos com o objetivo de oferecer a ambos os tipos de usuários (Google Analytics e Google Analytics 360, que é a versão premium) novas funções para melhorar seu trabalho, resultados e relatórios.

Embora algumas empresas ainda usem o Universal Analytics, ele será encerrado no próximo ano. Portanto, como dito nas primeiras linhas deste artigo, todos terão que mudar para o Google Analytics 4.

O que é o Google Analytics 4?

O Google Analytics 4 foi lançado em outubro de 2020 e tinha a promessa de entregar uma análise e experiência mais profundas para todos que estão acostumados a ter o Google Analytics como principal ferramenta para mensurar o desempenho de seus sites e blogs (e apostamos que você, como a maioria dos profissionais de marketing digital, está entre eles, certo?).

Desde esse lançamento, alguns usuários configuraram suas propriedades com o Google Analytics 4 e enfrentaram algumas diferenças em termos de design e funcionalidade do dashboard.

Veja abaixo o que mudou nessa versão atualizada.

Análise de aplicativos e web

A primeira ferramenta que podemos ver é um novo tipo de propriedade que mescla dados de aplicativos e da web para relatórios e análises.

Isso significa que, se você tem usuários chegando até você por meio de diferentes plataformas, agora você pode usar um único grupo para saber quais canais de marketing estão adquirindo mais visitantes e conversões.

google analytics 4

Eventos são mais flexíveis

O Google Analytics 4 usa um modelo baseado em eventos mais flexível que mostra todas as interações exclusivas que os usuários têm com seu conteúdo. Dessa forma, você pode mensurar qualquer evento configurado.

Além disso, você pode verificar o desempenho de rolagens, links de saída, pesquisas no site, engajamento de vídeo e downloads de arquivos.

google analytics 4

Análise multiplataforma

Tendo isso em mente, o novo Analytics dispensa relatórios pré-definidos para analisar seus dados de forma fácil.

O primeiro é o Exploration, que permite arrastar e soltar para mensurar sua propriedade em um formato de canvas.

google analytics 4

Então, com o Funnels, você pode entender e identificar de quais etapas os usuários seguem para a conversão, bem como em quais estágios do funil eles estão.

google analytics 4

Por fim, o Path Analysis ajuda você a ver as ações realizadas por seus visitantes e entender os possíveis motivos pelos quais eles converteram ou não.

google analytics 4

O que vai mudar no atual Google Analytics?

Profissionais de marketing de todo o mundo ainda usam o Universal Analytics, mas é uma boa ideia começar a se acostumar com o Google Analytics 4 o mais rápido possível.

Na semana passada, o Google anunciou que o Universal Analytics deixará de processar novos hits em 1 de julho de 2023. O mesmo acontecerá com o Universal Analytics 360 em 1 de outubro de 2023.

Segundo Russell Ketchum, diretor de gerenciamento de produtos do Google, a metodologia de mensuração do Universal Analytics está se tornando obsoleta, por isso o Google Analytics será necessário a partir de 2023. As principais diferenças que podemos ver nessa versão são:

  • modelo de dados baseado em eventos para mensuração;
  • operação entre plataformas;
  • não há necessidade de depender de cookies;
  • nenhum armazenamento de endereços IP (o que ajuda você a estar de acordo com os regulamentos de privacidade).

Quer saber tudo sobre o Google Analytics 4? Acesse agora nosso webinar com Eleonora Diniz, uma das maiores referências em Analytics do Brasil!

O que os profissionais de marketing precisam fazer AGORA para se preparar?

Sempre que os profissionais de marketing precisam começar a usar uma nova ferramenta, levam tempo para se acostumar com suas funções. É por isso que muitas soluções de marketing têm um processo de onboarding para que se possa aprender a usá-las da maneira certa.

Claro que o Google sabe disso, e essa é provavelmente a razão pela qual eles comunicaram essa mudança com mais de um ano de antecedência.

Dessa forma, todos que usam o Google Analytics no trabalho podem “fazer esse onboarding” na nova plataforma do Google Analytics 4 e usar tudo o que ele traz para aumentar os resultados em 2023, ou até mesmo neste ano.

Como mudar seu Universal Analytics para o Google Analytics 4

Agora que você sabe como é importante mudar seu GA3 para GA4, siga os passos abaixo.

1) Na área de administração, procure a coluna “Propriedade”. Em seguida, encontre “Assistente de configuração do GA4” e clique nele.

google analytics 4

2) Na próxima tela, você verá uma opção para criar uma nova propriedade do GA4 e outra para conectar-se a uma propriedade do GA4 existente. Como presumimos que você está prestes a iniciar com o Google Analytics 4, clique em ‘Começar’ e, em seguida, em ‘Criar uma nova propriedade GA4’.

google analytics 4

Depois disso, a mudança estará completa e agora há três coisas que você precisa considerar:

  • seu histórico de dados não estará no GA4, então você também precisará manter a propriedade do Universal Analytics para analisar indicadores antigos;
  • apenas as configurações básicas serão copiadas, ou seja, se você tiver metas ou filtros personalizados, precisará configurá-los no GA4;
  • novas funções de mensuração serão adicionadas automaticamente em sua propriedade GA4, como de rolagem, cliques em links de saída, vídeos incorporados e arquivos baixados.

Então, antes que o Universal Analytics mude para o Google Analytics 4 em 2023, eu recomendo que você adapte suas configurações para fazer melhor uso de sua análise de dados.

Compartilhe
facebook
linkedin
twitter
mail

Inscreva-se em nosso blog

Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu email

Posts Relacionados

Quer receber mais conteúdos brilhantes como esse de graça?

Inscreva-se para receber nossos conteúdos por email e participe da comunidade da Rock Content!