Por Redator Rock Content

um de nossos especialistas.

Publicado em 7 de setembro de 2020. | Atualizado em 9 de setembro de 2020


Em mais uma decisão priorizando a experiência do usuário, o Google Chrome vai bloquear os anúncios que prejudicam o desempenho de velocidade do navegador. Com a definição de certos critérios, a ideia é acabar com as páginas que apostam em publicidade abusiva em vez de conteúdos relevantes.

A publicidade e a propaganda são fundamentais para as empresas dentro do Marketing Digital. Ao mesmo tempo, porém, tendências como o foco na experiência do usuário também crescem. Uma das referências nesse assunto, sem dúvidas, é o Google. Tudo é pensado em transformar a jornada do usuário cada vez melhor e, por isso, realizou mudanças significativas em seu navegador.

Utilizado por 66% dos usuários ao redor do globo, o Google Chrome passou por uma alteração em relação aos anúncios em seu navegador. Agora, as publicidades que atingirem determinados critérios serão bloqueadas, evitando uma experiência ruim para os seus usuários.

Por mais que o Google incentive e crie mecanismos para que as empresas consigam aumentar a sua visibilidade digital, por exemplo, o seu foco sempre foi e vai continuar sendo o usuário. A prioridade se torna o desempenho de cada página que o visitante abre ao longo da sua jornada.

Quais são os critérios e os impactos dessas alterações?

Mas, na prática, quais são as mudanças causadas por essa decisão do Google? Quando atingirem determinados critérios, os anúncios vão ser automaticamente bloqueados pelo Chrome. Os limites a serem respeitados são os seguintes:

  • Demorar mais de 60 segundos para o carregamento total;
  • Utilizar os recursos do sistema por mais de 15 segundos a cada 30 segundos;
  • Utilizar mais do que 4MB da internet;

O Google esclarece, porém, que apenas 0,3% dos anúncios exibidos atualmente ultrapassam esses critérios específicos. Ou seja, ao mesmo tempo que contribui para a melhor experiência do usuário, o Chrome não vai prejudicar aquelas empresas que fazem um trabalho eficiente de divulgação.

De acordo com Marshall Vale, gerente de produto do Chrome, em entrevista ao BleepingComputer, a mudança no navegador tem como principal objetivo otimizar a experiência do usuário.

A mudança acontece com o propósito de economizar as baterias e planos de dados de nossos usuários e proporcionar-lhes uma boa experiência na internet, o Chrome limitará os recursos que um anúncio pode usar antes que o usuário interaja com ele.

Ele ainda completou sobre como o processo vai se desenrolar para o usuário que se deparar com um anúncio considerado ruim pelo navegador:

“Quando um anúncio atinge os limites estipulados, o quadro do anúncio navegará para uma página de erro, informando ao usuário que o anúncio utilizou muitos recursos”.

Mesmo que a transformação digital tenha modificado o panorama de campanhas de publicidade para as empresas, há alguns tipos de mídia que seguem eficientes. Então, confira agora a tabela de preços para anúncios na TV e algumas dicas para fazer uma campanha com bons resultados!

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *