Por Gabriel Camargo

Redator freelancer da Rock Content.

Publicado em 4 de fevereiro de 2020. | Atualizado em 20 de abril de 2020


O mailing representa a sua lista de contatos para o envio de emails, o que serve para aumentar a precisão das suas mensagens. Com ele, é possível criar conteúdos cada vez mais personalizados para clientes, leads, prospects e, até mesmo, quem já não compra com você por muito tempo. Quando bem-feito, o mailing potencializa as suas ações de Marketing Digital.

Para quem não tem muitos recursos disponíveis para atrair mais consumidores em potencial, e precisa competir com concorrentes cada vez mais preparados, é necessário adotar estratégias que otimizem o potencial de alcance e impacto das suas mensagens, certo?

Sem dúvidas, o Email Marketing é a principal delas. Porém, é preciso contar com um bom trabalho de mailing.

Afinal, nada vai funcionar se você não impactar o usuário que você deseja. Por mais que o conteúdo enviado seja interessante, por exemplo, ele pode não gerar o resultado esperado se o destinatário não for o correto.

Por isso, é importante ter uma lista de contatos bem definida e de acordo com os objetivos da sua empresa, aumentando as chances de sucesso.

Portanto, se você quer criar ações de Marketing Digital cada vez mais eficientes, é necessário ter uma lista segmentada de contatos para enviar mensagens precisas aos usuários — ou seja, um mailing.

A seguir, vamos abordar os seguintes tópicos para ajudar você a entender melhor esse conceito e, como consequência, melhorar os retornos das suas ações.

Quer saber mais? Então continue a leitura deste artigo e tire as suas dúvidas, confira!

O que é mailing?

Originalmente, o termo mailing significa enviar cartas — ou mensagens — para os seus contatos, algo que surgiu no passado com o trabalho realizado pelo correios.

Hoje, porém, é utilizado no Marketing Digital como a representação de uma base de dados e informações com os endereços de emails de inúmeros usuários, sendo clientes, leads ou prospects.

Todas essas informações presentes nessa lista de emails são utilizadas para estreitar os laços entre empresas e consumidores.

É uma maneira de se organizar e garantir que nenhum contato seja perdido e, mais importante, que você consiga se relacionar com quem ainda não é seu cliente de uma forma mais precisa e segmentada, aumentando a sua eficiência.

A partir dessa base, todas as suas ações de Email Marketing vão ser estruturadas, facilitando o trabalho de entrega das suas mensagens.

Assim, o que antes era uma prática tradicional e até mesmo simples, se tornou fundamental para o melhor funcionamento de ações e estratégias de Marketing Digital, facilitando também o trabalho de automação de Email Marketing.

Qual a importância do mailing?

Por mais que o uso das redes sociais tenha aumentado consideravelmente nos últimos anos, e outras plataformas tenham ganhado espaço entre os usuários, o email ainda é um canal extremamente utilizado.

De acordo com um levantamento da Pew Research, 92% das pessoas conectadas à internet têm contas de email e 62% delas acessam diariamente.

Além disso, o email é o canal preferido da maioria dos usuários — 72% — para receber mensagens, ofertas e propagandas de alguma empresa, segundo pesquisa da MarketingSherpa.

Dessa forma, ao investir na criação de um mailing de qualidade, você vai se comunicar com consumidores em potencial de forma muito mais efetiva em um canal que já resulta em bons números.

Na prática, é uma forma de aumentar ainda mais a precisão das suas mensagens. Afinal, você vai enviar um conteúdo pensado exatamente para impactar a sua base de contatos, em uma plataforma que é considerada ideal por esses usuários.

O melhor: a maioria deles confere diariamente as suas caixas de entrada. As chances de ser visto, portanto, aumentam.

Por isso, se você quer se aproximar de quem ainda não é cliente da sua empresa ou fidelizar quem já consumiu os seus produtos e/ou serviços, o email é o canal ideal. De forma menos invasiva, é possível realizar essa aproximação.

O papel do mailing nesse processo é justamente organizar internamente o tipo de conteúdo que vai ser enviado, aumentando a precisão da sua estratégia.

Pensando, por exemplo, no conceito de funil de vendas, o mailing vai permitir que você faça uma segmentação mais precisa dos seus envios.

Isso significa que aqueles contatos que estiverem no topo do seu funil vão receber um determinado material, enquanto os que já estiverem mais qualificados podem ser impactados com uma mensagem diferente.

ebook email marketingPowered by Rock Convert

Como fazer uma estratégia eficiente de mailing?

Mas, na prática, o que fazer para criar uma estratégia eficiente com mailing? Para que você otimize as suas ações de Marketing Digital, separamos seis práticas que você deve adotar.

Confira as nossas sugestões, encontre as que melhor se encaixam aos seus objetivos e impacte os usuários que realmente interessam.

1. Produza conteúdo de qualidade

Com tantas mensagens e informações bombardeando os consumidores, é preciso se diferenciar da concorrência. A melhor forma de fazer isso é produzir conteúdos de qualidade.

Foque materiais únicos e exclusivos, que realmente possam ajudar a sua persona a, por exemplo, solucionar um problema ou melhorar o seu desempenho — algo que seja útil.

2. Customize os emails

A customização das mensagens também é fundamental, já que os usuários não querem mais ser incomodados com contatos que não sejam destinados para eles.

Crie emails personalizados, sempre chamando o destinatário pelo nome, por exemplo, e com mensagens que sejam destinadas a esse público, aumentando a chance de prender a atenção do leitor.

3. Aposte em ferramentas

A transformação digital chegou para ajudar as empresas a otimizar os seus resultados e elas podem ser muito úteis para potencializar o seu mailing.

Utilizar as ferramentas de Email Marketing pode, então, ser muito eficiente para automatizar os processos e assegurar a maior produtividade da sua equipe na hora de executar e monitorar sua estratégia de email.

4. Explore a segmentação

Dentro da sua lista de emails, você vai ter contatos dos mais variados perfis, certo? É preciso saber diferenciá-los.

Portanto, utilize o seu mailing para conseguir criar diferentes grupos a serem impactados, assegurando que todos os destinatários, de fato, devam receber determinada mensagem. Envie conteúdos relevantes para cada um dos segmentos da sua base.

5. Crie materiais gratuitos

Outra forma de criar valor para a sua estratégia de Email Marketing e conseguir explorar bem o seu mailing é criar e oferecer materiais gratuitos aos seus contatos.

Formatos como ebooks, infográficos ou até conteúdos interativos podem se tornar excelentes para captar a atenção do destinatário e assegurar que ele leia a sua mensagem por completo.

6. Tenha uma linha editorial

Também é importante manter uma coerência nas suas mensagens e isso pode ser feito por meio da criação de uma linha editorial. Ou seja, um guia para inspirar e validar as suas criações, assegurando que os conteúdos entregues aos seus contatos sejam relevantes.

É o momento de definir os seus objetivos, tópicos mais importantes, o que evitar falar — enfim, um guia de produção.

Quais os erros que você deve evitar na hora de fazer um mailing?

Você já sabe o que precisa fazer para aumentar a precisão das suas mensagens, certo? Que tal, então, entender o que você deve evitar? Confira os principais deles!

Comprar lista de emails

Apesar de o email ser o canal preferido dos clientes para receber mensagens, ninguém gosta de receber algo que não permitiu, certo?

Portanto, não compre lista de emails em nenhuma hipótese: é uma forma apenas de irritar o consumidor e reduzir significativamente as chances de conseguir, por exemplo, uma conversão.

Não acompanhar os resultados

O ponto-chave para o sucesso de qualquer estratégia de Marketing Digital é justamente a capacidade de monitorar e acompanhar os resultados e informações obtidos. Por isso, sempre fique de olho no desempenho das suas estratégias.

Não se deixe enganar por um ou outro resultado mais favorável, a única forma de validação é por meio da análise e do monitoramento das suas ações.

Enviar apenas ofertas

Por mais que os usuários gostem de receber ofertas e promoções, pode ficar meio repetitivo só enviar esse tipo de conteúdo.

Por isso, o ideal é tentar ajudar o seu destinatário, mostrar que você também quer o seu sucesso, o que pode ser feito por meio do envio de conteúdos relevantes e exclusivos, como ebooks, entrevistas e outros materiais diferenciados e gratuitos.

Não segmentar leads

Não segmentar os seus leads é outro erro grave, que vai prejudicar o desempenho da sua estratégia de Email Marketing em longo prazo.

Afinal, os usuários vão começar a receber conteúdos que não fazem sentido para eles e, aos poucos, vão deixar de se interessar — ou até mesmo cancelar suas inscrições — na sua lista de email, outra prática extremamente prejudicial.

Criar um mailing é, portanto, fundamental para que as suas estratégias de Email Marketing sejam ainda mais eficientes e promovam os impactos esperados no seu público.

Além disso, é uma forma de otimizar o trabalho da sua equipe, aumentando a produtividade de todos os envolvidos e assegurando que os recursos destinados sejam, de fato, úteis para o futuro da sua empresa.

O mailing bem organizado aumenta as chances de causar o impacto no usuário certo, seja para atrair, seja para fidelizar. Para isso, porém, é preciso colocar em prática algumas outras ações para tornar as suas mensagens ainda mais atrativas.

Então, baixe o nosso ebook e confira o nosso guia com as melhores estratégias de engajamento!

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *