Music Branding para negócios digitais: como ir além da música ambiente de loja

A estratégia de Music Branding pode trazer uma série de benefícios para empresas que se posicionam prioritariamente na Internet. Veja cada uma delas aqui!

estratégia de music branding para negócios digitais

    Em 2020 muitos negócios se viram obrigados a migrar suas atividades para o mercado digital. Muitas tecnologias foram desenvolvidas e aprimoradas para ajudar o empreendedor nessa tarefa de manter ou até aumentar as vendas, mesmo com estabelecimentos comerciais parcialmente fechados devido à pandemia do coronavírus.

    Com a digitalização do consumo vem a necessidade de pensar maneiras para aprimorar a experiência de compra do cliente, uma vez que sem o ambiente físico da marca muito se perde na criação de uma conexão emocional entre marcas e consumidores.

    Tratando-se de pontos de venda, muitas estratégias de marketing sensorial são bastante conhecidas e aplicadas, como iluminação, cores, aromas e outras características que estimulem os sentidos do consumidor que está realizando a compra.

    Neste cenário, a música ambiente para lojas entra como um fator muito importante na decisão de compra, sendo capaz não apenas de impactar positiva ou negativamente a permanência do cliente no ponto de venda, como reforçar lembrança da marca no imaginário das pessoas.

    Mas e quando tratamos de negócios digitais? A música perde sua função na construção da imagem da marca e na sua conexão com seus consumidores?

    Nesse texto vamos explorar a utilização da música como uma estratégia para  se relacionar com seus clientes mesmo quando eles estão fora do PDV. 

    Music Branding: a música como ponte entre marcas e pessoas

    A música tem essa capacidade de provocar sensações — consciente ou inconscientemente — e estabelecer conexões de diversas maneiras.

    Pensando no poder da música de transmitir mensagens, especialistas em marketing apostam no music branding, área dentro do marketing sensorial que se utiliza da música e de todos seus atributos para conseguir comunicar a identidade de uma marca de uma forma mais humana e emocional.

    O que é music branding?

    As estratégias de music branding entram no cenário do marketing para mostrar que a música é muito mais que um mero “som de fundo” para peças publicitárias ou apenas para esconder ruídos no caso de espaços comerciais físicos.

    A música no contexto do marketing pode ser usada como a própria mensageira de valores como confiança, paixão, segurança e noções de pertencimento da marca.

    Music branding pode ser definido como uma estratégia de marketing que usa a música para traduzir em experiência as associações e atributos presentes na identidade da marca, uma vez que a música cria fortes vínculos emocionais entre a marca e o público.

    Entre as possíveis estratégias de music branding e desdobramentos da identidade musical de uma marca estão:

    • playlists de música ambiente para ponto de venda;
    • playlists para marcas em plataformas de streaming;
    • collabs entre artistas e marcas;
    • ativação de ações musicais para marcas;
    • curadoria musical para eventos, festivais  e projetos musicais.

    Como criar a identidade musical da sua marca?

    Na hora de definir a estética sonora e as músicas que vão compor a identidade musical da sua marca, seja fiel ao branding da marca, deixando de lado o gosto pessoal. Essa é a primeira regra do music branding.

    Ter um vasto conhecimento musical ajuda muito na hora de propor a lista de músicas que vão representar sua marca.

    O Bananas Music Branding — agência de music branding especializada em curadoria musical para marcas — desenvolveu uma metodologia exclusiva para traduzir os valores essenciais que a empresa quer comunicar para os seus consumidores em uma identidade musical.

    A partir de insights dados pelo time de marketing da marca é possível definir as estéticas sonoras e artistas que mais combinam com essas características e que podem criar uma conexão emocional com os clientes.

    Como utilizar o music branding além da música ambiente de loja

    Music Branding para plataformas de streaming

    Quando pensamos na maneira como a maioria das pessoas consomem música atualmente, é possível que seja via plataformas de streaming como Spotify, Deezer e YouTube.

    Explorar a identidade musical através dessas plataformas é ter mais pontos de contato da sua marca com os clientes, ou seja, uma nova forma de relacionamento.

    Os perfis da marca nas plataformas de streaming ajudam a difundir ainda mais os atributos da empresa, ajudando na construção da sua imagem, gerando um maior engajamento e identificação do cliente.

    Os tipos de playlists mais utilizados por marcas nas plataformas de streaming são:

    • Playlists para campanhas e datas comerciais (Natal, Dia das Mães, Namorados etc.)
    • Playlists para destacar atributos de produtos (ex: Playlists para criar a atmosfera de um produto de festa)
    • Playlists funcionais para complementar a experiência do produto, como as playlists de corrida das marcas de tênis. 

    Playlists como forma de expressão

    Com o aumento do consumo de música via plataformas de streaming, as playlists de mood se tornaram muito comuns e presentes no dia a dia das pessoas.

    Playlist para ouvir quando está triste, playlist para aumentar produtividade, playlist para relaxar, entre outras milhares de possibilidades, são uma forma das pessoas utilizarem música para expressarem como estão se sentindo.

    Muitas marcas têm utilizado playlists, dentro do contexto da sua identidade sonora, que reflitam esses sentimentos também. É uma forma simples e direta de a marca traduzir o estado de espírito dos seus clientes através da música.

    O sucesso das playlists de humor é tão grande que existe um site para ajudar na criação dessas listas. O MOOD PLAYLIST cria playlists personalizadas no Spotify de acordo com o gosto musical e o humor do criador.

    Projetos musicais envolvendo parcerias entre marcas e artistas

    É possível promover ações de co-branding entre marcas e artistas, envolvendo os dois públicos e aumentando a lembrança de marca entre o público do artista.

    Mas lembre-se que uma parceria com um artista não se trata apenas de colocar o logotipo da sua marca nos produtos ou em lives. A autenticidade e a conexão dos valores do artista com os da marca é muito importante nesses tipos de ações.

    Por isso a curadoria musical especializada se torna ainda mais relevante uma vez que indica para a marca quais artistas estão em consonância com sua identidade musical.

    Quais os benefícios de ter um canal da sua marca no Spotify?

    Segundo a Revista Exame, em abril de 2021, somente o Spotify possuía mais de 300 milhões de usuários ativos em todo o mundo.

    Isso significa que, se você quer utilizar as plataformas de streaming para se comunicar com o seu cliente, sua marca precisa estar nessa plataforma.

    Veja abaixo 5 motivos para ter um perfil de marca no Spotify.

    Estabelecer novos pontos de contato

    Além da loja física, sites e redes sociais também são considerados pontos de contato com os consumidores.

    Um perfil de marca no Spotify é mais uma porta de comunicação com as pessoas que querem interagir e entender a mensagem que a marca deseja transmitir.

    Aumentar a lembrança da marca

    Como já mencionamos, uma vantagem do Spotify é poder estar em contato com seus clientes por meio de playlists de música mesmo enquanto eles realizam outras tarefas.

    As pessoas ouvem música enquanto estão trabalhando, indo e voltando do trabalho, preparando uma refeição, recebendo amigos, fazendo exercícios, limpando a casa e várias outras atividades. Oferecer uma playlist baseada em atividades, por exemplo, “Na academia com a MARCA X”,  é uma ótima maneira de estar presente no dia a dia dos consumidores, aumentando a lembrança da sua marca.

    Utilizar o canal para apresentar ou posicionar novos produtos

    No ano passado, o Bananas Music lançou um projeto de music branding 360º para a campanha da coleção Melissa POP Be Extra&Ordinary.

    Para o projeto, o time de curadoria planejou e executou uma estratégia completa de music branding que envolveu criação de playlists exclusivas para o Spotify da Melissa, uma para cada um dos 7 modelos da coleção, em uma ação que integrou a experiência de ponto de venda com o digital  através  de Spotify Codes impressos no corner de produto das lojas.  

    Essa ação levou a música para todos os pontos de contato com as fãs da marca com o objetivo de gerar brand awareness e expandir os diálogos em torno da nova coleção – tanto no online quanto nos pontos de venda.

    Produzir campanhas para datas comemorativas

    Já estamos acostumados a ver campanhas publicitárias de marcas em datas comemorativas. Mas podemos inovar com playlists temáticas e criatividade. Como foi o case da Ford Brasil, que disponibilizou para seus seguidores playlists temáticas para comemorar o Dia Mundial do Rock.

    O canal da Ford Brasil no Spotify teve um aumento de 20,3% no número de seguidores durante a semana da campanha. As playlists juntas somaram mais de 2800 seguidores e as outras playlists da marca somaram mais 316 seguidores no mesmo período.

    Certamente as playlists de data comemorativa conquistaram os corações dos fãs de Mustang, fortalecendo a lembrança e o relacionamento com a marca Ford Brasil.

    Gerar conteúdo para outras redes da marca

    Já sabemos que um perfil de marca no Spotify funciona também como canal de relacionamento com os clientes. Isso se dá principalmente quando a marca compartilha as playlists em suas redes sociais, abrindo espaço para diálogos com os seus consumidores.

    Para você que tem um negócio digital, e já usa as redes sociais frequentemente para apresentar seus produtos e serviços, as playlists são uma ótima ferramenta para ajudar na criação de outros tipos de conteúdo e se conectar ainda mais com seus clientes.

    Compartilhar as atualizações das playlists influencia a aproximação do público e, por consequência, cria os laços emocionais tão desejados entre marcas e clientes.

    Todas essas dicas são valiosas para criar um projeto musical online que conecte pessoas e marcas. Se você quiser saber mais sobre music branding, fala com a gente (:

    Este conteúdo foi produzido pela equipe da Bananas Music Branding.

    Compartilhe
    facebook
    linkedin
    twitter
    mail

    Inscreva-se em nosso blog

    Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu email

    Posts Relacionados

    Quer receber mais conteúdos brilhantes como esse de graça?

    Inscreva-se para receber nossos conteúdos por email e participe da comunidade da Rock Content!