Rock Content adquire WriterAccess nos EUA. Saiba mais ->

Guia do Pinterest: como usar um dos maiores mecanismos de busca visual do mundo

Pinterest é uma rede social baseada em imagens categorizadas em termos como pin (alfinete) e interest (interesse) em um grande painel de ideias e inspirações. Se o usuário precisar de ideias para decoração de casa, estilo de roupas, móveis ou alguma arte, achará no Pinterest.

Pinterest

Você pode pensar que quase ninguém usa o Pinterest. Parece uma rede social apenas para o público feminino, que serve só para procurar imagens fofas de decoração ou ideias de receitas. Enfim, pode parecer que ali não tem espaço para o marketing da sua empresa.

Se você pensa assim, criamos este artigo para você rever esses conceitos! Embora muitas marcas ignorem o Pinterest, essa rede social está se tornando cada vez mais relevante para negócios.

Sim, ela é totalmente voltada para o visual. Sim, lá você vai encontrar fotos de apartamentos bem decorados, ideias de DIY (faça-você-mesmo), destinos para conhecer e milhares de imagens de design, ilustração, viagem, moda, culinária e outros diversos assuntos.

O grande diferencial do Pinterest é que ele se tornou um grande catálogo de referências para os usuários. E são nessas referências que a sua marca pode aparecer para se aproximar do público, reforçar seu branding e influenciar as decisões de compra dos usuários.

Então, esqueça os preconceitos contra essa rede social! Vamos mostrar agora como o Pinterest pode ser interessante para a sua empresa.

Acompanhe!

    Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

    Não se preocupe, não fazemos spam.

    O que é o Pinterest?

    Pinterest é uma rede social que permite descobrir, compartilhar e salvar ideias. Ao navegar pela internet ou pelas publicações da rede — chamadas de pins —, os usuários podem encontrar inspirações e criar pastas (públicas ou privadas) que reúnem diversas referências sobre assuntos do seu interesse.

    E é para facilitar essa descoberta que o Pinterest atua hoje. Embora tenha surgido em 2010 como uma rede social, a empresa se posiciona hoje como o primeiro mecanismo de busca visual do mundo.

    Diversas ferramentas têm sido lançadas para fortalecer a inteligência da busca visual e se diferenciar de qualquer outro buscador.

    Inspirar a vida das pessoas: enfim, esse é o objetivo do Pinterest. E já são mais de 300 milhões de usuários buscando inspirações na rede.

    Pinterest para Empresas

    Como toda rede social, o Pinterest foi criado essencialmente para pessoas. Mas é claro que as marcas aproveitaram o potencial de se aproximar do seu público por lá, e o Pinterest também entrou na mira do marketing.

    Ao perceber esse movimento, a rede social também desenvolveu novas funcionalidades para negócios, como a conta business e as ferramentas de mensuração, que vamos conhecer mais adiante. Por isso, o Pinterest é também uma grande plataforma de negócios.

    Ok, a base do Pinterest não chega perto do Facebook e do Instagram, que têm 2,3 bilhões e 1 bilhão de usuários, respectivamente. Mas não é tanto o alcance que as marcas buscam nessa rede social.

    O grande benefício por lá é entrar nos planos das pessoas no momento em que elas buscam referências para realizar seus projetos de vida.

    Ao publicar ideias inspiradoras e interagir com os usuários, as marcas podem ser descobertas por novos públicos, estreitar o relacionamento com eles e mandar mais visitantes para o site.

    Além disso, elas conseguem influenciar as decisões de compra dos consumidores, que estão dispostos a comprar aquilo que encontram no Pinterest. Algumas estatísticas sobre os usuários mostram esse poder:

    • 84% usam o Pinterest quando estão decidindo o que comprar;
    • 98% experimentaram algo que encontraram no Pinterest;
    • 77% descobriram novas marcas ou produtos na plataforma. 

    Outra pesquisa sobre os usuários da plataforma nos Estados Unidos traz dados interessantes: 1 em cada 2 milennials usam o Pinterest, o que mostra o poder da rede com as novas gerações.

    Além disso, aquela ideia de que o Pinterest é apenas das mulheres já pode ser revista. Sim, elas são maioria (cerca de 70%), mas o público masculino também está por lá: 40% dos novos usuários são homens, e 1 em cada 3 pais estadunidenses usam o Pinterest.

    Então, gostou de saber sobre o Pinterest e o público que utiliza a plataforma? A seguir, você vai entender melhor como explorar seus recursos.

    Como usar o Pinterest?

    Criar uma conta no Pinterest é simples. Mas é importante saber que, para a sua marca atuar na rede, você precisa ter uma conta business. Para criá-la, escolha a opção “Criar uma conta business” na página inicial do Pinterest.

    Login Pinterest

    Mas, se a sua marca já tem uma conta pessoal, é possível adicionar a ela um perfil comercial. Para isso, acesse a conta e clique nas configurações (os três pontinhos no canto superior à direita da tela).

    Para configurar a sua conta comercial, o Pinterest quer saber algumas questões, como o nome e o tipo de negócio que você representa. Além disso, você pode adicionar um link para o site, integrar com outras redes sociais e selecionar os assuntos que melhor descrevam o seu negócio (Humor, Arquitetura, Natureza, Gatos etc.) para receber sugestões de pins da plataforma.

    Pronto, a sua conta business já está criada! Se você criou essa conta a partir de um perfil pessoal, o Pinterest oferece a opção de escolher 20 pastas para adicionar ao perfil comercial, sendo que apenas os 250 primeiros pins de cada pasta serão copiados.

    Depois disso, você já pode começar a criar pins e pastas para o seu perfil.

    Para cada pasta, é possível definir nome, descrição e categoria, adicionar uma capa, mantê-la pública ou privada e ainda convidar colaboradores.

    Ao criar o pin, você pode:

    • escolher uma imagem do seu dispositivo ou do seu site;
    • escolher a pasta para adicioná-la (ou criar uma pasta para isso);
    • adicionar um título e uma descrição (com hashtags, se quiser);
    • adicionar um link de destino;
    • publicar na hora ou agendar a publicação.

    Além de publicar pins e criar pastas, também é bacana interagir com as pessoas. Comece a seguir marcas e usuários que podem trazer boas referências para a sua marca. Utilize a busca para isso: insira os termos do seu interesse e salve nas pastas o que você achar mais interessante.

    Você também pode se interessar por este conteúdo!
    Keen App: o que é e como funciona a nova rede social do Google concorrente do Pinterest

    Como usar os principais recursos do Pinterest para empresas?

    Agora que você já sabe dar os primeiros passos no Pinterest, vamos conhecer os seus principais recursos?

    Desde o seu surgimento, a rede já agregou muitas funcionalidades que tornam a experiência dos usuários mais rica. E o Pinterest tem um olhar especial para as marcas, que têm cada vez mais recursos para fazer negócios na rede.

    Conheça agora os principais.

    Botão Salvar para sites

    Uma das maneiras de alimentar o Pinterest com posts da sua marca é levar os usuários a fazerem isso, já que eles podem salvar imagens na plataforma diretamente do seu site.

    Para incentivar isso a rede oferece uma ferramenta interessante: o botão Salvar para sites. Ao instalá-lo, ele aparece em todas as imagens do site, para que os usuários possam clicar nele e salvá-las diretamente nas suas pastas do Pinterest.

    Rich pins (pins avançados)

    Pins avançados (ou rich pins) trazem informações mais ricas sobre as imagens, que vão além do título, legenda e link que existem nos pins comuns.

    Isso é feito por meio de metadados que devem ser adicionados ao seu site ou e-commerce e validados com o Pinterest (veja as instruções). Dessa forma, todo usuário que salvar aquela imagem no Pinterest levará as informações dos metadados automaticamente para a plataforma.

    Os rich pins são gratuitos e disponíveis apenas para contas business. Existem 4 tipos:

    • pins de produto, que incluem preço, disponibilidade em tempo real e link de compra;
    • pins de receita, que informam ingredientes, tempo de cozimento e porções;
    • pins de artigo, que mostram título, autor e um trecho do texto;
    • pins de aplicativo (atualmente compatível apenas com iOS), que incluem um botão para instalar.

    Quer um exemplo de como funciona? Dê uma olhada nesse pin da Tastemade Brasil, que traz as instruções da receita do bolinho de tapioca:

    Shop the Look

    Shop the Look é uma iniciativa do Pinterest para estimular ainda mais as compras na plataforma. Com esse recurso, o usuário que gostar de algum produto da imagem pode clicar nele e ser direcionado para o link de compra.

    Os pins Shop the Look têm pontinhos brancos que identificam os produtos com link. Para adicioná-los, as marcas devem ter uma conta businesss. Ao criar o pin, você deve clicar no ícone de etiqueta para marcar os produtos na imagem, adicionar o link de destino e uma imagem do produto avulso.

    Veja aqui um exemplo de como fica um pin Shop the Look:

    Pincode

    O Pincode é uma maneira de levar o Pinterest para o mundo real. Trata-se de um código customizado (semelhante a um QR Code) que carrega informações sobre a rede social. Ao ser escaneado pelo aplicativo do Pinterest, o usuário pode ser direcionado diretamente para o perfil ou uma pasta da sua marca.

    Ok, mas para que isso serve? Pense que você pode inserir esse código em materiais impressos, como cartões de visita, embalagens ou folders. Imagine, por exemplo, colocar um Pincode na embalagem de um batom e direcionar para uma pasta com inspirações de maquiagens. Bacana, não é?

    Os Pincodes estão disponíveis tanto para contas pessoais quanto comerciais. Qualquer usuário pode criar o código ao clicar sobre a sua foto de perfil e baixar o Pincode.

    Se quiser criar um Pincode para uma pasta específica, você deve acessá-la na plataforma e clicar no ícone para gerar o código:

    Pinterest Lens

    Dissemos antes que o Pinterest se considera um mecanismo de busca visual. E a plataforma vem desenvolvendo ferramentas para fortalecer essa solução. O Pinterest Lens é uma delas.

    Essa ferramenta, chamada de “Busca pela Câmera” em português, permite que você busque na rede os objetos que encontra por aí, no mundo físico.

    Gostou da luminária que você viu na casa de um amigo? Viu uma flor na rua e quer mais imagens dela? Então, basta mirar a câmera do aplicativo para o objeto, que ele vai mostrar as referências similares ao que você está vendo. Assim, a busca por ideias fica ainda mais rica.

    Pinterest Ads

    Infelizmente, o Pinterest Ads ainda não está disponível no Brasil. Mas é interessante saber do que se trata, pois essa novidade pode chegar em breve ao país.

    Pinterest Ads é a plataforma de publicidade da rede. Por lá, é possível patrocinar pins, em formato de imagem, vídeo, carrossel e app pin, além de definir um público-alvo específico e mensurar os resultados do investimento. Assim, as marcas têm mais uma ferramenta para aumentar o alcance do seu perfil ou gerar mais tráfego e conversões.

    Como fazer Marketing no Pinterest?

    Como deu para perceber, o Pinterest tem uma série de recursos que ajudam as marcas a atingir seus objetivos na plataforma. Por isso, esse pode ser um dos canais da sua estratégia de Marketing Digital.

    Ainda não sabe como utilizar o Pinterest nas suas estratégias? Vamos compartilhar agora algumas dicas.

    Como qualquer estratégia de marketing, a atuação da marca no Pinterest deve começar com o planejamento.

    Quais são os seus objetivos nessa rede social? Alcance, engajamento, tráfego, conversões? Como você vai medir os resultados? Com quem a marca vai se comunicar? Quais tipos de publicações serão feitas? Quais temas serão abordados?

    Questões operacionais também são importantes. Quem será responsável pelas publicações, interações e mensuração? Quando os pins serão produzidos, publicados e avaliados? Será necessário adquirir uma ferramenta de redes sociais?

    Ao responder essas perguntas, a marca já está mais preparada para entrar no Pinterest.

    Na hora de criar os conteúdos, é sempre importante ter a persona em mente. Ao identificar os interesses, as dores e os comportamentos do seu público, você percebe também qual linguagem e quais assuntos deve adotar nos conteúdos. Assim, eles se tornam mais relevantes.

    Mas, independentemente do perfil da persona, perceba que o Pinterest é uma rede social criativa. Com bastante apelo visual, ela é uma plataforma dinâmica e cheia de estímulos. Portanto, nada de pins sem graça, ok? Coloque criatividade nas suas publicações!

    Fazer marketing no Pinterest também exige continuidade. Não adianta publicar vários pins de uma vez só e voltar lá meses depois. A melhor maneira de cultivar um público na rede social é manter a consistência das publicações e das interações com os outros usuários.

    Sempre que você publica um pin novo, seus seguidores ficam sabendo disso, já que o Pinterest exibe as publicações em ordem cronológica na aba Seguindo. Por isso, vale a pena se manter ativo com uma frequência de publicações.

    Mas qual é a frequência ideal? O Pinterest indica que você publique pelo menos uma vez por semana, mas isso pode variar conforme o público. Então, teste a melhor periodicidade para a sua marca.

    Como otimizar as publicações no Pinterest?

    Se o Pinterest é um buscador, por que não aplicar estratégias de SEO na rede? A intenção é fazer com que os seus pins fiquem melhor posicionados nas buscas, sejam encontrados por mais pessoas e, assim, gerem mais interações e visitas para as suas páginas.

    Quando alguém acessa seu próprio feed ou faz uma pesquisa, o Pinterest adota alguns critérios para ordenar os pins, de acordo com a relevância para o usuário. Ele pode considerar, por exemplo, a popularidade do perfil, as palavras-chave da publicação e o engajamento que ela já gerou.

    Então, vamos ver agora algumas dicas para otimizar as suas publicações no Pinterest e ganhar pontos com o algoritmo da rede.

    Preencha todas as informações dos pins

    Assim como o Google, o Pinterest não consegue ler imagens. Para entender do que elas tratam, o algoritmo da rede lê as informações do contexto, especialmente o título, a descrição, as hashtags e a URL de destino dos pins.

    Perceba que, mesmo sendo uma rede visual, os textos têm bastante importância. Portanto, não deixe esses campos em branco.

    Aproveite para preencher as informações com as palavras-chave que identificam o seu negócio e os seus produtos, de maneira que os pins apareçam nas buscas por esses termos. Você também pode colocar uma pitada de criatividade para chamar a atenção dos usuários! 

    Organize as pastas com palavras-chave nos títulos

    As palavras-chave também podem aparecer no título e na descrição das pastas, já que elas também são exibidas nas buscas dos usuários.

    Ao organizar as suas pastas por palavras-chave, você não apenas aponta os seus assuntos principais para o mecanismo de busca, mas também para os usuários, que encontram mais facilmente o que desejam no feed da marca.

    Capriche no visual

    Um dos critérios de rankeamento da busca do Pinterest é a popularidade de um pin. E a principal maneira de tornar os seus pins mais populares é caprichar no visual. Afinal, estamos falando de uma rede que gosta de encher os olhos dos usuários!

    Ok, você não precisa de uma máquina ou de um estúdio profissional. Mesmo com poucos recursos, é possível adotar técnicas de fotografia e design que valorizem as suas imagens. Iluminação, foco, cores, composição e alinhamento são alguns pontos que você pode cuidar.

    Um bom motivo para isso está na busca visual do Pinterest. Em todos os pins, existe um ícone no canto inferior direito que permite pesquisar “resultados visualmente similares”. Assim, quanto melhor a qualidade das suas imagens, mais chances elas têm de aparecer nessa busca.

    Prepare o seu site

    No Pinterest, os próprios usuários podem trazer conteúdos da marca para dentro da rede. Isso acontece quando eles salvam imagens do site da empresa nas suas próprias pastas.

    Portanto, fazer marketing no Pinterest também significa preparar as imagens do site para que elas sejam salvas pelos usuários de maneira otimizada.

    Você pode pensar em infográficos e imagens verticalizadas, que costumam fazer sucesso na rede. Além disso, também pode adicionar o botão Salvar para sites e incluir metadados para serem usados nos pins avançados (falamos sobre isso mais acima).

    Integre o Pinterest com outros canais

    Para aumentar a popularidade do seu perfil no Pinterest, atraia mais pessoas de fora!

    Provavelmente você já tem um perfil no Facebook ou no Instagram, não é? Então, compartilhe os seus pins nessas redes e leve para o Pinterest um público que já curte a sua marca.

    Você também pode usar o seu site ou blog para divulgar pins e pastas. Para isso, use o recurso de incorporar publicações nos posts ou adicione widgets. Dessa maneira, você também leva os seus visitantes para o Pinterest.

    Pinterest Analytics: como acompanhar as estatísticas?

    O Pinterest não deixa as marcas atuando no escuro. A plataforma oferece, exclusivamente para as contas business, uma ferramenta de análise de dados chamada de Pinterest Analytics.

    Nessa ferramenta, você pode ter uma visão geral da sua conta com métricas como impressões, engajamentos, closeups, cliques no link, pins salvos, público total e público engajado. Também é possível visualizar os principais pins da conta de acordo com essas métricas.

    Para visualizar essas informações, você pode filtrá-las pelo período de atuação, o dispositivo utilizado pelo público e o formato de conteúdo.

    No Pinterest Analytics, você também pode conhecer melhor o público da plataforma. A ferramenta informa idade, gênero, localização e dispositivos usados pelos usuários. Você pode ver essas informações sobre o seu público, sobre o público geral do Pinterest e ainda comparar esses dados.

    Como funciona o Pinterest Ads?

    Mas como o Pinterest Ads pode ser utilizado na prática? Confira algumas dicas para entender mais sobre o seu funcionamento!

    Conta no Pinterest Business

    Para poder utilizar recurso de anúncios da rede social, também é necessário investir na criação de uma conta comercial, o chamado Pinterest Business.

    Formato de anúncios

    Para utilizar esse recurso de anúncios dentro do Pinterest, você precisa entender antes quais são os diferentes formatos de anúncios disponíveis. Afinal, isso vai ter um impacto direto no resultado final da sua campanha, especialmente pela variedade de modelos existentes. Para você entender melhor, separamos os principais detalhes sobre os formatos disponíveis nessa rede social.

    • Estático: esse é o modelo de anúncio padrão, em que a ideia é ser mais direto na hora de se comunicar com o consumidor, apresentando logo o seu produto e já deixando claro que é a sua marca que está ali;
    • Vídeo: outra opção de formato de anúncio é em vídeo, em que você consegue ter mais tempo para se comunicar com o usuário, mas um detalhe em particular da plataforma é que os vídeos sem som fazem mais sentido para os usuários;
    • Shopping: com o foco voltado para a conversão de clientes, o formato de shopping encaixa o seu anúncio dentro de segmentos que façam sentido, aumentando as chances de levar o usuário impactado para o seu e-commerce, por exemplo;
    • Carrossel: similar ao formato de post no Instagram, o carrossel no Pinterest permite que você utilize várias imagens em sequência, permitindo que você crie uma estratégia com um storytelling mais eficiente;
    • Coleções: outro modelo disponível para o anúncio no Pinterest é o coleções, em que o anunciante tem direito a uma imagem principal e pode usar ainda outras três imagens menores para complementar a campanha.

    Tipos de segmentação

    Outro recurso interessante oferecido pelo Pinterest Ads é a possibilidade de segmentar os seus anúncios. Ao todo, você tem seis opções de personalização para que a sua campanha se torne ainda mais atrativa:

    • Segmentação automatizada: a própria plataforma define quais são os critérios de segmentação e direciona o anúncio para o público específico;
    • Dados demográficos: também é possível utilizar informações como idade, sexo, localização geográfica e idiomas para segmentar seus anúncios;
    • Interesses: o algoritmo da plataforma também consegue identificar quais são aqueles usuários com interesses similares aos da sua marca;
    • Palavra-chave: o conceito de palavra-chave também é muito eficiente para destacar os seus anúncios dentro do Pinterest;
    • Lista de clientes: ainda é possível criar diferentes listas de clientes a partir de uma segmentação do próprio anunciante;
    • Públicos semelhantes: a plataforma oferece os chamados lookalikes, ou seja, usuários com perfil similar aos que se interessam pela sua marca.

    Requisitos do anúncio

    Para anunciar utilizando o Pinterest Ads, é preciso seguir alguns requisitos:

    • o pin anunciado precisa estar salvo em uma pasta pública;
    • o pin precisa levar o usuário para URL externa;
    • os links utilizados não podem ser encurtados;
    • imagens, vídeos ou GIFs de terceiros são proibidos;
    • seguir as regras e diretrizes da plataforma.

    Tipos de cobrança

    O Pinterest Ads conta com dois tipos de cobrança para anunciantes. O primeiro é pagar pelo acumulado do mês anterior em anúncios na plataforma, já o segundo é quando o limite de cobrança definido pelo próprio Pinterest é alcançado. No segundo caso, esse limite é definido automaticamente de acordo com os resultados que as suas campanhas têm gerado.

    Como ganhar dinheiro no Pinterest

    Vamos listar, agora, três formas de ganhar dinheiro com o Pinterest, tanto de maneira autônoma quanto com a possibilidade de realizar parcerias com empresas interessadas na plataforma.

    Tenha um site

    Se você compreendeu o funcionamento da plataforma, sabe que as imagens não são hospedadas diretamente no Pinterest: elas são linkadas para sites externos. Usuários que se interessam pelo conteúdo, então, são direcionados até as fontes originais.

    Por isso é importante ter uma plataforma própria: dessa forma, você consegue enxergar o Pinterest além de uma rede social de imagens, e encontrar a oportunidade de gerar tráfego, cliques e, até mesmo, conversões

    Em outras palavras, podemos entender que o Pinterest acaba sendo um mecanismo de busca de imagens, assim como o Google! De forma simplificada, esse é o passo a passo ideal:

    • crie o seu blog ou site;
    • publique conteúdo relevante e com uma boa frequência;
    • crie a sua conta no Pinterest;
    • adicione os Pins (imagens) na plataforma, linkando para o seu site;
    • publique o conteúdo e aguarde até que ele gere acessos!

    Gere tráfego

    Essa forma de ganhar dinheiro com o Pinterest está vinculada ao passo inicial que apontamos acima. Agora que você entendeu que estamos falando sobre um mecanismo de busca, assim como o Google, é hora de aprender sobre as melhores dicas para gerar tráfego para o seu blog ou site.

    O pilar da estratégia deve ser a publicação de imagens com frequência. Dessa forma, uma quantidade cada vez maior de pessoas fará suas buscas diárias e encontrará o seu conteúdo como “resposta”.

    Faça uma lista com os principais temas relacionados ao seu produto ou serviço. Depois, produza a imagem e faça o cadastro dos Pins. Recomendamos que você estude sobre palavras-chave e estratégias de planejamento para garantir que estará entregando o conteúdo mais adequado possível para as melhores buscas.

    Monetize alguma habilidade

    Sabe aquele conceito Do It Yourself, ou DIY? No Pinterest, ele tem muito espaço. Isso porque os usuários costumam buscar tutoriais de pessoas que compartilham habilidades em geral. Elas podem ser:

    • culinária;
    • pintura;
    • costura e pequenos reparos em roupas;
    • pequenos reparos em móveis;
    • decoração de ambientes da casa.

    Não é preciso ser um grande especialista em nenhuma das áreas, basta reunir conhecimento o suficiente e torná-lo acessível. Na pandemia, por exemplo, muitas pessoas começaram a se interessar por pequenas reformas no ambiente de casa para deixá-la mais confortável, ou a fazer doces para complementar a renda. Invista em conhecimento e compartilhe-o na plataforma!

    Outros

    Além dessas três boas formas de ganhar dinheiro no Pinterest, existem várias outras estratégias que podem ser executadas em conjunto. Listamos algumas delas, a seguir:

    • usando o Marketing de Afiliados, inserindo os links de cada campanha nos Pins de cadastrados por você;
    • caso o seu perfil cresça o suficiente, você pode se tornar uma espécie de “microinfluenciador” e promover marcas interessadas em investir suas estratégias de Marketing no Pinterest;
    • oferecendo serviços de freelancer para empresas, sendo um Social Media especializado na rede social.

    Bônus: cases de empresas que usam o Pinterest e têm bons resultados

    Então, gostou de saber como funciona o Pinterest e como usá-lo no marketing?

    Algumas empresas já estão bem à frente nessa rede social e já colhem bons resultados por lá. Vamos ver alguns exemplos para você se inspirar.

    Natura

    A Natura é considerada um case pelo Pinterest no Brasil. Não é por acaso que a marca foi uma das convidadas para lançar os recursos Shop the Look e Pincode no país.

    No setor de cosméticos, o Pinterest é uma ferramenta valiosa para clientes encontrarem inspirações de maquiagens e looks. Ao perceber que o seu público já estava por lá, a Natura resolveu otimizar sua presença na rede para ampliar o alcance dos pins e a geração de tráfego.

    Para isso, criou o perfil Maquiagem Natura, especificamente para essa área do negócio. Perceba como as imagens se comunicam com o público feminino, com uma linguagem visual dinâmica e dicas e tutoriais relevantes sobre maquiagem.

    Com essa ação, a empresa ampliou para 40% a participação do Pinterest na geração de tráfego social da marca.

    Tastemade Brasil

    Se você explorar o Pinterest por alguns minutos, já vai encontrar centenas de posts de receitas e dicas de culinária. Os usuários adoram aprender a cozinhar com o Pinterest!

    Isso explica um pouco o sucesso do Tastemade Brasil na rede. Porém, a marca também deu um empurrãozinho no engajamento ao adotar uma frequência diária de postagens na rede, especialmente com o formato de pins avançados de receitas.

    Assim, o Tastemade Brasil teve um crescimento de 97x nas impressões e de 85x no tráfego de referência vindo do Pinterest. Além disso, percebeu pelo Pinterest Analytics que determinados pins faziam mais sucesso, como aquelas imagens produzidas especialmente para a rede, com ótima resolução e em formato vertical. Assim, passou a adaptar o seu conteúdo para obter mais engajamento do público.

    Enfim, esperamos que este artigo tenha despertado a sua vontade de explorar o Pinterest nas suas estratégias. Afinal, vale a pena dar uma chance para uma rede social que é capaz de gerar tanto engajamento, tráfego e conversões.

    A plataforma está empenhada em melhorar a experiência das marcas e dos usuários, especialmente com as ferramentas de busca visual. Portanto, há muitas oportunidades por lá!

    Além dos resultados para o seu negócio, tenha certeza que você vai se divertir produzindo os conteúdos e interagindo com os usuários nessa rede social tão interessante e dinâmica.

    Agora, aproveite para baixar o nosso e-book gratuito sobre Pinterest e tenha um guia super completo sobre a rede social para a sua marca!

    Compartilhe
    facebook
    linkedin
    twitter
    mail

    Inscreva-se em nosso blog

    Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu email

    Posts Relacionados

    Quer receber mais conteúdos brilhantes como esse de graça?

    Inscreva-se para receber nossos conteúdos por email e participe da comunidade da Rock Content!