Retrospectiva de SEO de 2022 e o que está por vir em 2023: uma leitura obrigatória

retrospectiva seo 2022

2022 foi um ano que abalou as estruturas para os profissionais de SEO, não é?

Atualizações constantes ​​do algoritmo do Google, o GA4 cada vez mais perto de ser uma realidade, usuários mudando os padrões de busca. Sim, há muito o que aprender para 2023.

Mas como não se perder nesse monte de novidades e encontrar o melhor caminho para melhorar seu SEO?

Neste artigo veremos todas essas mudanças de 2022, começando pelas principais atualizações do algoritmo do Google. Em seguida, veremos algumas novas ferramentas e, finalmente, você vai conferir o que realmente precisa para ter uma estratégia de sucesso este ano. Confira!

Atualizações do algoritmo do Google

Conforme o cenário de SEO se transforma, os profissionais de SEO precisam se adaptar rapidamente. O Google lançou muitas atualizações de algoritmo importantes, como as mais amplas até a atualização BERT, que aumentou a importância do processamento de linguagem natural e da pesquisa semântica. Além disso, o aumento das pesquisas por voz, pelo celular e outras tecnologias fez com que os profissionais de SEO tivessem que ajustar suas estratégias, já que essas mudanças podem afetar significativamente o desempenho do SEO. Além disso, os profissionais de SEO precisaram se manter atualizados com novos tipos de conteúdo e formatos, como dados estruturados e outros elementos interativos. Vamos dar uma olhada na lista de atualizações de ranking do Google para 2022!

Fonte: Google Search Central

Atualização de experiência da página

Implementada durante todo o primeiro trimestre de 2022, essa foi uma atualização significativa do algoritmo do Google que se concentrava na experiência geral do usuário nas páginas da web. Ela procura mensurar a qualidade da experiência dos usuários ao visitar um site no quesito front-end. Ela leva em consideração os Core Web Vitals, a compatibilidade com dispositivos móveis, a navegação segura, o uso de HTTPS e diretrizes intersticiais intrusivas; tudo isso com o objetivo de oferecer uma melhor experiência para os usuários.

Ainda sobre isso, a indexação mobile-first, que iniciou em 2016, ficou ainda mais qualificada para priorizar sites que proporcionam uma boa experiência mobile uma vez que muitos sites já migraram da indexação desktop-first. Dessa forma, o Google continuará fazendo isso como parte de suas ações imediatas seguindo a indexação mobile-first como uma prioridade.

A observação mais importante é focar na experiência do usuário mobile e usar um design de site responsivo para garantir que as versões mobile e desktop dos sites sejam facilmente rastreadas, indexadas e entregues aos usuários. Assim, os usuários podem esperar uma melhor experiência mobile dessas páginas.

Para medir esse fator, você deve ficar de olho no Google Search Console, nos gráficos de “Experiência” como você pode ver na imagem abaixo:

Atualização de análises de produtos

Ao longo do ano (especificamente em março, julho e setembro) houve 3 atualizações relacionadas a conteúdos de análise de produtos. O ponto principal é priorizar a visibilidade deles em relação aos resultados de pesquisa orgânicos, tornando-os mais proeminentes nas SERPs. Você deve considerar o seguinte como práticas recomendadas para boas avaliações de produto:

  • Priorize trazer uma experiência em primeira mão, ou seja, o ponto de vista do consumidor final.
  • Inclua uma descrição detalhada do produto mostrando que sua empresa sabe bem o que está vendendo.
  • Mostre ao consumidor porque existem vantagens em comprar o produto em seu e-commerce.
  • Ofereça recursos visuais, vídeos ou links internos de experiências reais que possam ajudar o consumidor a tomar uma boa decisão de compra.
  • Além disso, você pode dar uma olhada nos conselhos do Google para escrever análises de produtos de alta qualidade no Google Search Central.

Atualização do algoritmo principal

Em relação ao algoritmo principal, ou Core Algorithm, houve duas atualizações este ano: em maio e em setembro, ou seja, uma a menos quando comparamos com 2021. O algoritmo principal costumava mudar muitas vezes em um único ano e geralmente afeta diferentes aspectos de como o Google fornece entrega resultados úteis e confiáveis ​​nas SERPs. As atualizações principais costumavam ser fáceis de serem percebidas pelos profissionais de SEO e marketing. Ao contrário de outras atualizações, elas não envolvem políticas de spam ou ações manuais. A ideia é melhorar o funcionamento do algoritmo para entregar melhores resultados para consultas específicas.

“Uma maneira de pensar em como uma atualização principal funciona é imaginar que você fez uma lista dos 100 melhores filmes em 2021. Alguns anos depois, em 2024, você atualiza a lista. Ela naturalmente irá mudar. Alguns filmes novos e maravilhosos que nunca existiram antes agora serão candidatos à inclusão. Você também pode reavaliar alguns filmes e perceber que eles mereciam um lugar mais alto na lista do que antes.” 

Google Search Central. “Principais atualizações da Pesquisa Google e seu site | Google Search Central 12 de outubro de 2022

Atualização de conteúdo útil

Com foco em conteúdo que prioriza as pessoas, a atualização de conteúdo útil do Google de 2022 recompensa sites que trazem conteúdo original e útil que responde às buscas dos usuários. Ela procura por informações claras e precisas que sejam fáceis de identificar e entender.

Quero dizer que será esperado dos criadores um conteúdo ainda mais criativo, trazendo informações completas sobre um determinado tema de forma que o usuário se sinta satisfeito; o que significa que ele não precisará fazer mais buscas para complementar as informações que está procurando. Certifique-se de que o seu material é suficiente!

Outro ponto é que, como é esperado que o Google esteja removendo conteúdos inúteis das SERPs, é hora de fazer uma organização!

  • Faça um levantamento de todo o seu conteúdo existente
  • Atualize os conteúdos mais estratégicos e remova os que não fazem mais sentido.
  • Escreva para pessoas, não para o ranking do Google.
  • Não escreva sobre assuntos em alta que não sejam relacionados ao seu negócio ou que não façam sentido para o seu público.

Atualização de spam

A Spam Update, como todas as atualizações que já citei, está melhorando a cada ano e agora usa o SpamBrain, uma ferramenta de IA, para conter diversos tipos de spam. Aqui estão alguns exemplos para garantir que você esteja seguindo as políticas de spam do Google:

  • Cloaking: apresentar conteúdos diferentes aos usuários
  • Doorways: diferentes páginas criadas apenas para manipular os resultados da pesquisa sem conteúdo útil.
  • Conteúdo hackeado via injeção de código, página e conteúdo
  • Texto e links ocultos
  • Palavras-chave em excesso
  • Link spam
  • Conteúdo gerado artificialmente sem revisão humana etc.

Além dos itens já citados, é bom ter em mente outros secundários (mas tão significativos quanto), como:

EEAT

Uma das diretrizes do avaliador de qualidade do Google e antes conhecida como EAT, agora é EEAT. Esse conceito também está evoluindo para ajudar o Google a entregar informações relevantes e úteis aos usuários. Com base nisso, o que se espera é um conteúdo que faça com que os usuários percebam “expertise, autoridade e confiabilidade”. Com esta última atualização, ganha mais um “E”, como referência a “experiência”.

Dados da estrutura

Em relação a análises de produtos, há um novo snippet de estrutura de dados. O Google entendeu que as avaliações são valiosas para a jornada de decisão dos usuários, principalmente no que diz respeito à listas de prós e contras. Então, agora é possível destacá-los nas SERPs. Se você não tiver dados estruturados para isso, o Google pode usar os prós e contras da página da web automaticamente.

Ferramentas do Google

Google Search Console

O Google Search Console ganhou novos recursos e alguns de seus relatórios estão de cara nova. Em janeiro, foi lançada uma API de inspeção de URL que pode ajudar os desenvolvedores a depurar e otimizar problemas de páginas indexadas individualmente. Por exemplo, você pode solicitar dados de URL indexados e a API retorna as informações indexadas disponíveis, como status da indexação, AMP, rich results, usabilidade mobile, URLs canônicas declaradas pelo usuário e selecionadas pelo Google.

Mais algumas melhorias no Google Search Console incluem:

  • Conexão com o Data Studio e configuração de dashboards personalizados, incluindo gráficos de bolhas que podem ajudar em análises.
  • Relatórios de classificação de páginas atualizados
  • Novo relatório de indexação de vídeos
  • Novo relatório de HTTPs
  • Novo relatório de listagens de e-commerce
  • Nova seção para listagens da guia Compras
GSC: Relatórios de classificação de páginas atualizados
GSC: novo relatório de HTTPs

Google Analytics 4

A partir de 1 de julho de 2023, o Universal Google Analytics convencional não processará mais dados. Ainda será possível (por um tempo) ver seus relatórios. Mas mensurar novos dados só será possível no Google Analytics 4. Para sites que usam a versão Universal Analytics 360, as propriedades terão um prazo um pouco maior: 1 de julho de 2024.

O Google afirma que a nova geração (GA4) “é uma nova propriedade projetada para o futuro da mensuração de dados”. Estas são algumas possibilidades prometidas pelo Google:

  • Coleta de dados de sites e aplicativos para entender melhor a jornada do cliente
  • Utilização de dados baseados em eventos em vez de baseados em sessões
  • Inclusão de controles de privacidade, como medição sem cookies e modelagem comportamental e de conversão
  • Recursos preditivos que oferecem orientação sem modelos complexos
  • Integrações diretas com plataformas de mídia ajudam a impulsionar ações em seu site ou aplicativo

Então, tudo pronto para arrasar no seu SEO em 2023?

Uau! Que ano!

Como pudemos ver, todas as atualizações de algoritmo se concentram em melhorar a relevância e a precisão dos resultados de pesquisa, além de recompensar sites que oferecem conteúdo útil e de alta qualidade. Em 2023, os profissionais de SEO terão que se adaptar rapidamente às atualizações e garantir que seus conteúdos e sites entreguem informações originais e úteis.

Por outro lado, as ferramentas do Google possuem novidades para melhorar a forma como podemos mensurar diferentes dados e isso pode ser ótimo quando precisamos identificar oportunidades ou solucionar problemas rapidamente, não é?

Pode ser difícil acompanhar tudo isso o tempo todo, mas existem diversas ações capazes de garantir que sua equipe esteja sempre pronta para melhorar a estratégia.

Aqui estão algumas dicas que podem ajudar você a garantir que esteja no caminho certo para atender às expectativas de seus usuários:

  • Não escreva para ganhar posições no ranking. Escreva para pessoas!
  • Tome cuidado ao usar conteúdo gerado por ferramentas de IA. Você pode continuar esse recurso para ajudar a escrever, mas não se esqueça que é fundamental ter uma revisão humana.
  • Não escreva sobre assuntos em alta que não estiverem relacionados ao seu negócio ou não fizer sentido para o seu público.
  • Certifique-se de implementar uma estratégia de meta tag bem feita conectando-a com o conteúdo que você realmente está apresentando.
  • Forneça informações completas para satisfazer seu público.
  • Considere a criação de links de alta qualidade, incluindo links internos e externos confiáveis ​​que realmente fazem sentido para o seu público. Sim! Sempre o público, mantenha isso sempre em mente!
  • Fique sempre de olho nas mudanças relacionadas aos comportamentos dos usuários (por exemplo, a pesquisa de voz)
  • Utilize uma linguagem inclusiva e natural.
  • Garanta velocidade de carregamento rápida.
  • Entregue uma navegação e experiência seguras.
  • Faça auditorias frequentes de SEO para aproveitar oportunidades de melhoria.
  • Além disso, considere auditorias de conteúdo frequentes para garantir que você permaneça fiel à sua estratégia.

Por fim, você não precisa memorizar para que serve cada uma dessas atualizações individualmente. O que você precisa é entender que, no final das contas, elas estão todas conectadas e, juntas, trabalham para satisfazer o usuário.

Quer continuar atualizado com as melhores práticas de Marketing? Então se inscreva na The Beat, o boletim interativo da Rock Content. Lá, você encontrará todas as tendências que importam no cenário do Marketing Digital. Vejo você lá!

Compartilhe
facebook
linkedin
twitter
mail

Inscreva-se em nosso blog

Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu email

Quer receber mais conteúdos brilhantes como esse de graça?

Inscreva-se para receber nossos conteúdos por email e participe da comunidade da Rock Content!