SEO local para varejistas: como alcançar um público pronto para comprar

seo local para varejistas

Muitas pequenas empresas lutam para competir com grandes marcas de comércio eletrônico. Portais gigantes, como Amazon e Magazine Luiza, parecem dominar o mundo inteiro.

Seus preços mais baixos e frete acessível fazem com que competir seja muito difícil. Por algum tempo, isso criou um cenário desafiador para as lojas da comunidade local.

É aqui que entra o movimento Compre Local

Em uma incrível reviravolta, os proprietários de empresas de varejo locais estão se beneficiando de um desejo renovado do cliente de apoiar sua comunidade local. Os clientes querem “comprar localmente”, e o já crescente movimento “Compre Local” aumentou massivamente em popularidade durante a pandemia.

Antes de 2020, as compras locais eram uma prioridade para mais de 46% dos consumidores americanos devido à praticidade, necessidade e valorização do comércio local. Mas, com a pandemia, 53% dos americanos dizem que seu comportamento de consumo mudou e passaram a fazer compras diárias, mesmo locais, online.

Em paralelo, no Brasil, 73% dos consumidores ao longo de 2021 deram preferência ao comércio local, com 48% afirmando que começaram a fazer isso com mais frequência após o início da pandemia.

E, como mais clientes querem apoiar negócios locais online, seu próximo passo em 2022 é garantir que você esteja aproveitando os benefícios da onda “Compre local”.

Como o SEO pode ajudar os varejistas locais?

O SEO local pode aproximar os varejistas de seu público-alvo, criando uma conexão que influencia diretamente a decisão de compra. O SEO local é uma série de estratégias de otimização de páginas da web que destacam um negócio nas pesquisas locais. Assim, uma empresa local pode se tornar a primeira opção em sua região.

Para varejistas como você, o SEO local pode aumentar as vendas de produtos online e compras físicas em uma cidade, região ou até mesmo em um bairro específico.

Alguns exemplos de empresas que podem se beneficiar da otimização de seu site para um público local são:

  • uma loja física que vende artigos de pesca em uma região onde tem um lago.
  • um produtor de alimentos veganos congelados que entrega apenas para um pequeno conjunto de bairros.
  • uma marca de e-commerce de moda que só entrega para uma cidade específica.

Obtenha resultados de alto impacto com gastos de orçamento reduzidos

Empresas que atendem regiões específicas podem impactar todo o seu público de forma bem objetiva, com um orçamento baixo. Imagine uma pequena loja que vende artigos de pesca em uma área perto de um lago. Seu público é muito mais restrito do que um grande e-commerce, que entrega em todo o país. Isso torna os custos mais contidos.

Outro ponto positivo para pequenas empresas, principalmente varejistas, é a possibilidade de segmentar seu público com mais facilidade e evitar desperdício de orçamento ao impactar pessoas de outras regiões.

Atraia os compradores mais qualificados

Suponha que você venda apenas para o estado do Rio de Janeiro. Com uma estratégia de SEO local bem estruturada, você evita que seu investimento em marketing atraia consumidores do Recife interessados ​​no mesmo produto, mas que vão perder tempo em seu site e não vão converter.

Dessa forma, você pode aumentar efetivamente seu ROI incorporando o SEO local em sua estratégia de marketing.

Como o SEO local difere do SEO tradicional para lojas físicas?

O SEO tradicional pode chegar a qualquer usuário, em qualquer lugar do mundo, desde que ele faça uma busca online. Ele ajuda a destacar uma empresa em pesquisas locais, visando especificamente o público localizado próximo a essa empresa e as áreas que ela atende.

Você atrairá mais consumidores que são parte do seu público-alvo ao usar as palavras-chave, frases e intenções certas, que são personalizadas para alcançar mais pessoas em sua área local.

Cerca de 46% de todas as pesquisas do Google vêm de usuários que buscam informações locais. Essas pesquisas locais geralmente são para produtos, serviços ou empresas em uma área específica. Na maioria das vezes, essa pesquisa local ocorre em um momento mais próximo da conversão, já que costuma corresponder ao fundo do funil.

Por que o SEO é importante para os varejistas locais e quem deve investir nisso?

O SEO local traz muitas vantagens, como:

  • ranqueamentos mais altos no Google;
  • aumento de visitas de um público segmentado com forte potencial de conversão;
  • maior conscientização para atrair novos clientes;
  • otimização do orçamento.

Quando feito do jeito certo, o SEO local permite que as pessoas encontrem informações sobre sua empresa com facilidade, colocando esses consumidores um passo mais perto de uma transação.

Com essa estratégia, as empresas encontram seus clientes ideais onde eles estão — literalmente. É uma maneira econômica e precisa de atrair consumidores que podem converter. Por isso, você deve investir em SEO local se seu objetivo for fazer vendas online para regiões específicas ou operar um estabelecimento físico.

Vendas online de produtos para regiões específicas

Embora a maioria das empresas de comércio eletrônico atualmente faça entregas em todo o mundo, existem algumas que optam por trabalhar apenas em regiões específicas, pelos seguintes motivos:

  • especificidade de seus produtos;
  • validade (alimentos e bebidas, por exemplo);
  • público com valores culturais compartilhados com a marca.

Se esse é o seu tipo de negócio, o SEO local é muito importante, pois você precisa ter muita assertividade com suas estratégias para garantir o ROI esperado.

Afinal, qualquer investimento tem um grande impacto no fluxo de caixa de uma pequena empresa, certo? Como o SEO local é mais direcionado, atrai o público certo sem jogar fora esse investimento.

Nesse caso, seu objetivo é direcionar os usuários das SERPs do Google diretamente para suas páginas de produtos, onde eles podem fazer compras, especialmente em dispositivos móveis, que 87% dos consumidores brasileiros usam para pesquisar e comprar em empresas locais.

Lojas operando fisicamente

Se você tem um estabelecimento físico, o SEO local também é extremamente importante para você. Mais de 74% dos compradores de lojas físicas procuraram o estabelecimento mais próximo e verificam o estoque, horários e instruções para chegar antes de ir à loja.

Aqui, o objetivo é garantir que você apareça para essas pesquisas, aproveitando as técnicas locais de SEO. Você deve ter um site corporativo para concentrar todas as informações relacionadas à sua empresa e suas ofertas. Ter uma página por categoria de produto também funciona.

Além disso, considere usar ou atualizar seu perfil da empresa no Google, incluindo:

  • o endereço do seu negócio;
  • instruções para chegar à sua localização;
  • avaliações e comentários de usuários.

Como construir uma estratégia de varejo de SEO local?

Uma estratégia de SEO local tem diversos aspectos. Mas, provavelmente, você vai se concentrar nestas áreas:

  • pesquisa de palavras-chave com termos locais;
  • estudo do comportamento local;
  • inclusão de elementos locais na estrutura do domínio;
  • criação de páginas que atendem à intenção de pesquisa;
  • otimização na página.
  • utilização do perfil da empresa no Google.

Vamos nos aprofundar nas etapas práticas da criação de uma estratégia de SEO local para o varejo.

Etapa 1 — Tenha clareza sobre o local de destino

O primeiro passo para estruturar sua estratégia de conteúdo com SEO local é ter clareza sobre qual área deve ser impactada. 76% das pesquisas do tipo “perto de mim” resultam em uma visita à loja física.

Como seu objetivo é que sua empresa apareça em uma pesquisa “perto de mim”, a localização do seu negócio precisa de atenção especial.

Faça uma relação dos locais onde sua empresa entrega.

  • A cidade inteira?
  • Um conjunto de cidades?
  • Apenas alguns bairros?
  • Quais são eles?

Use essa lista nas próximas etapas.

Etapa 2 — Mapeie os produtos que você vende

O próximo passo é mapear todos os itens que sua loja oferece. Se você é um e-commerce, já deve ter uma lista com todos os produtos e suas respectivas páginas. Então, pode seguir para a próxima etapa.

Agora, caso tenha uma loja física, seu próximo passo é transferir os itens do seu catálogo de vendas para uma planilha e identificar as categorias seguindo estas etapas:

  • entenda como seu público pode querer agrupar e comprar itens;
  • compreenda como seus produtos se encaixam em grupos relacionados, como “óculos de natação” ou “roupas de banho”;
  • classifique seus produtos em categorias que você cria a partir desses grupos relacionados.

Vamos imaginar que você tem uma empresa física de suprimentos de artigos esportivos para praia e piscina. Como não planeja vender produtos online, não seria apropriado criar uma página para cada produto, pois os consumidores farão suas compras em um estabelecimento físico.

Em vez disso, você deve criar uma página apenas para as categorias, como “maiôs” ou “toucas”, e exibir seus produtos agrupados nessas páginas de categoria.

Etapa 3 — Crie páginas que atendam à intenção de pesquisa localização + produto

Depois de compilar todas as suas páginas de produtos ou categorias, precisará se certificar de que suas novas páginas contenham as informações de localização.

Você pode fazer isso facilmente usando a fórmula “localização + produto” e adicionando a frase resultante à sua página.

Por exemplo:

  • óculos de natação Vitória;
  • sungas São Paulo;
  • loja de artigos esportivos para praia e piscina Rio de Janeiro.

Esses exemplos de intenção de pesquisa nos mostram que o usuário está muito próximo do momento da compra e está efetivamente procurando comprar esses produtos naquela região.

Vale lembrar que:

  • os e-commerces devem criar ou atualizar suas páginas específicas de produtos individuais;
  • as lojas físicas, preferencialmente, devem desenvolver páginas abrangentes de categorias de produtos (maiôs, toucas, etc.), descrevendo os itens desse grupo.

Etapa 4 — Realize otimizações locais na página

Agora, é hora de aplicar o SEO na página. Assim como nas estratégias tradicionais de SEO, você deve:

  • criar títulos de SEO para todas as páginas usando o nome do produto + localização da empresa;
  • colocar a palavra-chave nas meta tags (H1, H2 etc.) ao descrever o produto ou a empresa;
  • otimizar as imagens (alt text, nome do arquivo etc.) considerando as palavras-chave;
  • escrever pelo menos 300 palavras em cada página, explorando essas principais expressões naturalmente ao longo de todo o conteúdo;
  • desenvolver meta descriptions que prendam a atenção do usuário e reforcem a localização do negócio.

No fim das contas, a diferença essencial entre SEO local e estratégias tradicionais de SEO é a intenção de pesquisa baseada em localização, em que os usuários consideram locais físicos para fazer uma compra.

Etapa 5 — Otimize todo o seu site

É hora de atualizar o restante do seu site. Para ajudar os rastreadores do Google a entender a localização de suas páginas, você deve:

  • inserir um widget do Google Maps no rodapé com a localização da sua empresa. Se você vende apenas online, use o endereço da sua sede;
  • criar uma página descrevendo cada loja e sua localização;
  • usar termos relacionados à localização nas meta tags da página inicial sempre que possível;
  • desenvolver um blog com dicas relacionadas a produtos e localização.

Etapa 6 — Não se esqueça de usar o perfil da empresa do Google

Apesar de não ser uma verdadeira parte do seu site, os perfis da empresa do Google são 100% integrados ao seu domínio. Eles são usados para gerar tráfego em negócios que operam fisicamente.

Mantenha seu perfil da empresa do Google atualizado para com as seguintes informações para pesquisas locais:

  • horários de funcionamento;
  • fotos da loja;
  • endereço;
  • telefone(s) de contato;
  • link(s) do site;
  • respostas aos comentários e avaliações.

Quando tudo faz sentido — um exemplo real da Rock Content

A Rock Content é líder global em conteúdo e tem mais de 2.500 clientes, muitos nos EUA, Brasil e México, abrangendo grandes e pequenas empresas. Para ajudar você a entender como uma estratégia de SEO funciona para um varejista local, veja este exemplo de um pequeno negócio real. Por questões contratuais, não podemos citar seu nome.

Uma tradicional marca brasileira de tecidos precisava se reinventar para atingir seu público online no Rio de Janeiro. Essa empresa investiu em SEO local, aplicou cada etapa do processo descrito acima e direcionou palavras-chave relevantes. A marca abriu lojas físicas nas cidades vizinhas de Niterói e Itaipava. Além disso, a loja online passou a entregar para todo o estado.

O e-commerce teve diferentes otimizações. A empresa atualizou todas as descrições de produtos para mencionar as cidades onde a loja entrega seus produtos. Além disso, as localizações das lojas foram incluídas no rodapé.

Algumas palavras-chave usadas nas páginas dos produtos foram:

  • seda Rio de Janeiro;
  • jacquard Niterói;
  • linho Itaipava.

Alguns exemplos de termos da página inicial do e-commerce:

  • loja de tecidos Rio de Janeiro;
  • loja de tecidos Niterói;
  • loja de tecidos Itaipava.

Exemplos de conteúdo planejado para o blog da marca:

  • 5 tendências de design de interiores do Rio de Janeiro que você precisa conhecer
  • Tecidos no Rio de Janeiro: onde encontrar boas lojas?
  • Moda e calor: quais tecidos funcionam melhor no Rio?

Com as informações deste post, você sabe como acertar uma estratégia de SEO local no varejo e pode ajudar sua comunidade nesse movimento do “Compre Local”.

Organize-se, documente todos os itens e atraia clientes-alvo em qualquer lugar onde sua empresa opere. Agora é com você!

E se você quiser ficar por dentro de outros estudos e das principais tendências do mundo dos negócios e do marketing, convido você a assinar nossa newsletter abaixo. Você receberá um e-mail semanal com as últimas tendências e a opinião de especialistas sobre como elas afetam sua marca.

Compartilhe
facebook
linkedin
twitter
mail

Inscreva-se em nosso blog

Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu email

Posts Relacionados

Quer receber mais conteúdos brilhantes como esse de graça?

Inscreva-se para receber nossos conteúdos por email e participe da comunidade da Rock Content!