Por Redator Rock Content

um de nossos especialistas.

Publicado em 7 de setembro de 2020. | Atualizado em 11 de setembro de 2020


Além das suas muitas funcionalidades, o suporte oferecido pelo WordPress é mais um dos atrativos da plataforma. Nos últimos dias, porém, uma discussão sobre as solicitações e dúvidas para plugins e temas comerciais tomou conta dos fóruns da empresa.

O WordPress é uma das ferramentas mais utilizadas por quem deseja criar um site. Com uma solução voltada para a experiência do usuário, a praticidade da plataforma é um dos grandes atrativos para os usuários. Além disso, o trabalho de suporte oferecido pela empresa também é muito elogiado. Nos últimos dias, porém, uma discussão tomou conta desses canais.

Apesar de muitos plugins e temas serem disponibilizados gratuitamente, alguns deles são pagos e é nesse ponto que mora o problema. Afinal, por que os voluntários do suporte do WordPress devem se aprofundar e compreender mais sobre um produto que é pago e deve oferecer esse atendimento para tirar dúvidas dos seus clientes? A ideia da empresa, portanto, é limitar essas solicitações.

O grande desafio, porém, é conseguir identificar de quem é a responsabilidade. Como alguns dos plugins, temas e extensões são freemium, não é tão simples identificar o local do problema. Foi na etapa gratuita ou é um erro dentro da versão paga? Essa divisão também está em debate.

Powered by Rock Convert

Ao mesmo tempo, um outro problema foi levantado: os desenvolvedores dos produtos pagos não podem utilizar o WordPress.org para oferecer esse suporte. Alguns profissionais diretamente envolvidos na situação, portanto, começaram a deixar as suas opiniões sobre o tema.

O que está sendo comentado?

Um dos voluntários mais atuante em relação ao debate é Marius L. J., colaborador do WordPress e quem divulgou o tema debatido durante uma reunião da equipe de suporte da empresa. Além de comentar sobre a situação, deixou bem claro qual é a meta da companhia para o problema.

“O nosso objetivo é garantir que clientes pagantes e usuários livres obtenham o melhor suporte possível, daqueles que podem lhe dar. Como os voluntários não têm acesso aos produtos pagos, isto significa que os autores do código são o melhor lugar para pedir, e como os problemas com um problema pago são fechados, é melhor evitar misturá-lo com as características de um plugin ou tema gratuito.”

Ainda sem uma decisão definitiva, Marius publicou que algumas práticas e ações já estão sendo implementadas para melhorar a experiência do usuário com o suporte WordPress. São elas:

  • os autores de plugins ou temas são os mais adequados para determinar se um problema é com sua própria solução paga ou gratuita;
  • se a resposta a um problema beneficiar os usuários livres, ela deve estar disponível nos fóruns;
  • se for um problema de solução paga, fechar o tópico e fornecer uma resposta ao usuário conectando o ao site/suporte oficial do plugin ou tema (este é o processo atual);
  • se os autores que suportam o plugin ou tema não estão encaminhando o usuário para sua própria plataforma de suporte, ela deve ser fechada e o autor informado/avisado;
  • se a questão principal estiver no produto gratuito, o suporte deve ser permitido no WordPress.org, mesmo que o usuário também tenha pago por acréscimos ou similares.

Apesar das discussões em pauta, ainda é muito importante poder contar com a ajuda de quem é especializado no assunto. Afinal, nem todo mundo tem a expertise necessária para gerenciar uma ferramenta como essa. Por isso, descubra como funciona o Suporte WordPress no Rock Stage!

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *