Por Ivan de Souza

Analista de Marketing na Rock Content.

Publicado em 17 de novembro de 2020. | Atualizado em 5 de novembro de 2020


TomCat é um projeto da Apache Software Foundation e foi baixado mais de 10 milhões de vezes. É leve, flexível, de código aberto e tem uma penetração extremamente diversa em toda a infraestrutura de TI.

TomCat é um servlet Java — um tipo de programa em JavaScript que define como essas solicitações de servidor são tratadas. Ele também atua como um ambiente de servidor HTTP para hospedar páginas estáticas, embora ele seja menos eficaz que o Apache ou o NGINX para essa função.

Assim como o WordPress, o TomCat é de código aberto, ou seja, ele é mantido por uma comunidade de desenvolvedores que incrementam as características e eliminam falhas para torná-lo cada vez mais funcional.

A versão mais estável desse contêiner de página de servidor Java é a série 9.0, primeira a oferecer suporte às especificações do Servlet 4.0. Neste artigo, explicamos um pouco mais sobre o TomCat, entre outras informações. Veja, a seguir:

O que é o Apache TomCat?

A primeira referência de servlet de código aberto foi criada em 1995, pelo arquiteto da Sun Microsystems, James Duncan Davidson. Mas o projeto de código aberto do TomCat foi lançado pela primeira vez em 1999.

O TomCat é um projeto de nível superior, já foi baixado mais de 10 milhões de vezes e pode ser usado de várias formas em infraestruturas de TI. Ele vem com o mecanismo Coyote, um servidor da Web que permite aos desenvolvedores conectar uma variedade de aplicativos e recursos Java.

Conforme falamos, o TomCat também cria um ambiente de servidor da Web HTTP no qual o código Java pode ser executado. A sua versão atual é a 9.0.34 (8 de abril de 2020), compatível com Java 8 e posterior.

Como o Apache TomCat pode ser usado?

O TomCat atua como um servidor da Web e um contêiner de Servlet. Ele não fornece o conjunto completo de recursos do Java EE, mas isso não é necessariamente uma desvantagem, uma vez que muitos aplicativos exigem apenas recursos do seu nível.

Ele pode ser usado para rodar aplicativos de produção que processam milhares de solicitações, e fornece um ambiente de servidor da Web HTTP para executar o código Java. Assim, se comporta como um servidor de teste ao suportar o funcionamento de aplicativos que usam JSF 2, servlets / JSP ou outras tecnologias da Web dinâmicas baseadas em Java.

O usuário também pode executar o lado do servidor de aplicativos da Web Java em um TomCat. Por exemplo, um aplicativo que usa servlets, estrutura JSP (JavaServer Pages) ou JSF (JavaServer faces).

Há uma série de outras bibliotecas e estruturas do lado do servidor Java que podem ser executadas nesse servidor da Web. Esses aplicativos da Web também usamHTML, CSS e JavaScript do lado do cliente (e bibliotecas relacionadas), além de servir a páginas da Web, acessar bancos de dados etc.

Como instalar e configurar o Apache TomCat?

O Apache TomCat é uma ferramenta independente de plataforma e exige apenas que o Java (Java Runtime Environment) esteja instalado no dispositivo. Além disso, para o desenvolvimento de aplicações, é necessário ter o JDK (Ambiente de Desenvolvimento Java) instalado.

Para instalar o TomCat, basta fazer o download da versão desejada no site oficial e descompactá-la em seu sistema de arquivos. Ele inclui ferramentas para configuração e gerenciamento, mas também pode ser configurado por meio de arquivos XML.

Em sua configuração mais simples, o TomCat é executado em um único processo de sistema operacional:

  • na tela de informações sobre o TomCat, clique em Next e concorde com os termos de uso do software;
tomcat
  • escolha os componentes de instalação;
tomcat
  • selecione o diretório em que o TomCat será instalado;
tomcat
  • escolha a porta de instalação. Por padrão, a porta deve ser a 8080;
  • escolha um nome de usuário e uma senha para acesso;
tomcat
  • clique em Install;
  • marque ou desmarque as checkbox para iniciar automaticamente o TomCat após a instalação ou exibir a documentação da aplicação;
  • clique em Finish:
  • na Aba General, selecione o tipo de configuração Manual, Automático ou Desabilitado;
  • crie uma variável de ambiente chamada CATALINA_HOME, e cujo campo Valor da Variável deve constar o caminho onde o TomCat foi instalado. Para isso, acesse Painel de Controle > Sistema > Variáveis de Ambiente > Variáveis do Sistema;
  • para verificar se o TomCat foi instalado corretamente, abra o navegador da Internet e digite no espaço da URL “http: // localhost: 8080”. Uma página semelhante à da imagem abaixo aparecerá somente se o Apache TomCat estiver instalado.
tomcat

Dentre os componentes do TomCat, o Catalina é o contêiner Servlet que implementa a especificação para Servlets e JavaServer Pages. Já o Coyote trata de toda a comunicação HTTPe encaminha as solicitações para o TomCat Engine (Catalina).

Powered by Rock Convert

O TomCat também pode ser usado dentro do Eclipse / NetBeans ou outro IDE. Para fazer essa configuração, instale o Java em uma versão acima do 6, descompacte o TomCat e baixe e instale o Eclipse 4.4. Agora, siga os seguintes passos para associá-los:

  • inicie o Eclipse e vá para o Workbench: clique na guia “Servidores” na parte inferior, depois em R> Novo> Servidor> Apache> Tomcat v7.0;
  • navegue até a pasta de instalação do TomCat (por exemplo, C: \ apache-tomcat-7.0.34);
  • clique em OK;
  • ajuste as preferências do Eclipse e aponte para o JDK: Janela, Preferências, Java, JREs instalados;
  • suprima avisos desnecessários sobre classes serializadas: Janela, Preferências, Java, Compilador, Erros / Avisos, altere “Classe serializável sem …” para “Ignorar”.

Quais os diferenciais do Apache TomCat?

Veja algumas características que tornam o TomCat superior em relação a outros sistemas.

É leve

Mesmo com a certificação JavaEE, oTomCat é leve. Ele oferece apenas a funcionalidade mais básica necessária para executar um servidor, o que significa que fornece tempos de carregamento e reimplantação mais rápidos, se comparado com outras aplicações. Essa característica também permite que o usuário crie um ciclo de desenvolvimento mais ágil.

É de código aberto

Por ser de código aberto, o TomCat é gratuito: seu código-fonte está sempre prontamente disponível para qualquer pessoa fazer o download. Além de ser uma especificação que torna o uso da infraestrutura mais escalável.

É flexível

Graças à sua natureza leve, de código aberto e com um conjunto de opções de personalização extensas e integradas, o TomCat é bastante flexível. O usuário pode executá-lo virtualmente de qualquer maneira que escolher, sem comprometer a sua funcionalidade.

Estabiliza o servidor

O TomCat é usado para construir e executar aplicativos de forma a não comprometer a estabilidade do servidor, pois ele funciona independentemente da instalação do Apache. Essa independência permite que mesmo depois de uma falha no TomCat, a execução do servidor não seja comprometida.

Incrementa a segurança

Uma instalação do Apache TomCat junto ao firewall pode adicionar uma camada extra de segurança ao servidor.

É maduro

Como o TomCat é um software de código aberto, mantido por uma comunidade de desenvolvedores, por todos os anos, novas funcionalidades e atualizações são implementadas para torná-lo mais funcional. Por isso, ele é um dos servidores de aplicativos mais estáveis e maduros ​​para o desenvolvimento de software e implantação de aplicativos Java.

É bem documentado

O TomCat tem uma documentação completa e disponível, que inclui tutoriais online e informações que auxiliam nas configurações de inicialização, guias de proteção e segurança e instruções de instalação e configuração de servidor.

Qual a diferença entre o Apache e o TomCat?

O TomCat fornece a funcionalidade JSP, não disponível por meio do servidor Apache HTTPS, que é mais adequado para lidar com conteúdo estático e dinâmico — geralmente baseado em PHP —, mas não tem a capacidade de gerenciar Servlets Java e JSP. Na verdade, o TomCat foi originalmente desenvolvido como um meio de fornecer a funcionalidade JSP que faltava ao Apache.

A melhor parte é que ambos podem ser executados lado a lado para projetos baseados em Java e PHP. Nesse caso, o Apache pode lidar com conteúdo estático e dinâmico e o TomCat pode lidar com o JSP.

Entretanto, o TomCat, sozinho, não é eficiente como um servidor HTTP tradicional. Então, o Apache é uma escolha muito melhor para sites dinâmicos construídos exclusivamente com uma linguagem como PHP. Já para sites totalmente construídos em JSP, o TomCat é a melhor aposta, pois o contêiner de Servlet Java renderiza as páginas da Web que usam codificação de página do servidor Java.

Logo, o TomCat permite um ambiente de servidor Web Java puro, pois reúne tecnologias baseadas em Java para executar aplicativos construídos nessa linguagem de programação. Sua flexibilidade e interoperabilidade também permitem que ele se comporte como um servidor de aplicativos da Web.

Agora que você já sabe as especificações do TomCat, que tal aprender um pouco mais sobre o Apache?

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *