Vendas em e-commerce crescem mais de 40% por conta da pandemia

A pesquisa "Perfil do E-commerce Brasileiro 2020" revelou muitas peculiaridades das lojas virtuais brasileiras.

Atualizado: 12/02/2021
Vender mais em e-commerce

Precisando de conteúdo para sua empresa? Encontre os melhores escritores em WriterAccess!

O resultado de vendas de sites que integram lojas virtuais no cenário brasileiro, segundo a pesquisa “Perfil do E-commerce Brasileiro 2020” realizada pelo BigData Corp em parceria com a PayPal Brasil, alcançou a marca de mais de 1,3 milhão de reais, superando as expectativas e alcançando um crescimento de 40,7% ao ano, um recorde para o setor.

O ritmo acelerado é efeito do isolamento social causado pela pandemia da COVID-19, que antecipou o processo de digitalização das empresas, especialmente as que não puderam manter o contato com os clientes em pontos de venda.

O que diz a pesquisa sobre e-commerce?

A 6ª edição da pesquisa gerou poderosos insights acerca do segmento:

  • 55,68% já adotam meios eletrônicos de pagamento;
  • do total de sites ativos atualmente na Internet, 8,48% são e-commerces;
  • 88,77% das lojas virtuais recebem até 10 mil visitas por mês; já 8,73% correspondem às gigantes do varejo, com mais de meio milhão de visitantes únicos;
  • o portfólio das lojas é limitado a até 10 produtos em 76,55% dos sites, enquanto 11,28% ofertam mais de 100 itens;
  • 76,67% dos produtos oferecidos nos e-commerces brasileiros custam menos de R$ 100;
  • os estados com mais lojas virtuais são São Paulo (58,95%), Rio de Janeiro (6,93%) e Minas Gerais (6,2%);
  • 68,63% das lojas online também usam as redes sociais como ponto de contato com os clientes;
  • o Facebook é o canal preferido dos empresários, usado por 54,18% dos comércios eletrônicos para a promoção dos produtos. Depois dele, o segundo mais usado é o YouTube que cresceu em importância no segmento e está presente em 39,87% das estratégias, seguido pelo Twitter (30,45%), Instagram (21,16%) e Pinterest (4,81%).
  • os empreendedores da Web estão mais preocupados com a segurança dos sites. 88,43% dos sites que incorporam lojas virtuais usam certificado SSL (Secure Sockets Layer) para adicionar criptografia no tráfego de dados entre os clientes e suas empresas;
  • além da segurança, outra preocupação crescente em âmbito virtual é a responsividade. As páginas mobile-friendly — adaptáveis a qualquer tamanho de tela e dispositivo, abrangem 81,96% dos e-commerces do país, um recorde da edição desde o início da pesquisa;
  • o uso de plataformas para o gerenciamento de conteúdoCMS (Customer Management System) — também é heterogêneo: 63,41% usam soluções fechadas, 13,14% utilizam versões abertas e 23,45% não utilizam nenhuma tecnologia para essa função;
  • o local de hospedagem dos sites também varia: mais de 60% são hospedados nos Estados Unidos, enquanto aproximadamente 28% no Brasil e aproximadamente 12% em outros locais;
  • as carteiras virtuais são usadas como modelos de pagamento por 55,68% dos sites;
  • apenas 0,06% dos sites são totalmente acessíveis e integram soluções para a promoção da inclusão de pessoas com deficiência;
  • 92% dos e-commerces funcionam apenas em âmbito virtual;
  • 12,16% usam aplicativos como outra opção de ponto de contato, enquanto 5,73 usam marketplaces como complementação da sua estratégia de venda (dos quais 12,43% estão presentes em mais de um desse tipo de canal de venda).

Qual dado merece destaque no cenário de lojas virtuais?

Além do volume de vendas e o crescimento acelerado apurados na pesquisa, um dado que chama bastante a atenção é a queda do uso de dados para embasar tomadas de decisões gerenciais. O uso de soluções de analytics foi reduzido em 6,4 pontos percentuais em comparação com a ano passado, com uma participação de 48,55%.

Quer participar dessa fatia de mercado e aumentar a rentabilidade da sua empresa na Web? Veja agora como criar uma loja virtual e potencialize os resultados do seu negócio!

Compartilhe
facebook
linkedin
twitter
mail

CONTEÚDO CRIADO POR HUMANOS

Encontre os melhores freelancers de conteúdo no WriterAccess.

CONTEÚDO CRIADO POR HUMANOS

Encontre os melhores freelancers de conteúdo em WriterAccess.

Inscreva-se em nosso blog

Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu email

Compre conteúdo de alta qualidade com a WriterAccess.

Tenha acesso a mais de 15.000 freelancers especializados em redação, edição, tradução, design e muito mais, prontos para serem contratados.

Fale com um especialista e amplie seus resultados de marketing.

A Rock Content oferece soluções para produção de conteúdo de alta qualidade, aumento do tráfego orgânico e conversões, e construção de experiências interativas que transformarão os resultados da sua empresa ou agência. Vamos conversar.