Por Autor Convidado

pela Rock Content.

Publicado em 17 de dezembro de 2020. | Atualizado em 17 de dezembro de 2020


Descubra como atrair leads qualificados para o seu negócio combinando infográficos e a estratégia de visualização de dados. Confira dicas práticas e saiba como utilizá-los de forma estratégica.

“Não conte, mostre” não é apenas uma expressão do mundo do entretenimento — ela é fundamental para o Marketing de Conteúdo e pode ser demonstrada nas visualizações de dados, também conhecidas como infográficos.

À medida que o mundo se torna cada vez mais online, os recursos visuais se tornaram a chave para envolver o público — especialmente porque o cérebro humano processa imagens 60 mil vezes mais rápido que texto. Mas talvez você esteja se perguntando, “por que infográficos”?

Os infográficos são uma excelente ferramenta visual que combina texto, gráficos, imagens, ícones e cores para contar histórias memoráveis sobre uma marca. Esses exemplos de visualização de dados mostram quão poderosos e memoráveis os infográficos podem ser. Eles também permitem às empresas compartilhar histórias atraentes para atrair leads qualificados.

Neste artigo, compartilhamos sete dicas para que você possa criar infográficos de dados que aumentarão o reconhecimento e a receita da sua marca.

1. Use os tipos certos de visualização de dados

Criar infográficos que sejam significativos e fáceis de entender pode ser complicado. Para equipes de marketing sem muita experiência com design, isso pode se tornar um enorme obstáculo.

Mas não precisa ser assim. Primeiro, você precisa entender alguns conceitos básicos, como os tipos de visualizações de dados que estão disponíveis:

  • gráficos;
  • diagramas;
  • mapas.

Algumas dessas categorias individuais também se subdividem em uma variedade de opções. Os gráficos incluem:

  • gráficos de barras;
  • gráficos de bolhas;
  • gráficos de linha;
  • pictogramas;
  • gráficos de pizza;
  • gráficos de dispersão;
  • nuvem de palavras.

Os diagramas também podem ser divididos em:

  • diagramas de espinha de peixe;
  • fluxogramas;
  • mapas mentais;
  • wireframes.

Com tantas opções, escolher o tipo certo torna-se um obstáculo para designers e profissionais de marketing — e isso acontece no início do processo criativo. Então, qual recurso visual você deve usar para o seu infográfico?

Para fazer a escolha certa, você precisa definir o objetivo dos seus dados e da sua história. É assim que você acertará no recurso visual ideal para transmitir sua mensagem com potenciais leads.

2. Gere confiança através da visualização de dados

A confiança é imperativa no marketing — e quando você está compartilhando dados, isso se torna ainda mais importante.

Uma das melhores maneiras de mostrar firmeza aos leads é compilar seus dados a partir de fontes credíveis, imparciais e objetivas. Além disso, verifique pelo menos duas fontes adicionais para garantir que os estudos possam ser replicados.

Outra maneira de demonstrar confiabilidade é visualizando seus dados corretamente. 

Veja como evitar distorções nos dados e fazer com os que os usuários não percam a confiança na sua marca:

  • inclua uma escala para seus dados. Dessa forma, suas informações não serão distorcidas;
  • não inicie sua linha de base em pontos acima de zero;
  • não distorça o tamanho dos eixos;
  • inclua ambos os eixos no gráfico;
  • evite selecionar os dados para se adequarem à sua mensagem;
  • escolha os gráficos certos para seus dados;
  • atenha-se às normas de visualização às quais seus leads estão acostumados.

Seguir esses pontos facilitará a criação de infográficos que inspiram confiança.

3. Mantenha sua visualização de dados simples

Os designers geralmente ficam tentados a criar infográficos complexos — quando há muitos dados para compartilhar, projetar um gráfico em várias camadas pode parecer a melhor opção.

Mas essa não é a melhor maneira de abordar esse desafio. De acordo com um estudo sobre tendências de design gráfico, as visualizações de dados infográficos simples são a norma.

Isso ocorre porque dados complexos devem ser simplificados para o público — se o design for complicado, as pessoas não o entenderão.

Os usuários levarão mais tempo decifrando do que entendendo os dados, o que inevitavelmente os levará a ignorar seu conteúdo.

Uma visualização de dados deve se sustentar por conta própria — apenas olhando para ela, qualquer pessoa deve ser capaz de entender as informações e o que os dados significam.

Embora você possa escrever um artigo só sobre sua metodologia, seus dados não devem precisar de informações adicionais para torná-los compreensíveis.

Com um visual simples, você pode fazer exatamente isso e atrair clientes potenciais para sua marca a fim de aumentar as conversões.

4. Limite o texto na visualização de dados

O que é ótimo sobre os infográficos é que você pode combinar texto e recursos visuais para compartilhar uma história complexa. Mas quando isso não é feito da forma correta, você acaba adicionando muito texto para explicar sobre o que é o gráfico.

Se você quiser que as pessoas leiam seu gráfico, talvez seja melhor escrever um texto ou post de blog.

O objetivo da comunicação visual é criar conexões entre dados e compartilhar informações com um público tão amplo quanto possível. Se seus gráficos não dão conta disso sozinhos, é sinal de que você não escolheu os tipos certos ou está tentando compartilhar mais dados que o necessário.

Torne seus dados simples e fáceis de consumir, especialmente se estiver tentando alcançar vários leads com um único gráfico. A melhor maneira de fazer isso é usando menos texto e visuais mais relevantes, como ícones, imagens e ilustrações.

Tipografia e texto devem ser incluídos em último caso — apenas quando um visual não puder transmitir um ponto de dados. Essa é a melhor maneira de atrair leads e aumentar as conversões.

Infográficos interativosPowered by Rock Convert

5. Usando cores na visualização de dados

As cores são uma parte importante dos recursos visuais — elas servem para múltiplos propósitos e oferecem aos profissionais de marketing e designers uma variedade de opções para compartilhar seus dados. No entanto, eles precisam ter cuidado ao incorporar cores em seus infográficos.

Só porque temos acesso a uma grande variedade de cores, não significa que devemos usar todas elas. Sua paleta deve incluir de três a cinco cores, no máximo: apenas o suficiente para criar conexões e transmitir as informações necessárias.

Do contrário, seu infográfico ficará sobrecarregado.

Tenha a identidade visual da sua marca em mente ao escolher as cores — evite escolher uma paleta semelhante à de um concorrente. 

Outras boas opções são usar diferentes tons de uma mesma cor ou reduzir a transparência das cores para dar aos seus visuais mais alcance. Lembre-se de que as cores devem ter um propósito dentro do seu design: transmitir informações ou evocar um sentimento específico no usuário.

As cores já têm um papel a desempenhar na sociedade — o verde significa “avançar” ou “natureza”, enquanto o vermelho está associado a “alerta” ou “perigo” e o azul faz com que as pessoas pensem em “frescor” ou “serenidade”. Observe como as cores são percebidas pelos usuários antes de incluí-las em seus infográficos.

Além disso, tenha em mente que as cores suaves têm estado em alto nos últimos dois anos, uma tendência que ainda não mostrou sinais de desaceleração. A paleta do seu infográfico deve ser suavizada — cores brilhantes e ousadas parecerão chocantes demais para o público.

6. Crie hierarquias na sua visualização de dados

Seu infográfico precisa ter uma hierarquia visual. Isso ajudará os usuários a acompanhar sua história da maneira como você quer contá-la.

A hierarquia visual é um componente essencial da comunicação, pois as pessoas atribuem contexto e importância aos padrões que observam.

Idealmente, os usuários devem encontrar correlações em seus dados através do próprio infográfico — e você pode fazer isso criando uma hierarquia nítida:

  • usando diferentes tons de cor;
  • diminuindo tamanhos de fonte;
  • agrupando elementos relacionados;
  • jogando com a posição do texto e dos elementos visuais;
  • criando elementos com estilos diferentes.

Os usuários podem inferir os resultados da pesquisa apenas observando o infográfico — eles não precisam de nenhuma explicação adicional.

Esse deve ser o seu objetivo ao criar hierarquias visuais em um infográfico — garantir que os usuários entendam as correlações entre os dados rapidamente.

7. Destaque informações na sua visualização de dados

Ao criar um recurso visual, você precisa destacar os principais dados em vez de fazer seus usuários procurarem por eles. Isso é particularmente importante quando você tem dados complexos ou inúmeras porcentagens e valores a compartilhar.

Pode ficar confuso para os leitores se você não chamar a atenção para as informações pertinentes. Uma maneira de fazer isso é usando ícones, uma ótima ferramenta para contar histórias.

Quando combinados a legendas, os ícones também destacam dados importantes nos recursos visuais. Lembre-se: quando você está tentando atrair leads, os dados que você compartilha devem ser relevantes para eles.

Reunir e construir uma história em torno de dados leva tempo: garanta que seus usuários entendam seu infográfico sem dificuldades.

Destacando os componentes-chave no gráfico, você atrai o interesse do seu público e impulsiona seus leads.

Entenda a história por trás das suas visualizações de dados

Criar ótimas visualizações de dados infográficos pode ser um desafio. Mas quando feito corretamente, os infográficos podem atrair leads e aumentar as taxas de conversão.

Vamos relembrar as sete maneiras pelas quais a visualização de dados pode aumentar a conscientização da sua marca:

  • escolha os tipos certos de gráficos;
  • gere confiança nos leads;
  • mantenha os visuais simples;
  • limite o texto nas imagens;
  • use cores com parcimônia e cuidado;
  • crie uma hierarquia de dados;
  • destaque as informações principais.

Com essas dicas, sua equipe de marketing e design reunirá dados e criará infográficos que atrairão o público certo para a sua marca.

Este conteúdo foi produzido pela Venngage, plataforma de design simples para fazer infográficos para empresas.

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *