Webmail: saiba o que é, como usar e como criar o seu agora mesmo

O webmail é um serviço de email em que todas as informações são armazenas em nuvem, em vez de ficar disponíveis apenas no hardware em que o sistema foi instalado. Com isso, se tornou um grande impulsionador da flexibilidade empresarial, já que o conteúdo fica acessível em qualquer dispositivo.

webmail

    Webmail é um serviço de email baseado em cloud, ou seja, o servidor disponibiliza as informações em nuvem para que o usuário acesse o conteúdo de qualquer hardware, lugar do mundo e horário. Essa alta disponibilidade de uso é imprescindível em contas corporativas e pode ser facilmente disponibilizada em um serviço de hospedagem WordPress.

    Por isso, o webmail deve ser personalizado, ou seja, ser nominal, em vez de conter uma extensão genérica, como Hotmail, Gmail ou Yahoo. Não ter um nome de domínio que permita maior credibilidade no ambiente de negócios também pode ser entendido como falta de profissionalismo.

    Se você precisa contar com a flexibilidade de um serviço de email altamente acessível e ainda sabe a importância de customizar o seu endereço de contato profissional, continue e leitura. Neste artigo, explicaremos:

    • O que é um webmail?
    • Quais as diferenças entre email e webmail?
    • Por que usar um webmail?
    • Como criar um webmail?

    O que é um webmail?

    O webmail é um serviço de correio eletrônico que pode ser acessado por qualquer navegador da web conectado à Internet. Todos os emails, serviços de calendário e contatos são hospedados nos servidores online do provedor de serviços contratado.

    Tudo o que o usuário precisa fazer é encontrar um dispositivo (computador, tablet, smartphone) conectado à rede. Portanto, o webmail é indicado para usuários que demandam maior flexibilidade.

    Existem serviços de webmail gratuitos e pagos, especialmente aqueles que integram pacotes de provedores de hospedagem, chamados host. Algumas das opções gratuitas mais populares são o Gmail, do Google, o Outlook.com, da Microsoft, e o Yahoo Mail.

    Para se diferenciar no mercado, essas empresas disponibilizam, além do serviço de correio eletrônico, outras soluções complementares: o Gmail, da Google, que gerencia a ferramenta Blogger para criação de blogs e landing pages, oferece o Google Talk, por exemplo. Já o Outlook.com tem como diferencial o Skype Instant Messenger.

    Quais as diferenças entre email e webmail?

    Diferentemente do webmail, o serviço de email fica disponível na área de trabalho do usuário e permite o acesso ao conteúdo pelo hardware em que foi instalado. Assim, não é necessário login pela web, a menos que haja necessidade de atualizar o recebimento e envio de conteúdo.

    Os emails estão vinculados a contas por meio do endereçamento POP3 ou IMAP. Isso significa que eles podem lidar com emails de contas com ISPs e outros serviços que não são de webmail.

    Os usuários ainda têm acesso a catálogos de endereços e recursos de bate-papo, mas em uma escala mais avançada: com o benefício adicional de criptografia extra e um nível de segurança mais elevado. Quaisquer novos emails são entregues pelo servidor do provedor contratado, por meio do agente de transferência, e armazenados no hardware.

    Assim também acontece com a correspondência enviada. Um exemplo desse modelo de serviço é o Microsoft Outlook, que integra os aplicativos do pacote da Microsoft Office (Word, Excel, PowerPoint etc.).

    Diferenciais do webmail

    No serviço de webmail, as atualizações do sistema acontecem de forma mais rápida, o que não ocorre com o serviço de email, que pode demandar anos até que todas as atualizações sejam lançadas e baixadas. A acessibilidade também é um diferencial: poder consultar o conteúdo a partir de qualquer dispositivo é muito importante para certas pessoas.

    Alguns provedores de email usam IMAP, ideal para sincronização entre computadores, o que não ocorre quando a configuração é em POP, que não tem conduz bem essa função. Independentemente disso, o serviço mais indicado para aqueles com uma rotina de trabalho mais ativa é o de webmail.

    Apesar de ser menos vulnerável a ataques e intrusões, o serviço de email legado é menos seguro quanto à perda de dados. Isso, devido ao fato de os clientes de email salvarem todos os emails (enviados e recebidos) no próprio computador: se acontecer um erro de software ou hardware, que não dê tempo ou condição para que os emails sejam devidamente copiados, existe um sério risco de todos eles serem perdidos.

    Em suma, os serviços de webmail e email são basicamente os mesmos: enviar e receber correspondência eletrônica, anexar arquivos, acessar um calendário e armazenar uma lista de contatos para promover a comunicação entre diferentes usuários e facilitar a organização de rotinas de trabalho. No entanto, eles têm duas diferenças importantes: a forma como são acessados e como os emails perdidos são recuperados.

    Como discutido anteriormente, o webmail é acessado apenas por navegadores da web, enquanto o email tradicional é conectado por meio de programas da área de trabalho. Se um email for perdido em uma conta de webmail, é preciso entrar em contato com o próprio provedor de serviços, já que o conteúdo é armazenado em seus servidores em nuvem, cujo acesso fica restrito.

    Muitas empresas disponibilizam ferramentas próprias de recuperação para que o usuário consiga resolver a demanda sozinho. Já em serviços de email, basta contatar uma empresa de recuperação de dados ou baixar um aplicativo apropriado para reaver o conteúdo. Possivelmente, ele estará no próprio computador, desde que esse dispositivo esteja em perfeitas condições. Caso contrário, todo o conteúdo pode ter sido perdido de forma definitiva.

    Por que usar um webmail?

    Abaixo, estão os motivos pelos quais um endereço de webmail profissional é mais indicado:

    • permite acessar sua caixa de entrada de qualquer dispositivo conectado à Internet, de qualquer lugar do mundo;
    • um endereço de email profissional personalizado aparenta ser mais confiável;
    • como a extensão do endereço é o nome da empresa, o restante se torna mais fácil de guardar;
    • é mais fácil criar um endereço com seu nome próprio;
    • ajuda a conquistar a credibilidade do cliente;
    •  o envio de emails com um nome comercial permite promover a marca a cada correspondência enviada.

    Como criar um webmail?

    Para obter um endereço de email personalizado, é necessário pagar pelo serviço. O motivo é simples: a extensão escolhida será de sua propriedade, ou seja, ninguém mais poderá ter um correio eletrônico como o seu. Veja as etapas desse processo, a seguir.

    Encontre um domínio

    Para obter um endereço de email com domínio personalizado, é necessário registrar o seu. Isso também significa que você limitará o uso daquele nome somente para suprir suas demandas. Antes de fazer esse registro, é preciso consultar a viabilidade do nome escolhido.

    Se um domínio já estiver registrado, você não poderá comprá-lo. Logo, não será possível enviar correspondências a partir desse nome específico e você precisará escolher uma nova opção. Nessa busca, lembre-se de que o email também não precisa necessariamente terminar em “.com”.

    No site Registro.br é possível pesquisar essa viabilidade do nome de domínio.

    Se o nome de domínio já tiver sido registrado por outra pessoa, você pode tentar negociar com o comprador, mas esse processo acontece de forma independente, é demorado e pode ser muito oneroso. Caso não tenha tanta importância, você poderá mudar de ideia. O site também sugere algumas variações disponíveis.

    Adquira um serviço de hospedagem de sites

    Depois disso, você precisará de um provedor de serviços de email. Existem soluções diferentes, mas a mais fácil consiste em contratar um serviço de hospedagem que disponibiliza essa opção. Algumas empresas de hospedagem de sites e WordPress oferecem recursos gratuitos de email profissional como parte do pacote. Em outros casos, será preciso pagar um pouco mais por isso.

    Normalmente, o custo de um nome de domínio é pago anualmente e o valor da hospedagem independe desse pagamento, podendo variar de acordo com a empresa e os diferenciais de cada plano oferecido. Depois de escolher seu nome de domínio, você precisará adicionar as informações da sua conta e finalizar as informações do pacote para concluir o processo.

    Gerencie sua conta de email

    O processo de criação de um email com domínio personalizado é praticamente o mesmo para todas as empresas de hospedagem — Hostgator e Godaddy, por exemplo. A maioria dessas empresas usa o cPanel como painel de controle das configurações e visualização de informações.

    Depois de ativar os serviços de hospedagem, os usuários podem criar e gerenciar contas de email no cPanel:

    1. faça login no cPanel e, na seção “email”, clique em “contas de email”;
    2. digite os detalhes da sua conta para criar uma conta de email. As informações solicitadas serão, basicamente, o nome da sua conta, a senha para acesso e a capacidade de armazenamento desejada;
    3. depois de clicar no botão “criar conta”, a conta de email relacionada será criada e você verá a mensagem “sucesso”. Clique no link “visualizar” da mensagem ou acesse a página de gerenciamento de contas de email na guia “contas de email” para administrá-la;
    4. clique em “acessar webmail” e depois em “ações” para acessar a conta de email criada;
    5. na página exibida, você pode selecionar entre três plataformas diferentes para acessar seus emails;
    6. após o primeiro login na conta de email, algumas informações da conta serão solicitadas.

    Após a conclusão das etapas mencionadas, você deverá ver uma página que confirma que a conta de email criada já está ativa. É possível acessar as contas de webmail ao digitar seu nome de domínio na barra de URL, webmail.seudominio.com, por exemplo.

    Uma página de administração da conta aparecerá e, após solicitar o login, disponibilizará detalhes como itens na caixa de entrada, emails enviados e outros serviços.

    O webmail é um serviço mais flexível, usado por pessoas que desejam se comunicar ou organizar sua rotina de trabalho, de qualquer lugar com conexão de Internet e por meio de qualquer dispositivo. Ao ser personalizado, com um nome de domínio próprio, o endereço ajuda a aumentar a confiabilidade dos usuários que recebem mensagens do remetente, especialmente, se ele for responsável por uma empresa, desde redes varejistas ao pequeno e-commerce.

    O processo é totalmente seguro, uma vez que os servidores disponibilizam as informações apenas às pessoas devidamente cadastradas para o acesso. Mas para garantir ainda mais confidencialidade às atividades relacionadas ao serviço, é desaconselhável utilizá-lo a partir de um hardware público, já que isso pode comprometer a segurança da conta.

    Além disso, o usuário precisa estar atento ao espaço de armazenamento disponibilizado, que pode ser limitado, dependendo do plano escolhido.

    O WooCommerce é um plugin da plataforma CMS (Content Management System) e uma solução de e-commerce completa para o WordPress. Se você tem um comércio digital, além de precisar de um domínio próprio e uma conta de email corporativa com maior capacidade de armazenamento e desempenho, também deverá entender essa ferramenta para alavancar o seu negócio.

    Conheça um pouco mais sobre o WooCommerce e veja como esse plugin pode melhorar os resultados do seu e-commerce!

    Compartilhe
    Ivan de Souza Rock author vector
    Editor-chefe internacional da Rock Content e consultor de marketing digital, fascinado por marketing de conteúdo e admirador da cultura japonesa.

    Inscreva-se em nosso blog

    Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu email

    Quer receber mais conteúdos brilhantes como esse de graça?

    Inscreva-se para receber nossos conteúdos por email e participe da comunidade da Rock Content!

    Nosso site é otimizado para cada país em que operamos.

    Ir para site em Português ->