Freelancer full time: como saber se você pode deixar o emprego CLT

É natural sentir medo ao deixar o emprego CLT. Então, use esse sentimento para redobrar os cuidados ao passar a ser freelancer full time.É natural sentir medo ao deixar o emprego CLT. Então, use esse sentimento para redobrar os cuidados ao passar a ser freelancer full time.

Trabalhar como freelancer full time

Você deseja trabalhar apenas como freelancer, mas tem medo de deixar o emprego CLT. Acertamos? Esse sentimento é comum e natural, já que o trabalho fixo e formal oferece mais estabilidade, certo? Não necessariamente. Afinal, é possível passar por demissões a qualquer momento, principalmente em períodos de crise.

Porém, ao trabalhar apenas como freelancer a tendência é que a mentalidade do profissional seja mais preparada para evitar instabilidades. Mas, claro, para chegar nesse estágio é preciso de muita preparação, autoconhecimento e identificar o momento certo. 

Além disso, também é válido considerar que essa escolha não precisa ser para sempre. Se futuramente você, por algum motivo, almejar voltar para o regime CLT, não existem impedimentos. Seja qual for a sua decisão, é sempre importante descobrir quando fazer isso.

Parece difícil? Não se preocupe! Continue a leitura e saiba quais pontos analisar para fazer uma escolha acertada!

Por que torna-se um freelancer full time?

Ao se deparar com uma decisão é natural que você pense nos prós e nos contras dela. Por isso, é importante conhecer os motivos para se tornar um freelancer full time. Acompanhe!

Ter horários flexíveis 

Normalmente, quem trabalha no regime CLT precisa cumprir diariamente os mesmos horários. Eles costumam ser de 8h às 18h, com intervalo para almoço. Por outro lado, no trabalho freelancer a sua agenda é construída de forma flexível, conforme as suas demandas.

Esse ponto tende a ser mais interessante para quem tem filhos pequenos, por exemplo. Isso porque se torna mais fácil adaptar os horários de trabalho com os da escola, creche ou demais cuidados. Pais e mães que não têm flexibilidade de horário, como na CLT, sentem falta de ficarem mais próximos dos filhos. 

Inclusive, em muitos casos, a opção mais válida é deixar o trabalho para conseguir lidar com tais demandas. A mesma lógica serve para quem precisa cuidar de pessoas próximas adoentadas ou participar presencialmente de aulas do curso superior ou mestrado. 

Além disso, você simplesmente pode não ser uma pessoa que gosta de acordar cedo e dormir tarde. Confere? Nesse caso, a flexibilidade de horários permite que o trabalho seja iniciado na parte da tarde ou noite, por exemplo. Tudo isso também beneficia a sua qualidade de vida.

Desenvolver networking 

O networking é fundamental para a evolução de qualquer profissional. Apesar disso, ficar por muitos anos no mesmo emprego CLT, nem sempre favorece isso. Afinal, o seu ciclo profissional não tende a ter muitas mudanças. 

Por outro lado, a ideia de ser freelancer também envolve trabalhar com diferentes profissionais. Isso porque é necessário prospectar clientes, responder outros que entram em contato etc. Naturalmente, nem todos eles contratam seus serviços. Mas você já fica conhecido para uma possível oportunidade futura. 

Para isso, pode ser necessário redobrar os esforços para construir relações. Entretanto, essa é uma maneira de sair da zona de conforto e deixar a timidez ou a insegurança de lado. Todos esses fatores também são essenciais para o desenvolvimento profissional e aumento da confiança no seu potencial.

Além disso, muitos trabalhos freelancers podem ser executados apenas remotamente e para pessoas de diferentes localidades geográficas. Isso contribui para que pessoas mais introspectivas desenvolvam networking sem precisar lidar presencialmente com outros profissionais. 

Esse ponto não parece positivo para você? Não se preocupe. Inúmeras cidades brasileiras oferecem coworking como um espaço de convívio de diferentes trabalhadores. Assim, você pode desenvolver o networking, ou até mesmo amizades, mesmo como freelancer. 

Aumentar da produtividade

Possivelmente, você já se frustrou algumas vezes pela reunião que poderia ter sido um e-mail, um trabalho presencial que poderia ser remoto etc. Afinal, situações como essas diminuem a produtividade e não otimizam o tempo. 

O mesmo problema tende a ocorrer pela quantidade de colaboradores no mesmo escritório, o que perturba a paz de algumas pessoas. Isso porque surgem conversas paralelas, barulho de outros indivíduos, entre e sai de profissionais etc.

Isso causa incômodo? Então, deixar o emprego CLT e trabalhar como freelancer pode ser a melhor escolha. De qualquer maneira, o aumento da produtividade só ocorre com muita organização e planejamento. 

Ainda assim, se livrar de situações que poderiam ser um problema para você já é um passo importante. Assim, é possível produzir mais e em menos tempo. Isso pode sinalizar um tempo extra ganhado para aproveitar a família e os amigos. E, ainda, um tempo adicional para ser mais remunerado.+

planner-2022

Elevar os conhecimentos

Outra vantagem de ganhar mais tempo no trabalho como freelancer full time é usar isso para aumentar os conhecimentos na área. Afinal, quantas vezes você não reclamou que não tem tempo para se reciclar profissionalmente porque os horários do trabalho fixo não favorecem? 

Além disso, lembra quando falamos que freelancer precisa sempre se motivar a sair da zona de conforto? Isso inclui buscar novos conhecimentos. Ao fazer isso, é possível se diferenciar no mercado e propor um orçamento mais elevado. Desse modo, fica mais fácil conseguir clientes e manter um bom fluxo de demandas.

Por que dá tanto medo deixar o emprego CLT para tornar-se freelancer full time?

 Sair da zona de conforto nem sempre é fácil. Isso contribui para explicar o medo das pessoas de deixar o emprego CLT para virar freelancer full time. Entretanto, não pense que esse universo é formado majoritariamente por aventureiros e quem não tem medo de instabilidade. 

É natural sentir medo de fazer essa escolha, mas existem maneiras de minimizar os riscos. Isto é, você já tentou fazer investimentos financeiros para aumentar a renda? Esse processo é vantajoso, mas envolve riscos. Então, se você não tem tolerância para eles, pode escolher alternativas menos arriscadas, mas, ainda assim, investir. 

Por exemplo, alguns dos principais medos de largar o regime CLT é perder os benefícios. Isso inclui férias remuneradas, 13º salário, horas extras etc. Porém, conforme mencionado, é possível perder isso a qualquer momento com uma demissão repentina. 

Logo, quem decide ser freelancer full time deve se preparar para as incertezas existentes. Um dos pontos mais positivos disso é entrar nesse modelo de trabalho ciente da necessidade de se planejar financeiramente. Isso nem sempre ocorre com quem é CLT, o que favorece o surgimento de dúvidas, por exemplo. 

Como saber se é o momento certo para tornar-se freelancer full time?

Você já entendeu por que existe tanto medo em deixar o emprego CLT. Mas esse sentimento não é necessariamente ruim, já que ajuda em uma transição mais segura para ser freelancer full time. Decidir qual é o momento ideal para isso não é fácil e varia para cada pessoa. Assim, é válido responder algumas perguntas para pensar sobre isso. Confira!

Está preparado para, às vezes, quebrar a rotina de 40 horas semanais? 

Ao responder essa pergunta, pense na sua segurança financeira, saúde mental e disposição física. Isto é, em alguns dias da semana é possível que você precise trabalhar por mais tempo e até em finais de semana. Porém, isso não é uma regra, depende dos objetivos financeiros e profissionais de cada pessoa. 

Normalmente, isso tende a ocorrer apenas nos primeiros meses como freelancer full time, até que você se adapte ao novo formato. De todo modo, lembre-se de que também existe a possibilidade de trabalhar menos horas diárias e usar o tempo livre como desejar. 

Está em paz com o fato de que a jornada é um eterno aprendizado?

Quando se fala em aprendizado constante, isso não envolve apenas questões voltadas para sua área. Se refere a planejamento financeiro, gestão de tempo, atendimento ao cliente, marketing pessoal etc. Afinal, você se torna o seu próprio chefe e precisa ter muito mais disciplina que antes para manter tudo sob controle. 

Entretanto, não é necessário se tornar um especialista em outras áreas, apenas conhecer os aspectos mais relevantes. E ainda, ter outras pessoas no mesmo barco que você, como um parceiro amoroso, ajuda a tornar a transição mais tranquila. 

Está preparado para encarar suas finanças?

É possível ganhar mais como freelancer full time do que no emprego CLT. Contudo, isso não ocorre da noite para o dia e nem para todos os profissionais. É preciso ter muita disciplina e planejamento financeiro

Considere que boa parte dos ganhos devem ser alocados para saúde, férias, impostos como o MEI etc. Essa etapa era realizada pelas empresas no regime CLT. No formato freelancer, a responsabilidade disso passa a ser sua, o que exige cuidados.

Como dar os primeiros passos para tornar-se um freelancer full time?

Se a maioria das suas respostas anteriores forem positivas, é provável que você esteja pronto para tornar-se freelancer full time. Para isso, é importante seguir algumas recomendações, como:

  • crie um portfólio nas redes sociais certas (como um LinkedIn) ou até mesmo em um website;
  • defina o seu objetivo (como ganhar mais, ter horários flexíveis etc.) para entender o que deve priorizar;
  • conheça a sua realidade para entender como trabalhar e manter uma rotina saudável sem comprometer suas demandas;
  • se organize e tenha disciplina redobrada, isso inclui definir horários de trabalho, local etc.;
  • avalie a necessidade de criar um CNPJ para formalizar o trabalho e obter segurança jurídica.

Então, conseguiu decidir se é o momento de deixar o emprego CLT? As dúvidas e angústias são naturais, mesmo após as informações absorvidas. O importante é transformar esse conhecimento a seu favor e tomar a melhor decisão. Lembre-se que isso varia para o perfil e objetivos de cada pessoa. Então, avalie os prós e os contras.

Que tal se aprofundar no assunto para fazer uma escolha mais segura? Baixe o nosso e-book sobre como profissionalizar a sua carreira freelancer e fique por dentro!

Compartilhe
facebook
linkedin
twitter
mail
Briefing

Laura Ribeiro

Copyediting

Thiago Murça

Gostou deste conteúdo?

Envie-o para seu e-mail para ler e reler sempre que quiser.

Posts Relacionados

Entenda como selecionar artigos e montar um fluxo de nutrição

alt Redator Rock Content
abr 15, 18 | Leitura: 9min

6 estratégias de escrita que aumentam o tráfego dos blogs

alt Redator Rock Content
jul 20, 16 | Leitura: 5min

Saiba como começar uma redação e tornar sua escrita mais fácil

alt Débora Passarelli
maio 24, 21 | Leitura: 6min

Os melhores conteúdos para sua carreira freelancer, direto na sua caixa de entrada

Inscreva-se para receber no e-mail conteúdos exclusivos e em primeira mão.