planejamento de redes sociais

Planejamento de Redes Sociais: passo a passo para gerar resultados

Realizar um planejamento para redes sociais é essencial para aproveitar todo o potencial que as mídias digitais oferecem. Entenda como criar uma estratégia, produzir conteúdos e analisar resultados.

As redes sociais, muitas vezes, têm seu potencial deixado de lado em muitas estratégias de marketing.

O uso desestruturado destes canais traz a falsa sensação de que eles não trazem retorno, enquanto empresas que sabem como utilizar as redes saem na frente!

Elaboramos este conteúdo para você que quer sair na frente com um plano de redes sociais eficiente!.

Acompanhe o passo a passo deste conteúdo, que vai te ensinar a realizar um planejamento para redes sociais do início, passando por todos os pontos importantes e deixando sua estratégia preparada para gerar resultados!

Por que realizar um planejamento

Além do fator comentado de explorar ao máximo o potencial das redes sociais, criar um planejamento também pode te ajudar na sua rotina de profissional de marketing. Com um plano elaborado fica muito mais simples executá-lo, otimizando seu tempo.

Somado a isso, com uma frequência de postagens definida, você permite uma maior fidelização da sua audiência e o agendamento prévio de posts.

Um dos fatores-chave na hora de buscar planejamento está na previsibilidade, tanto da execução do plano (a hora de colocar as coisas em prática fica mais simples e exige menos esforço criativo constante) quanto de resultados, já que é possível começar a realizar projeções de resultados.

Partindo destes fatores que vão facilitar sua rotina e aumentar seus resultados, separamos três tópicos que abrangem as etapas necessárias para a preparação de um plano eficiente.

Criando uma estratégia

Neste primeiro momento, antes de começar a criar conteúdos ou medir resultados, é essencial que você construa as bases para sua estratégia.

Tenha em mente que seu plano vai ser moldado pelos seus objetivos que você definir neste primeiro momento.

como criar uma estratégia para redes sociais

Estabelecendo um caminho

Toda estratégia precisa de um norte, um caminho para qual seguir. E com redes sociais não seria diferente.

Um dos grandes erros que as empresas cometem ao utilizar estes canais na estratégia de conteúdo, está em não focar diretamente em um objetivo para os canais.

Assim, existe uma constante impressão de que nada dá resultados e, muitas vezes, uma visão oscilante que altera os objetivos das redes sociais com frequência.

Para estabilizar esta busca por números satisfatórios, é necessário partir para o primeiro passo de um planejamento que é definir qual vai ser o foco das suas redes sociais.

Esta é uma parte crucial do processo que vai guiar sua leitura das métricas, que são dúvidas frequentes quando se trata de redes sociais. Vamos falar sobre isso na terceira parte deste processo.

Não sabe dizer exatamente qual foco gostaria de adotar para sua estratégia? Sem problemas! Vamos listar alguns exemplos de abordagens possíveis para que você possa tirar alguns insights.

Alguns objetivos possíveis:

  • percepção de marca;
  • base de contatos para venda;
  • suporte ao usuário;
  • vendas diretas;
  • tráfego do seu blog.

Estas são tópicos que podem te ajudar a pensar na realidade da sua marca e traçar seu principal foco. Esses objetivos variam muito de acordo com o ramo de atuação e não precisam ser estáticos.

Depois de um período utilizando sua estratégia, pode ser que ela não faça mais sentido para seu momento de marca. Então é interessante voltar nesta primeira parte da estratégia para repensar mudanças no seu mindset.

como criar uma estratégia para redes sociais

A Netflix, por exemplo, utiliza as redes para, além de outros fatores, aumentar a percepção de marca. Sendo assim, não é tão frequente ver a empresa vendendo seu serviço diretamente nestes canais.

Netflix no Instagram

Já marcas que comercializam produtos, como a Amaro, usam seus canais para mostrar seus produtos e gerar vendas!

Amaro no Instagram

Conhecer as necessidades do seu negócio facilita o processo de estabelecer qual direção suas redes sociais devem seguir.

Foco definido, qual o próximo passo?

Definindo KPIs

Neste passo é hora de colocar seus objetivos de uma maneira mais prática. A pergunta que você deve se fazer é: como medir se estou conseguindo alcançar meu objetivo?

É importante olhar para números que estejam diretamente relacionados à resposta para a questão relacionada ao seu foco.

Como exemplo você pode pensar que se o objetivo for aumentar a percepção de marca, KPIs (Indicadores Chave de Performance) como número de menções a sua empresa em redes sociais, o engajamento da sua audiência com a página e o alcance das suas publicações podem ser números que vão te guiar.

Já no caso de gerar vendas, é possível olhar para o número de leads gerados por estes canais. E, dependendo do seu ramo de atuação, vendas direto pelas mídias sociais.

Acompanhar estes números continuamente vai ser o que dita se sua estratégia está sendo bem-sucedida ou não, e fará toda diferença para transformar seus perfis em geradores de resultados.

Otimizando seu perfil

Um passo que pode passar batido na sua rotina de marketing é a otimização dos seus canais para proporcionar a melhor experiência possível para seus clientes.

Suas redes sociais estão todas dentro da identidade visual da empresa?

Sua descrição, bio, e sobre dos perfis estão atualizados, com links corretos e pensados da melhor forma para gerar os resultados que você busca com as redes (tráfego no blog, venda de serviços etc)?

Garantir uma boa impressão e consistência nos seus perfis é o primeiro passo para que seus seguidores enxerguem seu negócio da maneira como você deseja.

Afinal, os perfis nestes canais são praticamente as novas vitrines de marcas, em que sua empresa combina o que quer mostrar da maneira mais atrativa possível.

Depois de decidir esta parte primária, chegou a hora de passar para a segunda etapa deste processo de construção estratégica, já relacionada diretamente ao conteúdo.

Produzindo o conteúdo

Agora que você já estabeleceu a base da sua estratégia, é possível começar a olhar para os conteúdos que vão ser compartilhados em cada rede.

Além disso, frequência e formato de postagem em cada rede também devem ser visadas nesta etapa do processo.

Muitas vezes, as empresas não dispõem de uma equipe destinada a cuidar da estratégia de redes sociais, mas, mesmo assim, é interessante que algumas adaptações sejam feitas na hora de compartilhar seu conteúdo pelos diferentes canais.

como criar uma estratégia para redes sociais

Frequência em cada rede

Abaixo você pode conferir uma lista elaborada pela Sprout Social que mostra a média de postagens para perfis em cada uma das redes sociais

  • Facebook: 3 a 10 vezes por semana;
  • Twitter: pelo menos 5 vezes por dia;
  • LinkedIn: 2 a 5 vezes por semana;
  • Pinterest: 5 a 10 vezes por dia.

É importante ressaltar que essa tabela serve de guia, mas não precisa ser uma regra. Se você produz conteúdos que se encaixam perfeitamente no formato do LinkedIn, não deixe de compartilhá-los!

E se sua empresa não dispõe de tempo para tornar suas postagens totalmente adaptadas, tente fazer pequenas mudanças na linguagem ao alternar entre os diferentes canais. Adequar seu texto já pode fazer bastante diferença!

Reutilizando o conteúdo que você já produz

Antes de passar para novas ideias de conteúdo, você precisa ter em mente que, mesmo que suas redes sociais não sejam orientadas por uma estratégia consistente hoje, com certeza existem postagens que já performaram bem.

Pensando nisso, faça um levantamento nos seus perfis de quais conteúdos tiveram um desempenho acima da média. Tente entender o que chama a atenção da sua audiência.

Estas postagens podem ser repetidas na hora de criar seu calendário de conteúdo.

Você também pode se inspirar nelas para criar coisas novas, seja falando do mesmo assunto, seja utilizando imagens semelhantes e call to actions repetidos.

Pensando em novas possibilidades

O seu principal objetivo foi identificado, agora você precisa produzir novos conteúdos para alcançá-lo, certo? Uma ótima maneira de fazer isto é realizando brainstorms com uma equipe que pode ajudar a elaborar uma gama de novos conteúdos.

Exponha o problema, leve referências e deixe que seus colegas te ajudem a resolvê-los!

Outro fator que pode contribuir para essa oxigenação criativa é se inspirar em outras empresas, seja do seu ramo, seja de outras áreas, que você acha que tem uma comunicação inspiradora nas redes sociais.

Obviamente utilizar referências não significa copiar ou plagiar, mas sim entender como as coisas podem ser feitas de maneira diferente.

Você pode acentuar coisas que já eram feitas nas suas redes anteriormente e criar conteúdos semanais. Alguns exemplos de tópicos que você pode explorar:

  • cotidiano da empresa;
  • datas comemorativas;
  • estímulo à interação (enquetes, quizzes e perguntas);
  • conteúdo informativo e curiosidades;
  • posts produzidos pelos usuários;
  • notícias e atualidades do seu ramo;

Calendário editorial

Com essas ideias na mão, junto com os conteúdos que você avaliou como promissores para compartilhar novamente, você já pode começar a compor seu calendário editorial.

Esse calendário nada mais é do que uma programação para uma rede social com os dias da semana e o horário em que o post vai ao ar. Não é nada complexo ou burocrático e pode ser construído conforme o mês acontece.

Você não precisa preencher todos os conteúdos do mês logo de início. Porém, é interessante que você consiga se planejar, principalmente para conteúdos que exigem mais tempo de preparação, como vídeos ou imagens produzidas por designers.

Aqui na Rock, por exemplo, nossos conteúdos de blog não exigem tanta preparação e antecedência no calendário, ao contrário de imagens e vídeos comemorativos, por exemplo.

Outras formas de potencializar seu alcance

Buscar outras maneiras de interação nas redes sociais pode ser benéfico para sua marca e para a divulgação do seu conteúdo.

Interagir com outras empresas do seu nicho nas redes sociais pode ser uma boa forma de estabelecer contato e conseguir parcerias para divulgar seus conteúdos.

Estimular seus seguidores a produzir conteúdos com seus produtos é um forma interessante de ampliar sua influência, aproximar e aumentar sua audiência.

Os influenciadores são uma das grandes tendências do momento. Trabalhar com esses profissionais pode ser um catalisador para sua popularidade. Mas lembre-se de tomar algumas precauções antes de aliar sua marca a imagem de uma pessoa.

Certifique-se de buscar um profissional que compartilhe dos valores da sua empresa e busque a fundo as postagens desse criador para ter certeza de que não existe nenhum tipo de conteúdo que pode vir a ser polêmico ou prejudicial a sua empresa de alguma forma.

Não deixe de lado o monitoramento dos resultados da campanha, caso utilize um influenciador. Este tipo de parceria pode ser cara dependendo do profissional escolhido, portanto certifique-se de que seu investimento está dando frutos.

Analisando resultados

A terceira etapa da elaboração de sua estratégia abrange o momento analítico do processo, para ajudar a entender o que foi bem-sucedido e o que pode ser ajustado em relação ao planejamento.

como criar uma estratégia para redes sociais

Revisitando seus números

Buscar os KPIs e realizar um acompanhamento do que você traçou na primeira etapa deste planejamento é uma das partes mais importantes deste processo. É este olhar analítico que vai te ajudar a determinar o sucesso das suas ações.

Você deve realizar (e registrar) esta conferência dos dados pelo menos uma a cada mês, mas aconselhamos que você acompanhe estes números durante o mês.

Afinal, você pode intervir e pensar em formas de contornar resultados abaixo do esperado assim que eles surgirem.

Reajustando

Quando você tiver seus resultados em mãos, fica mais fácil ter uma clareza de onde seu planejamento não atingiu o esperado.

Nesses casos, você pode voltar e entender em que parte da estratégia está localizada a fraqueza: foi na parte de planejamento? Seus KPIs estão fazendo sentido?

Revisite o tópico 1 e entenda como você pode corrigir esta situação. Agora, se o problema for diretamente ligado ao conteúdo, você pode realizar brainstorms para entender como seus conteúdos em redes sociais podem atender o que seu público espera.

Não se preocupe se seu planejamento não for 100% eficiente em um primeiro momento!

É normal que você tome um tempo para conhecer melhor seus números e realizar projeções de acordo com o tamanho dos seus perfis.

E a mídia paga?

Pode ser que você tenha ficado se perguntando onde os conteúdos patrocinados de redes sociais entram em todo esse esquema de planejamento.

Bem, isso depende um pouco de cada estratégia, mas resolvemos posicioná-lo no último tópico deste conteúdo propositalmente, para indicar uma possibilidade de investimento mais certeira.

Observar seus números, ao final de um período determinado, indicará o que performou bem na sua estratégia e pode indicar onde o investimento pode ser mais certeiro neste recorte.

Isto pressupõe que um conteúdo que teve um resultado positivo no orgânico provavelmente pode performar bem nos anúncios.

Outra maneira de investir nessa modalidade diz respeito a busca por uma porcentagem dentro da sua estratégia. Por exemplo, se um dos seus KPIs for de gerar leads, você pode separar 20% da meta, todo mês, para vir de mídia paga.

Dessa forma, você consegue entender se tanto a mídia paga quanto a orgânica estão se comportando de maneira esperada para compor seus números finais.

Cronograma de redes sociais

Depois de apresentarmos todas as etapas do planejamento estratégico das redes sociais, criamos também um gráfico de como essas ações podem ser realizadas ao longo de um determinado período.

Nele, incluímos algumas dessas principais iniciativas e indicamos um tempo médio que poderia ser usado para cada uma delas, além de assinalar quais são pontuais e quais necessitam de uma constância maior. Confira!

Gráfico de Gantt

A estratégia não é estática

Agora que já passamos pelos principais tópicos da construção de um Plano de Redes Sociais completo, não se esqueça de utilizá-lo com frequência.

Ou seja, tenha em mente que sua estratégia deve sempre ser uma coisa orgânica. O ideal é que ela seja constantemente consultada e adaptada, na medida que for necessário.

Planejamento, execução e análise de dados são três etapas chave para uma construção sólidas e efetiva que vai te ajudar a tomar decisões menos baseadas em achismos e mais certeiras para entregar resultados reais!

Esperamos que este conteúdo tenha sido útil para sua estratégia! Não se esqueça de acompanhar nosso blog para se tornar um especialista em redes sociais e marketing!

Kit Marketing nas Redes SociaisPowered by Rock Convert

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo