Por Redator Rock Content

um de nossos especialistas.

Publicado em 28 de agosto de 2018. | Atualizado em 28 de março de 2019


O posicionamento de mercado pode definir a forma como sua marca vem à cabeça do cliente, o que torna fundamental criar estratégias para o seu direcionamento. Da pesquisa de mercado à adoção de ações de marketing e branding, veja um passo a passo para defini-lo e conheça as vantagens de fazer isso.

Com qual título seu produto ou serviço aparece na cabeça de seus clientes? O melhor, mais barato ou exclusivo que existe? Isso tem a ver com seu posicionamento de mercado, sabia?

Portanto, defini-lo e criar uma estratégia para fortalecê-lo são maneiras de garantir que a percepção dos clientes sobre os produtos e a marca do seu negócio seja condizente com seus diferenciais.

É isso que garantirá uma boa comunicação, que os preços sejam considerados justos pelos clientes, e que, em suma, a estratégia de vendas seja realizada com sucesso.

Quer saber como aplicar isso ao seu negócio? Temos algumas dicas valiosas neste post. Acompanhe!

Qual o conceito de posicionamento de mercado?

Para ficar mais claro, definir um posicionamento é ocupar uma posição de liderança e destaque com um produto ou serviço a partir dos diferenciais que o público-alvo valoriza.

Ao criar uma estratégia de posicionamento, a empresa deve mapear qual segmento deseja atender e os diferenciais são importantes para ele. Então, será possível iniciar diversas ações personalizadas que visam à identificação da marca com esses valores.

Existe uma hierarquização importante para as estratégias de posicionamento, em que aquelas marcas que estão em primeiro lugar são consideradas as líderes em seus segmentos, e as demais, ideais em serviços de segunda linha.

Uma padaria pode desejar ter o pão mais barato da região, por exemplo. Assim, a partir do momento em que ela criar uma estratégia de preço, fizer sua divulgação e buscar sensibilizar a região, está buscando a liderança em sua segmentação e com o diferencial que propôs para atuar. Faz sentido?

Mas será que é, de fato, o diferencial que o público desse segmento mais valoriza? Ou seria um pão mais saboroso? Ou saudável? Um mapa de posicionamento pode ajudar nesse processo de definição.

O que é mapa de posicionamento?

Um mapa de posicionamento é uma ferramenta que permite que o empreendedor identifique quais os diferenciais de um produto ou serviço são mais valorizados dentro de seu segmento.

Voltando ao exemplo da padaria, se ela estiver situada em uma região próxima a academias, clínicas de estética e salões de beleza, provavelmente, lidará com um público mais atento à saúde e qualidade dos alimentos. Diante disso, ele não será tão sensível ao preço, e sim a quanto o alimento pode contribuir ou interferir na sua saúde.

Também serão alvos desse tipo de diferenciação pessoas que, reconhecidamente, tenham alguma restrição alimentar. Nesse caso, elas nem mesmo cogitam negociar valores. Celíacos, por exemplo, simplesmente não consomem qualquer produto com glúten.

Com isso, o mapa de posicionamento objetiva colocar em forma de gráfico os diferenciais para o público, avaliando seus extremos.

Em um dos vetores, seria possível colocar produtos mais ou menos saudáveis e, na outra linha, os extremos entre preços altos e baixos.

Dentro de seus quadrantes, então, e fazendo a combinação de diferenciais, a padaria poderia mapear onde cada um de seus produtos estaria inserido. Entre os atrativos que podem ser estudados, estão o preço, tempo de entrega, qualidade, exclusividade e durabilidade.

Quais são suas principais vantagens?

Entre as vantagens de se estabelecer um bom posicionamento para a marca, temos as seguintes.

Reforço da competitividade

O primeiro ponto é que, ao definir um posicionamento, uma empresa reforça seu poder para combater a concorrência. É como se fosse uma bandeira capaz de atrair clientes e tornar sua marca uma referência frente aos demais produtos e serviços disponíveis no mercado.

Direcionamento de estratégias

Para efeitos de gestão comercial e financeira, definir um posicionamento também garante um foco centralizado das ações da empresa.

Ou seja, se a segmentação alinhada com a diferenciação de um negócio for torná-lo mais digital, os investimentos em marketing de conteúdo, publicidade, redes sociais e demais canais de promoção podem ser centralizados.

Comunicação dos valores da marca

Ele também diz respeito aos valores que definem uma marca e seus representantes, sendo uma ótima maneira de gerar identificação com um público ou segmento específico.

Se a ideia é vender produtos sustentáveis, por exemplo, um público cativo estará pronto para valorizar a ideia e tornar-se consumidor fiel da marca.

Fidelização de clientes

Mencionando fidelidade, também é importante dizer que essa medida garante maior índice de fidelização com a marca. Além de ser líder no segmento, o posicionamento bem definido também gera confiança em seus consumidores, o que, em outras palavras, é traduzido em compra segura.

Ou seja, o cliente sabe o que pode esperar em termos de qualidade, preço, diferenciação, serviços agregados, porque a marca se posiciona com aqueles valores.

Como fazer um mapa de posicionamento?

Então, como saber em quais diferenciais investir? Aqui vão nossas 5 dicas para definir o seu posicionamento de mercado!

1. Faça uma pesquisa de mercado e da concorrência

É preciso acertar em cheio em quais diferenciais se especializar, então, você deve entender quais são as carências do mercado, o que a concorrência está adotando atualmente e quais são os pontos inexplorados que podem revolucionar um negócio.

Algumas ferramentas como pesquisa de campo e análise SWOT podem ajudar nesse mapeamento. Além das características do mercado, essas soluções também jogarão luz nos processos atuais que podem ser melhorados.

2. Defina qual o core business do mercado

Com isso, a pesquisa deve se aprofundar no core business do negócio, ou seja, quais são realmente os produtos e serviços vendidos.

Uma padaria não vende apenas pão, mas cafés da manhã mais saborosos. A academia não presta serviço de aluguel de aparelhos de ginástica, mas um meio para que os seus clientes atinjam a boa saúde.

Ao considerar o que a empresa, de fato, entrega de valor aos seus clientes que o core business pode ser identificado.

3. Crie o mapa de posicionamento para seu negócio

Entendido o mercado, seus valores e carências, é possível criar vetores que determinam o exato ponto das estratégias e diferenciais que os produtos e serviços de uma empresa devem explorar.

4. Tenha atenção ao comportamento do consumidor

O comportamento do consumidor também pode oferecer insights fundamentais, assim como históricos em softwares de CRM e relatórios de sistemas de automação de marketing.

Por isso, aproveite todos os dados e pistas possíveis que o cliente oferece durante suas interações com a empresa. Isso vale para as redes sociais, atendimento em lojas, telefone e muito mais.

5. Fortaleça seu posicionamento com ações de marketing e branding

marketing é indispensável para que o posicionamento seja percebido pelos clientes. Por isso, todas as suas ações e estratégias devem estar completamente alinhadas com seus diferenciais e segmentação definida.

Para esse alinhamento, estão incluídas as ações nas redes sociais, promoções realizadas, criação de persona para o desenvolvimento de conteúdos de nutrição para o funil de marketing do negócio, entre outras.

Isso vale também para a elaboração de vídeos, uma das ferramentas mais eficientes na atualidade para a realização de ações de marketing digital e posicionamento de mercado.

Quer saber como fazer isso? Acesse agora mesmo este manual que montamos sobre estratégias de conteúdo para a produção de vídeos!

Manual do uso de Vídeos no MKT ConteúdoPowered by Rock Convert

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *