Ad library: o que é e como usar a biblioteca de anúncios do Facebook?

Ad Library é a biblioteca de anúncios do Facebook. Tudo que uma empresa tem veiculado na rede social pode ser visualizado por meio dessa plataforma. Isso ajuda a trazer transparência, inclusive em campanhas políticas, além de permitir analisar concorrentes de segmento.

Ad library

    Anúncios pagos são uma estratégia que há muito tempo têm mostrado força na web, especialmente em plataformas sociais.

    De pequenas e grandes empresas até estratégias de campanhas políticas, muitas instituições têm nesse recurso uma grande ferramenta para alcançar seu público e comunicar com precisão. Por isso, a chegada do Ad Library foi um marco nessa atividade.

    Há muita gente anunciando no Facebook Ads, e isso pode significar alta concorrência. Um local que centraliza todas essas ações é, antes de tudo, um espaço que promove transparência, mas que também acirra a concorrência entre empresas.

    Poder saber o que outras companhias do segmento estão veiculando em anúncios pagos é ótimo para definir estratégias mais otimizadas. Neste conteúdo, detalhamos a Ad Library e explicamos como ela pode ser útil nos dias atuais.

    O post vai passar pelos seguintes tópicos:

    Continue a leitura para saber mais!

    O que é e como surgiu o Ad Library?

    Ad Library é uma biblioteca de anúncios do Facebook, ou seja, um espaço que reúne todas as campanhas veiculadas dentro da rede social.

    Por meio de um acesso simples, mesmo sem ter uma conta na rede social, é possível conhecer todos os anúncios publicados pelas empresas. Naturalmente, se você veicula os seus pelo Facebook, eles também estarão expostos.

    O investimento em mídia paga nas redes sociais tem crescido nos últimos anos, muito por conta da eficácia que eles oferecem ao levar a mensagem da sua marca ao público certo.

    Em um ano como 2020, em que o digital foi o principal canal das empresas, o primeiro trimestre registrou aumento de 26% dos investimentos em anúncios pagos no mundo todo.

    Esse não é um movimento recente e também não é uma ferramenta que é sempre utilizada da maneira mais recomendada.

    O Ad Library surgiu como uma iniciativa de aumentar a transparência da veiculação de anúncios, e o ponto de partida para isso, infelizmente, foi uma situação que esteve amplamente envolta em polêmicas.

    As eleições presidenciais dos EUA em 2016 trouxeram à tona um exemplo de uso indevido de dados para gerar anúncios no Facebook.

    A atuação da empresa Cambridge Analytica nas eleições norte americanas gerou polêmica, investigações e uma grande pressão em Zuckerberg e sua empresa. A partir daí, ele se comprometeu a aumentar a transparência dos anúncios no Facebook.

    Hoje, além de poder acessar todos os anúncios veiculados na plataforma, usuários também têm liberdade para checar os investimentos que campanhas políticas fizeram em anúncios do Facebook.

    Essa foi uma decisão impulsionada pelo caso de 2016, ajudando a manter a transparência de dados que são de interesse público.

    Quais as funcionalidades do Ad Library?

    O Ad Library permite, basicamente, acessar as campanhas de anúncios que cada empresa tem no Facebook.

    A proposta consultiva é uma forma de tornar a relação transparente, mas é possível utilizar isso a favor da sua empresa, principalmente para entender as estratégias de concorrentes. São verdadeiros benchmarks, ainda que haja algumas restrições para preservar cada companhia.

    Entre as possibilidades está o entendimento da jornada do lead. Para esses anúncios, há a configuração de como será o caminho de quem clicar na publicação patrocinada.

    Ao acessar essas informações, é possível entender como outras companhias estão estruturando o ponto de contato, de sua origem até onde ele levará o usuário.

    No entanto, nem tudo é festa quando se trata do Ad Library. Um dos detalhes mais decisivos em uma estratégia de anúncios online é a segmentação, ou seja, quem aquela ação visa alcançar dentro do Facebook.

    Essa informação não é revelada na plataforma, justamente porque seria um facilitador para concorrentes diretos, já que eles poderiam replicar essa segmentação.

    No geral, o que pode ser visto são os anúncios ativos, os inativos, os caminhos que eles geram após a interação e os textos e conteúdos de mídia utilizados. São informações básicas da estrutura, mas a estratégia em detalhes segue preservada.

    Anúncios do Instagram também estão disponíveis

    Não é nenhuma novidade dizer que o Instagram é uma empresa do Facebook e, por isso, o Instagram Ads é integrado com o Ad Library.

    Você pode visualizar todos os anúncios da rede social vizinha na mesma plataforma que tem acesso aos do Facebook. Isso é um grande facilitador que ajuda a detectar como companhias estão distribuindo suas campanhas nas duas plataformas.

    Acessando biblioteca de anúncios do Facebook

    O acesso é feito em um processo simples, principalmente depois de o Facebook ter lançado uma página única para o Ad Library. Basta acessar o site e, na barra superior, digitar o nome da empresa que você deseja visualizar os anúncios.

    Facebook Ad Library

    Ao acessar a página, você pode visualizar todos os anúncios ativos, data de início de veiculação e informações sobre versões.

    Facebook Ad Library

    Você também pode usar a barra de filtros e selecionar, entre as plataformas veiculadas, o Instagram.

    Facebook Ad Library

    Ao acessar o anúncio, você consegue ver seus detalhes de maneira mais completa, inclusive as versões que ele está veiculando.

    Facebook Ad Library

    Além dos anúncios de empresas, o Ad Library também permite buscar sobre campanhas políticas que impulsionaram publicações na plataforma. Acima da barra de buscas, basta clicar no filtro “Temas, eleições ou política” para refinar sua pesquisa ainda mais.

    Facebook Ad Library

    Por que acompanhar os anúncios dos concorrentes?

    Ainda que haja restrições para usar a biblioteca de anúncios do Facebook, com um olhar analítico é possível conseguir aproveitar essa possibilidade.

    Veja, a seguir, como acompanhar os anúncios de concorrentes pode ser uma prática positiva!

    Buscar referências de sucesso

    Alguns anúncios se tornam cases de sucesso de tanto que geram resultados positivos para as empresas. É verdade que você não terá acesso às métricas, mas há um dado importante que pode ser visualizado: a data de início da veiculação.

    Essa é uma informação simples, mas que depende de uma interpretação ainda mais fácil, afinal, se o anúncio está há bastante tempo online, é sinal de que ele traz bons resultados. Uma empresa jamais deixaria ativa uma ação que gera custos, mas não traz retornos relevantes.

    Ao identificar um anúncio como esses, destrinche-o! Observe a escrita, título, CTA, imagens utilizadas, layout e o que mais for possível. Você estará diante de um case de sucesso que pode servir como uma referência para seus próximos anúncios.

    Entender posicionamentos de concorrentes

    Os concorrentes têm uma abordagem específica junto ao público ao qual direcionam seus anúncios. Por mais que sejam empresas do seu segmento, pode ser que elas usem diferentes formas de se comunicar, desde o padrão gráfico até o tom de voz e a abordagem nos textos.

    Esse posicionamento pode ser, em muitos casos, o que coloca uma empresa mais próxima de seu público-alvo e com bons números de conversões. Se você sabe que é uma companhia de sucesso e que tem apresentado bons números, talvez o posicionamento usado é um dos fatores positivos.

    Naturalmente, é necessário saber como utilizar essa referência. Mudar drasticamente o que sua empresa tem feito pode gerar um distanciamento da identidade da marca. Isso só serviria para afastar seu público. O ideal é realizar ajustes sensíveis e que façam sentido à estratégia.

    Buscar CTAs mais eficazes

    O CTA é um dos pontos mais importantes em qualquer anúncio. A chamada para ação é a frase que fará com que o usuário se sinta motivado, ou convidado, a realizar algo.

    Naturalmente, é fundamental que essa chamada seja atraente de alguma forma, já que isso vai gerar a atitude do usuário. Por isso, cheque alguns pontos em relação ao CTA utilizado pelos concorrentes nos anúncios, como:

    • uso de elementos gráficos com frases de destaque;
    • botões utilizados nos anúncios;
    • frases convidativas nas descrições dos anúncios;
    • CTAs que trazem recurso de escassez.

    Muitas vezes, marcas realizam muitos testes A/B até chegar no CTA certo, algo que demanda tempo e investimentos. Você pode pular essa parte de esforços se conseguir identificar um CTA de sucesso utilizado em um anúncio que já é veiculado há muito tempo, por exemplo.

    Aprimorar o copywriting

    Alinhar imagem e texto é um conceito básico nos anúncios do Facebook. Por mais que fotos e vídeos chamem atenção com maior impacto, um texto bem escrito faz toda diferença até mesmo para introduzir as imagens. Copywriting é um grande diferencial na hora de gerar ações.

    Ao acessar o Ad Library você tem a opção de avaliar milhares de anúncios e entender como as técnicas de copywriting têm sido utilizada neles. Nem sempre é necessário focar em cases de sucesso ou anúncios épicos. Por vezes, se trata apenas de uma simples questão de inspiração.

    Para os dias de bloqueio criativo, é fundamental entender como outras marcas têm se comunicado com um texto capaz de engajar e vender. Esse “empurrãozinho” pode gerar boas ideias e ajudar a criar um anúncio incrível, levando em conta sua marca e a identidade dela.

    Indiscutivelmente, anúncios pagos são um dos grandes recursos que o Marketing Digital proporcionou. O Ad Library, por mais que tenha sido criado como ferramenta de transparência, pode ser uma grande fonte de estudos, análises e de inspiração para times de Marketing.

    Já que o assunto é mídia paga, como andam suas conversões no Facebook Ads? Saiba como potencializá-las com um guia completo sobre o assunto!

    Compartilhe
    facebook
    linkedin
    twitter
    mail

    Inscreva-se em nosso blog

    Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu email

    Posts Relacionados

    Quer receber mais conteúdos brilhantes como esse de graça?

    Inscreva-se para receber nossos conteúdos por email e participe da comunidade da Rock Content!