Rock Content adquire WriterAccess nos EUA. Saiba mais ->

Instagram muda seu algoritmo de ranqueamento para beneficiar conteúdo original

instagram algoritmo beneficia conteudo iriginal

O ano é 2022 e o mundo está no meio de uma guerra entre plataformas. As principais razões para isso? Atenção, retenção e criação. Ao longo dos anos, vimos como o Instagram dominou o mercado de redes sociais e como basicamente se tornou o selo “oficial” para determinar se uma pessoa poderia ser considerada um influenciador ou mesmo um criador de conteúdo. Mas muita coisa mudou nestes últimos anos, especialmente as regras do jogo de conteúdo.

Como estratégia para manter as pessoas dentro da plataforma e valorizar criadores, o Instagram anunciou que atualizará seu algoritmo de ranqueamento para beneficiar conteúdos originais.

Embora isso possa parecer uma notícia empolgante, ainda não foram divulgados detalhes sobre o que de fato serão essas atualizações, como e quando podemos esperar qualquer mudança. Não está claro se, por “conteúdo original”, o Instagram está se referindo a recompensar os criadores pela originalidade ou incentivar a criação de mais conteúdo exclusivo do Instagram.

Mas temos alguns palpites sobre como essa nova atualização pode afetar os profissionais de marketing e a criação de conteúdo dentro da plataforma social. Vamos entender isso em detalhes.

Uma guerra pelos vídeos curtos

Após a pandemia do COVID-19, as marcas perceberam que, para manter os usuários consumindo seu conteúdo, era necessário não apenas ter uma interface prática e criar um bom conteúdo, mas também de uma forma original que chamasse e mantivesse a atenção do público (e eles também viram que uma das melhores formas de fazer isso era trabalhar junto com os criadores), para vencer a escalada do crescente número de pessoas consumindo vídeos curtos para entretenimento rápido.

Pensando nisso, temos duas marcas que são protagonistas nessa guerra de plataformas: Instagram e TikTok.

O TikTok se tornou um grande sucesso não só pelo formato de vídeos curtos, mas também pelas formas dinâmicas de criar conteúdo com reações, parcerias (as chamadas collabs) e por estar bem alinhado com a indústria da música.

Mas mesmo com tudo isso, o Instagram ainda era o lugar para ser reconhecido como influenciador, então o mais prático a fazer era criar conteúdo com todas as ferramentas do TikTok e repostá-lo no Instagram. E o que o Instagram fez para evitar isso? Limitar o alcance orgânico de vídeos com marcas d’água de outras plataformas. Isso não deu muito certo.

Como o TikTok foi se tornando cada vez mais popular com o passar do tempo, o Instagram decidiu dar mais um passo para manter os usuários dentro da plataforma. Eles descontinuaram o IGTV. Tiveram resultados com disso? Não muito, na verdade.

Mas no ano passado, vimos o Instagram tentando se tornar “mais TikTok”, até mesmo alegando que não era mais um aplicativo de compartilhamento de fotos.

Mas o que todas essas ações têm em comum? Nenhuma delas está realmente focada nos criadores de conteúdo nem na experiência deles com a plataforma. Era basicamente apenas fazer o que o concorrente faz e usar o nome da marca para ficar no topo. Mas não estamos em 2018 e essa estratégia não funciona mais.

Demorou quase 2 anos para a marca perceber que os criadores são como clientes e promotores de marca. Se eles não se sentirem à vontade ou se não se sentirem respeitados por seu trabalho, eles simplesmente partirão para outra plataforma. Finalmente entendendo isso, o Instagram decidiu atualizar seu algoritmo para favorecer conteúdos originais.

Originalidade é fundamental

O que nós, como profissionais de marketing e criadores de conteúdo, podemos esperar disso? Bem, podemos dizer que é um pequeno passo para o Instagram, mas um grande passo para o mercado. De acordo com o Head do Instagram Adam Mosseri: “Se você cria algo do zero, deve obter mais crédito do que se estiver apenas repostando algo que encontrou de outra pessoa. [Dessa forma] faremos mais para tentar valorizar o conteúdo original, principalmente em comparação com o conteúdo repostado.”

Isso não significa que o conteúdo que foi editado fora da plataforma antes de ser publicado será penalizado, segundo Mosseri, “a ideia é se você fez, é original”. E isso também é um bom termômetro para ver se a maioria dos vídeos são editados fora da plataforma, o que significa que as ferramentas de edição do Instagram devem ser aprimoradas, então podemos esperar alguns anúncios futuros relacionados a essa nova atualização do algoritmo.

Por enquanto, vamos aguardar o que realmente vai mudar no Instagram em um futuro próximo. Se a rede social está realmente tentando criar uma comunidade de criadores engajados, valorizar o trabalho deles é uma boa maneira de começar.

Não se esqueça de que essa atualização também pode prejudicar muitas contas que têm suas estratégias baseadas apenas em Conteúdo Gerado pelo Usuário, principalmente se seus seguidores também estiverem postando o mesmo conteúdo em seus perfis. Mas teremos que esperar por testes e ferramentas futuras para ter uma resposta.

Compartilhe
facebook
linkedin
twitter
mail

Inscreva-se em nosso blog

Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu email

Posts Relacionados

Quer receber mais conteúdos brilhantes como esse de graça?

Inscreva-se para receber nossos conteúdos por email e participe da comunidade da Rock Content!