O que são backlinks e por que você precisa deles para rankear no topo de Google?

Backlinks são links posicionados estrategicamente em um texto para guiar o leitor até a sua página do blog ou site que tenha um conteúdo relevante ao que está lendo. O intuito é expandir o conhecimento do leitor e, ao mesmo tempo, gerar tráfego de qualidade para o blog.

Backlinks

    Uma das estratégias mais importantes para se ter sucesso com SEO é o Link Building.

    Dentro dos mais de 170 fatores de rankeamento utilizados pelo Google, dois deles são os que têm maior impacto:

    • a qualidade do conteúdo — capacidade de responder a intenção do usuário;
    • número de backlinks recebidos.

    Por esse motivo vou explicar melhor o que são backlinks e por que eles causam tanto impacto dentro de uma estratégia de SEO.

    Talvez você tenha conteúdos excelentes no seu site, uma ótima velocidade de carregamento, mas ainda não está aparecendo no topo dos buscadores.

    A falta de backlinks pode ser o principal motivo!

    Então, vamos entender melhor os seguintes pontos:

    Vamos lá?

    O que é backlink?

    Backlink é um link feito de um site para outro. Motores de busca como o Google utilizam a qualidade e o número de backlinks como um sinal de rankeamento. Por isso, a aquisição de backlinks é uma estratégia fundamental em SEO.

    Atualmente é praticamente impossível rankear no topo para palavras-chave com um alto volume de buscas e muita competitividade na página de resultados (SERP).

    Os buscadores entendem os backlinks como se fossem uma indicação, afinal, se um outro site fez um link para o seu, é porque ele acredita que o seu conteúdo é de qualidade.

    Imagem representativa do Link Building

    Assim, a cada link recebido os sites ganham autoridade. Quanto maior a sua autoridade, maiores as suas chances de conquistar bons rankings.

    Mas basta receber backlinks de qualquer site para ganhar autoridade?

    Certo que não! Veremos a frente como identificar um backlink de qualidade, mas antes, vamos ver na prática o poder de influência dos links.

    Por que criar uma estratégia de backlinks?

    Como citei, os backlinks funcionam como uma referência. Se um site de qualidade e bem-visto pelo Google faz links para o seu, a tendência é que o buscador confie mais no seu site.

    Mas não é apenas autoridade de páginas e do seu domínio que os backlinks influenciarão. Eles também vão impactar diretamente na:

    • aquisição de tráfego de referência (Referral);
    • fortalecimento da marca (Brand Awareness);
    • construção de relacionamentos.

    Imagine se você conquista um backlink na página da Rock Content que rankeia em primeiro lugar no Google para SEO.

    O ganho de autoridade é incrível, afinal, se o Google confia naquele conteúdo a ponto de mantê-lo em primeiro para uma palavra-chave tão disputada, com certeza ele confia nos conteúdos que ele linka (indica).

    Esse é o benefício óbvio.

    Agora, já parou para pensar que esse conteúdo recebe mais de 10 mil visitas mensais? Quantas dessas pessoas poderiam clicar e visitar o seu site? 

    Quantas pessoas que não conheciam, poderiam conhecer a sua marca? E se desse link sai uma parceria de mais trocas e materiais criados juntos?

    Bom, esse exemplo mostra como limitar os backlinks apenas ao ganho de autoridade retira um peso enorme do impacto dessa estratégia.

    Quais os tipos de backlinks?

    Existem dois tipos principais de backlinks:

    • follow; 
    • nofollow.

    A olho nu, eles não possuem nenhuma diferença. Ambos são links em uma página e ambos quando clicados direcionam o usuário para a página apontada.

    Qual a diferença entre ele, então?

    A diferença está no sinal que esses backlinks passarão para os bots e buscadores.

    Quando os robôs do Google estão visitando o seu site e leem um código de um link, eles vão seguir aquele backlink e visitar as demais páginas.

    A não ser que ele encontre um atributo chamado “nofollow”.

    Os links follow são os links normais, eles passam autoridade (link juice) e direcionam os bots para essas páginas. 

    Já os links com o atributo nofollow dizem aos buscadores que não “sigam” aquele link. É como se ele dissesse “eu até quero enviar meu usuário para esse link, mas não precisa ir lá, não pretendo passar nenhuma autoridade para ele”.

    Portanto, em uma estratégia de link building o ideal é priorizarmos os links follow, ainda assim, os nofollow também são de grande valia. 

    Mais a frente vou mostrar com detalhar o porquê você também deveria desejar receber este tipo de link.

    Como começar uma estratégia de backlinks?

    Agora que você já sabe o quão importante são os backlinks, é hora de aprender a conquistá-los.

    E aqui, começo com o fator mais importante:

    O primeiro passo para uma estratégia de backlinks é ter um site que mereça receber links!

    Esse é o fator principal! Tudo o que você aprender neste conteúdo só vai gerar resultados se você, de fato, tiver um site de qualidade e que mereça receber backlinks.

    Dito isso, vamos aos primeiros passos estratégicos do Link Building. Já posso adiantar, não adianta apenas acordar, sair procurando parceiros e trocar links.

    Como qualquer boa estratégia, você precisa de objetivos.

    1. Defina seus objetivos

    Como vimos, o número de backlinks recebidos pode trazer diversos benefícios. Portanto, a sua estratégia será guiada pelo seu objetivo final.

    Você pode ter algum dos seguintes focos:

    • melhorar o rankeamento de páginas específicas;
    • fortalecer a marca e o domínio;
    • conquistar tráfego e visibilidade.

    Cada uma dessas estratégias vai demandar diferentes tipos de backlinks, diferentes quantidades e tipos de parceiros e usará textos de linkagem variados também.

    Por isso entender os seus objetivos é fundamental. Ele é que vai direcionar as suas estratégias.

    Por exemplo, se o seu objetivo for rankear uma página sobre torta de limão, você priorizará links para essa página usando textos idênticos (como: “torta de limão”) ou variações dessa palavra-chave (exemplo: “receita de torta de limão”).

    Se for tráfego, você evitará palavras-chave idênticas, para utilizar um texto que apresente benefícios e convença o clique.

    Assim, você poderia usar algo como “clique aqui para conferir receitas de torta de limão!” ou “saiba mais sobre como fazer uma torta de limão” e outras variações.

    Como falei, o objetivo direciona a estratégia.

    2. Identifique os seus diferenciais

    Um dos pontos mais importantes em uma estratégia de aquisição de backlinks é entender quais são os seus maiores trunfos na hora de combinar uma parceria.

    O que você tem para oferecer para que um potencial parceiro retribua com um backlink?

    Podem ser diversas opções:

    • conteúdo — um conteúdo de qualidade que o seu parceiro vai desejar mostrar para a persona dele;
    • dados — dados inéditos para o mercado, por exemplo, uma pesquisa que a sua empresa tenha feito;
    • produto — oferecer um mês gratuito da sua ferramenta em troca de um link, por exemplo;
    • serviço — o mesmo que o anterior, porém oferecendo o seu serviço ou parte dele; 
    • autoridade — a autoridade do seu site pode encher os olhos do seu potencial parceiro;
    • equipe — sua equipe pode contar com nomes de peso no seu mercado, que podem ser usados como nessa troca, participando de webinars, entrevistas e afins.

    Aqui, é importante tomar cuidado, especialmente com o seu produto e serviço. Eles podem ser uma moeda de troca, mas lembre-se de não baratear o que você faz.

    Pense mais como um aperitivo ou um test drive.

    Porém identificar os seus grandes trunfos é uma poderosa arma na conquista de backlinks. Muitas pessoas acham que tudo o que tem a oferecer é “um link de volta”.

    Saia do comum e conquiste links valiosos!

    3. Encontre bons parceiros

    A sua estratégia de backlinks será tão boa quanto a qualidade dos seus parceiros.

    Não vou me alongar muito aqui, uma vez que já expliquei a importância dos links fazerem sentido. Uma oficina mecânica enviar link para um site de poker online não faz muito sentido, por exemplo.

    Tenha em mente os seguintes fatores:

    • mercado e temas similares;
    • empresas e pessoas;
    • personas semelhantes;
    • probabilidade de linkagem.

    Vamos apresentar um bom exemplo de parceria. Você tem uma empresa de doces. E quer divulgar o seguinte material:

    O Guia Completo para fazer Cupcakes temáticos

    Veja exemplos de bons potenciais parceiros:

    • blogs de comida;
    • sites de receitas;
    • sites/blogs de festas.

    Todos os temas têm relação direta com o material oferecido e o público teria interesse.

    Como identificar um bom backlink?

    Para a estratégia gerar bons resultados é necessário saber identificar quais são as características de um bom backlink. 

    Vamos ver então a anatomia de um link perfeito e analisar com detalhes cada uma dessas características:

    • Autoridade do Domínio e da Página;
    • links naturais;
    • texto âncora;
    • tipo do link: nofollow/follow;
    • posição do link na página;
    • link textual ou de imagem;
    • mercado;
    • novo domínio.

    Autoridade do Domínio e da Página

    Como falei no começo deste conteúdo, quanto maior a autoridade de um site, maior a autoridade passada por aquele backlink.

    Você pode descobrir a autoridade de uma página utilizando algumas ferramentas.

    A métrica mais popular é a apresentada pela Moz Bar, uma ferramenta gratuita da Moz.

    Ela apresenta o DA (Domain Authority, a autoridade do domínio) e o PA (Page Authority, a autoridade da página):

    Moz Bar

    Porém existem outras métricas muito boas como o Trust Flow (confiabilidade/autoridade) e o Citation Flow (volume de citações recebidas pela página) do Majestic:

    Majestic

    Outro exemplo, mais parecido com as da Moz, são as métricas apresentadas pela melhor ferramenta de backlinks do mercado, o Ahrefs (você pode conferir essas informações usando a ferramenta gratuita deles o Ahrefs WebMaster Tools).

    Ele apresenta a UR (URL Rate, a autoridade da página) e o DR (Domain Rate, a autoridade do domínio).

    Ahrefs

    Agora você pode estar se perguntando, como saber se a autoridade do parceiro é boa ou não? O que é um bom DA?

    Bom, isso pode variar de mercado para mercado.

    Portanto, o meu conselho é você fazer uma análise comparativa. Identifique as suas métricas e compare:

    • com uma grande empresa do seu mercado;
    • com uma empresa média;
    • com uma empresa pequena;
    • com seus principais concorrentes.

    Dessa forma, você identificará o que é uma boa métrica no seu mercado. E, também, descobrirá se a sua autoridade de domínio pode ser um trunfo na hora de oferecer uma troca de links, por exemplo.

    Links naturais

    Um dos fatores mais importantes para um backlink é a sua naturalidade. Especialmente quando pensamos na autoridade que o Google vai identificar que a página está recebendo.

    Link natural é um link que outro site faz para o seu de forma espontânea. 

    Ou seja, você recebeu aquele link não por conta de uma estratégia ou uma troca, mas porque eles viram a qualidade do seu conteúdo e ele fazia sentido para a persona.

    Veja o exemplo de um link espontâneo que nós fizemos para a SEMrush (uma ferramenta de palavras-chave, análise de concorrência e backlinks). 

    O conteúdo é sobre as melhores ferramentas de palavras-chave:

    Exemplo de linkagem

    Ao citar as principais ferramentas, fizemos um link para cada uma delas, caso a nossa Persona queira conhecer e utilizá-las.

    Isso é um link natural.

    Imagine, por outro lado, o link abaixo. Esse é o antigo footer do nosso blog com links para nossos materiais, categorias, serviços etc. E se no meio desse footer você encontrasse o seguinte link:

    Exemplo de linkagem

    Não faz nenhum sentido. Provavelmente foi um link comprado ou uma troca bem forçada.

    É claro que esse é um exemplo exagerado, mas você entendeu a ideia.

    Você pode estar se perguntando, então, eu não devo fazer uma estratégia de links? Devo ter um bom conteúdo, um bom site, divulgá-los e esperar pelos links?

    Não! Quer dizer, você tem que fazer tudo isso acima, mas não pode parar por aí!

    A ideia é você ter em mente que toda parceria, todo backlink que receber, deve ser o mais natural possível. Um link que o Google interprete como uma linkagem espontânea do seu parceiro.

    Nota: este tópico fica como dica para você que usa UTMs em uma estratégia de link building. Esses links nunca parecerão naturais para o Google.

    As UTMs só farão sentido em um link direto para um landing page ou página de vendas (ainda assim, não diria que é o ideal).

    Texto Âncora

    Texto Âncora é o trecho do conteúdo que faz link para a outra página.

    No exemplo do tópico anterior, o texto âncora, nada natural, era “Carro da FIAT”.

    Ele é um fator extremamente importante para o link building e muitas vezes ele é negligenciado. Apesar de falarem pouco sobre esse aspecto, ele terá um impacto direto na sua estratégia.

    Existem alguns tipos de texto âncora. Vamos conhecê-los usando como exemplo o nosso post de Marketing Digital:

    • exact match: Marketing Digital;
    • partial-match: marketing online ou estratégias de marketing digital;
    • branded: seria relacionado ao nome da marca, “Rock Content, por exemplo;
    • naked link: https://rockcontent.com/br/blog/marketing-digital/;
    • generic: “clique aqui”;
    • images: link em imagem, o texto âncora é o alt text.
    Infográfico Rock Content
    Alt text da imagem
    Texto alternativo da imagem acima

    (Legenda: texto alternativo do nosso Infográfico 27 dicas para ganhar mais seguidores no Instagram)

    O ideal é que o texto âncora seja sucinto e relevante para a página que vai receber o link. O texto precisa deixar claro qual é o tema da página que a pessoa será direcionada.

    Evite os genéricos a todo custo!

    Lembrando que o texto âncora é essencial para um link parecer natural. Você pode ter dois objetivos com este texto:

    • gerar autoridade para a página;
    • gerar cliques e visitas.

    No caso da autoridade, quanto mais próximo do exact match o link for, melhor. Isso porque o link basicamente diz o seguinte: “essa página que estou linkando responde essa dúvida para um usuário”.

    Então os exact match e os partial match se tornam links naturais e que fortalecem a página.

    Um detalhe aqui é importante. Se você receber 100 links para uma página e todos eles possuírem o mesmo âncora exact match, vai mostrar para o buscador o quão não natural é o seu perfil de backlink. 

    Portanto explore variações da palavra-chave e âncoras que sejam parcialmente relacionados:

    Tipo de texto âncora

    Caso a intenção seja receber cliques, você pode trabalhar links mais lúdicos, que além de mostrar o que leitor encontrará, faz uma promessa e mostra benefícios. 

    Nesse mesmo print podemos ver âncoras com o intuito de receber cliques:

    Tipo de texto âncora

    Tipo do link

    O tipo de backlink também pode fazer bastante diferença na construção de autoridade para o seu site.

    A prioridade aqui é conseguir links “Follow”, que são aqueles backlinks que passam maior relevância para o site ao qual aponta.

    Os links nofollow dizem ao buscador que não precisa “seguir” aquele link e nem passar autoridade para ele. Por isso, pensando na anatomia do link perfeito, o ideal é que ele seja follow!

    Mais a frente vou explicar melhor os dois tipos de links e por que você também deveria desejar os links nofollow.

    Posição do link na página

    A posição do link na página interfere diretamente no volume de autoridade que aquela página receberá.

    Isso quer dizer que os links que você faz no primeiro parágrafo de um blog post ou no header do seu site, passam maior relevância para as páginas apontadas do que links no footer ou no último parágrafo.

    Na estrutura de um site isso já fica um pouco lógico, uma vez que, naturalmente você apontará para as suas páginas mais relevantes no header.

    Porém, esse conceito é muito relevante, principalmente em blog posts. Lembre-se de priorizar os links mais importantes (sem forçar a barra) ao conseguir um backlink. 

    Exemplo de backlink

    Outro aspecto positivo é a chance de aparece na home do blog ou site do parceiro.

    Alguns blogs mostram um trecho dos conteúdos em seus blogs, e se seu link estiver por lá, você pode aparecer não só no post, como na capa do blog (que é a página de maior autoridade no site).

    Exemplo de backlink

    Mercado

    Como já mencionei, o mercado faz toda a diferença.

    Receber links de empresas que atuam no mercado de Marketing Digital faz mais sentido e passa maior relevância para a Rock do que uma empresa do mercado automotivo.

    Apesar disso, existem mercados que são similares ou que são diretamente relacionados, nesse caso o backlink fará total sentido. 

    Novo domínio

    Como também citei, quanto mais sites fazendo backlinks para você, melhor.

    Melhor que receber 10 links de um domínio é receber 2 links de 5 domínios diferentes. Isso mostra ao buscador e ao mercado que mais e mais sites e empresas confiam no seu negócio, e não apenas uma gosta muito. 

    Por isso é fundamental conquistar backlinks do maior número de domínios possível, especialmente aqueles que fazem links para os seus concorrentes e não fazem para você.

    Vamos ver como encontrar essas oportunidades mais a frente.

    Resumindo então, a anatomia do backlink perfeito, o link que você deve priorizar é:

    • link de domínio novo e com boa autoridade;
    • dentro do seu mercado;
    • link que o seu concorrente tem e você não.

    Não se esqueça de acompanhar as suas principais páginas e mapear quais são as que mais precisam de receber novos links!

    Por que receber links nofollow?

    Falei que os links nofollow são aquele que não passam autoridade para uma página.

    Porém, disse também que receber backlinks nofollow pode ser excelente para a sua estratégia de backlinks e geração de autoridade online.

    Vou explicar então, por que você precisa receber links nofollow!

    Você recebe tráfego do mesmo jeito

    O primeiro e mais lógico benefício do link nofollow é que, para o usuário, ele funciona exatamente como um link normal.

    Ou seja, cliquei, fui levado para a página apontada.

    Sendo assim, se você receber links nofollow de outros sites, você receberá esse tráfego. Logo, são novas pessoas conhecendo o seu site, consumindo o seu conteúdo e, claro, novas oportunidades de vendas.

    Passam relevância (como assim?)

    Eu acabei de falar que links nofollow não passam relevância… então, por que agora eu estou dizendo que eles passam relevância?

    É simples, apesar dos links nofollow dizerem aos buscadores não seguirem e passarem autoridade para aquela página, o Google sabe que a página está linkando para aquele respectivo site.

    Ou seja, por mais que o site da Apple envie um link nofollow para a sua página, a Apple está fazendo um link para a sua página!

    Até menções sem backlinks à sua empresa podem gerar autoridade, quem dirá backlinks. Mesmo que oficialmente eles não passem autoridade, um link nofollow ainda revela que um site de qualidade confia no seu conteúdo.

    Nota: atualmente o Google considera os links nofollow como um “hint” (uma sugestão) e não uma regra. Por exemplo, um redirect 301 é uma regra, o Google vai entender que a página que recebe o redirect é a página oficial.

    Agora, o link nofollow é uma sugestão, que o Google pode escolher ignorar, ou seja, são mais chances de ganho de autoridade.

    Sinais sociais

    Essa é mais uma daquelas histórias que o Google vai afirmar que não é um fator de rankeamento direto.

    Ainda assim, os sinais sociais possivelmente podem impactar nos seus resultados. Em primeiro lugar, compartilhamentos em social tendem a gerar mais visitas, mais compartilhamentos e, claro, mais backlinks.

    Outro fator é que as páginas das redes sociais também são indexadas, ou seja, o buscador enxerga os links, compartilhamentos e menções que a sua empresa recebe.

    Os links em redes sociais são nofollow, porém, eles passam esses sinais sociais. Lembre-se, nem tudo que o Google diz que não é fator de rankeamento não vai afetar os seus posicionamentos.

    As vezes, nem o Google parece saber como o Google funciona.

    Gera brand awareness

    Outro benefício claro de conquistar backlinks nofollow é em relação à percepção de marca que eles geram.

    Eles podem ampliar aumentar o número de pessoas que conhecem o seu site e também gerar uma visão mais positiva, uma vez que os usuários não saberão o tipo de link que é, apenas verá um link de um site que confia no seu conteúdo a ponto de direcionar os seus visitantes para lá.

    Links geram mais links

    Quanto mais backlinks o seu site possuir na internet, maior as chances de conseguir ainda mais links.

    São mais pessoas conhecendo e compartilhando, mais visibilidade e consequentemente mais links recebidos.

    Perfil de backlinks mais natural

    Este é um dos pontos mais importantes. Você lembra que falei que os backlinks devem ser mais naturais, certo?

    Isso também é relevante para o seu perfil de backlinks. Pense bem, se você só recebe backlinks follow, é um pouco provável que os seus links não sejam naturais, mas venham de parcerias, guest posts, trocas e outras estratégias que são contrárias às diretrizes do Google.

    Por isso, é extremamente relevante que o seu perfil de backlinks seja o mais natural possível.

    Ferramentas como o SEMrush apresentam o perfil de links. Veja esse exemplo de um perfil equilibrado de backlinks:

    Perfil de links

    Não existe um número exato. Você pode ter 90% de links follow. Mas é importante valorizar e receber links nofollow também.

    Nota: Sponsored e UGC são dois tipos de links nofollow. Sponsored quando o link é patrocinado e UGC quando é um link gerado por um usuário, como um comentário de blog. Para entender melhor confira nosso post sobre o tema!

    Quais as melhores ferramentas de backlinks?

    Para executar uma boa estratégia de aquisição de backlinks é fundamental utilizar boas ferramentas.

    Vou indicar algumas delas aqui e falar um pouco sobre elas para você conseguir escolher a melhor ferramenta para a sua estratégia:

    Ahrefs

    Sem dúvidas a ferramenta mais completa do mercado no quesito backlinks. O Ahrefs possui uma base de dados de fazer inveja a qualquer concorrente.

    Além de avaliar os links do seu domínio, notificar os links perdidos e recebidos, avaliar o seu perfil de backlinks, fazer auditoria dos links e tudo que você precisa saber sobre o seu site, a ferramenta é também fundamental para várias estratégias de aquisição de backlinks.

    Outro benefício do Ahrefs é que eles disponibilizam uma série de vídeos ensinando como utilizar a ferramenta, com dicas básicas e avançadas para criar estratégias de sucesso.

    Ahrefs

    SEMrush

    Outra ferramenta muito famosa e muito utilizada no mercado é a SEMrush. Basicamente você terá as mesmas funções que o Ahrefs possui, com uma base de dados excelente, embora não tão completa quanto seu concorrente.

    A SEMrush se destaca em especial pelas demais funcionalidades de sua ferramenta, como análise de concorrência, pesquisa de palavras-chave e melhorias de SEO, sendo uma excelente opção para quem só pode adquirir uma ferramenta para suprir diversas funções.

    SEMrush

    Temos outras ferramentas excelentes similares ao SEMrush e ao Ahrefs, porém, para não ser repetitivo, vou apenas listá-las aqui caso você tenha interesse em conhecê-las:

    Check my Links

    O Check my Links é uma ferramenta gratuita e que pode gerar muito valor na sua estratégia. Ela é muito útil para corrigir links quebrados no seu site e também pode ser utilizada em estratégias de link building.

    Você pode utilizar a ferramenta para encontrar links quebrados no site de potenciais parceiros do mercado, mas vou ensinar esse método de link building um pouco mais pra frente neste texto.

    Check My Links

    Google Search Console

    O GSC pode ser bastante útil para uma estratégia de link building, especialmente por ser uma ferramenta gratuita.

    Por meio dele você consegue identificar quais são as suas páginas que mais recebem backlinks e quais precisam ser priorizadas, quais são os sites que mais fazem links para o seu site e quais os textos âncora mais são apontados para o seu site.

    Todas essas informações possuem um papel relevante.

    Google Search Console

    Outra funcionalidade interessante é a ferramenta de disavow links do Search Console. Caso o seu site receba links tóxicos, você pode utilizar a ferramenta para desabilitar e solicitar que os links sejam ignorados.

    Outra possibilidade para a mesma função é a ferramenta: disavow.it

    Na prática: como conseguir backlinks (estratégias de Link Building)?

    É claro, deixei o melhor para o final!

    Tudo que ensinei é fundamental para uma boa estratégia e para melhorar os seus rankings porém, toda essa informação precisa ser aplicada. 

    Agora você já sabe como avaliar os seus links e quais são as páginas e os links que você precisa priorizar, vamos ver, na prática, algumas estratégias de aquisição de backlinks.

    1. Link bait

    O primeiro método de aquisição de backlinks é o mais natural de todos e é indispensável para uma estratégia de Link Building. 

    Lembra que eu falei que o primeiro passo para uma boa estratégia é ter um site que mereça receber links? O link bait é exatamente isso!

    A ideia é fazer um conteúdo que os seus leitores vão amar e precisar compartilhar. Fazer o melhor conteúdo do mercado sobre determinados temas, ou encontrar formas de diferenciar o seu conteúdo de todos os outros.

    Você precisa de algo que gere valor e diferencia a sua página de todo o mercado, como por exemplo:

    • conteúdo extremamente aprofundado;
    • dados exclusivos;
    • pesquisa;
    • gráficos e imagens inéditas;
    • uma ferramenta gratuita.

    O link bait perfeito é o conteúdo que você criou para rankear no topo do Google, uma vez que ele precisa ser superior a todos os concorrentes.

    Para a aprender a fazer um conteúdo que o Google terá vergonha de não colocar em primeiro, confira este post!

    2. Guest blogging

    Os guest posts talvez sejam o método mais popular de conquistar backlinks.

    O método consiste em produzir um conteúdo como convidado para um blog de um parceiro, muitas vezes eles são trocas, você envia porém recebe um também.

    O mais importante é você encontrar bons parceiros que recebem conteúdos. A qualidade da sua estratégia de guest posts será tão boa quanto os seus parceiros.

    Você pode conferir no vídeo abaixo algumas dicas que eu dou para você encontrar bons parceiros.

    3. Menção à marca/palavra-chave

    Um método bem simples de conquistar backlinks é por meio das menções à ao nome da sua marca, ou ao seu próprio nome.

    O método é bem simples, os links adquiridos são naturais e a ferramenta utilizada é gratuita, por ser do próprio Google.

    Para isso, basta você acessar o Google Alerts e criar um alerta para toda vez que o nome da sua empresa for citada na internet.

    Google Alertas

    Após criar o alerta, toda vez que uma menção for feita em algum site, você receberá um email da ferramenta.

    Alerta no email do Google Alertas

    Aí, você confere de onde veio essa menção para solicitar que o site que mencionou sua marca faça o link para o seu site:

    Google Alertas

    Outra dica importante é fazer variações do nome da sua empresa, caso as pessoas possam escrever errado. Aqui pela Rock eu fiz os seguintes alertas:

    • rockcontent;
    • Rocket Content;
    • Rock Contente;
    • entre outras.

    Você pode utilizar essa metodologia de menção à marca para menções à palavras-chave, serviços e produtos que sua empresa oferece. É importante ter uma página excelente que responda ao tema de maneira completa e satisfatória.

    4. Links quebrados

    Outro método para se conquistar backlinks é encontrando links quebrados espalhados pela internet.

    Links quebrados são links que apontam para páginas que já existiram, mas que hoje não possuem mais conteúdo ou são páginas quebras e com erros, como o 404.

    Ao encontrar esses links você poderá oferecer um conteúdo para repor a página quebrada (caso o link seja interno) ou oferecer uma substituição do link, apontando para uma página do seu site.

    Para isso você vai precisar de uma ferramenta. Temos 3 boas opções:

    • Ahrefs;
    • Screaming Frog;
    • Check My Links.

    As duas primeiras são excelentes e você consegue de uma vez checar links quebrados em todo o domínio do seu potencial parceiro. Porém, são pagas.

    Já o Check My Links, como mostrei, é uma ferramenta gratuita, porém você só conseguirá analisar uma página por vez.

    Assim, você precisa acessar o site de potenciais parceiros e rodar a ferramenta em suas páginas para checar se existem links quebrados:

    Check My Links

    Sempre que fizer uma análise ela apresentará o seguinte quadro, mostrando os links encontrados e quais os seus status. Você está procurando por invalid links:

    Check My Links

    5. Backlinks dos seus concorrentes

    O melhor tipo de backlinks que você pode conseguir é o backlink que o seu concorrente tem e você não!

    Além de conseguir um backlink de qualidade, você tira uma vantagem competitiva que ele tinha por receber link de um domínio que você não recebe!

    A ideia é você encontrar esses links, descobrir o tipo, como ele foi feito e prospectar o potencial parceiro.

    Para isso você precisará utilizar uma ferramenta. As duas que indico, infelizmente aquelas pagas que mencionei acima, o SEMrush e o Ahrefs.

    Vou ensinar o método utilizando a segunda opção.

    Boas ferramentas como o Ahrefs e o SEMrush possuem funcionalidades em que você consegue comparar o seu domínio com o dos seus concorrentes. O método pode ser utilizado para se descobrir gaps de palavras-chave e também de backlinks.

    Análise de concorrentes de links

    O próprio Ahrefs já deixa a opção para você identificar o seu domínio para encontrar links que apenas os seus concorrentes possuem. 

    O fato da ferramenta ter essa opção nos mostra o quão relevante é conquistar links que apenas os seus concorrentes têm.

    Análise de concorrentes de links

    Depois disso você verá uma lista apresentando todos os links que o seu concorrente recebe e você não. 

    Ao clicar no link a ferramenta mostra de qual página específica o link vem e qual o texto âncora:

    Análise de concorrentes de links

    Depois é só você visitar e identificar como aquele link foi feito. Será que foi um guest post, ou uma lista de ferramentas incluindo seu concorrente, enfim, a forma como link foi feita vai direcionar a prospecção.

    Se for um guest, por exemplo, você pode propor enviar um conteúdo. Já se foi uma lista, você pode criar um trecho e pergunta se o seu produto ou serviço poderia ser adicionado à lista, por exemplo.

    Você pode fazer esse método comparando domínio, mas é possível comparar páginas específicas, por exemplo, caso você esteja disputando uma palavra específica com o seu concorrente:

    Análise de concorrentes de links

    Esse são alguns dos métodos possíveis de aquisição de backlinks. Métodos simples, e que podem ser um excelente começo para uma boa estratégia de aquisição.

    Mais links, mais rankings

    Como vimos, os backlinks estão entre os dois principais fatores de rankeamento.

    Uma vez que ter um conteúdo que mereça backlinks é o primeiro passo para a estratégia, conquistar links já envolve ter um conteúdo excelente

    É por isso que ter uma estratégia eficaz de aquisição de links é um passo tão importante para alcançar as melhores posições nos motores de busca.

    Além disso, como mostrei no início, existem muitos outros benefícios da aquisição de links de qualidade, mas saiba que essa não é uma tarefa fácil.

    A estratégia exige muita dedicação e paciência. No entanto, com essas táticas que mostrei para conseguir bons backlinks, você evoluirá rapidamente.

    Espero que este post esclareça todas as suas dúvidas sobre backlinks. E mais, quero ver você colocando essas dicas em prática para alavancar os resultados do seu site ou blog em um breve período de tempo.

    Para continuar aprendendo, e avançando ainda mais rápido no universo do SEO, confira a nossa pesquisa SEO Trends, com todas as tendências e boas práticas recomendadas pelos melhores profissionais da área!

    Compartilhe

    Inscreva-se em nosso blog

    Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu email

    Quer receber mais conteúdos brilhantes como esse de graça?

    Inscreva-se para receber nossos conteúdos por email e participe da comunidade da Rock Content!