A Geração Z está pesquisando no TikTok em vez do Google. Profissionais de Marketing precisam se adaptar

Geração Z está pesquisando no TikTok
Estratégias de Conteúdo com Patrícia Moura

O TikTok encerrou o ano de 2021 com um total de 655,9 milhões de usuários. Segundo a Bytedance, proprietária do TikTok, a plataforma tem hoje 1 bilhão de usuários mensais ativos.

E isso não para por aí: de acordo com a Google, quase 40% da Geração Z prefere pesquisar no TikTok e Instagram em vez de Google Search e Maps. Assim, já é possível ver como esse novo hábito está mudando a forma de consumir conteúdo e fazer pesquisas, especialmente entre as pessoas mais jovens.

Uma observação importante é que, na história das plataformas de mídia social, os jovens são os precursores — as pessoas mais velhas vêm depois. O exemplo mais famoso é o Facebook, que começou em universidades e escolas antes de se tornar um gigante. Como o TikTok está crescendo da mesma maneira, isso significa que não é apenas com a Geração Z que devemos nos preocupar.

E nesse contexto, podemos esperar que o Google também incorpore elementos do TikTok na sua plataforma de pesquisa? Será que a forma como pesquisamos na web vai mudar? Precisamos abraçar a ideia do TikTok? E como ficam nossas estratégias de SEO? Vamos analisar com mais atenção todos esses pontos!

A forma como o TikTok atrai a Geração Z

O sucesso do TikTok está relacionado com a facilidade que proporciona aos usuários na produção de conteúdos em vídeo. Na plataforma, qualquer pessoa pode compartilhar com milhares de indivíduos uma opinião, uma história ou mesmo uma simples receita de macarrão.

Um dos pontos que mais atraíram a Geração Z é que o TikTok permite criar comunidades. Além disso, você pode criar o seu vídeo, sem precisar de muita produção, e receber centenas de visualizações, mesmo que não tenha seguidores.

E tem mais: a plataforma aprende rapidamente o que você gosta de consumir. Com apenas algumas sessões no TikTok, já é possível receber conteúdo altamente direcionado. Assim, você navega por um feed de vídeos curtos e aleatórios e pode acabar encontrando conteúdo que você nem sabia que precisava — e que parece que foi feito para você.

Onde pesquisar: Google ou TikTok

Percebemos que, devido ao sucesso do TikTok, outras redes sociais, como Instagram e YouTube, estão mudando suas plataformas para priorizar vídeos curtos. Mas a mudança que o TikTok traz na forma como consumimos conteúdo pode ser ainda maior.

Além de atrair novos usuários por meio do seu formato, o TikTok está ganhando uma funcionalidade que era usada pelo buscador do Google: encontrar a resposta a uma pergunta. E essa mudança no comportamento dos usuários pode aborrecer o gigante da internet.

O TikTok não é apenas voltado para o entretenimento: é também de uma plataforma de informação. Prova disso é que a Geração Z recorre ao aplicativo para pesquisas, como encontrar direções, ver locais ou mesmo sondar um profissional de saúde para a próxima consulta.

Porém, a realidade é que o motor de busca do TikTok não parece oferecer a melhor experiência. Pode ser difícil até mesmo encontrar um vídeo que já passou pela aba “Para Você” se você esqueceu de salvá-lo. Na plataforma, os vídeos mais assistidos têm lugar de destaque.

Já o Google recebe bilhões de buscas por dia e oferece uma boa experiência de pesquisa. Inclusive, se você trabalha com SEO, provavelmente está por dentro de algumas atualizações:

  • a correspondência aprimorada;
  • a compreensão da intenção de busca;
  • a próxima implementação do processamento de linguagem natural com redes neurais.

Com tudo isso, o Google Search está fazendo grandes melhorias na forma como entrega conteúdo ao usuário. Com o medo da hegemonia do TikTok e do Instagram, a empresa está procurando por formas ainda mais inovadoras de entregar o que as pessoas buscam, e isso está cada vez mais relacionado com vídeos e imagens.

Alguns dos novos recursos são o multisearch, exploração de cena (scene exploration) e, claro, os vídeos curtos!

Os recursos multisearch, exploração de cena e vídeos curtos do Google

Por meio da ferramenta multisearch, você pode apontar o celular para um objeto e encontrar o mesmo produto ou um item similar à venda. Agora, o Google quer ir além e disponibilizar essa ferramenta para negócios locais. Assim, será possível, por exemplo, tirar um print de um yakisoba e encontrar o restaurante mais próximo que oferece esse prato.

Fonte: Google

O recurso de exploração de cena (scene exploration) permitirá, no futuro, usar o multisearch para capturar com o smartphone uma cena mais ampla, como uma prateleira de supermercado. Dessa forma, será possível obter informação em tempo real sobre vários produtos, facilitando a decisão na experiência de compra.

Fonte: Google

O Google também anunciou em março que já está trabalhando em formas de mostrar vídeos curtos nos resultados de pesquisa com maior frequência. Essa é uma forma de atrair o público mais jovem, que usa o TikTok e o Instagram para realizar pesquisas.

Como você viu, o Google prevê várias mudanças para tornar a experiência de pesquisa mais intuitiva e eficiente, sem perder a essência das suas plataformas.

A importância de focar o público, sem ignorar as tendências

Se bem utilizadas, as tendências e mudanças que apresentei neste post podem trazer muitas oportunidades para as marcas e os profissionais de Marketing. O TikTok tem potencial de se tornar um bom canal topo de funil, ideal para compartilhar conteúdo de infoentretenimento direcionado para a fase de descoberta e aprendizado. Também é um meio muito estratégico para gerar reconhecimento de marca.

O Google Search continua sendo o melhor canal para atrair visitantes de forma orgânica, por meio de conteúdo e estratégias de SEO. Além disso, a chegada dos recursos multisearch, exploração de cena e pesquisa de vídeos curtos abre muitas possibilidades, em especial para e-commerces e negócios locais.

Agora, independentemente da forma como você planeja aproveitar essas tendências, é sempre importante ter em mente a sua persona. É somente com esse cuidado que você vai poder oferecer conteúdo valioso para seu público em diversos canais e formatos.

Compartilhe
facebook
linkedin
twitter
mail

Inscreva-se em nosso blog

Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu email

Posts Relacionados

Quer receber mais conteúdos brilhantes como esse de graça?

Inscreva-se para receber nossos conteúdos por email e participe da comunidade da Rock Content!