Quais são os melhores produtos para revenda em 2022?

O mercado de vendas está sempre em ascensão, mas alguns produtos podem ajudar você a acertar de cara. Por isso, separamos uma lista com os melhores produtos para revenda que você precisa conhecer antes de começar a investir. Saiba quais são eles!

produtos para revenda
Estratégias de Conteúdo com Patrícia Moura

Está pensando em ter uma renda extra ou até mesmo começar um negócio ainda em 2022 e tem em mente a venda de mercadorias para ter bons resultados? Então, conhecer os melhores produtos para revenda é a sua solução!

Porém, com uma lista gigante de mercadorias com alto potencial de compra, realmente fica difícil saber quais seriam os produtos certos para investir. Por isso, estamos aqui para facilitar a sua escolha!

Se você quer saber quais são os melhores produtos para revenda em 2022, basta continuar a leitura. Aqui, falaremos sobre os seguintes assuntos:

    Boa leitura!

    Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

    Não se preocupe, não fazemos spam.

    O que é a revenda de produtos?

    Quando falamos em revenda de produtos, a primeira coisa que vem à mente é algo atrelado a determinada marca, mas nem sempre é assim. A partir do momento em que adquirimos um artigo para vender, passamos a ser um revendedor, sem necessariamente ser um representante daquela empresa.

    Essa modalidade é uma grande oportunidade de garantir uma renda extra. Dessa forma, você consegue investir em uma empresa, estudos, viagens ou até mesmo em objetos para uso pessoal.

    Quais são os tipos de revenda?

    Se você está pensando em revender alguns produtos, é importante conhecer qual mercadoria pode ser a melhor para você. Além disso, você deve saber quais são os principais tipos de revenda. A seguir, vamos explicar com mais detalhes os principais. Acompanhe!

    Catálogo

    Talvez, o mais conhecido tipo de revenda seja o de catálogo. Nossas mães, avós ou tias já praticavam isso com revistas de utilidades domésticas ou até mesmo de itens de beleza desde quando éramos crianças. Lembra disso? Sempre havia alguém na família que surgia com um catálogo em casa. 

    O catálogo se dá por uma representação direta da marca. Você se cadastra e passa a ser revendedor daquela empresa, obtendo a margem de lucro de 15% a 50%, dependendo da marca.

    Até hoje, tradicionais marcas trabalham dessa forma, como é o caso da Avon, Natura, Tupperware ou Boticário. 

    Nessa modalidade, é possível investir pouco inicialmente e adquirir algumas peças para começar. Assim que o seu negócio começar a apresentar melhores resultados, você pode aumentar o seu investimento.

    Autônomo

    Se você pensa em adquirir produtos para venda direta, sem vínculo com outras empresas, sendo o seu próprio administrador, então será um revendedor autônomo.

    Esse tipo de revenda no Brasil, de acordo com o IBGE, hoje passa de 24 milhões de pessoas. Sinal de que há uma grande oportunidade no mercado.

    Aqui, não há limites para mercadorias. Pelo contrário, elas podem ser desde alimentos feitos por você, até mesmo artigos comprados em atacados para revenda. 

    Marketing multinível

    Nesse tipo de revenda, o vendedor pode ganhar de duas formas: fazendo a venda direta ou indicando novas pessoas para serem seus vendedores.

    Essa modalidade é hierárquica, sendo assim, quem está acima de você ganha mais. Geralmente, esse tipo de revenda está ligado às pirâmides financeiras

    Portanto, conhecer bem a empresa em que vai se vincular é essencial para evitar prejuízos.

    Separamos aqui alguns artigos que podem te interessar:

    Consignação

    Aqui, está uma excelente oportunidade para quem não tem um valor inicial para dar de entrada no negócio de produtos para revenda. Além disso, ao escolher essa opção, você tem um nível de risco muito baixo.

    Isso porque na consignação, o vendedor pega os itens e passa a ser comissionado pelo que vendeu. Além disso, você pode devolver o que não foi vendido. Geralmente, essa modalidade se dá para artigos como roupas, roupas íntimas, eletrônicos etc.

    Seja qual for a escolha entre os tipos de revenda é preciso saber quais são os melhores artigos para investir. Confira a seguir!

    Quais são os melhores produtos para revenda em 2022?

    Agora que você já conheceu os principais tipos de revenda, chegou o momento de saber quais são as melhores oportunidades para ganhar dinheiro ainda esse ano. Confira!

    1. Produtos eletrônicos

    De acordo com os dados da Statista, o consumo de equipamentos eletrônicos no Brasil deve atingir U$14,84 bilhões ainda em 2022. Esse montante representa um crescimento expressivo do setor, o que evidencia que o mercado está em expansão.

    Cabe destacar que nessa previsão, não estamos falando somente de smartphones, mas de eletrônicos em geral. E não é para menos, pois cada vez mais estamos vendo as casas adaptarem suas rotinas com interfaces de inteligência artificial, que vão desde sistemas por voz como a Alexa, da Amazon, às lâmpadas que, por sinal wi-fi, podem ser programadas para ligar ou desligar na hora que o usuário desejar.

    A seguir, apresentamos uma lista de produtos para revenda no setor de eletrônicos que o revendedor pode adquirir:

    • componentes para gadgets (resistores, capacitores, transformadores);
    • itens para automação residencial (lâmpadas, sistema por voz, câmeras, outros objetos inteligentes);
    • videogames e videogames portáteis;
    • tablets e laptops;
    • smartphones;
    • smart Tv.

    São inúmeras as oportunidades do mercado tecnológico para ganhar dinheiro. Esses produtos para revenda devem ser planejados para a importação. Portanto, conhecer uma empresa confiável é essencial para fazer bons negócios.

    2. Bijuterias e acessórios

    Talvez os produtos para revenda com menor investimento sejam as bijuterias e acessórios pessoais. Afinal, eles têm uma grande procura no mercado, ainda mais agora que voltamos a sair às ruas para atividades de lazer e trabalho. Veja alguns que vale a pena revender:

    • brincos;
    • pulseiras;
    • óculos de sol;
    • relógios;
    • anéis;
    • colares;
    • mantas;
    • toucas;
    • bolsas.

    As mulheres são o grande público dessa categoria. Ainda mais aquelas que prezam por um cuidado especial com elas mesmas ou que gostam de presentear alguém. 

    Os itens podem ser de vários tipos, desde as bijuterias convencionais aos produtos artesanais. Caso você não saiba trabalhar com itens manuais, está aí uma oportunidade de aprendizado ou de fazer a revenda de produtos de alguém que trabalha com artesanato.

    As bijuterias e acessórios são vendidos o ano todo, mas podem ter maior demanda em datas comemorativas como Dia Das Mães, Dia Dos Namorados ou Natal.

    Independentemente dos itens escolhidos, preze sempre por qualidade. Assim, você terá novos clientes e conseguirá fidelizar os atuais, gerando novas vendas.

    3. Itens importados

    Nessa categoria de objetos para revenda, temos também um grande mercado de investimento, que são os itens importados.

    Se formos considerar o mercado eletrônico em expansão, podemos focar aqui também em itens que se encaixam nas duas classes como:

    • carregador sem fio para smartphones e relógios inteligentes;
    • tripés eletrônicos para celulares e câmeras;
    • câmera de ação;
    • drones;
    • microfones e fones de ouvido para podcast;
    • fones de ouvido sem fio;
    • películas e cases para celulares;
    • smartwatch.

    Assim como itens para inteligência artificial em casa, os usuários de artigos tecnológicos estão investindo muito em si. Portanto, itens como relógios inteligentes e fones sem fio, além de estarem super na moda, incentivam seus usuários a praticarem esportes e, consequentemente, contribuem para melhorar a sua saúde.

    Já para acessórios eletrônicos que podem ser importados, cada vez mais cresce o número de produtores de conteúdo, o que gera um mercado para venda de tripés, fones e drones, por exemplo. 

    Não podemos deixar de fora os microfones e fones para podcast, já que o investimento nessa plataforma não para de crescer. Mais uma vez, existem muitas oportunidades nessa categoria.

    4. Utilidades domésticas e itens de decoração

    Já não é mais novidade para ninguém que a pandemia fez com que as pessoas passassem a valorizar mais as suas casas. Desde então, os itens domésticos e de decoração têm apresentado uma procura elevada, com o objetivo de deixar as residências mais aconchegantes.

    Esses produtos se apresentam como uma boa oportunidade para revenda, pois têm uma variedade de mercadoria e de preços. É possível encontrar pequenos itens em grandes atacados ou até mesmo importar com baixo investimento.

    Veja alguns artigos que você poderá adquirir para revender em 2022!

    Decoração

    • Porta-retratos;
    • vasos de plantas ou plantas e flores;
    • itens gerais de decoração;
    • objetos com luzes de led;
    • quadros personalizados;

    Utensílios de casa

    • Potes para temperos;
    • colheres para cozinhar;
    • louças como pratos, copos, canecas e talheres;
    • decoração de mesa;
    • acessórios para micro-ondas ou airfryer;
    • itens personalizados.

    Além dos itens citados, podemos incluir tudo que envolve artesanato e casa. Isso porque os autônomos desse ramo cresceram muito nos últimos anos, assim como o número de pessoas interessadas nesses produtos.

    Estar sempre atento ao mercado de consumo dessa categoria vai ajudar a se destacar nesse meio. Afinal, sempre tem uma novidade surgindo e você pode aproveitar essas oportunidades, ainda mais se forem objetos para facilitar o dia a dia em casa. 

    5. Itens de cuidado pessoal e beleza

    A rotina de skin care também está em alta e virou parte essencial do dia a dia dos brasileiros. Portanto, se tornar um revendedor de artigos para cuidado pessoal pode ser uma boa opção. Veja as mais pedidas: 

    • perfumaria; 
    • cremes para cada parte do corpo; 
    • maquiagens; 
    • produtos para cabelo;
    • cílios e unhas postiças.

    Porém, também podemos incluir nessa modalidade outros produtos como: 

    • escova modeladora;
    • secador de cabelo; 
    • babyliss;
    • sais de banho; 
    • pedras massageadoras para rosto; 
    • depilador elétrico;
    • produtos de bem-estar sexual.

    Não se esqueça de fazer uma pesquisa com os seus potenciais clientes para descobrir o que melhor se encaixa para eles. Com certeza, você vai encontrar algum produto para revenda dessa lista. 

    6. Vestuário

    Durante a pandemia, o vestuário Comfy foi o que mais esteve em alta, mas já podemos acrescentar todos os estilos ao nosso guia. Sendo assim, aqui está mais uma oportunidade de produtos para revenda que você pode investir. 

    Assim como eletrônicos ligados à saúde e bem-estar, as roupas fitness para a prática de esportes são ótimas opções para revenda. Além disso, podemos incluir tênis e até acessórios para esportes. 

    O setor têxtil segue em alta. Portanto, itens como camisetas, calças, saias e vestidos que podem ser usados no dia a dia é sempre uma boa aposta. 

    Como escolher um produto para revenda?

    Agora você já pode ter uma boa noção dos melhores produtos para revenda, os que estão em alta e que podem gerar bons lucros. Mas, diante de tantas opções, como escolher o melhor para investir? Confira algumas dicas que separamos!

    Escolha um produto que conhece

    A primeira dica para começar a ser um revendedor é essa: escolher uma mercadoria que conheça, assim fica mais fácil de vender. Um produto conhecido não vai exigir estudo prévio sobre o item, por exemplo.

    Dessa maneira, o revendedor passa a trabalhar com mais facilidade, com algo que gosta e pode falar com propriedade. 

    Escolha um nicho que mais se encaixa com o que você tem como meta de vendas e inclua, aos poucos, produtos para aumentar o seu catálogo.

    Estude o mercado

    De nada adianta você escolher um artigo que seja a sua cara se não estudar o mercado. Afinal, nem sempre os nossos amigos e famílias são nossos compradores. Então, descarte a ideia de usá-los como parte do estudo. Faça pesquisas com desconhecidos, de diferentes perfis e compreenda se realmente é aquilo que deve aplicar. 

    Aposte em uma comunidade

    Conhecer o público é essencial para divulgação e venda. Além disso, criar comunidades acerca do seu produto tende a fazer com que você atraia mais clientes. 

    Para que o vendedor acerte no item, é essencial pesquisar sobre gostos, comportamentos e valores dos consumidores. Dessa forma, é possível buscar algo que realmente agregue valor a eles. 

    Saiba onde vender

    Agora que já tem os principais produtos para revender em 2022 chegou o momento de colocar a mão na massa para começar a lucrar o quanto antes. Você já sabe como vai fazer isso? 

    Certamente, escolher algum canal na internet para venda é o que você precisa para começar e, até mesmo para escolher um artigo. Afinal, ele precisa se encaixar no local em que os seus compradores estão. 

    Seja por meio de e-commerce ou redes sociais, apostar na comercialização vai ser o seu diferencial. 

    Por falar em internet e vendas, outro item que o vendedor pode começar a investir, que vai além da nossa lista dos melhores produtos para revenda, são os infoprodutos. Sabe do que se trata? Resumidamente, são cursos, e-books e outros produtos digitais. 

    Ficou interessado? Então conheça mais sobre eles neste artigo que separamos para você!

    Compartilhe
    facebook
    linkedin
    twitter
    mail

    Inscreva-se em nosso blog

    Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu email

    Posts Relacionados

    Quer receber mais conteúdos brilhantes como esse de graça?

    Inscreva-se para receber nossos conteúdos por email e participe da comunidade da Rock Content!