O que é Vendas 4.0 e quais são as características dos seus vendedores?

Para seguir competitivo em um mercado tão concorrido, é essencial buscar conhecimento e entender mais sobre novos conceitos, técnicas e estratégias. Exemplo disso é a ideia de Vendas 4.0, que marca um novo momento para quem trabalha na área e exige uma mudança de comportamento e atitude para seguir relevante ao lidar com consumidor cada vez mais exigente.

vendas 4.0
Estratégias de Conteúdo com Patrícia Moura

Para conseguir atrair mais clientes, uma empresa precisa sempre buscar novas alternativas e estratégias, certo? Quando se fala em vendas, isso se torna ainda mais relevante para um melhor desempenho. Acompanhar as tendências vai permitir, por exemplo, uma maior competitividade para lidar com consumidores mais exigentes, exatamente o conceito de Vendas 4.0.

Assim como aconteceu em outras áreas, é o movimento de atualização do setor a partir das demandas da sociedade, que se modificou muito nos últimos anos, especialmente, por conta da transformação digital. O Marketing, por exemplo, abriu espaço para o Marketing Digital e as suas muitas ramificações, como o Inbound Marketing.

Mas o que esperar para quem atua como vendedor? Neste artigo, vamos abordar os seguintes tópicos:

    O que acha, então, de se aprofundar no assunto e tirar todas as suas dúvidas sobre Vendas 4.0 e como ser um vendedor nessa nova era? Continue a leitura!

    Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

    Não se preocupe, não fazemos spam.

    O que é Vendas 4.0?

    O conceito de Vendas 4.0 é muito simples: a adaptação do processo de vendas às demandas da sociedade atual. Ou seja, utilizar ferramentas e conceitos que sejam comuns no mercado e levar para o campo das negociações. Um exemplo clássico disso é o uso da tecnologia, que se faz tão presente na rotina de qualquer pessoa e não pode ser deixado de lado na hora de conseguir uma conversão.

    Sendo assim, é um conceito que busca implementar técnicas e abordagens inovadoras para conseguir uma venda. Não apenas na questão das ferramentas utilizadas, mas também, na postura do vendedor, que precisa se reinventar e se adaptar ao novo cenário, garantindo uma maior conformidade com as principais práticas do mercado atual.

    O que é um vendedor 4.0?

    O vendedor 4.0, portanto, é o profissional que não apenas entende a importância desse conceito, mas o coloca em prática nas suas atividades. Adota uma postura mais proativa, e modifica o seu relacionamento com os consumidores, buscando construir um vínculo mais natural e saudável para aumentar as suas chances de venda e de encantamento do cliente.

    Quais são as características do vendedor 4.0?

    Mas, afinal, como um vendedor 4.0 se diferencia? Quais são as características essenciais para se destacar nessa função? Confira as principais delas!

    É empático

    A característica inicial que vai ser listada aqui tem um motivo: ela é fundamental para abrir a oportunidade de conversa. Ser empático é uma das mudanças mais necessárias para todo vendedor que deseja se destacar no mercado.

    Esqueça a abordagem mais direta e agressiva. A primeira missão de um vendedor 4.0 é entender quais são as dificuldades, desejos e demandas do seu cliente.

    A empatia vai abrir a possibilidade para um primeiro contato, permitindo que o vendedor consiga estabelecer um laço de confiança. Quando isso acontece, as chances de que a conversa se desenrole para o caminho da conversão aumentam consideravelmente. Afinal, o consumidor percebe que o interesse não está apenas em fazer uma venda, mas também, resolver um problema que ele está passando.

    Tem criatividade

    A criatividade abre vários caminhos para que a conversão aconteça da melhor maneira possível. Um exemplo está na maneira de utilizar os canais de comunicação. Como a sua marca vai abordar o cliente? O vendedor 4.0 vai não apenas utilizar o que está disponível, mas criar formas de transmitir a sua mensagem de maneira mais segura e eficiente.

    Uma ação de email marketing, por exemplo, contará com recursos diferentes, como um conteúdo interativo, aumentando as chances de atração. A conversa para apresentar mais sobre um serviço vai ser feita a partir de gatilhos mentais ou técnicas de vendas, como o rapport.

    As ferramentas estão disponíveis, mas cabe ao vendedor 4.0 transformar essas soluções em ações ainda mais precisas com seus clientes.

    Dispõe de sinceridade

    Lembra-se de que falamos sobre a importância da empatia, ou seja, de entender as dores do cliente? Esse é um primeiro passo para estabelecer um laço de maior confiança, mas não é o único: a sinceridade também é essencial. A ideia do vendedor 4.0 não é apenas conseguir uma conversão, mas sim, ter uma conexão maior com o consumidor para identificar como a sua oferta de valor pode ser útil.

    Isso significa, até mesmo, não fechar uma venda. Pode parecer estranho, mas a sinceridade deve ser fundamental para evitar uma dor de cabeça maior. Uma venda que não resolva a dor do consumidor pode fazer com que ele se sinta enganado, e isso pode ter problemas significativos no futuro, especialmente, em relação a reputação da sua empresa ou do seu trabalho.

    Sabe usar dados

    Estamos no auge da era da informação: os dados estão disponíveis nas mais diferentes plataformas e podem enriquecer qualquer estratégia. Para atuar com Vendas 4.0, o profissional deve entender como pode transformar dados em insights relevantes para as suas negociações. Pode ser ao identificar uma necessidade do seu consumidor ou analisar a concorrência e construir um diferencial competitivo para a marca.

    Além disso, os dados devem ser utilizados para compreender o que está acontecendo com o seu cliente. Identificar pequenos detalhes que podem transformar um produto, até então, pouco atrativo, em algo encantador. Muitas vezes, é uma pequena mudança na abordagem que pode abrir uma série de oportunidades na busca por uma conversão.

    Usa as ferramentas em seu favor

    Com o avanço da tecnologia, o vendedor 4.0 também precisa estar totalmente conectado, seja para fazer uma gestão mais eficiente dos leads, seja para aumentar a produtividade. Existem várias soluções no mercado que podem otimizar a rotina do profissional, e ele deve fazer de tudo para utilizá-las da forma mais adequada para os seus métodos de trabalho.

    Isso significa, até mesmo, usar outras áreas, investindo na integração com outros setores, como o conceito de Vendarketing. Afinal, se é um setor que trabalha na mesma empresa que você e pode fornecer insights valiosos para lidar com seus clientes em potencial, trata-se de uma ferramenta. Essa conexão com outros setores e profissionais também pode ser um diferencial competitivo para quem deseja se destacar.

    Separamos aqui alguns artigos que podem interessar:

    Como essas características podem ajudar a vender?

    A lógica é muito simples: some todas as características do vendedor 4.0 e você vai entender o impacto desse conceito nas suas vendas. Em primeiro lugar, você passa a colocar o consumidor em primeiro lugar, adotando uma estratégia Customer Centric. Na prática, isso vai representar maior empatia e a criação de um relacionamento mais duradouro com cada cliente, estimulando, por exemplo, a fidelização.

    Outro aspecto importante é a transparência. Uma relação mais próxima implica no desejo não apenas de vender um produto ou serviço, mas mostrar como uma oferta de valor pode agregar ao consumidor final. Esqueça a venda apenas pela venda. É preciso ter um propósito muito claro, o que vai ter um impacto significativo nas chances de conseguir uma conversão.

    Por fim, o vendedor 4.0 também utiliza mais ferramentas e informações disponíveis. Isso representa uma maior eficiência e produtividade no dia a dia, o que vai resultar em um melhor desempenho de vendas ao final desse processo. Menos recursos vão ser necessários para ter um maior poder de convencimento, ideal para o negócio se desenvolver de maneira sustentável, no médio e longo prazos.

    Entender e aplicar o conceito de Vendas 4.0 é, portanto, fundamental para quem quer se diferenciar. Em resumo, significa atualizar as melhores práticas e estratégias da sua equipe de vendedores para se adequar aos novos padrões e exigências do mercado e dos consumidores. Ter isso em mente é o primeiro passo para conseguir melhorar o seu desempenho.

    Um exemplo disso está na forma de se comunicar com o seu público-alvo. O preço já não é o único chamativo para um consumidor e, por isso, as mensagens são essenciais para o sucesso a longo prazo de um vendedor. O que acha, então, de conhecer 5 exemplos de copywriting para vendas?

    Compartilhe
    facebook
    linkedin
    twitter
    mail

    Inscreva-se em nosso blog

    Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu email

    Posts Relacionados

    Quer receber mais conteúdos brilhantes como esse de graça?

    Inscreva-se para receber nossos conteúdos por email e participe da comunidade da Rock Content!