Vendas baixas: descubra por que isso acontece e o que fazer para acelerá-las

As vendas baixas são um problema para qualquer empresa, não é mesmo? Mas a boa notícia é que nunca existiu tanta oportunidade para corrigir esse problema, independentemente do seu segmento de atuação. Seja com as ferramentas disponíveis, seja com os canais de comunicação, as maneiras de se aproximar dos seus consumidores são muitas e você precisa colocar algumas delas em prática.

vendas baixas

As vendas baixas talvez sejam o principal pesadelo de qualquer empreendedor, certo? Afinal, quando isso acontece de forma frequente, é pouco provável que o negócio se mantenha sustentável por muito tempo.

Sendo assim, é preciso buscar por alternativas que solucionem o problema rapidamente e a boa notícia é que existem várias estratégias que podem ser aplicadas para acelerar as suas vendas.

Já pensou em aumentar a presença da sua marca nos canais digitais? Ou então de utilizar ferramentas que ajudem a construir um fluxo de trabalho muito mais eficiente e prático, reduzindo a jornada de compra? Essas são apenas algumas das muitas opções para reverter o quadro de vendas baixas e conseguir os melhores resultados possíveis para o seu negócio.

Mas, na prática, o que pode ser feito? Para ajudar você a solucionar esse problema, preparamos um conteúdo completo com as principais estratégias para acelerar as vendas baixas no seu negócio! Continue a leitura deste artigo para conferir!

    Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

    Não se preocupe, não fazemos spam.

    1. Conhecer e segmentar o público

    Nenhuma solução para as vendas baixas vai ser tão eficiente quanto conhecer e segmentar o seu público. Aliás, esse deve ser o primeiro passo para garantir a eficiência até mesmo de outras estratégias que vamos apresentar mais abaixo.

    Afinal, o nível de exigência no mercado é cada vez maior e, por isso, é necessário ter o conhecimento total sobre as preferências, características e dores do seu público-alvo.

    Para começar, é importante entender, de fato, quem é o seu cliente. Uma forma de se fazer isso é definindo uma (ou mais, se necessário) persona para que a sua marca saiba exatamente com quem está se comunicando. A partir disso, o tom de voz pode ser adaptado, além do uso adequado dos canais de comunicação, garantindo que a sua mensagem seja enviada pelo local certo e seja relevante.

    Além disso, é preciso ter informações sobre quais são os desafios e necessidades desse consumidor para cruzar com os benefícios e diferenciais que o seu produto ou serviço tem para oferecer.

    Dessa forma, torna-se mais simples e prático entender qual é, por exemplo, o diferencial competitivo da sua marca ou, se necessário, realizar os ajustes no seu planejamento para conseguir aumentar as vendas.

    2. Tenha atendimento digital

    Na era da transformação digital e da presença tão significativa da tecnologia em nossas rotinas, é inegável que o atendimento digital tem uma importância tremenda na relação com seus clientes.

    Se o consumidor está em um canal, a sua marca também precisa marcar presença. A lógica é muito simples e, assim, construir um fluxo de atendimento para os canais digitais se torna essencial.

    Lembra que mais acima você coletou as informações sobre o seu público? Agora você vai precisar delas para definir, por exemplo, quais vão ser os canais usados para construir essa relação.

    Para alguns consumidores, as redes sociais são essenciais, enquanto outro perfil de público pode preferir uma comunicação mais voltada para meios de comunicação tradicionais, como televendas ou e-mail marketing.

    Independentemente de qual seja o perfil do seu público, a sua marca precisa se adaptar aos desejos e preferências dos consumidores. Assim, a tarefa de estreitar a relação se torna muito mais precisa.

    Afinal, não basta estar presente nos canais online, certo? É preciso fazer com que o seu atendimento digital realmente solucione uma dor dos clientes em potencial da sua empresa.

    3. Crie processos de vendas rápidos

    Além de contar com as habilidades de um bom vendedor, é preciso que os processos de vendas também sejam eficientes e ágeis. Isso significa, por exemplo, o uso de ferramentas de CRM (Customer Relationship Management, que pode ser traduzido como Gestão de Relacionamento com o Cliente) e criação de fluxos que tornem toda a abordagem mais eficiente também, evitando que a jornada de compra seja tão longa.

    Como a concorrência no ambiente digital é cada vez maior, se torna necessário otimizar as etapas dentro da sua empresa.

    Seja com o uso de técnicas de vendas como o Inside Sales, que utiliza recursos tecnológicos para reduzir as distâncias físicas, por exemplo. O mais importante aqui é que funcione para o seu cliente, mas de uma maneira que também impacte na produtividade da sua equipe.

    Separamos aqui alguns artigos que podem interessar:

    4. Tenha comunicação personalizada

    Como item complementar do atendimento digital, é preciso investir também em uma comunicação personalizada. Isso significa construir diálogos que façam sentido com o seu público.

    Mais do que ter um produto ou serviço atraente, é necessário fazer com que o consumidor entenda quais são os benefícios práticos de utilizar a sua oferta de valor.

    Além de garantir que a mensagem se torne muito mais eficiente, a comunicação personalizada ajuda a aproximar as duas partes.

    Na prática, isso representa uma série de oportunidades para que a sua empresa conquiste os clientes não apenas para uma venda, mas de forma recorrente. E essa confiança se torna valiosa para o futuro do seu negócio como um todo.

    5. Trabalhe pós-venda

    Outro motivo que pode causar as vendas baixas no seu negócio é a falta de cuidado com o pós-venda. Por mais que a conversão já tenha sido feita, isso não significa que o contato e o suporte ao consumidor precisa acabar.

    Pelo contrário: é nesse momento que as empresas mostram a real preocupação com seus clientes e fornecem toda a ajuda necessária para solucionar eventuais dúvidas ou problemas.

    Quer um exemplo? Imagine que um e-commerce vendeu um produto, mas ele chegou na cor diferente da qual o consumidor tinha escolhido. É preciso que essa jornada de troca do produto seja tão eficiente quanto foi o processo para a venda inicial.

    Além de contribuir para a melhor experiência e satisfação do cliente, é uma forma de mostrar que a sua empresa quer estreitar os laços com seu público e se mostrar bom em vendas.

    6. Invista em marketing de conteúdo

    Com tanta concorrência no ambiente online, é preciso se diferenciar dos competidores. Uma das formas mais eficientes de fazer isso é criando conteúdos que sejam relevantes para o perfil da sua audiência.

    O objetivo é utilizar uma estratégia de marketing de conteúdo para que mais interessados entrem em contato ou mesmo no campo de visão da sua equipe.

    Além disso, é importante explorar diferentes formatos de conteúdo para que eles realmente sejam interessantes para a sua audiência.

    Os posts em blogs sempre são uma alternativa válida, mas o que acha de criar um canal no YouTube com pílulas que falem sobre assuntos relevantes para esse público? Apostar no user generated content, com depoimentos de clientes satisfeitos? Por que não usar infográficos para facilitar a experiência do leitor dentro de um artigo?

    O uso de conteúdos relevantes relacionados à sua marca aumenta bastante as chances de ela ser vista no ambiente online. E mais importante: reforça a autoridade e o conhecimento da sua empresa dentro daquele segmento.

    Essa primeira impressão pode ser fundamental para que mais contatos se interessem pelas suas ofertas e, consequentemente, mais negócios sejam feitos.

    7. Utilize técnicas de SEO

    Entre os principais desafios dos lojistas, está gerar tráfego. Por isso, é importante encontrar maneiras de aumentar o número de visitantes nas suas páginas, mesmo sem necessitar de muitos investimentos.

    Para tanto, invista em técnicas de SEO (Search Engine Optimization) e para conseguir um melhor posicionamento nas páginas de resultados de buscadores como Google e Bing.

    Com uso correto das palavras-chave e outras técnicas, é possível se destacar a partir de um melhor ranqueamento após o usuário realizar uma busca na internet.

    Segundo levantamento feito pelo Backlinko, aparecer no primeiro lugar após uma pesquisa resulta em uma taxa de clique de 31,7%, totalizando quase dez vezes mais chances de conseguir uma visita do que se você aparecer ao final da página.

    8. Coloque o conceito de Vendarketing em ação

    O conceito de Vendarketingda união entre Vendas e Marketing — também precisa ser implementado para que a atração de clientes em potencial seja feita com mais eficiência.

    A integração entre essas duas áreas permite que mais informações sejam coletadas pela sua equipe, garantindo que nada passe despercebido quando o assunto é atrair prospects para o seu negócio.

    Unir os dois times é essencial para que nenhum dado seja perdido e todas as equipes estejam atualizadas com o máximo de informações sobre cada cliente, o que vai aumentar a precisão de todas as estratégias.

    Na prática, esses cuidados aumentam as chances de atrair leads ainda mais qualificados para o seu negócio, gerando inúmeras oportunidades de conversões.

    9. Reformule constantemente as suas ofertas

    Sabendo mais sobre seus clientes, a partir de relatórios variados, você entende o que atrai essas pessoas e pode pensar em melhores ofertas. Aquelas irresistíveis após a abertura de um e-mail marketing!

    E é por isso que é fundamental revisar e aprimorar todas as ofertas, garantindo que elas façam sentido para a sua base de contatos. Isso evita que os leads se afastem dos seus vendedores por causa de uma proposta muito longe do seu orçamento, por exemplo.

    Afinal, de que adianta criar ofertas que não fazem sentido para o seu público? Isso mostra que é preciso realizar mudanças para cativar a audiência e garantir que os leads realmente se interessem pelas propostas.

    O produto ou serviço pode ser ideal para solucionar os problemas daquele contato, mas é necessário encaixar cada oferta na realidade dos clientes.

    10. Trabalhe escuta ativa

    Parte essencial do trabalho de conquista de um cliente está na confiança que ele sente em uma empresa, não é mesmo? Sendo assim, é necessário usar algumas técnicas que ajudem a construir essa relação mais próxima.

    Uma delas é a escuta ativa, ou seja, fazer com que os vendedores se coloquem à disposição dos consumidores, garantindo que eles estejam disponíveis mesmo nos momentos mais complexos.

    A ideia é utilizar os canais de comunicação para estreitar esses laços. E como fazer isso na prática?

    Muito simples, ter a consciência de que o consumidor não quer apenas ouvir um vendedor falando dos benefícios de um produto ou serviço, por exemplo. Ele quer soluções para os seus problemas. E qual é a melhor forma de fazer isso? Dando voz ao cliente.

    Com a escuta ativa, portanto, a sua marca estabelece um canal de comunicação e confiança entre as partes.

    É um trabalho tão importante não apenas para a satisfação daquele cliente, mas também para ter mais informações sobre como aprimorar os seus produtos e serviços e até mesmo para um dos objetivos tão comuns nesse mercado: a tão sonhada fidelização do consumidor.

    Sim, as vendas baixas podem acontecer com qualquer negócio, mas com tantas formas de reverter esse quadro, você não pode simplesmente aceitar esse cenário ruim, não é mesmo?

    Sendo assim, estruture um plano de ação e defina quais das estratégias que apresentamos acima mais podem ajudar o seu negócio a se diferenciar dos concorrentes e potencializar as suas vendas.

    Além dessas várias opções que apresentamos ao longo deste conteúdo, existem outras ações e estratégias que podem ajudar bastante a acelerar as vendas baixas no seu negócio. O que acha de conferir outro artigo do nosso blog e aprender a fazer uma campanha de vendas com 5 exemplos de sucesso?

    Compartilhe
    facebook
    linkedin
    twitter
    mail

    Inscreva-se em nosso blog

    Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu email

    Posts Relacionados

    Quer receber mais conteúdos brilhantes como esse de graça?

    Inscreva-se para receber nossos conteúdos por email e participe da comunidade da Rock Content!