OTT Streaming: o que é e como ganhar dinheiro com esse formato?

Que tal lançar a sua própria Netflix? Venha entender o conceito de OTT Streaming e aproveite as recomendações para criar sua plataforma.

OTT Streaming

Uma revolução digital está transformando o mercado de vídeos. O OTT Streaming permite que criadores de conteúdo — como você — construam negócios estáveis, escaláveis e lucrativos em torno de seus vídeos. Mas saber o que é uma plataforma OTT e como ela realmente funciona pode ser um pouco confuso.

Portanto, neste artigo, mostraremos por que o OTT Streaming oferece uma ótima oportunidade de negócios para todos os criadores de conteúdo. 

Para freelancers que buscam oportunidades de ganhar uma renda extra, aqui está uma excelente alternativa de monetizar sua criação de conteúdos e profissionalizar sua carreira.

Você encontrará respostas para os seguintes tópicos:

Vamos lá? Utilize este artigo como guia para elevar a sua criação de conteúdos para um outro patamar.

O que é OTT Streaming?

OTT Streaming é um serviço de mídia que consiste em canais de conteúdos que utilizam a internet para oferecer vídeos a seus espectadores, em vez de usar infraestruturas tradicionais, como TV a cabo.

Pense na Netflix, Disney+ ou em qualquer uma das muitas plataformas de streaming que você pode se inscrever hoje em dia. Tudo o que precisa para assistir nelas é uma conexão com a Internet e um dispositivo como smartphone, notebook ou tablet.

Traduzindo para o português, a expressão inglesa Over the Top significa “acima do topo”. Ela se encaixa perfeitamente com a ideia de meios de transmissão de conteúdo sem intermediários, como são as plataformas de OTT Streaming.

Como o OTT Streaming revolucionou o mercado de vídeos?

É inegável que plataformas como Netflix e YouTube mudaram completamente a forma como as pessoas veem filmes, programas de televisão e outros vídeos. 

Isso, entretanto, não acontece apenas porque as opções de streaming oferecem serviços melhores do que a TV tradicional. Essa é apenas uma das razões. 

A seguir, descubra em quais aspectos as plataformas de OTT Streaming revolucionam o mercado de vídeos.

Conveniência para assinantes

As plataformas OTT estão disponíveis em diferentes dispositivos (smartphones, notebooks e televisores). 

Se uma pessoa quiser assistir a um filme sozinha ou passar uma noite em família vendo seu programa favorito em uma tela grande, as plataformas OTT cuidam de tudo, pois estão ao alcance da mão a qualquer hora e em qualquer lugar.

Custo-benefício

Uma pessoa, hoje, realmente precisa pagar por canais da TV a cabo quando pode obter todos eles pelo preço de um? 

As plataformas OTT revolucionaram o conceito de fazer pacotes personalizados e escolher canais, disponibilizando todos os conteúdos pelo mesmo preço de seus planos.

A facilidade de escolher uma plataforma e pagar o mínimo para ter todos os programas em um só lugar tornou o OTT popular entre as gerações mais novas.

Conteúdo para todos os gostos

As plataformas OTT oferecem uma grande variedade de categorias de entretenimento ou educação, nacionais e internacionais, em comparação com outros serviços.

Assistir a esportes

Quase todos os principais eventos esportivos estão agora disponíveis em plataformas OTT. Uma pessoa não precisa mais esperar os destaques de uma partida nos programas televisivos, pois é possível assistir aos jogos na íntegra em muitas plataformas.

Conteúdo original

As plataformas de OTT Streaming não apenas distribuem conteúdos de outros produtores, pois também podem produzir as suas próprias mídias em vídeo e disponibilizá-las a seus assinantes.

Feedback do público

O OTT revolucionou a forma como o consumidor interage com seus programas favoritos. Criadores de conteúdo empreendedores podem melhorar seu material analisando o envolvimento do espectador na plataforma: likes, dislikes, visualizações e comentários, por exemplo.

Algumas plataformas também oferecem salas de bate-papo nas quais os espectadores podem interagir, aumentando o envolvimento com as aulas, programas, séries ou filmes.

Como produtores de conteúdo podem ter seu próprio canal OTT Streaming?

Em linhas gerais, criar seu próprio canal OTT é uma tarefa simples. Você só precisa de conteúdos em vídeo e um provedor para hospedar esses materiais e transmiti-los.

Crie e reúna os conteúdos

Seja você um cineasta, músico ou qualquer outro prestador de serviço com algo para compartilhar, pode criar conteúdo de vídeo que tenha valor para seu público-alvo. 

Você pode até alugar conteúdos em vídeo, como filmes e programas, se não for um criador de conteúdo e quiser apenas configurar um canal.

Encontre uma solução de hospedagem

É hora de encontrar uma solução de hospedagem. Provedores como Dacast, Brightcove, K2.OnDemand, VidYard e Vimeo OTT fornecem uma variedade de serviços, incluindo hospedagem, gerenciamento de conteúdo e ferramentas de monetização.

A decisão final depende das suas necessidades e recursos. A maioria das soluções para hospedagem oferece testes gratuitos, então, aproveite isso! Você pode experimentar várias opções para ver qual delas é a melhor para o seu negócio.

Você também pode gostar destes posts:

Quais as principais falhas que você deve evitar ao criar seu canal OTT?

Embora o OTT Streaming seja uma tecnologia relativamente nova comparada a outras formas de entretenimento em vídeo, ela já existe há tempo suficiente para aprendermos com os erros de que produtores já cometeram com a tecnologia.

A seguir, veja o que não fazer ao criar seu canal OTT e antecipe problemas comuns.

Fazer muito logo de cara

Se você é iniciante no OTT Streaming, pode ser melhor começar pequeno e adicionar gradualmente ao seu serviço novos recursos conforme aprende mais sobre seu público.

É importante não cometer o erro de lançar, em um primeiro momento, um serviço de assinatura com opções de vídeo sob demanda, pay-per-view, transmissões ao vivo 24 horas por dia e outros recursos avançados. 

Não só isso seria muito caro, mas, em alguns meses de plataforma, você pode aprender que investiu no modelo de negócios errado.

Por isso, é mais interessante começar simples. Escolha uma distribuição baseada em vídeo sob demanda e, à medida que você começa a ganhar dinheiro com a plataforma, ficará mais fácil e seguro escalar seu negócio gradualmente.

Entender mal seu público

Você precisa saber quem vai assistir e o que eles querem ver. Isso é particularmente importante quando se trata de um canal de nicho, como a plataforma OTT. 

Cuidado para não cometer o erro de segmentar um nicho muito estreito ou entrar em um espaço que já está superlotado. 

Uma noção exata das expectativas e problemas dos espectadores será útil do início ao fim, desde a seleção dos melhores conteúdos que farão parte da sua biblioteca até as melhores estratégias de customer experience.

Usar a tecnologia errada

Existe um jeito certo e um jeito errado de criar um canal OTT do ponto de vista da tecnologia hoje em dia. O caminho certo é aproveitar o poder da nuvem

Em poucas palavras, o que uma plataforma na nuvem oferece é o poder de escalar com rapidez e eficiência o acesso ao seu material sem o enorme gasto.

O jeito errado é escolher a solução mais barata e rápida. Ela pode funcionar por um curto período de tempo, mas, após alguns meses, se você crescer em seu nicho de mercado, precisará de uma solução dinâmica que se integre à sua demanda mais recente.

Como ganhar dinheiro com seu canal OTT?

Existem diferentes maneiras de ganhar dinheiro quando se trata de monetizar uma plataforma de OTT Streaming. Nesta parte do conteúdo, vamos detalhar os três modelos de monetização, o que eles significam e os prós e contras de cada um.

SVOD

O SVOD é uma forma de monetização sob demanda que permite aos usuários acessar uma biblioteca inteira de vídeos por uma pequena taxa recorrente. 

Essa taxa pode ser cobrada de forma diária, semanal, mensal ou anual, dependendo do que for mais conveniente para o público.

Depois que o usuário paga a taxa pelo acesso à sua biblioteca, ele pode assistir a quantos vídeos quiser na plataforma, em qualquer dispositivo com acesso à internet. O SVOD funciona melhor se você tiver um grande portfólio de conteúdo.

Para criadores de conteúdo, a principal vantagem do modelo é saber exatamente quanto receberá no final do mês devido à recorrência das assinaturas fixas. O usuário pode cadastrar seu cartão de crédito e renovar o contrato mensalmente.

TVOD

TVOD também é conhecido como pay-per-view. Esse modelo permite que os espectadores paguem pelos vídeos um de cada vez. 

Exemplos de plataformas que talvez você conheça e que usam o TVOD incluem o Google Play e o iTunes.

Para o consumidor, plataformas que usam o modelo TVOD são opções atrativas porque permitem pagar um preço equivalente apenas a um conteúdo específico, em vez de pagar uma mensalidade equivalente a uma biblioteca inteira.

AVOD

AVOD se refere ao modelo de vídeos sob demanda baseado em anúncios que são gratuitos para os espectadores. É como plataformas como o YouTube funcionam. 

Em vez de cobrar uma taxa dos espectadores pelo acesso, você pode vender anúncios para outras empresas e oferecer os vídeos de graça.

Para o anunciante, a vantagem do AVOD em comparação com os anúncios de TV tradicionais é que uma plataforma OTT pode direcionar as publicidades para os espectadores de forma precisa, o que pode tornar seu canal mais atrativo.

Para o criador de conteúdo, a principal vantagem do AVOD é a possibilidade de alcançar um grande número de pessoas oferecendo um conteúdo gratuito.

Por outro lado, o AVOD pode fornecer uma receita incerta devido à sua dependência apenas de anúncios. É um modelo ideal para um negócio que investe bastante em tráfego orgânico.

É claro, você pode investir em uma forma híbrida de monetização, misturando diferentes formas modelos. 

A Amazon Prime, por exemplo, cobra uma mensalidade fixa dos usuários. Porém, dentro de sua biblioteca de conteúdos, há séries e filmes cujo acesso depende de uma taxa específica. Nesse caso, existe uma mistura dos modelos SVOD e AVOD.

Merchandising

Além da monetização da sua plataforma de OTT Streaming, você pode investir em diferentes maneiras de merchandising para levantar um dinheiro extra com sua marca.

Os criadores de conteúdo podem vender o que quiserem usando a marca da sua plataforma OTT, desde roupas a pôsteres e livros.

Para terminar, o que precisa ser considerado é que lançar uma plataforma de OTT Streaming é um desafio como montar qualquer outro negócio. Requer muito trabalho duro, comprometimento, tentativa e erro. Mas, se você conseguir aplicar as dicas deste artigo, dará um bom passo inicial rumo a bons resultados.

Quer se atualizar com as profissões em alta no mercado audiovisual? Aproveite e baixe gratuitamente o Dossiê do Audiovisual que preparamos para você!

Compartilhe
facebook
linkedin
twitter
mail
Copyediting

Thiago Murça

Briefing

Luciana Ribeiro Rodrigues

Gostou deste conteúdo?

Envie-o para seu e-mail para ler e reler sempre que quiser.

Posts Relacionados

Como ser um escritor? Saiba por onde começar!

alt Samanta Jovana
dez 11, 17 | Leitura: 6min

O que é conteúdo web? Descubra tudo sobre o assunto!

alt Luiza Drubscky
jul 23, 17 | Leitura: 5min

Encher ou Enxer: como se escreve? Veja a forma correta!

alt Amanda Gusmão
mar 22, 17 | Leitura: 3min

Os melhores conteúdos para sua carreira freelancer, direto na sua caixa de entrada

Inscreva-se para receber no e-mail conteúdos exclusivos e em primeira mão.