O que é isca digital, quais são os tipos e como criar as suas

A isca digital é uma estratégia que visa ofertar conteúdos gratuitos para atrair leads. Essa é uma das maneiras mais eficazes de conquistar novos fãs para sua marca e, pouco a pouco, fazê-las consumir. Investir nisso pode ser uma ótima ideia.

isca digital

A disputa pela atenção dos usuários da web se torna cada vez mais complexa à medida que o Marketing Digital é melhor compreendido pelas empresas. Oferecer uma isca digital é o caminho mais certeiro para conquistar leads. A partir disso, trabalhar o funil de conversão se torna uma realidade concreta. Mas como realmente trazer pessoas para seu blog, site e fazê-las comprar?

Uma das principais características do usuário da internet atual é a propensão a consumir conteúdos. As pessoas amam assistir vídeos, ler e-books e baixar materiais gratuitos. Independentemente se o seu consumidor deseja apenas entretenimento ou aprendizado, a isca digital é o caminho certo para oferecer isso e conseguir, futuramente, transformá-lo em cliente.

Neste post vamos debater em maiores detalhes a ideia de isca digital e como isso funciona. Neste conteúdo, passaremos pelos seguintes tópicos:

    Acompanhe!

    O que é isca digital?

    A isca digital é uma estratégia de marketing que utiliza um conteúdo de valor para gerar interesse e atrair pessoas de dentro do seu público-alvo. Funciona como uma troca: enquanto a marca entrega, gratuitamente, um bom conteúdo, o usuário deixa alguns de seus dados. Essas informações colocam essas pessoas como leads e, a partir disso, começa o trabalho de conversão.

    Toda estratégia de conteúdo tem a proposta de captar pessoas e gerar tráfego, dois importantes pilares do Inbound. As iscas seguem essa ideia, mas com o diferencial de serem conteúdos de maior qualidade, mais profundos, complexos e educativos, muitas vezes. Eles podem também ter um teor de entretenimento, desde que sejam capazes de responder a necessidades do público-alvo.

    O nome dessa estratégia pode ser facilmente entendido quando analisamos as ações que se sucedem quando uma empresa oferece esse conteúdo gratuito. Ele, de fato, funciona como uma isca atrativa para gerar tráfego e, quando o usuário deixa seus dados e aceita receber um contato, se torna um lead. A partir daí, a isca gerou uma oportunidade de “fisgar” um cliente em potencial.

    Quais são os tipos de isca digital?

    Uma isca digital pode aparecer nos mais diferentes formatos, o que é uma grande vantagem. Dessa forma, marcas podem abordar sua persona com maior precisão.

    Cada público costuma ter preferência por um tipo de conteúdo específico. Portanto, vamos conferir na sequência quais podem ser essas iscas digitais.

    E-books

    Os e-books são um dos formatos de isca digital mais populares. Você que está lendo este blog post certamente já baixou um e-book ou, no mínimo, se interessou em fazer isso. A razão é que esses materiais são mais aprofundados em determinado assunto, ajudando a entender melhor um tema.

    Tradicionalmente, e-books são guias, ensinando como fazer algo ou trazendo uma percepção mais técnica sobre temas variados. Para baixar um e-book, o usuário precisa preencher um formulário e deixar alguns de seus dados, o que vai gerar para a marca a oportunidade de captar um lead.

    Infográficos 

    Infográficos são formatos mais rápidos de conteúdo, com maior apelo visual. A ideia é dar informações curtas, mas importantes, dentro de um modelo com bom design e dados relevantes. Esses infográficos têm sempre bastante informações curtas e, muitas vezes, seguem uma linha do tempo de acontecimentos.

    Assim como nos e-books, os infográficos dependem de formulários simples para captar as informações que vão gerar leads. Há também as opções dos infográficos interativos, formato que também faz bastante sucesso e é ótimo para ser usado como isca digital.

    Webinars

    Os webinars são seminários online em vídeo. Esse formato de conteúdo tem grande apelo e pode gerar resultados potentes por duas razões principais: primeiramente, por serem em vídeo, mas também por serem ao vivo. Eles são elucidativos, dinâmicos e abrem oportunidades para que haja interações entre participantes e quem ministra o evento.

    Outra boa vantagem do webinar é que, ainda que ele seja online, é possível deixá-lo gravado e oferecer posteriormente para as pessoas. Assim, é possível aproveitar essa isca digital de maneiras variadas, sem perder o timing das transmissões ao vivo.

    Quiz

    O quiz é um dos formatos mais divertidos que existem para captar tráfego e atenção dos usuários. Lúdicos, esses conteúdos têm a proposta de testar conhecimentos, sempre com uma pontuação, como um jogo. A parte boa é que você ainda pode usar o quiz para oferecer um prêmio ao usuário, dependendo da pontuação que ele alcançar.

    Saber encaixar um quiz dentro da estratégia de marketing é o que fará com que ele seja ainda mais eficaz. Portanto, pense em prêmios variados, como cupons de desconto, frete grátis ou até mesmo acesso a outros conteúdos, como e-books exclusivos.

    Vídeos 

    Você sabia que 54% dos consumidores querem assistir mais vídeos de suas marcas favoritas? As pessoas amam esse tipo de conteúdo e estão totalmente prontas para o que for oferecido. Portanto, o formato tem um imenso potencial para ser uma isca digital que traz resultados.

    Não há uma regra para o tipo de vídeo que deve ser produzido. O importante é que ele gere interesse suficiente para captar tráfego e gerar conversões. Você pode oferecer vídeos de unboxing, reviews ou qualquer outro tipo.

    Quais as vantagens de utilizar iscas digitais?

    Uma boa isca digital pode trazer sempre um resultado interessante para a empresa. Quando essa estratégia é executada continuamente e com qualidade, há ganhos a longo prazo. Veja a seguir quais são os principais e por quais razões eles são interessantes.

    Relacionamento com o público

    Um dos pilares para bons resultados no Marketing Digital é o relacionamento com o público. Se você consegue aplicar isso, seu pré-venda é melhor, por exemplo. As iscas são estratégias dessa etapa, quando as pessoas ainda não consumiram seu produto ou serviço. A marca oferece um conteúdo de qualidade e, por conta disso, o consumidor cria simpatia por essa empresa.

    O engajamento gerado nessa oferta é um dos fatores que conduzem à compra. A isca digital é um incentivo ao consumo de conteúdo visando uma venda.

    Entretanto, no momento em que o usuário se depara com a oferta, ele só pensa em como aquele material atende bem a uma necessidade. Dessa maneira, o caminho fica livre para construir um relacionamento mais qualificado.

    Mais leads

    Leads são o primeiro passo para uma venda. Esses contatos são conquistados sempre com a permissão da pessoa dona das informações.

    Por isso, a melhor forma de conseguir esses dados é fazendo uma troca, justamente o que a isca digital propõe. A marca entrega o conteúdo de valor e, em contrapartida, tem as informações de contato para tentar gerar uma venda futuramente.

    Mais do que simplesmente ter leads, na maioria das vezes é possível conquistar leads qualificados. Isso significa que a marca obtém contatos de pessoas realmente interessadas em seu mercado.

    Esses compradores em potencial precisam ser estimulados à conversão final, que é a compra. Portanto, o lead é o ponto de partida para seguir com o funil de conversão e conquistar resultados.

    Maior potencial de vendas

    Uma empresa necessita aumentar sua capacidade de gerar vendas. O problema é que nem sempre isso será simples. Há muitos fatores que interferem nessa questão e, sem dúvidas, a capacidade de atrair tráfego é uma delas.

    Para conseguir esse movimento de recepção de pessoas é importante ter algo de relevante para gerar atração, e é justamente para isso que as iscas servem.

    Uma empresa que gera mais leads tem maior potencial de vendas. Essa é uma questão simples e que deve ser entendida dessa maneira.

    Se a marca cria conteúdos bastante segmentados, a tendência é que só se interessem por esses materiais aquelas pessoas que realmente enxergam algo valioso nele. Esse direcionamento mais preciso gera leads qualificados e alto potencial de vendas para a estratégia.

    Como criar as suas iscas digitais?

    Criar iscas digitais é um trabalho que requer dedicação mas, acima de tudo, um planejamento estratégico. Assim, há maiores garantias de que cada lead captado seguirá uma sequência de eventos eficaz e, dessa forma, chegará até a compra desejada. Veja como preparar essas iscas da maneira certa!

    Criar um funil de vendas

    O primeiro passo é criar um funil de vendas. Isso vai garantir que as iscas digitais direcionem os leads para um trajeto que faça sentido. Do contrário, seu time de marketing terá centenas de informações de compradores em potencial, mas simplesmente não saberá o que fazer com isso.

    Portanto, use as iscas para atrair, ou seja, como conteúdo de tipo de funil, mas pense também nas outras etapas.

    Crie outros conteúdos e pontos de contato de meio de funil, para fazer com que essas pessoas conheçam melhor o seu negócio. Além disso, também planeje ações de fundo de funil, ou seja, aquelas que vão encaminhar as leads para a compra.

    Definir o tipo de isca que vai utilizar

    As iscas digitais podem variar de acordo com o público, com o mercado, com o assunto e até mesmo com o tom de voz da marca. Por exemplo, uma empresa que tem uma abordagem mais divertida e leve pode apostar em um quiz e ter muito sucesso fazendo isso.

    Já uma companhia que vende serviços mais complexos e se comunicam com um público mais sérios devem apostar em materiais mais didáticos. Nesses casos, os e-books e os webinars são educativos, aprofundados e atendem perfeitamente à audiência.

    Criar um bom landing page

    A landing page é um elemento fundamental e estratégico quando consideramos uma isca digital. É nessa página que há a oferta do conteúdo, de uma forma atrativa e envolvente.

    Graças à técnica de copywriting, fica mais fácil apresentar a oferta ao usuário e convencê-lo de que é uma boa ideia baixar o material.

    Além disso, é na landing page que há o formulário de captação das informações do usuário, o que vai gerar um lead concreto. Ou seja, construir uma landing page informativa, atrativa e que funcione bem é fundamental para que tudo dê certo.

    Ter um bom CTA

    O CTA é o que vai comunicar a ação que você espera do seu usuário. Uma boa chamada precisa ser atraente e clara. Ou seja, você mostra que há algo interessante à espera daquele usuário e, ao mesmo tempo, indica a ele o que deve ser feito para ter acesso a esse material de destaque.

    Além de terem um texto tecnicamente adequado, os CTAs precisam estar em destaque visual. Portanto, certifique-se de usar letras grandes e, se possível, dentro de caixas retangulares, formando verdadeiros botões de chamada para ação.

    Quando utilizar iscas digitais?

    As iscas digitais precisam ser utilizadas no momento certo para terem o devido valor que podem alcançar dentro da estratégia. Portanto, confira quando posicioná-las para conquistar resultados!

    Quando sua empresa quiser gerar mais oportunidades de vendas

    Empresas precisam potencializar suas oportunidades de venda, vez ou outra. Há sempre aqueles períodos em que há a baixa de oportunidades, ou seja, o conteúdo pode ajudar a explodir a captação de leads.

    O ideal é planejar uma isca digital para épocas específicas, sem passar muito tempo sem produzi-los. Isso ajuda também na relação com o público.

    Quando há poucos leads no seu funil

    Alguns funis podem se mostrar vazios de leads que estão transitando de uma etapa para a outra. Nesses casos, tudo que a empresa precisa é trazer mais pessoas para dentro desse ciclo.

    Assim, há mais chances de conquistar leads qualificados e transformar essas pessoas em clientes, de fato.

    Onde utilizar essas iscas? 

    Uma isca digital deve ser sempre posicionada em um canal no qual há um bom tráfego e visibilidade. Dessa maneira, há maiores chances de um volume grande de pessoas terem contato com essas ofertas e se tornarem leads.

    Portanto, dê atenção para a oferta das iscas em canais como:

    Uma boa isca digital, sem dúvidas, é composta por um conteúdo de qualidade e que faz diferença na vida de quem o consome. Naturalmente, esse é o primeiro passo para qualificar um lead e tornar esse contato em um cliente. Investir nessa estratégia vale a pena!

    Para transformar esses leads em clientes você precisará trabalhar em uma estratégia com e-mails de qualidade. Veja como criar os seus e-mails de venda e conseguir grandes resultados!

    Compartilhe
    facebook
    linkedin
    twitter
    mail

    Inscreva-se em nosso blog

    Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu email

    Posts Relacionados

    Quer receber mais conteúdos brilhantes como esse de graça?

    Inscreva-se para receber nossos conteúdos por email e participe da comunidade da Rock Content!