Marketing no Twitter: confira o guia completo para esta rede social

O marketing no Twitter deve ser dinâmico e perspicaz, atento aos acontecimentos e ágil para interagir com os usuários. A rede social do passarinho azul não é a mais usada do mundo, mas é querida por um público fiel. Saiba agora como ter uma atuação eficiente no Twitter.

Marketing no Twitter

O Twitter não é a rede social mais usada do país, nem a que atrai mais anunciantes, nem a que tem mais recursos. Mas é a rede social que acompanha acontecimentos em tempo real, que dita tendências para outras plataformas e promove grandes discussões (e grandes tretas…).

Entre altos e baixos ao longo da sua trajetória, o Twitter se mantém relevante na internet e no marketing digital há muitos anos. E é por isso que as marcas ainda encontram um ambiente valioso para fazer marketing no Twitter e criar conexões com o seu público.

Neste artigo, vamos tratar de todos os detalhes do marketing no Twitter e como a sua marca pode aproveitar a rede social para ter mais resultados. Acompanhe e saiba tudo!

    Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

    Não se preocupe, não fazemos spam.

    O que é o Twitter? 

    Twitter é uma plataforma de rede social, que permite aos usuários publicarem conteúdos em forma de texto, imagem e vídeo e interagirem entre si.

    O grande diferencial da plataforma é a limitação dos posts em 280 caracteres (já foram apenas 140), que tornam a comunicação mais dinâmica que em outras redes sociais.

    Além disso, o Twitter se caracteriza por ser uma plataforma propícia para acompanhar acontecimentos e eventos em tempo real. Jogos da Copa do Mundo, a exibição do Oscar na TV ou as eleições do país são momentos que movimentam bastante a rede social.

    Da mesma forma, qualquer assunto polêmico ganha palco na rede social — ou surge lá mesmo. Ainda que a plataforma tenha limitações de caracteres, os usuários costumam criar threads (ou “fios”), que permitem destrinchar os assuntos e provocar grandes debates, que vão desde explicações sobre a guerra na Ucrânia até opiniões sobre o personagem da novela.

    Para muitas pessoas, as redes sociais funcionam como praças públicas em que as pessoas se encontram para conversar e discutir assuntos importantes (às vezes não tão importantes…). Nessa analogia, podemos dizer que o Twitter seria a praça principal da cidade.

    Dados de uso do Twitter no Brasil

    O Twitter está longe de ser a rede social com mais usuários. No Brasil, o topo desse ranking é ocupado por WhatsApp, Instagram e Facebook, enquanto o Twitter aparece somente no 9º lugar, atrás também do TikTok e do Pinterest. Os dados são do relatório Digital 2022: Brazil.

    Em 2022, o Twitter alcançou o número de 19 milhões de usuários no Brasil. Como comparação, o Instagram tem nada mais, nada menos que 119,5 milhões de usuários no país. Mas esses números pouco importam para os usuários do Twitter, que talvez tenha um dos públicos mais heavy user de todas as redes sociais.

    De acordo com dados do Statista, os usuários do Facebook são predominantemente jovens, entre 25 e 34 anos (38,5%). Em relação ao gênero, a maioria é do público masculino (56,4%), embora a diferença seja pequena.

    Marketing no Twitter
    Marketing no Twitter

    História do Twitter: principais fatos que marcaram a rede social

    O Twitter foi uma das primeiras redes sociais a surgir, em 2006. No início, era chamada de microblog, já que permitia pequenas publicações sobre o dia a dia das pessoas.

    Naquele ano, Jack Dosey publicava o primeiro tweet da história, quando a plataforma ainda se chamava Twttr:

    A ideia inicial era que o Twitter trouxesse as mensagens de SMS para a web — por isso a limitação inicial em 140 caracteres. É como se os usuários estivessem “piando” na internet — e, por isso, o passarinho azul como símbolo da rede social. Atualmente muita coisa já mudou, como a limitação agora de 280 caracteres, além do uso de imagens e vídeos nos tweets.

    A rede social também popularizou verbos como “tuitar” ou “baleiar” (sempre que a plataforma falhava, aparecia a figura de uma baleia na página de erro), inaugurou hábitos da web como o uso da hashtag e lançou a carreira de influenciadores que ainda estão por aí.

    Marketing no Twitter

    Os trending topics — uma lista com os assuntos mais falados na rede social — merecem uma menção especial, já que se tornaram referência para saber quais conversas estão em alta no mundo ou na sua região.

    Porém, ao longo da sua história, não faltou quem decretasse o fim do Twitter, diante do crescimento de outras redes sociais. Porém, mesmo não tão badalada quanto outras plataformas, o Twitter se mantém firme na internet.

    Vamos ver mais alguns fatos que marcaram essa trajetória:

    • 2006: O Twitter é fundado por Jack Dorsey, Evan Williams, Biz Stone e Noah Glass. Em julho do mesmo ano, o site é lançado nos Estados Unidos.
    • 2010: O Twitter divulga pela primeira vez o número de usuários registrados na plataforma: 175 milhões.
    • 2013: O Twitter faz a IPO (Oferta Pública Inicial) e inaugura suas operações na Bolsa de Valores de Nova York.
    • 2017: A rede social começou a testar o limite de 280 caracteres para os tweets, que foi definitivamente implementado em novembro daquele ano.
    • 2020: É criado o recurso dos Fleets, que funcionavam da mesma forma que os Stories do Instagram e expiravam em 24h. O recurso foi descontinuado em 2021.
    • 2021: É lançado o Twitter Spaces, que permite realizar conversas em áudio ao vivo, inspirado no Clubhouse, que havia sido lançado em 2020.
    • 2022: Elon Musk, CEO da SpaceX e da Tesla e o homem mais rico do mundo à época, compra o Twitter pelo valor de 44 bilhões de dólares.

    Quais as principais vantagens do Twitter em relação a outras redes sociais?

    Cada plataforma de rede social tem as suas características e, por isso, elas conquistam públicos diferentes. Mas o que o Twitter tem de diferente em relação a outras redes sociais? Vamos ver agora quais são seus principais diferenciais:

    Informação em tempo real

    No Twitter, a informação é dinâmica. Se aconteceu um fato importante do outro lado do mundo, no próximo minuto já tem milhares de pessoas por aqui comentando o que aconteceu. Durante eventos ou transmissões importantes, a rede social se movimenta.

    O fenômeno da segunda tela — quando os usuários assistem a uma transmissão na TV, mas estão conectados comentando nas redes sociais — é ainda mais forte no Twitter.

    Agilidade da comunicação

    Com a limitação de caracteres, a comunicação no Twitter se torna mais dinâmica. Tudo bem que alguns usuários se empolgam e criam threads infinitas, com vários tweets em sequência, mas a maioria das publicações tornam a informação mais sucinta, que se espalha mais facilmente.

    Realidade mais próxima

    O Twitter não tem os filtros do Instagram, nem os textões do Facebook, nem os discursos do LinkedIn. Nessa rede social, você encontra algo mais próximo da vida real, com notícias em tempo real e discussões acaloradas. Os usuários parecem ser mais transparentes do que nas publicações que maquiam a realidade em outras plataformas. 

    Público fiel

    O Twitter tem um público fiel, que gosta dessas características que não se encontram em outras redes sociais. Os tuiteiros vão desde usuários comuns, muitos deles presentes desde o início da rede social, a grandes líderes mundiais, como Barack Obama e o Papa.

    Os tuiteiros defendem o Twitter até mesmo do seu futuro proprietário — não faltaram críticas ao Twitter e cancelamentos a Elon Musk, feitas na própria rede social, quando ele comprou a empresa.

    E as desvantagens?

    Nem tudo são flores na rede social do passarinho… Alguns problemas prejudicam a imagem do Twitter e afetam até mesmo negociações da empresa. Veja agora algumas desvantagens em relação a outras redes sociais:

    Contas falsas

    Muitos usuários que estão no Twitter simplesmente não existem. São robôs que servem apenas para inflar o número de seguidores de algumas contas e propagar conteúdos artificialmente.

    Em outros casos, os robôs podem prestar serviços mais nobres, como consolidar threads em apenas um texto (@threadreaderapp) ou dar dicas de autocuidado aos usuários (@tinycarebot). Ainda assim, representam usuários que não são reais.

    Depois de anunciar a compra do Twitter, Elon Musk suspendeu as negociações alegando que o número de contas falsas na rede social era maior que o estimado e isso estaria camuflando a realidade as finanças da empresa. 

    Propagação de fake news e discursos de ódio

    A agilidade da informação e a presença de contas falsas no Twitter é uma combinação propícia para a propagação de fake news e discursos de ódio.

    Bots podem ser usados para publicar com determinadas hashtags e palavras-chave que espalham conteúdos indevidos pela rede social. Esses assuntos chegam aos trending topics e parecem que são relevantes para muitas pessoas — mas, se olhar mais de perto, são apenas robôs.

    Esse recurso pode ser usado na propaganda política e influenciar resultados de eleições, o que torna o problema ainda mais grave. Neste link, o Twitter explica suas políticas em relação a atos cívicos, mas nem sempre funcionam… 

    Cancelamentos

    Muitas vezes, o Twitter se torna um ambiente tóxico. Tudo é motivo para problematizar publicações e cancelar usuários, de pessoas comuns e celebridades.

    Como a comunicação é dinâmica no Twitter, um comentário inoportuno se espalha rapidamente e já vira motivo para cancelamentos. Embora isso não seja restrito ao Twitter, a rede social potencializa essas atitudes.

    Qual é a importância do Marketing no Twitter?

    O Twitter já é muito mais que uma plataforma para compartilhar “o que está acontecendo?”, como sugere a sua página inicial. Para marcas e consumidores, é uma plataforma também para fazer negócios, mas de forma mais divertida e relevante.

    Os usuários do Twitter são fiéis à rede social. Acessam todo dia e estão sempre por lá para comentar o que está acontecendo ou apenas se inteirar sobre os assuntos do momento. Então, a sua marca também pode participar das conversas em alta e mostrar suas opiniões e posicionamentos. 

    Por meio do Twitter, a marca adota uma abordagem de relacionamento com os consumidores, não de hard selling. A intenção é participar dos assuntos e gerar algum valor para os usuários, com comentários relevantes, frases divertidas e interações ágeis.

    Assim, você pode criar conexões profundas com a sua persona, muito além de uma relação comercial com os consumidores. A marca se torna parceira e, com isso, consegue criar laços mais fortes que resultam em fortalecimento do branding e das vendas. 

    Para que serve o Twitter no marketing digital? 

    Quer entender melhor o que dá para a sua empresa fazer no Twitter? A rede social pode servir para vários propósitos da sua marca. Veja agora os usos que você pode fazer do Twitter no marketing digital:

    Construção de comunidade

    O Twitter ajuda a o seu negócio a engajar o público e construir uma comunidade em torno da sua marca. Os usuários se envolvem com o seu conteúdo, se identificam com o que você tem a dizer e constroem laços com a marca. Assim, a relação se torna mais forte do que se fosse meramente comercial.

    Humanização da marca

    Publicar no Twitter é uma forma de humanizar a sua marca. Você tem a oportunidade de mostrar a personalidade da marca e os valores e as causas que defende, como uma pessoa faria. Você também pode interagir de igual para igual com outros usuários e mostrar que entende as suas demandas e expectativas.

    Posicionamento de marca

    O Twitter é um bom espaço para se posicionar. Na rede social, as pessoas defendem as suas causas e debatem com outros usuários sobre elas.

    Então, as marcas também podem mostrar de que lado estão em assuntos polêmicos, especialmente quando eles estão nas conversas do momento. Mas é importante que esse posicionamento faça sentido para a marca e para o seu público. Isso ajuda a humanizar a marca e despertar a identificação das pessoas.

    Monitoramento de menções

    O monitoramento de menções serve para acompanhar as conversas dos consumidores. Você pode saber o que estão falando sobre a sua marca e como está a repercussão de uma campanha de marketing. Por meio de ferramentas de monitoramento, é possível identificar também se os comentários são positivos, negativos ou neutro. 

    Gestão de crises

    O Twitter também pode ajudar a gerenciar crises da sua marca. Primeiramente, você pode identificar comentários negativos dos consumidores por meio do monitoramento de menções. A partir daí, é possível responder com agilidade aos usuários para que a crise não se espalhe e não prejudique a sua imagem ainda mais.

    Atendimento ao cliente

    Utilize o Twitter também como canal de atendimento ao cliente ou SAC 2.0. Você pode agir ativamente, em busca de reclamações e comentários negativos dos clientes, a fim de resolver seus problemas e demandas. Além disso, a rede social permite ter agilidade para responder as dúvidas e sugestões que você receber em tweets com menções ou por mensagem direta.

    Monitoramento de tendências

    O Twitter é uma ótima ferramenta para identificar tendências de comportamento e consumo. Por meio dos trending topics e do monitoramento de menções, você pode perceber o que está sendo assunto entre os seus consumidores e utilizar isso nas suas estratégias de marketing.

    Não é por acaso que a rede social publica anualmente o The Conversation: Twitter Trends, que identifica as principais tendências do ano com base nas conversas que acontecem por lá.

    Ativações ao vivo

    O Twitter é ideal para acompanhar acontecimentos em tempo real. A rede social se movimenta durante transmissões de jogos, festivais, premiações e outros eventos pela TV.

    Então, você também pode utilizar o Twitter para monitorar a repercussão e movimentar a comunidade durante ativações ao vivo. Digamos, por exemplo, que a marca patrocine um festival de música ou lance um anúncio no intervalo da novela. Nesse momento, você pode ficar de olho no que as pessoas estão falando e estimular comentários dos usuários.

    Parcerias com influenciadores

    Você também pode usar o Twitter para promover parcerias com influenciadores. A rede social conta com várias personalidades que interagem de maneira muito próxima com a sua audiência.

    Mas é importante identificar quais perfis, verificados ou não, têm mais relevância no Twitter. Um perfil que faz sucesso no TikTok ou no Instagram não é necessariamente relevante no Twitter. A pessoa deve saber se comunicar e ser autêntica na linguagem daquela rede social.

    Geração de tráfego

    Mais um uso que você pode fazer do Twitter é a geração de tráfego. Inclua links para o seu site, blog ou e-commerce, para levar as pessoas até lá e conhecer melhor a sua marca. Diferentemente do Instagram, os links são clicáveis no Twitter.

    Mas, como toda rede social, o Twitter também prefere conteúdos nativos, que não tirem os usuários da sua plataforma. Então, não encha o seu perfil de links externos, ok? Use com parcimônia, pensando em complementar algum conteúdo que você publicar na rede social.

    Como fazer marketing no Twitter?

    Vamos agora começar a colocar algumas coisas em prática. Se você quer começar a fazer marketing no Twitter, é hora de dar os primeiros passos. Vamos ver algumas dicas para isso:

    Monte um perfil completo

    O primeiro passo é criar um perfil no Twitter para a sua marca. Quando fizer isso, preencha todos os dados sobre a empresa, para que os usuários conheçam a sua marca.

    Basicamente, você precisa preencher o nome da marca, descrição, ramo de atuação, localização e link (pode ser para o site, landing page ou agregador de links). Além disso, insira também uma imagem de perfil e de capa, que sejam representativas para o seu negócio.

    Como o Twitter é um ambiente mais descontraído, já dá para brincar um pouco na descrição do perfil. Veja o exemplo abaixo:

    Marketing no Twitter

    Entenda a linguagem da rede social

    Cada rede social tem seu estilo, seu público e sua linguagem. Não adianta chegar no Twitter e só copiar o que você está publicando no Instagram ou no TikTok. Por isso, adapte seu conteúdo para as diferentes plataformas.

    No Twitter, é importante entender que as pessoas se comunicam com mais agilidade e seguem as tendências da rede. Muitas vezes, algum formato de tweet se espalha ou alguma expressão viraliza, e você precisa acompanhar. 

    Explore os recursos para criar tweets

    Foi-se o tempo em que o Twitter se limitava a tweets apenas de textos com 140 caracteres. Embora a linguagem da rede social continue sendo rápida e dinâmica, hoje você tem mais recursos para diversificar as publicações.

    Então, explore também o uso de imagens e vídeos, utilize o repositório de GIFs que a plataforma oferece e faça enquetes com o seu público. Mas, mesmo usando esses recursos, não esqueça que o texto tem poder e pode deixar o tweet ainda mais interessante.

    Interaja com os seguidores

    Não fique falando sozinho. Redes sociais foram feitas para interagir, e isso vale também para as marcas. No Twitter, os usuários querem se aproximar da marca e fazê-la participar da sua vida. Por isso, conversar com os consumidores é importante para nutrir o relacionamento.

    Então, siga as pessoas de volta, responda comentários e mensagens, curta o que elas estão publicando e dê retweet em posts que se destacam. Assim, as pessoas se sentem valorizadas pela sua marca e se envolvem com o seu perfil.

    Tenha uma frequência de posts, mas não perca oportunidades

    É importante ter frequência e consistência nas publicações. Entenda que não são todos os tweets que vão viralizar, mas é importante mostrar aos usuários e aos algoritmos que a sua marca está ativa na rede social. Para isso, tenha um cronograma de publicações e produção de conteúdo, que mantenha essa regularidade.

    Por outro lado, não perca oportunidades de posts quando os assuntos estão em alta. O cronograma deve ser só uma orientação — não se prenda a ele quando você tiver um conteúdo legal para participar das conversas.

    O que publicar no Twitter?

    Ok, você já entendeu como fazer marketing no Twitter, mas ainda não sabe o que publicar? Vamos ver agora algumas ideias para escrever tweets que façam mais sucesso na rede social. Confira:

    Tendências e novidades da cultura pop

    Premiações, eventos, jogos esportivos, programas de TV, novelas, filmes, séries e, é claro, a vida dos artistas e celebridades: esses assuntos estão sempre nas conversas do Twitter. Então, fique de olho nos assuntos que estão viralizando e entenda como a sua marca pode se inserir.

    Veja o exemplo do Toku Blog que trouxe como novidade o primeiro prêmio que a franquia Power Rangers recebeu da GLAAD.

    Conteúdo provocador

    Quer estimular que os usuários interajam com a sua marca? Então, pense em conteúdos provocadores. Pode ser uma pergunta, um comentário polêmico, uma estatística intrigante ou algum fato que divida opiniões.

    É claro que vale um cuidado a mais na hora de entrar em polêmicas. Mas esse tipo de publicação tende a render engajamento. 

    Conteúdo inspirador

    Se antes sugerimos entrar em polêmicas, outra ideia é adotar um tom mais suave para inspirar os seus seguidores. Você pode publicar conteúdos reflexivos e motivacionais, especialmente se eles estiverem alinhados ao contexto e aos assuntos do momento. Veja o exemplo abaixo da Turma da Mônica, no contexto da pandemia de coronavírus.

    Mas cuidado para não exagerar nos clichês, ok? Pense em frases que sejam relevantes para o seu público, e publique apenas de vez em quando.

    Humor inteligente

    Humor inteligente provavelmente é o que os tuiteiros mais gostam. Sabe aquela sacada que ninguém tinha feito antes? É isso que as pessoas esperam no Twitter.

    É claro que você precisa de perspicácia para fazer humor inteligente. Mas é interessante acompanhar os assuntos do momento e encontrar formas divertidas de relacionar com a sua marca.

    Links para o blog ou site

    Você também pode publicar links para o seu blog, site ou e-commerce. Assim, você manda tráfego do Twitter para lá. Mas não esqueça que o Twitter quer conteúdos relevantes para a sua plataforma.

    Então, pense em conteúdos para o Twitter e apenas complemente com o link, para que o usuário saiba mais sobre algum assunto ou sobre o seu produto.

    Como criar anúncios no Twitter? Vale a pena?

    O Twitter Ads é a ferramenta para criação de anúncios pagos na rede social. Você pode utilizar esse recurso para impulsionar campanhas no Twitter e alcançar mais visibilidade e conversões.

    Para isso, é preciso criar uma conta no Twitter Ads, que permite configurar, executar e analisar as campanhas. É simples: basta acessar ads.twitter.com com o login da sua marca, adicionar um método de pagamento e começar a configurar sua campanha.

    Na hora de configurar a campanha, você pode definir diferentes objetivos, como:

    • Alcance
    • Visualizações de vídeo
    • Instalações do aplicativo
    • Tráfego para o website
    • Engajamentos
    • Seguidores

    E pode ainda utilizar diferentes formatos de anúncios, principalmente os Anúncios Promovidos, Anúncios para Seguidores e Trend Takeover.

    Não há um valor mínimo que você precise investir nas campanhas, e você pode segmentar com vários filtros. Então, vale a pena experimentar o Twitter Ads para atingir determinado objetivo de marketing.

    A plataforma de anúncios do Twitter não é tão completa quanto o Google Ads ou o Facebook Ads, mas ainda assim oferece recursos valiosos para se conectar com a sua audiência.

    Twitter Analytics: como medir o sucesso no Twitter

    Twitter Analytics é a ferramenta de análise de dados do Twitter. É a sua maior aliada para monitorar o desempenho da marca na rede social e identificar oportunidades de melhorias.

    A ferramenta está disponível tanto para contas pessoas quanto empresariais. Você pode acessá-la em analytics.twitter.com. Lá você pode visualizar um resumo geral da conta nos últimos 28 dias, com os dados de tweets, impressões, visitas ao perfil, menções e seguidores.

    Nos relatórios sobre os Tweets, você pode visualizar também a taxa de engajamento, cliques, retweets, favoritos e respostas. Outros relatórios mais específicos sobre vídeos e conversões também estão disponíveis.

    Exemplos de empresas que se destacam no Twitter

    Vamos ver agora alguns exemplos de marcas no Twitter para inspirar a sua atuação por lá. Confira:

    Mc Donald’s

    O Mc Donald’s desenvolve uma comunicação leve e divertida no Twitter, para interagir com o público jovem que consome seus produtos.

    A marca também aproveita as ativações ao vivo para movimentar a audiência. Em 2022, como patrocinadora do Big Brother Brasil, aproveitou o programa para estimular o engajamento do público. E veja como funcionou:

    Ponto

    O Ponto (antigo Ponto Frio) faz sucesso no Twitter há muito tempo. O Pinguim, símbolo da marca, já se comunica com o público desde quando “aquilo tudo ainda era mato”.

    O personagem fala em primeira pessoa como se fosse a própria marca, o que estimula a interação do público e faz as pessoas se identificarem com ele. Assim, a comunicação da marca se torna mais leve.

    O marketing no Twitter pede agilidade, criatividade e perspicácia. Você precisa ter uma boa percepção do que está acontecendo no mundo, quais conversas estão bombando e quais conteúdos podem ter boa repercussão com a sua audiência. Quando você consegue fazer isso, tem grandes chances de sucesso na rede social.

    Mas é importante também entender se o seu público está por lá. Nem toda marca precisa estar no Twitter, porque esse esforço só faz sentido se você conseguir se conectar com a sua persona e gerar oportunidades de negócio.Agora, aproveite para ler também sobre ações de marketing no Instagram e explore também todo o potencial dessa rede social.

    Compartilhe
    facebook
    linkedin
    twitter
    mail

    Inscreva-se em nosso blog

    Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu email

    Quer receber mais conteúdos brilhantes como esse de graça?

    Inscreva-se para receber nossos conteúdos por email e participe da comunidade da Rock Content!