Quais são as melhores redes sociais para vender produtos em 2024?

Os consumidores usam a internet, influenciadores e a opinião de outras pessoas para tomarem suas decisões de compra. Por isso, escolher as redes sociais para vender produtos é uma boa ideia. Quer saber mais? Entenda como iniciar ou aprimorar seu social selling.

redes sociais para vender produtos

Precisando de conteúdo para sua empresa? Encontre os melhores escritores em WriterAccess!

[Atualizado: Janeiro 2024]

Os profissionais e empresas que estão buscando quais as melhores redes sociais para vender produtos estão atentos às estatísticas: de acordo com a pesquisa Social Commerce, 74% das pessoas costumam usar Instagram, Facebook e outras mídias para fazer compras.

Publicada pela Opinion Box em 2023, a Social Commerce só reforça o que o senso comum e os nossos próprios hábitos de consumo já demonstram: saber a opinião de outros compradores, ter uma experiência de compra próxima e facilitada, dentre outras características desse canal, só aumenta suas conversões.

Porém, qual delas é a mais alinhada com cada público e quais ferramentas oferecem para fazer a personalização dos contatos e a promoção dos produtos?

Continue a leitura e saiba como usar as redes sociais para vender produtos de forma facilitada e mais barata para o seu negócio!

    Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

    Não se preocupe, não fazemos spam.

    Por que usar as redes sociais para vender produtos?

    Muitas estratégias de marketing digital são elaboradas para encontrar o público-alvo. Escolha de palavras-chave para conteúdos, mapeamento da jornada de decisão do usuário, realização de pesquisas, dentre outros aspectos, buscam informações que qualificam os potenciais clientes.

    Nas redes sociais, boa parte desse esforço é realizado pelo próprio usuário. Ele escolhe os perfis que deseja seguir, as hashtags e assuntos do seu interesse, como gosta de interagir e muito mais.

    Dessa forma, encontrar o cliente certo para os seus produtos nas redes sociais pode ser muito mais fácil e natural para o próprio consumidor, o que pode ser uma experiência bem interessante. Porém, ainda podemos trazer outras vantagens para reforçar a escolha de usar as redes sociais para vender produtos. Acompanhe!

    Reduz a jornada de compra

    Na mesma pesquisa Social Commerce foi levantado que 76% das pessoas usam as redes sociais para buscar informações sobre um produto. Assim, oferecer a opção de compra desses itens nesse mesmo canal pode encurtar a jornada de aquisição.

    Em vez de ter que ir até uma loja, ou buscar o e-commerce e fazer login, o link da venda na rede social acelera todo o processo.

    Educa leads e fortalece a fidelização

    Uma rede social oferece recursos visuais e de interação que contribuem para a oferta de produtos com o máximo de informações sobre seus atributos e formas de uso. Assim, os leads são educados sobre seus benefícios e as chances de satisfação e recompra são muito maiores.

    Além disso, pela possibilidade de interagir com os potenciais clientes em tempo real, gerar campanhas de publicidade exclusivas e aplicar outras ações de relacionamento, a fidelização de clientes pode ser muito maior.

    Aumenta a visibilidade da marca

    A possibilidade de criar textos personalizados, vídeos, imagens e usar, por exemplo, hashtags que vinculam o conteúdo com determinado interesse, fazem com que trabalhar o social selling seja uma estratégia que aumenta a visibilidade da marca.

    E, além das soluções gratuitas, ainda é possível investir em anúncios que podem ser segmentados conforme o público que o seu negócio ainda não alcança, mas seria interessante abordar.

    Separamos aqui alguns artigos que podem te interessar:

    Como as redes sociais funcionam para vender produtos?

    Agora que foi possível entender os benefícios que as redes sociais podem trazer como canal de conversão, é importante saber como escolher em qual delas atuar? Afinal, é preciso saber em quais vale a pena empenhar mais esforço, considerando seus custos, assim como a parte estratégica, ou seja, o local em que o seu público-alvo está. Acompanhe!

    Facebook

    Uma das grandes vantagens do Facebook é que ele tem um volume de usuários muito grande. Além disso, é uma rede social preparada para promover vendas.

    Para começar a vender no Facebook, basta criar uma página e, posteriormente, vincular uma loja a ela. Feito isso, é só cadastrar os produtos que vai comercializar. Algumas ferramentas que podem ajudar são:

    • catálogo de produtos no Facebook Business, que pode ser usado para cadastrar os produtos da loja e compartilhá-lo no Facebook e em outras redes sociais como o Instagram;
    • anúncios no Facebook, que é uma forma de promover os produtos para um público segmentado a partir da configuração da campanha.

    Instagram

    O Instagram é uma das redes sociais para vender produtos mais famosas do mundo, já que é muito visual. Além disso, a ferramenta evoluiu muito nos últimos anos com o foco no Business.

    Para vender no Instagram é preciso ter o cadastro no Facebook Business e conciliar as duas redes sociais, por meio do Gerenciador de redes sociais no painel do Facebook. Em seguida, você deve completar o processo nas configurações do perfil do Instagram, que deverá ser comercial e público a partir de então.

    Depois, basta publicar imagens e legendas atrativas de acordo com o seu público-alvo. Ou seja, produtos para jovens devem ter linguagem e fotos que conversem com tal segmento.

    Também é possível patrocinar conteúdos para que eles possam ser exibidos para usuários com um perfil similar ao do seu e-commerce, mas que ainda não sejam seus seguidores. Isso pode atrair novos interessados e vendas.

    LinkedIn

    Mais orientado para o mundo corporativo, o LinkedIn é uma ótima rede social para promover produtos digitais, treinamentos, cursos, materiais para escrtórios etc. Porém, não existe limite ou filtro.

    Qualquer produto ou serviço está liberado e pode ter boas vendas por lá, especialmente se estiver alinhado com o perfil do usuário que será abordado. Entre as ferramentas de vendas, destacamos:

    • Anúncios no LinkedIn, que são cobrados por CPC (Custo Médio por Clique) e formatados como conteúdo patrocinado, mensagens patrocinadas, que chegam nas mensagens dos usuários, e anúncios em texto.

    YouTube

    As vendas no Youtube são gerenciadas no Google Ads. Assim, para comercializar os seus produtos na rede social, é preciso acessar o Ads, adicionar uma nova campanha, fazer suas configurações de objetivo, público-alvo, o formato de anúncio que deseja promover, dentre outros.

    Na sequência, basta fazer o upload do anúncio que será divulgado e confirmar a configuração. Reveja os valores de orçamento, segmentação e outros dados e inicie o anúncio.

    Você também pode criar conteúdos para o canal que demonstre os produtos, sejam vídeos editados ou lives de demonstração previamente divulgadas em outros canais do negócio. Nesses casos, as vendas serão concluídas em outros canais, mas o Youtube terá exercido um papel fundamental para a conversão.

    Twitter

    Se você tem um público fiel ao Twitter, ele também pode ser usado para fazer vendas de produtos. Depois das suas últimas atualizações, é possível publicar imagens, links dos produtos e fazer anúncios no Twitter Ads para alcançar não seguidores que tenham perfil similar aos seus produtos.

    Porém, é importante entender o comportamento dos seus seguidores e gerar relacionamento, seja qual das redes sociais para vender produtos você tenha escolhido.

    Assim, no caso do Twitter, aproveite as soluções da rede social e retweete assuntos relevantes, crie momentos e acompanhe o que os seus clientes estão falando.

    TikTok

    O TikTok também é uma rede social para vendas, seja pelo seu enorme público, seja pelas ferramentas que oferece. Para vender no TikTok, o passo a passo é:

    • crie uma conta e troque seu perfil para conta Corporativa, isso pode ser feito no campo de configurações chamado Gerenciar conta;
    • edite o perfil e traga as informações da sua marca;
    • configure uma mensagem automática para que as interações não fiquem sem uma resposta inicial, isso vai ajudar a automatizar o processo de vendas no TikTok;
    • crie conteúdos que engajam e que sejam relevantes para o público consumidor;
    • interaja com o público, considere a parceria com tiktokers da sua área de atuação ou da sua cidade;
    • acompanhe as informações que o pacote Corporativo oferece para configurar suas futuras ações, como o desempenho dos vídeos publicados e estude as orientações do Business Creative Hub disponibilizado para esse tipo de conta

    Você também pode usar o TikTok My Business para fazer anúncios. Ele traz estatísticas que podem ajudar na sua configuração de anúncio patrocinado, e os custos são bem delimitados.

    Pinterest

    O Pinterest também é uma escolha certa para empresas que estão buscando redes sociais para vender produtos. Já no cadastro do perfil, é possível trocar o tipo de conta para comercial e configurar os principais tópicos ou assuntos da sua conta, o que vai ajudar os clientes a encontrar seus produtos.

    Outro ponto importante da configuração do Pinterest para venda é a inclusão do endereço do seu e-commerce no perfil da conta. Isso facilita a navegação do usuário caso ele queira comprar um ou mais itens que o seu negócio tenha publicado.

    Essa informação também vai permitir que você trabalhe os pins de produtos, que são atalhos para o link da venda, que trazem informações de preço, descrição das peças, dentre outras, diretamente da sua loja. Ele ainda oferece:

    • Shop The Look, que é uma configuração que permite marcar dois ou mais produtos em uma foto com o mesmo pin, e é ideal para lojas de roupa e decoração;
    • “pin it” no e-commerce, que é uma estratégia eficiente e complementar, ou seja, o usuário que está no e-commerce do seu negócio vê a foto de um produto e marca o pin para salvar em sua seleção do Pinterest, podendo também compartilhar em sua rede.

    Snapchat

    Mais uma das redes sociais para vender produtos que merece a sua atenção, principalmente se o público consumidor da sua loja é jovem. Isso porque o Snapchat é muito usado por adolescentes e jovens adultos.

    Porém, com poucos segundos de exibição e um conteúdo que desaparece da timeline depois de um tempo, é preciso escolher as melhores estratégias comerciais como:

    • usar o Discovery, que é uma aba de descoberta de perfis e conteúdos;
    • trabalhar os Geofiltros sob demanda para associar a sua marca e conteúdos positivos e divertidos para o público. Assim, basta fazer o upload de vídeos ou imagens, definir o período de exibição e espaço, e realizar o pagamento para a plataforma;
    • enviar códigos promocionais individuais para os usuários promovendo campanhas de engajamento aonde, após cumprir uma tarefa e enviar para o perfil da marca, o usuário recebe o cupom em mensagem particular.

    Como usar as redes sociais para vender produtos?

    Com a escolha da rede social para vendas, é hora de organizar a operação comercial no canal. Aqui vai um passo a passo que pode ser aplicado. Acompanhe!

    Cadastre os produtos na loja da rede social

    Se a sua loja tem um catálogo fixo do produto ou se eles são lançados por campanhas, faça o registro daqueles que serão trabalhados a cada ciclo. Registre os dados com descrições que ajudem o comprador em sua escolha, como tamanhos, formas de uso, cor etc. A quantidade de itens em estoque também pode ser relevante.

    Alinhe suas ações de marketing e vendas

    As estratégias de marketing de conteúdo, publicidade e outras ações para promover os produtos em outros canais podem ser alinhadas com as publicações que serão realizadas nas redes sociais. Isso vai fortalecer a experiência cross channel do cliente, ou seja, a possibilidade de iniciar a jornada de compra em um ponto e finalizar em outro.

    Trabalhe o SEO para redes sociais

    Quem vai usar as redes sociais para vender produtos também precisa trabalhar SEO. Cada uma delas terá regras de publicação que vão ditar as estratégias de otimização do conteúdo.

    Porém, algumas práticas são gerais como:

    • usar palavras-chaves alinhadas com o seu negócio;
    • utilizar hashtags interessantes;
    • produzir descrições dos produtos eficientes e engajadoras;
    • respeitar os limites de tamanho do texto.

    Use as ferramentas disponíveis nas redes sociais

    Vídeos instantâneos, possibilidade de colocar áudio e registrar preços nas imagens. Todos os recursos que a rede social oferecer podem ser considerados e usados para seu social selling.

    Escolha métricas para ajudar a avaliar seu social selling

    Defina métricas para cada campanha que ajude a avaliar se as vendas e a operação nas redes sociais estão evoluindo bem, especialmente se seu negócio for investir em anúncios e conteúdos patrocinados.

    Nesse caso, a venda vai ter um custo a mais para ser compensada, além de frete, custo fixo do produto, por exemplo.

    Crie conteúdos relevantes para aumentar as vendas

    Não basta apenas criar uma loja e esperar que as vendas aconteçam. É preciso criar publicações sobre assuntos relacionados que geram interesses. Além disso, é importante mostrar algumas formas de uso dos produtos e os benefícios que eles oferecem, bem como fazer parcerias com influenciadores digitais e outras práticas das redes sociais que vão ajudar a aumentar suas conversões e até conquistar novos seguidores.

    Como o marketing digital pode ajudar?

    O marketing digital tem diversas estratégias que podem ser implementadas nas redes sociais para aumentar a sua eficácia. Muitas estão relacionadas a aspectos como:

    • segmentação de leads;
    • criação de persona;
    • gestão de conteúdo;
    • escolha da linguagem ideal para comunicar com o público;
    • cronograma de postagens.

    Os critérios para investir em anúncios e a forma de configurá-los, mais uma vez usando a segmentação adequada, também são outros pontos de contribuição importantes do marketing digital para as suas vendas nas redes sociais.

    Dessa maneira, crie um plano de ação e use ferramentas do marketing digital, como o kit de planejamento estratégico, assista o webinar sobre conteúdos que engajam nas redes sociais e faça seu calendário de ações a partir de um modelo de sucesso já testado e aprovado. Todas essas contribuições do marketing digital vão ajudar a aumentar as suas vendas nas redes sociais.

    Como os dados mostram, as redes sociais são ótimos canais de vendas. Os seguidores estão mais descontraídos no meio digital, à procura de informações sobre possíveis compras. Com isso, as vendas podem ser conduzidas sem grandes investimentos. E os benefícios e vantagens não param por aí. Por isso, vale a pena usar as redes sociais para vender produtos e até fazer o pós-venda.

    Agora que você já sabe quais mídias estão mais alinhadas com o seu negócio, que tal estudar algumas formas de tornar o seu processo de comercialização ainda mais eficiente? Baixe nosso guia gratuito sobre como alavancar suas vendas nas redes sociais!

    Compartilhe
    facebook
    linkedin
    twitter
    mail

    CONTEÚDO CRIADO POR HUMANOS

    Encontre os melhores freelancers de conteúdo no WriterAccess.

    CONTEÚDO CRIADO POR HUMANOS

    Encontre os melhores freelancers de conteúdo em WriterAccess.

    Inscreva-se em nosso blog

    Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu email

    Compre conteúdo de alta qualidade com a WriterAccess.

    Tenha acesso a mais de 15.000 freelancers especializados em redação, edição, tradução, design e muito mais, prontos para serem contratados.

    Fale com um especialista e amplie seus resultados de marketing.

    A Rock Content oferece soluções para produção de conteúdo de alta qualidade, aumento do tráfego orgânico e conversões, e construção de experiências interativas que transformarão os resultados da sua empresa ou agência. Vamos conversar.