Por Redator Rock Content

um de nossos especialistas.

Publicado em 7 de outubro de 2020. | Atualizado em 8 de outubro de 2020


A equipe de desenvolvimento trocou a prioridade da tela de navegação para a tela de widgets do Gutenberg porque muitos problemas ainda não tinham sido resolvidos.

Há uma grande expectativa pela atualização do WordPress, com data de lançamento prevista para dezembro deste ano. A versão 5.6. tem novidades boas e ruins para os usuários, como a retirada das incorporações oEmbed para o Facebook e o Instagram que teve a substituição do Jetpack sugerida pela própria equipe do WP.

O WP 5.6. também inclui o novo tema padrão Twenty Twenty One, com cores inspiradas nas obras de Vincent Van Gogh e personalização em blocos — padrão usado pelo Gutenberg e provavelmente a nova tendência para as ferramentas do CMS mais usado do mundo.

Outras novidades que também já foram noticiadas por aqui incluem:

Entretanto, nem tudo ocorreu como a equipe do WordPress planejava e a inclusão do menu “Navigation Screen” no Gutenberg 9.1 para a nova versão do WP não atingiu um nível de funcionalidade beta (de teste). Em outras palavras, não ficou pronto a tempo.

No processo de incorporação de novas funcionalidades, é preciso que o código seja disponibilizado para que a comunidade de desenvolvedores — usuários que contribuem com o código aberto do CMS —, localize falhas e bugs que podem comprometer a usabilidade da plataforma.

Powered by Rock Convert

Sem essa tela de navegação o Gutenberg ficará aquém do planejado. O editor de blocos padrão do WordPress (desde a versão 5.0.), é considerado um modelo de projeto, pois melhorou a experiência de uso do gerenciador de conteúdo com a facilidade de edição a partir de blocos e a funcionalidade de arrastar e soltar. Apesar disso, a ferramenta está em constante desenvolvimento e muitas mudanças ainda serão implementadas.

Parte importante da criação de sites passa pelo menu. A tela de navegação deveria ter sido lançada no final de setembro, mas não foi o que ocorreu — a equipe resolveu direcionar os esforços de desenvolvimento para a tela de widgets. Segundo o WordPress, quando o Gutenberg 9.1 foi lançado em 29 de setembro, além de vários pequenos gaps de desenvolvimento e redesenho, três problemas principais ainda não tinham sido resolvidos:

  1. conclusão do redesenho do MVP (Produto Mínimo Viável), realizado a partir de feedbacks e iteração sobre o design, recursos de acessibilidade e outros elementos de desenvolvimento;
  2. incorporação do editor de navegação ao Customizer, que ainda precisa de investigação técnica, redesenho e implementação real na ferramenta;
  3. adição do bloco de links.

A área da barra lateral é extremamente importante, pois, apesar de ser um componente independente, os widgets adicionam dinamismo às páginas, por meio de funcionalidades como o redirecionamento do usuário para as redes sociais, contagens regressivas, atualizações de clima, contador de visitas, entre outras funções imprescindíveis para garantir a interação do público com o site e a melhor experiência de navegação.

No momento, a área de widgets é testada no plugin Gutenberg para que quaisquer bugs sejam descobertos antes do Beta 1. A urgência do teste é tão grande, que o WordPress postou um pedido para que os voluntários ajudem a identificar falhas e bugs na interface da versão disponibilizada no GitHub.

Conheça mais sobre o Gutenberg e veja como agilizar a edição de conteúdo a partir do editor de blocos do WP!

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *