Por Gabriel Camargo

Redator freelancer da Rock Content.

Publicado em 18 de junho de 2019. | Atualizado em 28 de novembro de 2019


O Assessment é um método utilizado para oferecer maior precisão aos diferentes processos de escolha e seleção dentro de uma empresa, auxiliando na resposta de perguntas como: será que o funcionário X pode lidar com mais responsabilidades? Quais candidatos em um processo seletivo se encaixam melhor na cultura organizacional da empresa?

Gerenciar uma equipe não é uma tarefa simples de ser executada, afinal, além de ser o responsável por definir quais estratégias seguir para o sucesso do plano de Marketing, por exemplo, é preciso saber tirar o máximo dos profissionais sob seu comando. Por isso, é importante utilizar métodos que facilitem a avaliação e o monitoramento de desempenho.

Um conceito que vem ganhando cada vez mais espaço é conhecido por assessments. A ideia por trás dessa metodologia é mapear o perfil de cada colaborador, avaliando suas competências e dificuldades em busca de um processo mais eficiente para saber, por exemplo, quem pode se encaixar melhor em uma vaga ou o que pode ser aprimorado.

Como qualquer avaliação de desempenho, o objetivo é otimizar a produtividade da sua equipe como um todo e, é claro, conseguir mais embasamento para as tomadas de decisão em relação ao seu time. Que tal, então, se aprofundar no assunto? Vamos abordar os seguintes tópicos:

Continue a leitura e confira!

O que é assessment?

Entre as habilidades gerenciais necessárias para ter sucesso ao comandar uma empresa, área ou mesmo equipe, saber tirar o máximo de cada profissional e direcioná-los para os cargos e funções ideais é uma das mais importantes. Por isso, o método conhecido como assessment vem ganhando tanto espaço no ambiente corporativo.

Mas, na prática, o que significa esse conceito? A tradução literal do termo já apresenta um indício do que consiste: avaliação. O diferencial dessa análise, porém, é o foco maior nas tendências de comportamento e performance de cada profissional, procurando detalhes mais difíceis de serem observados, por exemplo, em dinâmicas de grupo.

Avaliar o currículo de um candidato durante um processo seletivo vai oferecer um norte para a tomada de decisão entre contratá-lo ou não, porém, não é apenas o que está no papel que vai afetar o desempenho daquele profissional durante o trabalho. A ideia do assessment é justamente conseguir enxergar além do histórico curricular, por exemplo.

Com a utilização das ferramentas certas de assessment, os profissionais de Recursos Humanos — ou mesmo os gestores de uma equipe — conseguem avaliar melhor se cada colaborador vai conseguir cumprir com as exigências e responsabilidades do cargo que estiver ocupando. O trabalho de gestão de pessoas é, portanto, otimizado com essa prática.

A partir dessa análise, empresa e colaborador passam a entender melhor quais são as aptidões e habilidades de cada um, identificando, por exemplo, quais ações podem ser colocadas em prática para uma melhora de desempenho. Independentemente de qual seja o objetivo — promoção, contratação ou realocação —, o assessment pode ser muito útil.

Qual é o impacto do assessment para a minha empresa?

O principal benefício de utilizar o método de assessment dentro da sua organização é, sem dúvidas, a possibilidade de tomar decisões mais acertadas em relação ao desempenho e produtividade de todos os profissionais na estrutura de trabalho. Como consequência, os resultados da empresa como um todo também tendem a crescer.

Em vez de sobrecarregar um funcionário em um cargo que ele não consegue trabalhar ainda, é possível fazer uma realocação ou mesmo investir no seu desenvolvimento com um curso ou pós-graduação, por exemplo. Ações como essa contribuem diretamente para o sucesso do negócio como um todo, com mais profissionais capacitados e satisfeitos.

O reflexo desse melhor encaixe pode ser visto, por exemplo, na melhora do clima organizacional da empresa. Afinal, os colaboradores vão se sentir mais valorizados e felizes ao realmente entregarem resultados positivos em suas rotinas de trabalho. A retenção de talentos é um exemplo de tarefa que tem a ganhar com o uso do assessment.

Assim como uma análise SWOT pode ser importante para você identificar quais os próximos passos a serem dados e as estratégias que podem funcionar melhor para o sucesso do seu negócio, a avaliação mais profunda do seu quadro de profissionais também tem o seu valor. Afinal, são eles que impactam diretamente a produtividade do negócio.

Esse trabalho é feito não apenas internamente, mas também na hora de avaliar uma contratação. Além de uma análise curricular, é possível compreender se aquele candidato é realmente indicado para ocupar determinada vaga ou até mesmo se ele vai se encaixar ou não aos objetivos, comportamento e mesmo a cultura organizacional da empresa, por exemplo.

Caso as ferramentas indiquem que aquele perfil não traria um encaixe muito bom para a vaga ou mesmo para o dia a dia na empresa, quantos recursos não são economizados? A análise passa a ser ainda mais detalhada e acaba interferindo não só no gerenciamento de uma equipe, mas também na utilização mais inteligente e precisa dos recursos da empresa.

Aplicar o assessment na sua organização permite que você identifique alguns pontos cruciais para a realização de um trabalho eficiente de gestão de pessoas. A partir dessas informações, é possível tomar decisões ainda mais embasadas na hora de contratar um profissional ou promover alguém, além de ajudar no clima e produtividade da empresa.

Você também pode se interessar por estes outros conteúdos!
👉 Plano de valorização de colaboradores: como colocar em prática
👉 Gestão de Pessoas: como valorizar os colaboradores da empresa
👉 Avaliação de desempenho: guia para aplicar em sua empresa
👉 Saiba como investir em treinamento e desenvolvimento de pessoas

Como usar o assessment ao meu favor?

Apesar dos inúmeros benefícios dessa metodologia, algumas práticas devem ser adotadas em conjunto para que o trabalho de assessment seja, de fato, eficiente. Caso contrário, essa vai ser apenas uma avaliação do perfil comportamental dos colaboradores, sem um trabalho específico que realmente gere resultados e retornos válidos para a empresa.

Todos os envolvidos nesse processo precisam ter como objetivo o desenvolvimento e o melhor encaixe possível para cada profissional. E parte desse trabalho é oferecer as condições ideais para que cada colaborador possa realizar a sua função de maneira mais eficiente e precisa. Seja oferecendo ferramentas, seja oferecendo suporte no dia a dia.

Além disso, é preciso ter um objetivo traçado para direcionar melhor o planejamento e a execução dessa metodologia. Assim, a tendência é que a abordagem se torne mais voltada para o que a empresa precisa. Se a sua meta é encontrar profissionais no mercado, você deve investir em ações para esse fim, o que vai potencializar as chances de sucesso.

Outro ponto importante para fazer uma utilização inteligente e precisa dessa metodologia de trabalho é evitar o uso do assessment para demissões e desligamentos, por exemplo. Afinal, o principal objetivo desse conceito é justamente potencializar e melhorar o desempenho da empresa e dos colaboradores, e não ser um mecanismo punitivo.

Quais são as ferramentas do assessment?

Agora que você já sabe um pouco mais sobre o que é assessment e como essa metodologia traz benefícios para diferentes frentes na sua empresa, que tal conhecer um pouco mais sobre as ferramentas utilizadas para o processo de avaliação? Separamos três delas para facilitar o seu entendimento sobre o que é esse conceito. Confira!

1. DISC

Uma das ferramentas mais utilizadas dentro da metodologia de assessment é conhecida como DISC. A partir de um conceito similar ao da análise SWOT, o pesquisador Walter Vernon Clarke identificou que fatores externos e internos acabam influenciando o comportamento do indivíduo no ambiente de trabalho.

A sigla DISC representa:

  • Dominance (dominância);
  • Influence (influência);
  • Steadiness (estabilidade);
  • Conscientiousness (conformidade).

O objetivo é encontrar, entre essas quatro características comportamentais, qual delas é predominante no perfil do profissional. A ideia é identificar, por exemplo, o que precisa ser melhorado e aquilo que já funciona.

Consequentemente, a tendência é que o desenvolvimento daquele profissional se torne muito mais eficiente. Alguém que almeja um cargo mais alto na hierarquia da empresa, por exemplo, pode compreender melhor o que falta para que ele possa gerenciar uma equipe e a empresa pode fornecer os recursos necessários para essa evolução.

2. Inteligência emocional

Parte importante para o desenvolvimento profissional é se conhecer, certo? A avaliação de Inteligência Emocional trabalha exatamente com esse foco. Aqui, o objetivo é encontrar quais pontos precisam ser aprimorados nos relacionamentos no ambiente de trabalho ou mesmo a capacidade de gerar empatia ou lidar com dificuldades.

A utilização dessa ferramenta é variável, sendo muito útil para o desenvolvimento de colaboradores ou mesmo na hora de selecionar possíveis candidatos em um processo seletivo. Conseguir identificar, compreender e interpretar melhor os seus sentimentos e necessidades pode indicar o que você precisa fazer para crescer profissionalmente.

3. Assess de competências

Já a ferramenta de assess de competências tem como principal objetivo encontrar quais são as características e habilidades para ter sucesso no ambiente de trabalho. Como o profissional lida com a resolução de problemas? Quais são os traços de personalidade que impactam no desempenho na execução das suas tarefas e funções?

O trabalho em conjunto, o pensamento crítico ou até mesmo o ritmo de trabalho, tudo isso é possível de ser identificado com essa ferramenta. O assess de competências fornece uma imagem mais clara de quais são os pontos mais fortes daquele profissional avaliado e como isso pode ser utilizado de forma mais eficiente e produtiva?

O Assessment é, portanto, um método utilizado para oferecer maior precisão aos diferentes processos de escolha e seleção dentro de uma empresa. Seja para escolher quem está mais preparado para assumir um cargo de liderança, seja para encontrar pontos de melhoria dentro da sua equipe, tudo isso é possível com a ferramenta certa.

Agora que você já sabe como aplicar o conceito de Assessment pode ser benéfico para aumentar o nível de produtividade da sua empresa ou do seu time, que tal conferir outros materiais sobre o tema? Para isso, escrevemos um artigo completo sobre Gestão de Desempenho e nele abordamos o que é, quais as metodologias e os objetivos envolvidos!

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *