Por Ivan de Souza

Analista de Marketing na Rock Content.

Publicado em 11 de novembro de 2020. | Atualizado em 5 de novembro de 2020


Alguma vez você já tentou acessar um site e desistiu porque ele demorou muito tempo para abrir? Acredite, se isso acontece com você, não é diferente com o seu público. Ações simples podem ajudar a melhorar a velocidade no WordPress.

Melhorar a velocidade no WordPress é muito importante para que o seu site tenha um bom desempenho online e também consiga conquistar oportunidades de negócio. Vamos ver um exemplo?

De acordo com o Google, 53% das pessoas que navegam na internet abandonam sites que demoram mais de 3 segundos para carregar. Já pensou o quão prejudicial é quando parte dessas pessoas é formada por potenciais clientes?

Por isso, neste artigo, apontamos o que deixa os sites lentos e como o Stage pode ajudar a resolver esse problema. Você vai descobrir:

O que é o Stage?

O Stage é uma solução desenvolvida pela Rock Content para a criação de sites ou blogs em WordPress. Instalar o CMS manualmente requer um conhecimento prévio de desenvolvimento para web, o que faz com que donos de negócio procurem programadores para executar esse tipo de tarefa.

Contudo, no Stage, o processo é mais simples. Em poucos minutos, é possível criar ou migrar o seu site ou blog para dentro dele e começar a acompanhar as performances que ele pode gerar (cujos exemplos você verá neste artigo).

Por sinal, o Stage foi criado com a intenção de ajudar empresas a criarem sites com foco em resultados. Afinal, por mais que um site seja o principal canal online para publicar informações sobre a sua empresa, essa não é a única função. Um site também deve gerar chances de negócio online.

Mas, para isso acontecer, ele precisa ter um bom desempenho, o que inclui ser rápido para que a experiência dos visitantes seja boa o bastante a ponto de eles quererem navegar o máximo de tempo possível, independentemente de qual dispositivo estejam usando.

rock stage - melhorar velocidade wordpress

Por que WordPress?

Contudo, não basta que o Stage auxilie na criação do site de uma empresa: é fundamental que a pessoa por trás dela consiga operá-lo. Houve uma época em que cada inserção ou modificação no site precisava ser pedida a um desenvolvedor, mas os tempos são outros.

Essa foi uma das razões pelas quais escolhemos o WordPress como CMS a ser utilizado no Stage. Por ele ser intuitivo e de interface simples, pode ser facilmente usado por qualquer usuário que tenha a finalidade de criar e gerenciar seus conteúdos.

Quais os diferenciais do Stage?

Claro que dúvidas podem surgir à medida que você faz a gestão do seu próprio site. Por isso, também tratamos de escolher profissionais especialistas em WordPress para o time de suporte da plataforma.

Como outras ferramentas igualmente voltadas para criação de sites em WordPress costumam ter suportes técnicos somente, os consultores do Stage focam também a performance dos sites dos seus clientes — o que inclui a velocidade — para que tenham sucesso.  

O que faz sites terem problema de velocidade?

Como o real motivo da baixa velocidade de um site pode variar, listamos aqui as principais causas desse problema.

Servidor

Após definir o domínio, a escolha do servidor é o passo seguinte para a criação de um site. Isso é muito importante, pois será o condutor principal da performance dele em termos de rapidez.

Para evitar problemas com lentidão, é sugerível que o tipo de hospedagem seja dedicada, em vez de compartilhada. Mais adiante, neste artigo, explicaremos o porquê.

Template

Os temas de WordPress não são voltados somente a dar cara ao seu site por meio de um layout. Também são atribuídas a ele funcionalidades de engajamento e conversão dos seus visitantes. Quanto mais funções ele tiver, mais pesado fica, o que prejudica a velocidade. 

Portanto, ao escolher um template, é necessário se certificar não apenas de que a parte visual e funcional correspondam às suas expectativas, mas também, de que ele não influencie negativamente o tempo de carregamento.

Plugins

Plugins são muito úteis no WordPress, pois atribuem ao site funções específicas que você pode precisar. Por isso, não é incomum ver dashboards de sites em WordPress cheio de plugins ativados, o que também os deixa lentos.

Por conta disso, o recomendável é ter a menor quantidade possível de plugins instalados, além de se certificar de que sejam todos originais e atualizados.

Powered by Rock Convert

Imagens

Imagine a página de um site que tenha muitas imagens. Se elas forem pequenas, o carregamento será mais rápido. Mas, se cada uma tiver 10MB, seu tempo de carregamento total será maior, o que fará com que ele fique muito devagar.

Porém, a qualidade das imagens precisa ser mantida, certo? Por isso, é necessário o uso de compactadores de imagens que diminuam o tamanho para que o site rode mais rapidamente.

Como o Stage ajuda a melhorar a velocidade no WordPress?

Agora que você sabe a importância de um site rápido, vejamos como o Stage auxilia você a chegar lá.

Servidor dedicado na AWS

O primeiro diferencial que o Stage tratou de trazer foi o melhor serviço de hospedagem para todos os usuários. Mas, para isso, foi preciso analisar a oferta de outros servidores do mercado.

Por mais que a hospedagem compartilhada seja mais barata que os planos do Stage, ela faz com que o seu site divida o mesmo espaço de muitos outros. Isso significa que, se um deles for afetado, o seu também será. Por essa razão, esse tipo de hospedagem é recomendada aos sites que estão começando agora, ao contrário de empresas que precisam de uma estrutura mais ampla.

Assim, optamos pela AWS, que conta com máquinas melhores e com maior capacidade de processamento para evitar problemas recorrentes de hospedagens menores. Entre eles, o site cair ao receber muitos acessos. Imagine o quão prejudicial isso é para um e-commerce, por exemplo?

Templates exclusivos

Todos os temas do Stage foram criados do zero, levando em consideração a boa performance e a velocidade. Para performar bem, a ponto de indexar os conteúdos nos motores de busca, o HTML dos templates foi preparado com essa finalidade, de modo que as estruturas das páginas e blog posts que você cria são identificadas pelo Google da forma correta.

Quanto à velocidade, ninguém melhor do que os próprios clientes do Stage para demonstrar tal eficiência, certo? Então, vejamos alguns cases de clientes que conseguiram deixar seus sites mais rápidos após a migração.

Supersonic

A Supersonic é uma empresa focada em CRO e entende que um site rápido é fundamental para aumentar as conversões. Após mudar para o Stage, ela passou a ter um site mais rápido e condizente a isso. Confira aqui o case completo.

Acoplast

A Acoplast tinha como um dos objetivos melhorar a velocidade das páginas tanto do site quanto do blog. Ao firmar parceria com o Stage, seu tempo de carregamento mudou de 6.3 segundos para 1.4 segundos. Veja a história completa.

CDN

CDN é a abreviação de Content Delivery Network, ou seja, é uma rede de servidores que guarda cópias dos conteúdos do seu site e depois entrega aos visitantes. Ela toma como base a localização geográfica de cada um para que o acesso seja feito por meio de um servidor mais próximo e rápido, o que reduz o tempo de latência.

Essa configuração de cache, em muitos servidores, fica a cargo do cliente que, quando não tem conhecimentos de desenvolvimento de sites, precisa recorrer a um profissional da área ou acaba, simplesmente, não fazendo.

Para que isso não ocorra com quem adere ao Stage, contamos com o melhor plugin de cache do mercado. Dessa maneira, uma vez que seu site é migrado para o Stage, ele já começa a receber essas otimizações, o que faz aumentar a sua velocidade.

Redução do número de scripts

Quando nos deparamos com um site lento (feito em WordPress), a causa dessa demora, na maioria das vezes, é o excesso de scripts. Por mais que eles sejam necessários para carregar todas as funcionalidades do site, muitos temas não são otimizados para reduzir o número de scripts durante a navegação. Assim, o site é exibido no navegador somente após carregar todos, o que reduz sua velocidade.

A estrutura do Stage foi elaborada para melhorar o carregamento dos scripts, tornando os sites mais rápidos. Confira, como exemplo, o aumento de velocidade que a Supersonic — mencionada anteriormente — teve após migrar para o Stage.

melhorar velocidade wordpress
Nota do PageSpeed Insights antes do Stage
melhorar velocidade wordpress
Nota do PageSpeed Insights após migrar para o Stage

Migração para o Stage

Por mais que algumas pessoas pensem que a migração de um site exija etapas demoradas e complexas, ela é realizada de forma bem simples no Stage, sobretudo, porque ela fica a cargo do nosso time de especialistas em WordPress. Por sinal, esse primeiro passo é muito importante: o site ou blog precisa ser em WordPress para receber a migração.

Quando não é o caso, é necessário pedir a um programador que faça essa mudança da plataforma utilizada para o WordPress. O time do Stage pode indicar programadores freelancers, se preciso.

Em seguida, um plugin é instalado no site para que a migração seja totalmente feita para os servidores do Stage. De acordo com Hugo Dias, head de engenharia da Rock Content, sites migrados para o Stage apresentam uma melhora de 40% em termos de performance, o que inclui a velocidade.

Neste artigo, você pôde conferir por que a rapidez de um site é importante e como o Stage consegue ajudar a melhorar a velocidade no WordPress. Agora, que tal ver de perto como essa mudança pode ser executada?

O Stage também conta com um time de consultores habilitados a entender os seus objetivos de negócio e apontar qual plano é o mais adequado. Conheça o Rock Stage e entre em contato!

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *