Baidu ou Google: principais diferenças que você precisa saber

Aprenda sobre os buscadores Baidu e Google neste artigo. Veja quais são suas diferenças e semelhanças e como os algoritmos trabalham em cada uma das plataformas.

Baidu ou Google: principais diferenças que você precisa saber

Precisando de conteúdo para sua empresa? Encontre os melhores escritores em WriterAccess!

Claro que você já ouviu falar nos buscadores Baidu ou Google. O primeiro domina o mercado chinês, e o segundo, o resto do mundo.

Essas plataformas fazem parte da vida cotidiana das pessoas e são usadas para pesquisa de conhecimento e compra. Logo é imprescindível entender de SEO para atuar com elas.

Além de oferecer o mecanismo de pesquisas, o Google tem outros serviços como Google One, Keep, Google Maps, Play Store e outros. Ele atuava também na China, porém operava de acordo com o governo chinês.

Em 2010, a empresa deixou o país para não ter que se submeter à censura, deixando o caminho livre para o concorrente Baidu.

Vamos conhecer mais sobre as duas plataformas? Continue a leitura!

    Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

    Não se preocupe, não fazemos spam.

    O que é o Baidu?

    Baidu é uma empresa chinesa de serviços web criada em janeiro de 2000 na China por Robin Li e Eric Xu. 

    Assim como o Google, também oferece um buscador para a população procurar sites, imagens, áudios e outros serviços no idioma chinês.

    Nele há mais de 700 milhões de páginas, 80 milhões de imagens e 10 milhões de áudios e vídeos. Ainda, proporciona pesquisa móvel em Wireless Application Protocol (WAP) e Personal Digital Assistant (PDA).

    Também abriga um fórum de discussão conforme palavra-chave. Outro detalhe, é que o Baidu foi o primeiro negócio chinês ser incluído na bolsa da NASDAQ.

    Por que tão poucas pessoas conhecem o Baidu? 

    Não há muitas pessoas que conhecem o Baidu, mas ele é bem popular em seu local de origem e seu mecanismo de busca é muito utilizado por lá, visto que, sua indexação e algoritmo privilegiam conteúdos e empresas daquele país.

    Logo, ele domina 80% do mercado de busca daquela localidade. Entretanto, o volume de busca em termos globais é de 1,44% e 99% de sua receita é oriunda da China.

    Qual é a diferença entre o Google e o Baidu? 

    Mesmo ambos sendo grandes buscadores, o Google e o Baidu apresentam diferenças interessantes, desde sua origem, até os serviços que prestam. 

    Confira abaixo os principais deles.

    Foco

    Em qualquer lugar do mundo você encontra o Google no idioma do país em que está e a plataforma indexa até mesmo conteúdos em chinês igual aos demais.

    Já o Baidu tem uma classificação maior para os domínios que ficam em servidores chineses, assim como conteúdos da mesma língua.

    Reconhecimento de imagem 

    A inteligência artificial do Google reconhece imagens no mecanismo de pesquisa sem precisar de texto alternativo. 

    Por outro lado, o Baidu precisa desse descritivo para encontrar fotos importantes durante a pesquisa.

    Conteúdo repetido

    O Google sabe identificar se um conteúdo é repetido ou veio da mesma empresa para que não haja reutilização em plataformas diferentes pelo webmaster. Sobretudo, rastreando aqueles que estão em JavaScript e AJAX. 

    Nesse quesito o Baidu falha, pois não tem condições de decifrar essas linguagens.

    Peso do backlink

    O algoritmo do Google reconhece práticas de linkagem feitas por spam, porque avalia os backlinks.

    Já o concorrente, por dar peso demais aos backlinks, fica vulnerável à manipulação de SEO com práticas black hat

    Penalização

    O sistema de penalização do Google é transparente e pode ser consultado pelos webmasters no back office da plataforma. Quem sofreu penalidade tem dificuldade de retornar, mas é possível.

    Já na China, o Baidu penaliza com veemência quando identifica práticas escusas, sendo um golpe quase fatal para o site. Desse modo, para a empresa se recuperar levará muito tempo, chegando a anos.

    Meta palavras-chave

    Antigamente, as meta palavras-chave eram relevantes para as pesquisas no Google. Hoje, a empresa a ignora dando importância a meta descrição para que o site ranqueie na busca da plataforma. 

    Com um sistema não tão desenvolvido, o Baidu ainda utiliza esse fator como forma de classificação.

    Licença ICP

    O Google não emite nenhum controle de indexação para que um site suba na internet e comece a ganhar relevância, ou seja, não há necessidade de licenciamento pela plataforma para que o conteúdo esteja presente no meio online.

    No entanto, o Baidu dá a preferência de classificação aos webmasters que adquirem a licença Internet Content Provider (ICP) emitida pelo Ministério da Indústria e Tecnologia da Informação da China (MIIT). 

    Ele até indexa sites que não tem a autorização, mas os deixa fora do ranking.

    Quanto às licenças existem dois tipos: a ICP individual e a empresarial. A primeira a pessoa deve ter um número de telefone e endereço na China Continental para o Baidu verificar. Na segunda, a empresa precisa de uma licença comercial chinesa.

    Quais são as semelhanças entre o Google e o Baidu?

    Entre o Google e o Baidu não existem somente diferenças, há também semelhanças entre os algoritmos Penguin e Monkey Plant.

    Por exemplo, ambos diminuem o poder e o sinal das fazendas de links, redes de blogs privadas, spam com muitos links e plataformas de negociação de links públicos. 

    Continue a leitura para saber mais semelhanças entre as duas plataformas!

    Preferência móvel

    O Google adotou um algoritmo “mobile first“, ou seja, ele avalia a versão móvel do site, se é otimizado para celular, se o conteúdo é relevante e se está adequado para o formato smartphone.

    Nesse quesito o Baidu é mais exigente em relação aos demais países, pois a otimização para dispositivos móveis é fundamental para um bom ranqueamento.

    Preferência de velocidade de carregamento

    As páginas que têm carregamento rápido são bem classificadas tanto pelo Google quanto pelo Baidu. 

    Todavia, sites que têm a velocidade alta só serão considerados pela empresa chinesa se estiverem hospedados em um servidor daquele país.

    Peso do backlink

    Lembra-se que já foi abordado sobre o peso dos backlinks? Então, as duas plataformas têm um sistema de gravação que identifica os votos para autoridades do site.

    Dessa forma, quanto maior a classificação da página, maior o voto e a autoridade conferida a ela. Mesmo que ambas apresentem peculiaridades e pontos diferentes.

    Um exemplo disso, é que o Baidu oferta o peso ao texto âncora do backlink mais que o Google. Inclusive, aqueles que são sites chineses

    Por outro lado, o Google detecta spam de links, farms de links e PBNs com mais facilidade que seu concorrente. 

    Viés proprietário

    Ambas as plataformas atribuem lugares de destaque nas páginas de resultados nos mecanismos de pesquisa aos seus usuários.

    Porém o Baidu distorce os resultados para que os cinco primeiros resultados da SERP sejam da própria plataforma.

    Separamos mais alguns artigos que podem te interessar:

    O que é preciso para ranquear no Google e no Baidu? 

    Quer posicionar bem seu site nesses motores de busca? Então, invista em estratégias de SEO para ficar na primeira página. Veja dicas de como atuar no Google ou Baidu.

    Baidu

    Primeiro, tenha um domínio .cn, depois uma hospedagem chinesa e um carregamento ágil da página. Além disso, siga estas dicas:

    • use uma rede de entrega de conteúdo (CDN) chinesa para se classificar na plataforma;
    • obtenha um ICP, pois sem ele não será encontrado na SERPs;
    • tenha as ferramentas de gerenciamento de tráfego para webmasters do Baidu;
    • apresente conteúdo em chinês;
    • não use javascript e ajax, já que o sistema não os interpretam direito;
    • alinhe subpáginas perto da página inicial para que tenham relevância e ranqueiem bem;
    • busque backlinks chineses de destino para melhores resultados;
    • foque no texto âncora descritivo para contextualizar o mapeamento da internet;
    • inclua meta palavras-chave relevante;
    • preste atenção ao texto alternativo para suas imagens serem encontradas;
    • use palavras-chave de cauda longa segmentadas para melhor classificação;
    • otimize o site para navegadores móveis, o Baidu dá muita importância para isso;
    • crie links internos coerentes para o Baidu seguir;
    • considere o sistema de confiança Baidu, ou seja, os crachás que dão credibilidade ao site.

    Google

    Um dos principais fatores de ranqueamento no Google é trabalhar com a palavra-chave, para que o algoritmo encontre o conteúdo que mais responde às dúvidas dos usuários. Além disso, fique atento a essas dicas:

    • faça a otimização de headings e use H1, H2, H3;
    • conquiste links, porém não os compre, pois isso é uma prática ilegal;
    • aproveite as imagens do seu site inserindo palavra-chave e texto alternativo;
    • invista em conteúdo original e de qualidade;
    • otimize a meta description que é relevante para a Taxa de Cliques;
    • analise sempre a velocidade e a usabilidade do seu site, ele não pode ser acima de 3 segundos;
    • invista em rich snippets para conquistar a posição zero do Google;
    • lembre-se do mobile friendly para dispositivos móveis;
    • deixe seu site seguro com o certificado de segurança (SSL);
    • tenha URLs amigáveis com palavra-chave separadas por hífen;
    • use robots.txt para instruir os robôs de busca sobre o que deve ou não ser indexado;
    • considere o sitemap.xml, ou seja, o mapa do seu site para que o Google entenda as estruturas das páginas e URLs.

    Portanto, mesmo com diferenças e semelhanças, o Baidu ou Google buscam atrair a atenção do público para seus conteúdos, produtos e serviços tanto de suas empresas como dos sites que nela estão. 

    Logo, se você for atuar na China, já sabe como a plataforma funciona. 

    Por outro lado, se for trabalhar no Brasil, precisa ler o guia definitivo e atualizado para conquistar a primeira página no Google para melhorar seus resultados!

    Compartilhe
    facebook
    linkedin
    twitter
    mail

    CONTEÚDO CRIADO POR HUMANOS

    Encontre os melhores freelancers de conteúdo no WriterAccess.

    CONTEÚDO CRIADO POR HUMANOS

    Encontre os melhores freelancers de conteúdo em WriterAccess.

    Diana Martins Rock author vector
    SEO Planner

    Inscreva-se em nosso blog

    Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu email

    Compre conteúdo de alta qualidade com a WriterAccess.

    Tenha acesso a mais de 15.000 freelancers especializados em redação, edição, tradução, design e muito mais, prontos para serem contratados.

    Fale com um especialista e amplie seus resultados de marketing.

    A Rock Content oferece soluções para produção de conteúdo de alta qualidade, aumento do tráfego orgânico e conversões, e construção de experiências interativas que transformarão os resultados da sua empresa ou agência. Vamos conversar.