9 estatísticas de SEO que seu concorrente conhece e você não

Todo profissional de marketing e SEO precisa aprender a lidar com dados. Não só porque eles traduzem a realidade de uma empresa, mas também porque ajudam a gerar insights e oportunidades de negócio. Neste post, reunimos estatísticas de SEO super úteis para você se inspirar!

Estatísticas de SEO que seu concorrente conhece e você não

Você deseja que sua empresa esteja nas primeiras posições do Google, não é mesmo? 

Para isso é importante conhecer as principais estatísticas de SEO para avaliar se seu conteúdo está seguindo as tendências do mercado e aproveitando as oportunidades certas. 

Seus concorrentes provavelmente já sabem sobre esses dados e estão trabalhando duro em suas estratégias vencedoras para este ano. 

Portanto, não perca mais tempo! 

Aqui estão 9 estatísticas de SEO que você precisa saber para avançar com o seu negócio.

    Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

    Não se preocupe, não fazemos spam.

    1. Resultados da primeira página atraem quase 100% do tráfego

    Isso confirma o quanto é crucial estar na primeira página dos motores de busca e como o site perde se ela se desclassifica do topo. 

    O primeiro resultado da SERP atrai 27% dos usuários, e o segundo, 15%. Abaixo de sétimo, serão apenas 4% ou menos.

    Na segunda página do Google, o tráfego é quase inexistente. Apenas 0,63% dos usuários clicam em links por lá.

    2. Usuários do Google realizam mais de 40 mil consultas por segundo

    Ou seja, acima de 3,5 bilhões por dia e 1,2 trilhão por mês, de acordo com o site Internet Live Stasts

    Logo, compreender como esse buscador funciona vai auxiliar você e sua empresa na estratégia de SEO. 

    Aqui vão mais algumas estatísticas bem úteis sobre a plataforma:

    • 92,58% dos usuários brasileiros utilizam o Google em suas buscas;
    • 77% dos usuários no Brasil confiam mais nos resultados orgânicos do que nos links patrocinados;
    • das buscas feitas no Google, 15% são de termos que ainda não foram pesquisados;
    • apenas 33,59% das pesquisas feitas no Google resultam em clique orgânico; 1,59% dos usuários clicam no resultado pago e 64,82% não clicam em nenhum link;
    • pesquisas incluindo os termos “vale a pena” aumentaram em 80%, e aquelas “para evitar” subiram ainda mais, chegando a 150%.

    3. O tamanho médio de um texto na primeira página é de cerca de 1.500 palavras

    Como você sabe, qualidade é a prioridade número um do Google para apresentar seus resultados de pesquisa, e o tamanho do conteúdo faz parte dessa matemárica.

    Artigos mais longos tendem a ir mais a fundo em determinados tópicos, respondendo às dores da persona de maneira mais efetiva. 

    Segundo o Backlinko, o tamanho médio de um texto no top 10 de uma SERP é de 1447 palavras. Já os artigos em primeiro lugar tem um tamanho médio de 2416 palavras.

    Portanto, pense bem na hora de escrever um conteúdo. É possível que textos mais longos (e relevantes) tenham mais chance de conquistar um bom ranking.

    4. SEO consegue atrair 1.000% mais de tráfego em relação às mídias sociais

    Mídias sociais  são definitivamente uma parte vital de qualquer campanha de marketing. 

    Elas ajudam os consumidores a fazer uma conexão pessoal com sua marca e fidelizam aqueles clientes que já compram de você.

    Mas quando o assunto é tráfego, suas estratégias de SEO têm mais chance de direcionar tráfego para seu site.

    Uma campanha de SEO gera 1.000% mais tráfego do que uma campanha de mídia social.

    Em outras palavras, você não pode deixar de lado sua estratégia de SEO.

    5. 33% de todas as pesquisas em dispositivos móveis são baseadas em localização

    SEO é uma parte crucial de como os clientes descobrem, pesquisam e selecionam empresas perto de onde vivem.

    Quase uma em cada três pesquisas em dispositivos móveis no Google está relacionada a um local específico ( como “dentista Belo Horizonte” ou “chaveiro no Santa Cecília”).

    E aí vai mais um dado interessante: cerca de 76% das pessoas que usam seus dispositivos móveis para procurar algo nas proximidades acabam entrando pela porta de um local físico nas 24 horas seguintes.

    6. Subir uma posição na SERP pode melhorar um CTR em mais de 30%

    Falamos no início da importância de estar na primeira página, lembra? Nesse contexto, estar em primeiro lugar é o melhor cenário. 

    Mas a verdade é que cada SERP tem características únidas e, dependendo da situação, seu CTR pode melhorar 30,8% subindo apenas uma posição no ranking.

    É claro que se a sua página for da 8ª posição para a 7ª, você não verá uma mudança perceptível no seu CTR. Contudo, isso começa a mudar se você pular da 3ª posição para a 2ª.

    7. 80% do foco do algoritmo do Google está em fatores externos 

    De acordo com o próprio Google, 80% do foco do seu algoritmo está em critérios externos. É assim que ele determina os rankings de cada SERP.

    Isso significa que muita coisa está completamente fora do seu controle como profissional de marketing e SEO.

    Quer um exemplo? A quantidade de backlinks associada ao seu domínio. 

    Por este e outros motivos, é fundamental investir em estratégias de SEO off page.

    8. Marcas que têm blogs atraem 97% mais backlinks

    Sim, ainda vale a pena investir na criação de um blog para o seu negócio.

    Um blog mantém seu site com um fluxo constante de conteúdo novo, algo que os mecanismos de busca como o Google realmente gostam de ver.

    Empresas também conseguem perceber os benefícios de um blog para suas estratégias de SEO, já que elas atraem 97% mais backlinks em relação a empresas sem blogs.

    9. 50% dos consumidores acessam entre 3 e 5 conteúdos antes de se envolverem com um representante de vendas

    Consumidores modernos gostam de estudar bastante antes de realizar uma compra. 

    Em média, um lead acessa entre três e cinco conteúdos antes de decidir entrar em contato um representante de vendas. 

    Por esse motivo, você precisa garantir que seus conteúdos não apenas respondam as dúvidas de seus clientes em potencial, mas os direcionem para outros conteúdos igualmente relevantes (e talvez mais próximos do fundo do funil).

    Separamos mais alguns artigos que podem te interessar:

    Viu como essas estatísticas de SEO geram insights interessantes para o seu plano de marketing?

    Se você quer que suas páginas posicionem bem nas SERPs (e acima de seus concorrentes), continue aprendendo sobre SEO e as principais tendências na área.

    E se quiser uma ajudinha extra nesse sentido, faça o download do nosso guia definitivo e atualizado para conquistar a primeira página no Google.

    Compartilhe
    facebook
    linkedin
    twitter
    mail

    Inscreva-se em nosso blog

    Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu email

    Quer receber mais conteúdos brilhantes como esse de graça?

    Inscreva-se para receber nossos conteúdos por email e participe da comunidade da Rock Content!