Como criar seu portfólio digital no Google Sites

Você já experimentou ter o Google Sites como seu aliado ao construir um portfólio digital? A plataforma é intuitiva, prática e gratuita para que seus trabalhos e habilidades profissionais sejam expostas com mais eficiência. Confira como fazer isso!

Portfólio digital no Google Sites

Construir um portfólio digital em uma plataforma como o Google Sites é especialmente importante se você é freelancer. Isso porque elevar a cartela de clientes, com ajuda do portfólio, é uma alternativa para proporcionar mais organização financeira

Até porque, ficar sem demanda e, consequentemente, sem renda, é uma das principais preocupações de um profissional autônomo. Aposto que se identificou com essa questão, não é mesmo?

Não podemos nos esquecer que trabalhar formalmente não é sinônimo de estabilidade e que um freelancer pode ter mais segurança financeira que um profissional CLT. Mas para isso acontecer, esse profissional autônomo precisa ter organização e caprichar no seu marketing pessoal.

É nesse contexto que entra a construção do portfólio, que reúne as principais habilidades, competências e experiências profissionais. Por isso, neste conteúdo, abordaremos:

Então, já sentiu a necessidade de atualizar ou construir o seu portfólio? Se esse feeling ainda não foi desperto, considere a construção deste documento uma maneira de prevenir frustrações futuras. Continue a leitura e saiba mais sobre o assunto!

Por que é importante ter um portfólio digital?

Ter um portfólio digital atualizado facilita a compreensão de outras pessoas sobre os seus trabalhos desenvolvidos profissionalmente. Logo, pode ser mais fácil atrair clientes e fechar negócios, o que é útil para fins acadêmicos e contratação na modalidade freela ou até formalmente.

Isso é válido mesmo que você já tenha trabalhos atualmente. Afinal, ninguém sabe o dia de amanhã, certo? A seguir, saiba mais sobre os benefícios!

Conseguir oportunidades de trabalho mais rapidamente

Na pandemia da Covid-19, inúmeros trabalhadores ficaram sem emprego ou tiveram seu salário reduzido repentinamente. Em muitos casos, as consequências disso podem afetar com mais intensidade os freelancers, principalmente os que não conseguem ter organização financeira. 

Assim, criar um portfólio digital é fundamental para driblar os desafios e diminuir o tempo de busca por novas oportunidades profissionais. Isso porque é possível que outras empresas já conheçam o seu trabalho pelo portfólio disponibilizado e tenham interesse nele. 

Desse modo, a dependência de um único empregador é menor. Logo, caso a empresa X cancele o contrato, você ainda pode ter as opções B, C, D ou E como cartas na manga, certo? 

Criar confiança no seu trabalho

Durante a contratação de um profissional é natural que o empregador tenha desconfiança quanto à qualidade dos serviços oferecidos. Assim, a partir do portfólio, você comprova por que merece a oportunidade de trabalho. 

Além disso, é preciso considerar que algumas áreas profissionais exigem mais educação de mercado do que outras. Logo, a desconfiança que elas geram tende a ser ainda maior. A produção de conteúdo para web, por exemplo, costuma ser uma delas. 

Não é à toa que muitas empresas recusam a contratação desses profissionais com o argumento de que ‘’meu sobrinho faz isso de graça’’. Já ouviu algo do tipo? Pois é, mas a qualidade e o embasamento depositados no seu trabalho não podem ser reproduzidas por qualquer pessoa. Isso pode ser demonstrado no portfólio digital, que ajuda a criar confiança. 

Alinhar as suas habilidades com as expectativas do cliente

A formação e área profissional podem ser a mesma, mas a maneira como cada pessoa atua é diferente. Por exemplo, se você trabalha com redação web, pode usar referências de filmes para criar storytelling com o recurso da Jornada do Herói

Por outro lado, outro redator tem referências e um estilo de escrita diferente. Assim, ele pode optar pela escrita com foco na Jornada da Heroína. Por outro lado, existem aqueles com experiência em produzir textos técnicos

Nesse caso, não há um jeito de escrever melhor que o outro. Mas nem todas essas opções podem se alinhar às expectativas e necessidades do cliente, entende?. Logo, apresentar o portfólio é uma maneira de fazer uma triagem mais acertada dos profissionais e evitar frustrações.

Como fazer um portfólio digital?

Após compreender a importância do portfólio digital, você tem como desafio transformar suas experiências em um compilado de materiais. Naturalmente, esse não é um processo simples e não pode ser executado sem planejamento. Caso contrário, fica mais difícil perceber os benefícios citados. Por isso, acompanhe algumas dicas para construir um bom portfólio digital.

Defina seu objetivo

Todo portfólio é voltado para expor o trabalho e as habilidades profissionais de alguém. Mas essa exposição serve para quê e para quem? Por exemplo, deseja trabalhar em uma agência de publicidade? Ou a sua intenção é ampliar a cartela de clientes para o trabalho freelancer?

Muitas vezes, essas respostas só são encontradas à medida que você vive diferentes experiências profissionais. Assim, fica mais fácil entender os seus interesses e o que certamente não deseja fazer profissionalmente. 

De todo modo, é fundamental desenvolver o autoconhecimento para definir o seu objetivo ao montar o portfólio. Isso ajuda a guiar todo o processo criativo. Afinal, uma agência pode buscar um perfil de profissional diferente de clientes interessados em freelancer, por exemplo. 

Escolha seus principais trabalhos

É natural que você tenha orgulho de diversos trabalhos realizados e até do seu progresso ao longo do tempo. Portanto, é legal montar o portfólio para exibir tudo isso tal qual uma mãe orgulhosa, certo? Os motivos são válidos, mas não é assim que o portfólio deve funcionar.

Selecione seus principais trabalhos para facilitar e elevar as chances de impressionar a clientela. É como montar uma vitrine de loja de roupas. As pessoas responsáveis por isso priorizam as vestimentas que mais tendem a chamar atenção do público.

Isso porque as pessoas costumam andar apressadas pelas ruas e, muitas vezes, até distraídas com o celular ou qualquer outro estímulo. Logo, é preciso fisgar a atenção delas rapidamente com a seleção das peças mais atrativas. 

A mesma lógica é adotada ao montar um portfólio digital. Afinal, quem analisa tende a realizar inúmeras outras demandas e ter diversas abas abertas. Então, tenha bom senso na construção desse compilado de materiais.

Apresente-se

A apresentação do seu portfólio não pode envolver apenas os trabalhos executados. A pessoa responsável por eles também deve ter uma área de destaque para que os interessados tenham mais informações sobre seu contexto profissional.

Então, escolha as palavras e a imagem para essa apresentação com tanto cuidado quanto a seleção dos trabalhos. Tudo isso beneficia o marketing pessoal e pode elevar as chances de alguém se interessar pelo seu trabalho.

Facilite a leitura e a navegação

Você pode ter trabalho e uma apresentação de si excelente. No entanto, se a leitura e a navegação pelo portfólio for comprometida, as suas chances de contratação tendem a ser bem menores. Sendo assim, priorize fontes sóbrias e que facilitem a leitura e compreensão das informações.

Além disso, organize o documento de modo que o visitante não tenha dificuldade para encontrar o que procura. Nesse sentido, uma recomendação é criar categorias, tal qual uma página web tradicional. Por exemplo, redatores podem separar o site da seção Sobre Mim, Redação para blog post, Redação para mídias sociais etc.

Aposte na simplicidade

Apostar na simplicidade ao construir o portfólio digital é outro recurso para facilitar a leitura e a navegação. Isso porque materiais com muita informação podem ficar poluídos, o que não é agradável esteticamente. 

Além disso, diante de tantas informações, a pessoa sente dificuldades ao decidir para onde olhar. É como se a experiência proporcionada não fosse objetiva e não merecesse atenção. Dessa forma, existem chances de os recrutadores fecharem seu material sem nem sequer avaliá-lo previamente.

Afinal, lembra quando falamos que as pessoas se distraem com facilidade atualmente? Isso é comprovado por pesquisas da Microsoft, que comparam a capacidade de concentração humana com a de um peixe-dourado. Então, se quiser destacar seu trabalho, entenda essa demanda e foque na simplicidade.

O que é o Google Sites?

Diante da importância de criar um portfólio digital adequadamente, apresentada no último tópico, o Google Sites é seu aliado. Isto é, o Google site é um dos serviços oferecidos por esse buscador da internet que ajuda a criar e a manter páginas web. 

Essa criação ocorre de forma gratuita, rápida, prática, acessível e com segurança de informação. Assim, é possível utilizá-lo para construir seu portfólio digital. Ao buscar alternativas com esse mesmo objetivo, muitas vezes, é preciso que o usuário faça a contratação de um serviço de hospedagem. 

Além disso, também pode ser exigida a instalação de uma plataforma específica, configuração de banco de dados etc. Ou seja, em vez de simplificar a sua vida profissionalmente, essas opções podem gerar mais dores de cabeça. 

Isso, por outro lado, não ocorre com o Google Sites, o que torna a escolha dessa plataforma um caminho interessante para criar o portfólio digital.

O Google Sites pode ter ainda mais benefícios para quem precisar atualizar o material com maior periodicidade, como freelancers.

Como usar o Google Sites para criar um portfólio digital?

Você já entendeu que o Google Sites é um forte aliado na criação de um portfólio digital. Assim, é fundamental aprender a usar essa plataforma para esse objetivo. Acompanhe os passos envolvidos nesse processo!

Entenda a interface do Google Sites

A interface do Google Sites é intuitiva, o que não exige ser especialista na construção de sites para entender os recursos oferecidos. Os elementos mais comuns envolvem design, texto, galeria, imagens etc

Existe a opção de compartilhar a edição com outras pessoas, como em casos de portfólio compartilhado. Além disso, é possível pedir uma ajudinha a um amigo com mais experiência e senso crítico na construção de portfólio.

Na interface do Google Sites você também tem à sua disposição os recursos de arraste para cima, adicionar novas páginas e modificações. Essa última possibilita mudanças como no estilo e tamanho das fontes, o que contribui para construir um portfólio mais original.

Comece seu primeiro site

Título inicial

Ao acessar o Google Sites, a mensagem central orienta você a “iniciar um novo site” clicando no ícone com o “+” ou selecionando um modelo pré-definido. Por lá, você deve iniciar o processo ao modificar o título inicial para a marca da sua empresa ou do seu perfil pessoal.

Print do box de "iniciar um novo site" do Google Sites
Mensagem inicial do Google Sites mostra como criar uma nova página — Reprodução.

Imagem de fundo da capa do site

O passo seguinte é modificar a imagem de fundo da capa do site para alguma que você tenha mais identidade. Tenha em mente que a apresentação do portfólio deve mostrar um pouco sobre você, o que ocorre não apenas nos trabalhos apresentados, mas, também, na escolha de cores, fontes, formatos etc. dos recursos incluídos.

Print da imagem de capa do Google Sites.
Pelo Google Sites, é possível alterar a imagem de fundo da capa da sua página — Reprodução.

Aparência do site

Para definir a identidade do portfólio, se direcione até o menu Temas — à direita da tela —, que modifica a aparência e disponibiliza várias opções padrões para edição. A partir da escolha, você pode fazer alterações na cor e tipo de fonte.

Isso ocorre de modo similar às edições efetuadas no Canvas, ferramenta comum para criação básica de design.

Print da imagem que mostra a seleção de temas no Google Sites.
Menu “Temas” — Reprodução.

Logotipo da sua marca

É recomendado criar um logotipo para sua marca e facilitar a identificação dos profissionais, o que é ainda mais comum para freelancers. Conte com o botão Adicionar Logotipo logo na primeira página do site para desenvolvê-lo.

Tela de como adicionar logotipo no Google Sites.
O Google Sites permite que você adicione um logotipo na sua página — Reprodução.

Adicione links

A adição de links é fundamental para que os visitantes continuem as análises e mantenham uma interação com você. Inclusive, eles podem servir até como chamada para ação (CTA) e estimular o contato com os clientes.

Assim, existe a opção “Inserir” — também à direita da tela —, em que você pode direcionar as pessoas para suas redes sociais, seu canal no YouTube, conteúdos já publicados, imagens etc.

Menu "inserir", no Google Sites.
Menu “Inserir” — Reprodução.

Esses links podem, inclusive, ser formatados em Blocos de Conteúdo, conforme as opções de configuração que o próprio Google Sites oferece.

Blocos de conteúdo no Google Sites.
Blocos de Conteúdo — Reprodução.

Formulários do Google Drive

Outra recomendação é inserir formulários do Google no seu portfólio. Dessa maneira, os visitantes podem deixar feedbacks, com ou sem identificação, sobre o material no geral ou um aspecto específico. 

Isso ajuda na evolução do seu trabalho e na construção de materiais mais alinhados com o buscado. Então, se tiver interesse nisso, crie previamente os formulários do Google Drive e insira-os no seu portfólio digital do Google Site.

Endereço de domínio

Um dos últimos passos é definir o endereço de domínio, que pode ser o seu nome e sobrenome, para facilitar a pesquisa. Assim, o Google Sites sinaliza a disponibilidade do documento. Quando tudo estiver pronto, selecione o botão Publicar.

Publicando atualizações no Google Sites.
Publicação de atualizações no Google Sites — Reprodução.

Então, entendeu o passo a passo necessário para criar um portfólio digital no Google Sites? Agora, você já tende a ter mais chances no mercado do que profissionais que ignoram a criação ou atualização desse material. Logo, siga as dicas recomendadas para investir no seu marketing profissional e alcançar melhores oportunidades de trabalho.

Quer aproveitar a visita e se aprofundar no assunto? Faça o download do nosso e-book com novas dicas de como montar seu portfólio como produtor de conteúdo!

Compartilhe
facebook
linkedin
twitter
mail
Copyediting

Thiago Murça

Copywriting

Thalicia Silva

Gostou deste conteúdo?

Envie-o para seu e-mail para ler e reler sempre que quiser.

Posts Relacionados

Como simplificar ideias complexas

alt Raphael Alves
jan 21, 22 | Leitura: 5min

Os melhores conteúdos para sua carreira freelancer, direto na sua caixa de entrada

Inscreva-se para receber no e-mail conteúdos exclusivos e em primeira mão.