Por Ivan de Souza

Analista de Marketing na Rock Content.

Publicado em 26 de novembro de 2020. | Atualizado em 5 de novembro de 2020


Ter um blog seguro é importante para a experiência de navegação dos seus leitores e também para que ele ganhe maior visibilidade na internet. Há pelo menos 6 dicas de segurança que você pode aplicar no seu blog para oferecer mais proteção.

Criar um blog faz parte de uma estratégia de Marketing Digital de sucesso, pois cada conteúdo que você publica nele representa uma porta para mais visitantes. Isso aumenta as chances de conversão de parte deles em oportunidades de negócio. Para isso, contudo, é necessário que seja um blog seguro.

Como dúvidas sobre segurança em sites e blogs são recorrentes, assim como a sua importância, decidimos produzir este artigo totalmente dedicado ao assunto. Abordaremos os seguintes pontos:

Vamos lá?

Qual é a importância de ter um blog seguro?

Por mais que algumas pessoas pensem que segurança online é essencial apenas para e-commerces, por requerer a inserção de informações como dados de cartão de crédito, isso não é verdade. Mesmo os sites institucionais e blogs precisam ser protegidos.

Para início de conversa, desde 2018, o Google passou a considerar a segurança de sites e blogs como um dos critérios de rankeamento nos resultados de buscas online. Além disso, ao perceber que o seu blog é seguro, os visitantes navegarão nele com mais tranquilidade, além de baixar materiais ricos, como ebooks, infográficos, planilhas, entre outros que você disponibilize para gerar leads.

Como ter um blog seguro em 6 passos?

Fique agora com as 6 dicas que separamos para garantir mais proteção aos seus seguidores!

1. Busque uma hospedagem segura

Após a escolha de um domínio, o próximo passo para a criação de um blog é contratar o servidor de hospedagem. Além de garantir uma boa performance online, é fundamental também que ele tenha todo o resguardo necessário para deixar o seu blog seguro.

Para começar, certifique-se de que ele mantém tudo atualizado periodicamente, por exemplo, o CMS e o PHP, que são importantes para o bom desempenho. Confira, também, se o servidor conta com um time de suporte que possa ajudar em questões relacionadas à parte financeira, técnica e, claro, à segurança do seu blog.

2. Instale o CMS de forma segura

Para fazer a gestão dos conteúdos do seu blog, é necessário ter um CMS. O WordPress é um dos mais recomendados pela sua praticidade, além de permitir a atribuição de diversas funcionalidades por meio de plugins e temas personalizáveis, que deixam o blog com a cara que você quer.

A instalação é feita a partir de um arquivo zipado, que você deve obrigatoriamente baixar no site oficial do WordPress. Em seguida, para fazer a instalação manual do WordPress, o arquivo precisa ser inserido no gerenciador de arquivos do seu servidor, de acordo com os passos que apontamos neste tutorial

O banco de dados também é criado durante esse processo, pois ele guarda toda a informação do seu blog (o que reforça a razão de a instalação ser segura).

3. Tenha um certificado SSL

Toda vez que você acessa um site e percebe uma cadeado fechado ao lado da URL, significa que ele é seguro, de maneira que você pode navegar tranquilamente nele e inserir dados pessoais ao baixar algum material ou fazer uma compra, por exemplo. Segue um exemplo, abaixo.

Powered by Rock Convert
certificado ssl - blog seguro

O certificado SSL pode ser solicitado diretamente ao seu servidor de hospedagem. Alguns cobram por ele, mas a maioria dos hosts o oferecem gratuitamente. Para ativá-lo no seu blog em WordPress, pode ser necessário que use o plugin Really Simple SSL.

4. Use apenas temas e plugins oficiais

Como dissemos anteriormente, uma das vantagens do WordPress é usar templates que, em poucos cliques, habilitam o layout do seu blog. O mesmo vale para os plugins, que instalam funções importantes, como formulários de contato, botões de redes sociais, orientações para melhorar o SEO dos conteúdos etc.

Contudo, a exemplo do instalador do WordPress, eles também devem ser baixados de suas fontes oficiais. Isso pode ser dentro do painel do WordPress ou nos sites das suas empresas desenvolvedoras.

Importante: algumas pessoas optam por baixar templates e plugins premium de fontes piratas, a fim de usá-los gratuitamente, em vez de comprá-los nas suas fontes oficiais. Não faça isso.

Afinal, além de pirataria ser crime, ao baixar arquivos dessa forma, o risco de eles virem desatualizados ou com malwares inseridos propositalmente é muito grande. A situação deixa o seu site vulnerável a ciberataques.

5. Use o Cloudflare

O Cloudflare é um serviço de CDN que pode ser aplicado a todos os tipos de site, inclusive, blogs. Ele funciona como se fosse um replicador do servidor, logo, faz com que as páginas sejam carregadas de forma mais rápida, independentemente de qual dispositivo o usuário esteja usando.

Além do mais, ele também protege o blog de ataques, pois conta com uma proteção contra IPs que tenham atacado outros sites anteriormente e ajuda a bloquear outras modalidades de invasão como DDoS.

O Cloudflare realiza essa proteção a partir do momento detecta um número incomum de requisições de acesso ao seu blog e bloqueia essa atividade para que o hacker não consiga invadir o banco de dados que armazena informações importantes do blog.

6. Tenha um backup

Apesar de backups não protegerem o seu site de ataques, é uma prevenção que você deve ter, caso o pior aconteça. Imagine a seguinte situação: seu blog é deletado. Por mais que criar outro seja simples e rápido (no Stage, por exemplo, é possível criar um blog em WordPress em poucos minutos), o preocupante é perder o maior patrimônio que ele tem: os conteúdos.

Para que isso não aconteça, faça backups regulares (recomendamos que o faça, pelo menos, uma vez por semana) tanto dos arquivos quanto da base de dados, e guarde-os em algum lugar seguro no seu computador e/ou na nuvem. Assim, caso você perca todos os conteúdos do seu blog, basta restaurá-los a partir do arquivo de backup.

Ao seguir essas 6 dicas que trouxemos neste artigo, você conseguirá manter o seu blog seguro e continuar a fazer publicações nele sem grandes preocupações. Também recomendamos que conte com profissionais especializados no assunto para cuidar do seu blog e orientar a como fazer ele ter sucesso, tal como fazemos com os clientes do Stage.

Por sinal, saiba mais a respeito e como ele pode otimizar os resultados online do seu blog!

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *