Por Redator Rock Content

um de nossos especialistas.

Publicado em 12 de junho de 2020. | Atualizado em 4 de setembro de 2020


Cada vez mais o e-commerce interativo tem se tornado uma opção interessante para impulsionar as vendas digitais, devido à capacidade de oferecer ao usuário uma experiência de compra atrativa e original.

A história do comércio eletrônico tem sido marcada por constantes inovações, a tal ponto que hoje é necessário construir um e-commerce interativo para competir neste dinâmico mercado mundial.

Felizmente, é um passo valioso que você pode dar de forma imediata e eficaz, com a incorporação de diferentes formatos de conteúdos interativos em sua página e com seu gerenciamento estratégico.

Antes de nos aprofundarmos nessas questões que, definitivamente, permitirão a você modernizar e otimizar sua loja virtual, melhorando a experiência do usuário, explicaremos os benefícios específicos que você obterá com isso.

Neste artigo, você vai aprender:

Vamos lá?

Por que é conveniente para o seu e-commerce ser mais interativo

Marketing interativo é sinônimo de alcance, engajamento e otimização para um comércio eletrônico. Para que você entenda melhor, aqui está uma lista breve, mas precisa, de vantagens específicas que você ganhará ao construir um e-commerce interativo.

Confira!

Gerando oportunidades qualificadas de negócios

Oportunidades qualificadas de negócios devem ser o seu objetivo, afinal, elas têm mais chances de sucesso.

Ao compartilhar um conteúdo interativo e educacional, você poderá qualificar usuários, atraindo aqueles que realmente combinam com seus produtos ou serviços (o que significa que eles terão mais chances de tomar uma decisão de compra favorável) e, posteriormente, de serem fidelizados por sua marca.

Por exemplo, detalhar tudo sobre seus produtos por meio de elementos interativos permitirá que o visitante adicione itens ao carrinho que realmente o atraem, reduzindo, assim, aquela taxa irritante de processos de compra incompletos.

Coletando informações de interesse

Conteúdo interativo é aquele que estimula respostas e a participação do usuário em geral. Portanto, se você usá-lo, o usuário fornecerá dados e informações sobre seus gostos, preferências, dúvidas e outros aspectos à medida que ele interage com sua página.

Você poderá usar todas essas informações para otimizar os processos comerciais e promover o crescimento do seu volume de negócios!

Aumentando o tempo médio de permanência na página

Um e-commerce interativo está intimamente ligado a uma melhor experiência do usuário. Por esse motivo, as lojas virtuais que realizam essa etapa incentivam um maior tempo de permanência em suas páginas.

Logicamente, quanto mais tempo o usuário ou cliente passar no seu site, melhor! Isso significa que eles terão muito mais probabilidade de fazer compras.

Um site interativo convida o visitante a entrar e explorá-lo ao máximo. Se você tiver seus artigos ou serviços publicados nele, melhor ainda, não acha?

Construindo seu público

Um e-commerce interativo pode construir um público ao seu redor, oferecendo coisas interessantes, diferenciadas da concorrência e uma experiência agradável para quem o visita.

Logicamente, cada um dos membros do público que você criar serão pessoas que, mais cedo ou mais tarde, poderão fazer uma compra e tornar-se clientes regulares. Isso mostra a atratividade da interatividade no mundo do comércio eletrônico.

As vantagens que mencionamos indicam que a migração para o comércio eletrônico interativo proporcionará melhores oportunidades de negócios, possibilidades de fidelização e retenção e maior penetração em seu segmento de mercado.

Tudo sobre conteúdo interativoPowered by Rock Convert

7 estratégias para criar um e-commerce interativo

Existem vários tipos de conteúdo interativo que vão otimizar seu comércio eletrônico e que vão viabilizar todas as vantagens mencionadas.

A seguir, mostraremos 7 das estratégias que você pode usar para construir um comércio eletrônico interativo e, também, explicaremos quais formatos de conteúdo são seus pilares.

Vamos lá!

1. Faça infográficos para detalhar produtos ou serviços

Um bom e-commerce vai além de fotos e breves descrições de produtos ou serviços. Para construir confiança e estimular decisões de compra favoráveis, você precisa mostrar ao usuário sua oferta comercial em detalhes, incluindo dados sólidos e informações concretas e precisas.

Para isso, você pode utilizar infográficos interativos que também tornam a interação com o site mais agradável e interessante. Este formato de conteúdo permitirá que você apresente com precisão:

  • quais são as vantagens de seus produtos ou serviços;
  • o que oferecem;
  • como eles são usados;
  • quais resultados eles podem fornecer;
  • entre outras coisas.

Um exemplo muito interessante de como infográficos interativos podem influenciar positivamente as decisões de compra é o que o Veracode fez para educar os desenvolvedores da web sobre a importância da segurança de dados em aplicativos.

E adivinhe: esse é exatamente o problema que seus produtos se propõem a resolver!

2. Mostre suas vantagens competitivas usando calculadoras

Uma calculadora interativa pode ser um diferencial na experiência do usuário — definitivamente, isso vai motivá-lo a tomar a decisão de compra.

Por meio deste conteúdo, será possível mostrar o valor dos seus produtos, o seu retorno do investimento e outras vantagens competitivas, o que é altamente persuasivo e de grande benefício para fins comerciais.

Além disso, essas calculadoras agregam valor funcional às lojas virtuais, pois ajudam os usuários a determinar dados de interesse e mensurar métricas a partir disso.

Powered by Ion Rock Content

Assim, com o simples fato de adicioná-los, você começará a construir um e-commerce interativo com processos comerciais de valor, que permitem aos usuários e clientes ver o quão importante eles são para a marca, ao mesmo tempo que mostra de forma tangível os poderes de seus produtos ou serviços.

3. Crie landing pages educacionais e de conversão com estilo

Às vezes, paradoxalmente, para vender é preciso deixar de lado a obsessão de vender. Promover boas experiências e investir na construção de relacionamentos saudáveis e sólidos com clientes e usuários costuma ser mais lucrativo, pois oportunidades de negócios qualificadas são geradas com alta probabilidade de sucesso.

No caso das landing pages, este princípio aplica-se perfeitamente. Em vez de usar esses sites para convidá-los a fazer compras imediatas, transforme-os em interativos e alimente-os com informações e conteúdos valiosos, que permitem cativar o usuário e gerenciar estrategicamente os processos de negócios.

Foi o que a empresa Sears fez com o software Ion, no qual criou uma landing page interativa que transmite informações relevantes sobre produtos e serviços com diversos elementos nos quais o usuário pode clicar para saber mais.

4. Divulgue ebooks interativos para educar e gerenciar estrategicamente o usuário

No Marketing de Conteúdo, os ebooks são materiais muito valorizados, devido à sua capacidade de educar o usuário, aprofundando-se em temas de interesse.

Por isso, aplicá-los permitirá gerenciar estrategicamente as pessoas, estimulando-as a avançar nos estágios de maturação até chegar à decisão de compra com grande probabilidade de dar um “sim”.

Além disso, quando são interativos, os ebooks otimizam a experiência e são ainda mais específicos ao responder a perguntas e dúvidas. Além disso, os ebooks interativos focam na resposta que o leitor busca, pois ela muda à medida que o usuário interage com eles.

Esses ebooks incluem seções, perguntas e diferentes janelas nas quais a pessoa pode navegar de acordo com seu interesse.

5. Use simuladores virtuais para o usuário testar o produto

Não há dúvida de que o e-commerce cresceu muito, porém, embora esteja no topo do mundo e seja muito valorizado, como qualquer elemento moderno, ainda precisa superar objeções de alguns usuários.

Uma das objeções clássicasdo comércio eletrônico é que, por ser desenvolvido de forma virtual e remota, o usuário não tem a possibilidade de experimentar os produtos e serviços que utilizará, como acontece no comércio físico ou tradicional.

Felizmente, se você construir um e-commerce interativo e incluir simuladores virtuais, eles não terão mais esse argumento contra você.

Na indústria de vestuário, por exemplo, as melhores lojas de moda oferecem provadores interativos em suas páginas da web, para que as pessoas possam ver como ficarão com determinados produtos.

Além disso, as empresas de software fornecem demonstrações interativas de suas plataformas e ferramentas, para que a pessoa possa explorar suas funcionalidades sem a necessidade de demonstrações presenciais.

6. Use questionários para entender a maturidade do cliente ou usuário

Os questionários são um elemento importante do Big Data no comércio eletrônico. Graças a eles, você poderá obter informações de seus usuários, que depois deverá analisar para transformá-las em decisões concretas e coerentes.

Em especial, um quiz interativo mostrará o nível de maturidade do usuário ou cliente sobre seu produto ou tópicos de interesse de sua marca.

Desta forma, você terá a possibilidade de ajustar e orientar os processos comerciais e de vendas às reais necessidades das pessoas e aos seus níveis de conhecimento, otimizando recursos e gerando um maior volume de oportunidades de negócio.

7. Crie vídeos interativos para cativar e coletar dados

Os vídeos divertem, cativam, educam e, além disso, se são interativos, permitem coletar dados de interesse do usuário.

Como o próprio nome já reflete, esses conteúdos audiovisuais estimulam o feedback (é por isso que as pessoas clicam ou apontam para itens de interesse), e isso ajudará você a compreender seu comportamento e preferências.

Da mesma forma, este formato de material é ideal para expor os produtos das marcas em situações e contextos reais, o que gera confiabilidade e melhora a experiência.

Por exemplo, como mostraremos mais adiante, uma famosa marca italiana de calçados usa esses audiovisuais para refletir o uso e as características de seus sapatos em diferentes lugares e climas, permitindo ao usuário recriar situações da vida real.

4 exemplos de interatividade em e-commerce

Várias páginas e plataformas de e-commerce alcançaram a otimização desejada, expandindo seu alcance e engajamento, graças, em parte, à migração para a interatividade. Aqui estão alguns exemplos muito bons.

Veja só!

1. Nike

Em 2015, a Nike lançou uma coleção de tops esportivos chamada Nike Pro Bra, com o slogan “ajuste perfeito”.

Para garantir a satisfação do usuário e melhorar a experiência, a marca incorporou em seu site o simulador interativo 360 Fit System, que permitiu ao usuário medir virtualmente seus tops e assim encontrar o tamanho ideal.

Além disso, incluía vídeos tutoriais que explicavam como usar o moderno simulador, já que naquela época era uma ferramenta muito nova no mercado.

Nike Pro bra

2. Ikea

A Ikea é uma empresa multinacional que produz e comercializa móveis, colchões e diversos utensílios domésticos.

Devido ao seu amplo foco no mercado de varejo, a empresa sueca tem preocupado-se em cativar o consumidor final por meio de seu e-commerce, principalmente com o auxílio de elementos interativos.

Entre seus valores agregados está a utilização de vídeos interativos com imagens de seus produtos em situações da vida real, que incluem links para as páginas de compra.

3. Geox

O vídeo interativo tornou-se popular no e-commerce, e este é um bom exemplo de casos de sucesso.

A Geox, uma marca italiana de calçados resistentes e altamente confortáveis, oferece um audiovisual interativo no qual o usuário pode mudar o clima e o lugar, para ver como seus sapatos adaptam-se a diferentes ambientes e situações.

Isso o apresenta como um e-commerce interativo e amigável, que transmite confiança aos usuários.

4. New Chapter

Esta é uma daquelas marcas que busca proporcionar uma experiência interativa abrangente aos visitantes de seus sites.

A New Chapter, marca de vitaminas e suplementos naturais do grupo P&G, utiliza questionários interativos em seu site para identificar as principais dúvidas dos usuários sobre seus produtos e, posteriormente, saná-las.

Além disso, oferece pacotes de materiais educacionais e muitos outros elementos que agregam valor ao usuário.

New Chapter

Muito bem! Se você leu até aqui, você já sabe que a interatividade é uma das tendências do e-commerce que você deve considerar. Construir um comércio eletrônico interativo é uma etapa necessária para adaptar-se à modernidade e competir em um mercado marcado pela inovação constante.

Além disso, é uma rota de modernização lucrativa e econômica, que é acessível, mesmo para pequenas e médias empresas, já que você mesmo pode produzir grande parte do conteúdo com a ajuda de softwares e ferramentas especializadas.

Sem dúvida, você deve migrar para a interatividade antes de empregar práticas de inovação de maior custo, como entregas de produtos com drones, algo que empresas como a gigante Amazon já estão fazendo.

As informações neste material foram úteis para você? Você se sentiu incentivado a dar um toque interativo ao seu e-commerce e quer saber mais sobre o assunto?

Então, convidamos você a conhecer a Ion: a ferramenta com a qual você consegue criar experiências interativas mais interessantes para sua audiência. O que acha?

Conteúdos InterativosPowered by Rock Convert

100.000 pessoas não podem estar enganadas
Deixe seu email e receba conteúdos antes de todo mundo

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *